História Mais um clichê, por que não? (versão Naruhina) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Menma Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Kibaino, Naruhina, Nejiten
Visualizações 181
Palavras 1.821
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Música
Ruth B. - Lost Boy

Conselho <3

Capítulo 25 - Peter Pan?


Fanfic / Fanfiction Mais um clichê, por que não? (versão Naruhina) - Capítulo 25 - Peter Pan?


Hinata


Pude ver Neji, Tenten e Kiba caírem no chão, desengonçados.

Não podiam ter caído depois do Naruto me dar um beijo, não?

- Hehe, eai pessoal. - Disse Neji, coçando a nuca.

- Oi gente linda. - Disse Tenten com um sorriso forçado.

- Tudo bom? - Perguntou Kiba com um sorriso largo.

- Eai?! Tudo bom!?- Perguntou Naruto, repetindo a frase dos mesmo, de braços cruzados. - Posso saber porque as criaturinhas caíram no chão?

- Bom... - Tenten começou - É que o Kiba escorregou o braço dele na maçaneta trancando os dois.

Neji continuou.

- E, estávamos encostados na porta, tentando abrir até agora.- Disse o mesmo, sorrindo.

- Jura? - Perguntei, irônica.

- Aham, vocês não fazem ideia o quanto é difícil abrir uma porta. - Disse Kiba, balançando a cabeça.

Eu e Naruto nos olhamos, e logo depois ficamos olhando para as praguinhas com olhos semicerrados.

- Vamos, podem falar. - Disse Naruto.

Não demorou para Neji e Tenten apontarem para Kiba.

- A ideia foi dele. - Disseram os dois juntos.

Kiba apenas se encolheu no canto dele.

- Desculpa. - Murmurou o mesmo. - Não gosto de ver meus amigos brigando.

Eu e Naruto nos olhamos sorrindo, fomos em direção do Kiba, ficando um de cada lado.

- OBRIGADO KIBA! - Dissemos alto, dando um beijo na bochecha de Kiba.

Deixando o mesmo corado.

Logo em seguida, dei um cascudo em sua cabeça.

- MAS NÃO ENVOLVA ESCURO DE NOVO! - Gritei.

- Aiai, ok. - Disse Kiba, massageando sua cabeça.

- Ei, também ajudamos. - Disse Neji e Tenten.

- Vão querer ganhar cascudo também? - Perguntei agressiva.

Vejo os dois tremerem.

Sinto Naruto tocar em meu ombro, me fazendo olha-lo.

- Ok, justo. - Disse indo em direção de Neji e Naruto na  de Tenten.

Dei um beijo na bochecha de Neji e logo em seguida, belisquei o lugar onde tinha beijado.

- Aí! - Exclamou Neji, massageando a bochecha fazendo bico. - Abusada.

E fui dar um abraço em Tenten.

- Valeu. - Susurrei para ela.

- Sempre às ordens baixinha. - Respondeu Tenten.

Acordei mais cedo que o normal no outro dia, a diretora anunciaria quais bandas iriam para a segunda fase e eu queria tentar ter um momento sozinha com Naruto.

Desde o ocorrido na sala de som não havíamos tido tempo para ficarmos junto... Sozinhos.

Cheguei na escola, entrei no auditório, aonde já estavam Neji, Naruto, Tenten e Kiba, sentados em um canto.

Fui em direção aonde os mesmos estavam, cheguei dando um beijo em cada um, e um selinho em Naruto.

- Vou vomitar arco-iris na cara de vocês. - Disse Neji, fazendo uma careta.

- Você tem a Tenten aí do seu lado, que eu saiba. - Disse me sentando ao lado de Naruto.

Fazendo Neji e Tenten ficarem corados.

- Se vocês já foi difícil, imagina esses dois. - Disse Kiba, tentando tirar um cochilo.

Conversamos até a diretora chegar, fiquei surpresa ao vê-la direito pela primeira vez, ela era loiro, bonita e tinha os peitos absurdamente grandes. A mesma começou falar qual bandas continuariam.

Estávamos apreensivos, estava apertando a mão de Naruto com força, sabia que tínhamos ido bem, mas sempre existe a linda negatividade.

Até que ela disse.

" A banda 4GET (falou o nome de outras bandas, irrelevante) continuaram. Se sua banda não foi chamada, lamentamos informar que sua banda ou grupo, não passou".

