História Mais um dia em Paris - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Exibições 28
Palavras 679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo VII


Fanfic / Fanfiction Mais um dia em Paris - Capítulo 7 - Capítulo VII

Capítulo VII

(Mas... Eu não posso perde-la.) Na mansão Agreste. [Adrian]- ah... Marinette. Me sinto envergonhado... quando penso que dormir ao lada dela. Droga,minha personalidade muda muito quando estou de chat noir. Eu Fasso coisas que não faria normalmente... Droga! Eu precisei estar de chat noir pra fazer isso? [Plagg]- parece que sim. *risadinha* Ele pega a sua bolsa é vai para a escola. Na entrada ele se depara com a Marinette. [Adrian]- oi, Mari... *envergonhado* [Marinette]- ...oi. Eles entram sem dizer mais nada. Em seguida Nathaneäl entrar com uma cara de desconfiança. Na sala... [Professora]- Alunos hoje é o último dia que teremos aula esse ano. Portando,sairão mais cedo. No fim da aula... Marinette anda bem rápido para que o Adrian não a veja. Alguém pega o braço dela, ela virá o pescoço. [Marinette]- N-Nathaneäl...? [Nathaneäl]- bom... como agente saiu mais cedo...Eu tava pensando em agente ir tomar um sorvete. Ela ver o Adrian saindo e sem nem pensar responde. [Marinette]- claro. Nathaneäl dá um sorriso inocente e Alegre. Eles andam até a sorveteria. [Nathaneäl]- vai querer de que? [Marinette]- Um... morango. [Nathaneäl]- e pra mim de baunilha. O sorveteiro entrega os sorvetes e o Nathaneäl paga, eles sentam no banco da praça. [Marinette]- que gosto tem o de baunilha? Posso experimentar? [Nathaneäl]- claro. Ele estica a mão na expectativa de ela pegar. Ela lambe o sorvete na mão dele mesmo. E olha para ele. [Marinette]- o que foi? * ele esta todo corado* [Nathaneäl]- ah... nada. e vira o rosto pro outro lado. [Marinette]- desculpa é que minhas mãos estão ocupadas. [Nathaneäl]- sem problemas... Depois de um tempo. [Marinette]- Acabei o meu. [Nathaneäl]- eu também. [Marinette]- obrigada pelo sorvete,Nath. Tenho que ir minha mãe e meu pai foram para casa do meu tio,então eu vou ter de cuidar da limpeza. [Nathaneäl]- Eu vou com você. Talvez eu possa ajudar em alguma coisa. [Marinette]- okay, se você insisti. [Nathaneäl]- (eu sou um pervertido?!, fiquei pensando coisas erradas, droga! Porque ela foi pedir o meu sorvete?! Porque!?) Eles vão até a casa da Marinette.Ela abre a porta, e eles entram. [Marinette]- okay, vou limpar o chão. [Nathaneäl]- pode deixar,eu Fasso isso. Eu limpo o chão,okay? [Marinette]- Tem certeza? Ele balança a cabeça que sim. [Marinette]- então eu limpo o balcão. Ela pega um pano e começa a limpar, o Nath a vassoura. Ele termina o chão da sala e vai até o balcão perguntar para a Marinette o que ele pode fazer agora. Ela estava limpando em baixo do balcão agachada numa posição um tanto peculiar, se é que me entende. Ele virá a cara rapidamente para outro local. [Nathaneäl]- (Droga!) Marinette levanta e o Nath a abraça. *ela tá de costas pra ele* [Marinette]- o...o que está fazendo, Nath?. [Nathaneäl]- Marinette... Eu já cheguei no meu limite... Ele pega ela e a coloca sentada no balcão, Marinette tenta afastar ele com as mão, mas ele não se afasta. Ele começa a beijar o bescoço dela até a orelha. [Marinette]- Nath. Ele não escuta e abre as pernas dela começa e beija ela na boca. Ela tenta chamar a atenção dele... [Marinette]- mmwww !!! Ele volta a beijar seu pescoço. [Marinette]- Nath! O que está fazendo?!. Ele coloca o rosto próximo ao dela. [Nathaneäl]- você... gosta de mim não é?... Ela vira o rosto pro lado e responde bem baixo [Marinette]- gosto... mas- ele beija ela novamente e pergunta de novo. [Nathaneäl]- gosta? [Marinette]- gost- E volta a beija-la. O celular de Marinette toca. [Marinette]- Nath,meu celular... [Nathaneäl]- deixa ele tocar... Ela o afasta e pega o celular. Ela recupera o fôlego e atende. [Marinette]- ...aloh... aham. Sim... Okay. Ela desliga. O Nath pega o celular da mão dela e coloca no balcão. E a beija novamente acariciando seus cabelos. [Marinette]- Nath,minha mãe está vindo... Ela o afasta com as mãos até a porta. [Nathaneäl]-...Mas já?... Quando eles chegam na porta, Nathaneäl puxou ela pelo braço e deu um beijo de despedida [Marinette]- vai logo! [Nathaneäl]- Já estou indo! E ele sai correndo com um sorriso enorme no rosto. 

 Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...