História Mais um dia de chuva - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Marceline, Princesa Jujuba
Tags Bubbline, Shoujo-ai
Exibições 70
Palavras 1.131
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Shoujo-Ai
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem, eu fiz essa bostinha cute e linda <3
Preparem seus coraçõezinhos!
AMIGUINHOS SÓ QUERIA AVISAR QUE PLÁGIO É CRIMEZÃO! Caso vocês quiserem fazer um tipo de continuação ou alguma coisa relacionada a esse fic, FALEM COMIGO. Se descobrir que ela foi plagiada, você vai se dar muito mal colega >:D
✿✿ Quero deixar claro que todo esse texto é o que a Bubs gostaria de falar para Marceline, como se fosse uma carta. Se vocês não gostam desse tipos de ‘melação’, nem leiam. (eu pessoalmente acho fofo :’<) ✿✿
✿ COMO VOCÊS PODEM VER ESSA FANFIC É BUBBLINE OU SEJA AQUI VAI TER SAPATEZA SIM!!!!!! Então, vaza se tu não curte o bagulho (agora se tu curte e quiser reclamar da historia reclama ai eu mereço mesmo kdjnfsdjnjdfs) ✿
E bem levezinho, amor e tristeza e... Talvez um pouco melodramático? Vai ai de você ksjnkjcxnkv
✿✿ SE TIVER ALGUM ERRO, ME AVISEM ✿✿
Espero que gostem!

Capítulo 1 - Mais um texto para Marceline - Capítulo Único


Esse dia não passa de mais um dia melancólico. Mais um dia sem a sua presença ao meu lado. Sinto-me vazia e solitária. Às vezes, eu ainda me pego olhando para minha cama e sentido falta de você sobre ela, após eu ser a primeira entre nós duas a acordar em uma pequena manhã. Eu já te disse que quando dormia nela, eu ficava te olhando até você finalmente acordar? Provavelmente, você sabe sobre isso, afinal você sabe de todas as coisas sobre mim. Você me conhece como ninguém. Diferente de mim, que mesmo sendo inteligente, nunca conseguiu decifrar essa sua cabeça grande cheia de confusões e singularidades. Eu nunca entendia as coisas que passavam pela sua cabeça. Sempre fomos tão diferentes, tão diferentes que quando nós pensamos de formas tão parecidas eu chegava a me assustar no começo. Você também parecia se assustar com isso. Talvez, eu não seja a única a qual não entende o motivo de nós concordamos uma com a outra quando pensávamos em simplicidades e banalidades. Nós duas podemos ser mais parecidas do que pensamos.

Eu quero muito você me perdoando por tudo o que aconteceu antes de você sair. Fui uma inútil por dizer todas aquelas palavras sem sentido. Você sabe que tudo aquilo foi de boca para fora. Eu sempre fui louca por você e todas aquelas coisas que soltei foram idiotice minha. Eu estava cansada por causa desse trabalho todo, principalmente de cuidar sozinha de um reino todo. Você tinha completa razão sobre não ter tempo para ficar com você. Fui egoísta e idiota. É complicado cuidar de tudo e não ter ninguém para me ajudar no reino. Mesmo assim, havia maneiras de eu conseguir ter um tempo contigo. Entretanto, provavelmente acabei ficando obcecada em cuidar do meu reino e te esquecendo. Não há nada de errado em você. Então, eu acabei explodindo quando ouvi aquelas verdades faladas para mim como se fossem tapas fortes na minha cara. As palavras que saíram de sua boca realmente esmagaram meu coração. Mas o motivo não foi porque achava isso de mim, era porque você estava completamente certa em relação a tudo, principalmente por eu sempre querer ser a rainha da certeza. Todo mundo concordaria com as palavras ditas por você. Até mesmo eu estou concordando.

Sabe de uma coisa? Aqui ainda está chovendo. As gotas caem lentamente no chão desse reino e eu observo tudo pela janela do meu quarto, enquanto suspiro. As estrelas do céu brilham e a luz da lua ilumina o meu rosto. Eu nunca me importei tanto assim com a chuva antes, quando ainda não estávamos juntas. Porém eu passei a me importar muito mais, pois sempre lembro do nosso primeiro beijo. O nosso primeiro beijo foi embaixo de uma pequena e simples chuva, Marceline. Exatamente como essa pequena e simples chuva. Isso é algo que eu nunca esquecerei. Eu ainda lembro de tudo. Você estava no meu quarto, por algum motivo que eu não tinha ideia e até hoje eu não faço a menor ideia, porque você sempre recusa a contar. Estava lendo os meus papéis, na qual deixava dentro de uma caixa, escondido debaixo da minha cama. As coisas escritas nele eram um completo segredo meu e quando vi você lendo, não deu tempo para ficar com raiva, apenas fiquei congelada e estática. Nem sabia o que falar daquilo. Eu estava completamente sem reação e comecei a tremer quando você comentou, sorrindo de lado:

“Que interessante isso, Bubs.”

