História Mais um clichê, por que não? (versão Naruhina) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Menma Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Kibaino, Naruhina, Nejiten
Visualizações 163
Palavras 1.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


https://www.youtube.com/shared?ci=amCjVDgByKI

Música: Should've been us.-Tori Kelly.

Aconselho que vejam o vídeo, é maravilhoso.❤

Capítulo 22 - The perfect storm.


Fanfic / Fanfiction Mais um clichê, por que não? (versão Naruhina) - Capítulo 22 - The perfect storm.

Tenten


- Bom, pessoa, esse foi o último ensaio.- Disse Hinata, suspirando. - Agora só sábado, para a nossa querida apresentação. - Avisou a mesma, guardando sua guitarra.

Havíamos feito um ensaio extra, já que Neji estava em sua audição, viemos apenas para reforçar algumas coisas.

- Até mais tarde. - Disse Naruto, saindo pela porta, acenando para nós.

- Até. - Respondeu Kiba.

- Bye. - Respondi acenando brevemente.

Hinata apenas fez olhar para Naruto mas voltou o olhar rapidamente para seus afazeres.

Não estava aguentando mais esse clima entre eles, ou viviam brigando ou não se falavam e se falavam, se falavam com ignorância, estava quase pra bater cabeça com cabeça.

- Vocês vão ficar assim mesmo? Não vão nem conversar? - Perguntei para Hinata, indignada.

- Não temos nada pra conversar. - Respondeu Hinata, friamente. - Tenho aula agora. - Disse a mesma, antes de "fugir" de mim novamente.

- Kiba eu não aguento mais, não sirvo pra aturar mimimi. - Disse bagunçando meus cabelos.- Temos que dar um jeito nisso.

- Concordo, achava que quinta eles já iriam correr para os braços um dos outro com juras de amor. - Disse Kiba arrumando a bateria. - Se eu ouvir outra palavra rude saindo dá boca dá Hinata ou da do Naruto, vou jogar o prato na cabeça deles. - Disse Kiba, massageando suas têmporas.

- Pelos menos  devíamos fazer eles ficarem com peso na consciência! Ninguém mais aguenta! - Exclamei, colocando minha não no queixo.- Mas, o que poderíamos fazer? - Perguntei.

- Você não tinha que fazer uma apresentação na sua classe hoje? - Perguntou Kiba.

- Sim, mas é um trabalho sobre eu transformar uma música específica para o piano.- Respondi, ainda não entendendo aonde Kiba queria chegar.

- Então, você, tem que apenas que adaptar a música para o piano, certo? Você já escolheu a música? - Perguntou Kiba.

- Sim, foi essa aqui. - Falei entregando a partitura. - Mas, o que isso tem haver com o nosso problema? - Perguntei.

- Ótimo, você escolheu a música perfeita. - Disse Kiba, sorrindo.

- Chega ao ponto Kiba. - Disse, já impaciente.

- Você ganhará pontos extras e ainda fará os nossos pombinhos refletirem sobre o mimimi deles. - Disse Kiba, me entregando o papel. - Você fará eles cantarem essa música na sua apresentação, para te "ajudar" a envolver os telespectadores, para que eles sintam ainda mais a música. - Disse Kiba, saindo dá sala.

- Você é mesmo um gênio Kiba.- Disse, acompanhando o mesmo.

- Eu sei. - Respondeu Kiba, convencido.

- Não elogio mais. - Disse revirando os olhos. - Agora vamos atrás dos nossos malas favoritos. - Disse agarrando o braço de Kiba.

- Achei que o seu mala favorito fosse o Neji. - Disse Kiba com um sorriso malicioso.

- Cala boca. - Falei, raivosa.



Mandei uma mensagem para Hinata dizendo para a mesma me encontrar imediatamente, e o Naruto, encontramos no meio do caminho.

- Você vai me ajudar, não é Naruto?- Perguntei do jeito mais amigável que pude.

- O Kiba não pode cantar no meu lugar?- Perguntou Naruto, relutante.