Até esse ponto eu já estava dando tapinhas em todo mundo de tão animada, tentando ao máximo não gritar ali mesmo.

"Vocês tem três meses para escreverem uma nova música e mudarem o vocal"

Mudar o vocal?

Fomos até a professora para saber mais sobre esse "novo vocal".

- Queremos que vocês explorem outras vozes em suas bandas, se tiver é claro. - Disse a diretora, que descobrir ter o nome de Tsunade.

Iríamos discutir sobre isso depois, estávamos prestes a sair do auditório até ouvir ela me chamar.

Droga.

- Hinata? Dá banda 4GET?- Chamou a diretora Tsunade.

Apenas assenti.

- Quero que você faça uma nova música para a peça dá escola. - Disse a diretora mexendo em sua prancheta.

- Não que eu esteja reclamando, mas, por que eu? - Perguntei, ainda sem entender.

- Porque senhorita Hinata, sua última música na competição foi de sua autoria, certo?- Assenti - Achei ela bastante interessante, porém, não quero algo tão barulhento para a nossa peça. - BARULHENTO? - E também, para compensar a sua falta na primeira reunião - Disse a Tsunade com um sorriso convencido.

VELHA COROCA.

- Certo - Murmurei.

- Então estamos de acordo. - Disse a mesma, anotando algo em sua prancheta mais uma vez.

Já indo embora, ela se virou e disse.

- A música é para a peça do "Peter Pan", boa sorte senhorita.

ARG! LOGO QUANDO EU ACHEI QUE IA CONSEGUIR FINALMENTE DAR UNS PEGAS NO NARUTO.



Fui para a nossa sala de ensaio, de cabeça baixa, andando mais lento que um zumbi.

Cheguei lá, todos me olharam apreensivos, o primeiro a me abordar foi Naruto.

- O que ela queria pequena?- Perguntou o mesmo me puxando para o seu colo, me abraçando.

- Ela quer que eu escreva uma nova música, para a peça da escola. - Disse, ainda em transe.

- Ah, isso é fácil pra você princesa. - Disse Neji, dando um tapinha nas minhas costas - Você é a melhor compositora que eu conheço.

- Você conhece outra? - Perguntou Kiba.

- Não - Respondeu Neji, na maior cara de pau - Mas se conhecesse outras, ela ainda seria a melhor. - Disse o mesmo, tentando concerta sua frase.

- Boa saída, gênio - Disse Tenten, dando um soco em seu ombro - Hinata, fica calma.- Disse a mesma bagunçando o meu cabelo.

Ouço o som dá campa bater.

- Temos que ir, aula teórica. - Disse Tenten e Kiba. - Mas, boa sorte baixinha.

- Tenho que praticar com os meus amigos agora - Disse Neji, me dando um peteleco - Você consegue princesa.

E por último Naruto.

- Desculpa pequena. - Disse o mesmo me tirando de seu colo, e se levantando - Vou apresentar um trabalho agora.- Disse pegando sua mochila.

- Tudo bem. - Disse lhe dando um selinho.

E logo em seguida, ele me deu um beijo na testa e saiu.

Quando todos saíram, sentei na mesa do piano, com o meu caderno, me auto motivando.

Vamos lá Hinata, você adora a história do Peter Pan, você vai tirar de letra.


Duas semanas depois.


Eu já estava batendo a minha cabeça nas teclas do piano e a sala está a cheia de papéis amassados.

NÃO SAIA NADA!

Estava refletindo sobre porque patos não usam chapéu, ainda batendo a minha cabeça nas teclas do piano, até que sinto alguém me cutucar.

- Hinata, tá danificando o piano. - Disse Kiba, segurando a minha cabeça para que eu parasse de bater nas teclas.

- A minha cabeça também tá ótima Kiba, obrigada por se preocupar. - Disse massageando minha testa.

- De nada. - Disse o mesmo, sorrindo. - E a composição?

- Está péssima. - Respondi, bufando.

- Não deve estar tão ruim.- Disse Kiba, pegando um dos papéis amassados.

- Parece a quinta temporada de Glee.- Disse como exemplo.

- Vixi. - Disse o mesmo, fazendo uma careta.

- Eu amo esse desenho, mas só consigo pensar na música tema do filme.- Disse deitando minha cabeça no piano.

Kiba colocou a mão no queixo pensando, até de repente deu um pulo.