Foi exatamente isso que você disse. Nem tive tempo de discutir com você e de te xingar dos piores nomes por mexer nas minhas anotações totalmente pessoais. Eu tinha pavor de imaginar o que você pensava de mim naquela hora. Imaginava você rindo e pronta para me zoar para Glob e o mundo. Você não pode negar, Marceline, que você é exatamente desse jeito, sempre gostou de tirar sarro da cara das pessoas. Como eu também não posso negar que sempre desejo ser a rainha da certeza. Todos nós temos nossos defeitos e esses são os nossos principais.

Naquele dia, eu fiquei realmente desesperada. Eu sai as disparadas do castelo e nem percebi você correndo atrás de mim. Eu chorava tanto e sentia tanta vergonha. Lembro-me da chuva caindo sobre a minha cabeça, molhando completamente minhas roupas cor de rosa e meu avental, na qual usava para minhas experiências. Eu não sabia o que fazer, só pensava em chorar. Nunca havia estado daquele jeito em minha vida. Quando senti sua mão puxando meu braço, eu realmente congelei por inteiro, pensando em algo como “eu estou completamente lascada”, “puta merda” ou algo do tipo. Já imaginava várias besteiras que sairiam de seus lábios, porém nada disso ocorreu. Você não me deixou explicar absolutamente nada, apenas levou uma mão a minha cintura e me puxou pelo braço com a outra, beijando meus lábios róseos lentamente. Eu levei minhas mãos ao seu rosto para aprofundar mais aquele beijo, hoje tão inesquecível. A chuva ainda caia em cima de nós duas, molhado nossos corpos, mas nenhuma de nós realmente se importava. Eu estava feliz, extremamente feliz e provavelmente você também estava. Depois daquela chuva, você sabe muito bem o que aconteceu, não é? Foram uma das melhores noites em toda minha vida e eu nunca irei esquecer. Do seu toque e de suas palavras doces. Aquilo parecia um sonho. Um dos sonhos que gostaria de continuar sonhando pro resto da minha vida inteira. Entretanto, não era um sonho, era completamente real. E quando acordei vendo você do meu lado e percebendo que não era um sonho, eu nunca me senti tão leve em todos os meus anos. Você me fez a princesa mais feliz em toda a Terra de Ooo. Só imaginar que não irei passar mais dias assim com você, traz a mim uma tristeza imensa, que eu nunca havia tido antes.

Provavelmente, eu nunca vou mostrar isso para você. Eu nunca mostro. Como nas últimas vezes. Mas, de alguma forma, você sempre encontra esses papéis e os ler. Não importa onde eu esconda, você sempre os ler, Marceline. Depois de lê-los, virá a mim rindo e falando “que fofinho. É isso que pensa de mim, Bubs?”, com aquele típico sorriso torto procurando me provocar. Mas antes de eu começar a explodir, você andará ao meu encontro, beijando-me e assim me faz esquecer completamente a raiva que você me faz sentir ao mexer nos meus papéis. Você sempre me faz esquecer quase tudo, menos o amor que sinto por você.

Esses papéis foram um dos motivos de você ter me beijado naquela noite chuvosa. Se você não estivesse lido, talvez não tivéssemos ficado juntas...

Talvez eu ainda seria sua amiga e não estaríamos nessa situação inútil.

Se eu mostrar esse, talvez você me perdoe.


Notas Finais


Deus, meu coração tá pulando!
AH ÉÉÉÉÉÉÉ! EU FINALMENTE POSTEI <3
Deus, vocês não tem ideia de quanto tempo essa história está guardada em um bauzinho askjncxkjncjxvncj eu decidi postar agora porque eu achei ela por ai nas minhas pastar e deus eu acho ela tão bonitinha <3 kjcxvnkvnkjxvkn
No começo, eu realmente ia postar ela, mas eu fiquei com tanta vergonha e pensei: “nossa ela tá um lixo, que merda”. Ai eu acabei ignorando (assim como 8734874 outras fanfics minhas idckjxvnk)
Mas hoje eu decidi parar de frescura e PA KATIAU fiquem com essa belezinha
AI GENTE ELA É TÃO TRISTE E FOFA EU GOSTO TANTO DESSA ONESHOT ;-; pq eu fico com essas frescura????? AAAAAAAAAAAAAA
Eu só mudei algumas coisinhas e pá pq sabe ne não tava tão incrível assim kndnckxn Agora tá bem melhorzinho <3
A capa realmente não está a melhor do universo, mas a artista da fanart é incrível! Então, créditos a ela! > Tumblr da artista no momento: hel-g4.tumblr.com
✿✿✿ Gosto de críticas. Então, falem o que eu preciso melhorar e comentem o que vocês mais gostaram (ou não gostaram) ✿✿✿
Espero que tenham gostado dessa linda história homoafetiva e triste assim como eu!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...