- Hã, ele tá sem voz. - Respondi dando uma cotovelada em Kiba, fazendo o mesmo fazer mímica representando que estava sem voz.

- Mas ele estava falando bem hoje mais cedo. - Questionou Naruto,

Ah! Garoto chato, só aceita.

- Ah, você sabe, o tempo hoje em dia tá horrível. - Falei, sem graça, espero que com a Hinata não seja tão difícil.

- Ok, eu canto. - Respondeu Naruto, convencido.

Agora só falta a Hinatinha, que falando nela, chegou correndo ao nosso encontro.

- Oi, oi, oi, desculpa a demora Tenten. - Disse Hinata, colocando suas mãos no joelho, ofegante. - Você tá bem? O que aconteceu? - Perguntou Hinata desesperada.

- Ah, eu preciso que você cante, para um trabalho meu, é muito importante pra mim. - Disse sorrindo.

- Claro, sem problema. - Respondeu Hinata sorrindo, ainda ofegante.

- Mas...

- Mas...? - Perguntou a mesma.

- Terá que ser um dueto. - Disse, o que resultou a mesma olhar para Naruto.

- E deixa eu adivinhar, vai ser com ele?- Perguntou Hinata, apontando para Naruto.

- Acertou, gênio. - Respondeu Naruto, sarcasticamente.

Hinata respirou fundo e respondeu.

- Claro, aceito mesmo assim, sou estreitamento profissional. - Respondeu Hinata convencida.

A ignorância é a glória.

- Bom, já que todos estamos de acordo, preciso que vocês cantem, essa música, provavelmente vocês já a conhecem. - Disse dando uma folha, para cada um.

Os dois pareceram surpresos com a minha escolha, e de novo pareciam hesitantes em saber se aceitariam cantar.

- Tem algum problema em ser essa música?- Perguntei ironicamente. - Já que vocês são totalmente profissionais.

Eu sou maligna né? Eu sei.

- Não, não, não tem problema nenhum. - Respondeu Naruto, tentando passar confiança.

Só tentou mesmo.

- Nenhum, ela é ótima. - Disse Hinata, com o nariz empinado.

Veremos baixinha.

- Ótimo, então depois do almoço, sala B. - Disse acenando para os mesmos, saindo junto com Kiba. - Não esqueçam.

Já distante deles.

- Ser mímico não é pra mim Tenten. - Disse Kiba. - Mas, pelo menos deu certo.

- Não cante vitória antes dá hora Kiba - san, temos que ver se a nossa ação terá a reação esperada. - Disse, suspirando em seguida.


Hinata


ÓTIMO TENTEN, TINHA QUE SER LOGO ESSA MÚSICA?

Não podia ser alguma música dá Fifty Harmony não? Que falasse de festa?

Nãããão, bora escolher a que fala de término.

Vaca.

Estava na frente dá sala B, ainda hesitante em entrar, minha mão estava na maçaneta, mais simplesmente eu não conseguia entrar.

Eu estava com medo? Medo do que isso poderia me causar depois.

A Tenten me perdoaria, certo? Se eu não fosse...

Que isso Hinata, você não é de fugir, e não vai ser por causa de um coração partido que você vai fugir agora.

Quando estava prestes a girar a maçaneta, uma mão surgiu, ficando por cima dá minha, me fazendo girar a maçaneta.

- Estava atrapalhando o caminho. - Disse Naruto, entrando primeiro.

- Idiota. - Murmurei, entrando em seguida.

Não que eu fosse admitir, e provavelmente nunca diria a ele, mas, tinha sentido falta de ter contato com ele, nem que seja só por um breve encostar de mãos, me fez me sentir muito bem.

- Chegamos Tenten. - Disse, chamando a atenção dá mesma, que estava de frente para o piano.

- Ótimo, perfeito. - Disse Tenten, batendo as palmas animada.

Isso não era normal.

- Vocês podem sentar alí. - Disse a mesma apontando para duas cadeiras no meio dá sala, aonde ficaríamos de costas um para o outro.

Merda.