- Não se isso iria ajudar mas quando eu era mais novo, eu era órfão, eu era muito sozinho, sem amigos, e eu achava que meu único amigo era a lua, sendo que ele ia embora as vezes. - Disse Kiba nostálgico. - E uma das minhas histórias preferidas era Peter Pan, imaginava algum dia ele chegando, me convidando para lutar contra o Capitão Gancho. - Riu triste. - Correr pela aldeia dos índios, conhecer a sininho, não ser mais tão sozinho. - Disse Kiba, abaixando o olhar. - Eu era um garoto perdido, mas acho que o Peter Pan tinha outras crianças para salvar. - Disse Kiba, olhando para a tecla do piano.- Meus pais sofreram um acidente e o conselho tutelar não conseguiu contactar nenhum parente, até que viram que estavam ligando pro número errado.- Disse Kiba, rindo pelas narinas - Fiquei dois anos naquele lugar até meus avós virem me buscar, eles se culpam até hoje por não terem vindo antes.- Explicou Kiba.

Toquei no ombro do mesmo e abri um sorriso sincero.

- Acho que, você deu o empurro que eu precisava para compôr a música, menino perdido. - Disse, lhe dando o apelido carinhoso. - Agora vaza, que eu tenho que compôr. - Disse empurrando ele pra fora.

- Ingrata. - Resmungou Kiba ao sair.

Voltei para o piano, e pensei bastante sobre o que o Kiba me disse, e quando reparei, já havia escrito toda a música, só precisa treinar a melodia.


Dois dias depois.


Estavam todos os integrantes dá banda 4GET e os atores que iriam participar da peça do Peter Pan e claro, a peitud... Quer dizer, a diretora.

- Conseguiu fazer o que eu pedi, senhorita? - Perguntou a diretora.

- Eu... Acho que sim. - Respondi mostrando um sorriso de lado.

- Então...- Disse a diretora se sentando - Comece, vamos ver se vamos aprovar. - Disse a mesma pegando sua inseparável prancheta.

Fui para o piano, confiante, sabia que se os atores não gostassem ou até mesmo a diretora, sabia que Kiba iria gostar, afinal, a música era pra ele.

- Essa música, foi composta, graças ao meu amigo Kiba. - Disse apontando para o mesmo, que se encolheu na cadeira. - Sem ele, nunca teria tido expiração para essa história, então, Obrigado menino perdido. - Disse sorrindo para o mesmo, começando a dedilhar pelas teclas do piano.


Houve um tempo, quando eu estava sozinho


Sem lugar para ir e sem lugar para chamar de lar


Meu único amigo era o homem na lua


E às vezes até ele ia embora também


Então, uma noite, enquanto eu fechei os olhos


Eu vi uma sombra voando alto


Ele veio a mim com o sorriso mais doce


Me disse que ele queria conversar um pouco


Ele disse: Peter Pan, é disso que eles me chamam


Eu prometo que você nunca estará sozinha


E desde aquele dia


Eu sou um menino perdido da Terra do Nunca


Usualmente saindo com Peter Pan


E quando estamos entediados, brincamos na floresta


Sempre fugindo do Capitão Gancho


Corre, corre, menino perdido, eles dizem para mim


Longe de toda a realidade


A Terra do Nunca é o lar de meninos perdidos como eu


E os meninos perdidos como eu, são livres


Ele me aspergiu no pó mágico e me disse para acreditar


Acredite nele e acreditar em mim


Juntos nós vamos voar para longe em uma nuvem verde


Para o seu belo destino


Enquanto nós voavamos acima da cidade que nunca me amou


Eu percebi que eu finalmente tinha uma família


Logo nós chegamos à Terra do Nunca


Tranquilamente meus pés tocaram a areia


E desde aquele dia


Peter Pan, Sininho, querida Wendy


Até o Capitão Gancho vocês são o meu livro de histórias perfeito


Terra do Nunca eu te amo tanto, você agora é meu lar, doce lar


Para sempre um menino perdido finalmente


E para sempre eu vou dizer


Eu sou um menino perdido da Terra do Nunca



Notas Finais


Assim, quis focar um pouco na história do Kiba, e eu espero que tenham gostado! Sério! O próximo focarei no casal NEJITEN e eu espero mesmo a vcs estejam gostando desse casal.

Comentem o que acharam! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...