- Vamos ter que ficar de costas um para o outro? - Perguntei, receosa.

- É para dar um impacto maior. - Disse  Tenten, indo falar com um senhor alto e moreno, provavelmente era o professor.

Eu e Naruto fomos nos sentar, ainda sem olhar nos olhos um do outro.

Tenten foi para o piano, e começou a tocar as primeiras notas.

Eu cantava primeiro.


Andando por aí com a minha cabeça baixa


Mas não consigo esconder com este salto alto


No centro da cidade numa numerosa multidão


Mas é em você que a minha mente está


Bem arrumada, tenho meu coração bagunçado


Você tem o seu e eu tenho o meu


É injusto que eu ainda me importe


E me pergunto onde você está essa noite


Pensando que poderia ser diferente


Mas talvez perdemos a oportunidade


Pensando que poderia ser diferente


Poderia, poderia


Na segunda parte, Naruto já me acompanhava, até esse ponto, o mesmo estava quieto, só tinha conseguido ouvir sua respiração.


Deveria ter sido nós, Deveria ter sido uma chama


Deveria ter sido uma tempestade perfeita


Deveria ter sido nós


Poderia ter sido algo real, agora nunca saberemos com certeza, ooh


Nós éramos loucos, mas incríveis, querido nós dois sabemos


Deveria ter sido nós


Deveria ter sido nós


A esse ponto, eu já estava apertando o assento dá cadeira aonde estava sentada, por que logo essa música?


Pra frente e pra trás como um cabo de guerra


Para que tudo isso, será que quero de volta


Ainda tenho uma pequena chama para você


Mesmo que você tenha me enlouquecido


Agora e antes, eu finjia


Que era você quando eu fechava os olhos


Você tem o seu, eu tenho o meu


Mas me pergunto onde você está hoje à noite


Já havia fechado os olhos, não queria chorar, não agora, estava tudo bem, era só uma música, certo?

Com tantos pensamentos rondando a minha cabeça, fico surpresa ao sentir a mão de Naruto, segurando a minha e logo em seguida a entrelaçando na sua.

Como estava com saudade de sentir ele próximo a mim.

Mas e se eu fosse só uma brincadeira?



Deveria ter sido nós, deveria ter sido uma chama


Deveria ter sido a tempestade perfeita


Deveria ter sido nós


Poderia ter sido algo real, agora nunca saberemos com certeza


Nós éramos loucos, mas incríveis querido, nós dois sabemos


Deveria ter sido nós


Isto, isto, deveria ter sido nós


Terminamos a música, ainda com as nossas mãos  entrelaçadas, quando Tenten tocou a última nota, eu puxei a minha mão e fui buscar minhas coisas.

Ouvia aplausos, mas isso não importava agora, eu só queria sair dalí.

Saí sem nem aos menos falar com Tenten, fui correndo em direção a porta, já do lado de fora, não estava prestando atenção, até que sinto alguém me segurando pelo braço, me viro, e era a Tenten..

- Baixinha, não corre desse jeito. - Disse Tenten, me dando uma abraço. - Se acalma tá? - Disse a mesma, desfazendo o abraço

- Tá. - Respondi respirando fundo.

- Olha eu sei que eu não tenho nada haver com a história de vocês. - Disse Tenten, me segurando pelos ombros. - Mas eu sei que o Naruto não é um babaca, eu posso só saber metade dá história, mas ele estava disposto a te contar ela toda, dá uma chance pra ele. - Disse Tenten, por fim.

- Duvido que ele ainda queira me dar uma chance. - Respondi, abaixando o olhar.

- Você nunca vai saber se não tentar. - Disse Tenten, sorrindo de lado. - E se ele for mesmo um babaca, eu mesmo acabo com ele. - Disse a mesma, me fazendo rir.

Não custa nada, não é mesmo?


Notas Finais


Adolescente ser dramático, vamos aceitar, fazemos mesmo uma tempestade no copo d'água jsjsksjsks.
Então? O que estão achando? Ainda hoje sai outro capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...