História Mais um triângulo amoroso - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 2
Palavras 695
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Lucy e Júlia tinham marcado de se encontrarem para conversar mas, de repente alguém bate na porta de Júlia e ela vai ver quem era. Era Tommy.
 - Oi, Tommy. Entra. Estou conversando com a Lucy mas fique á vontade.
 Tommy entra mas fica impaciente vendo as duas conversando, pois ele não esperava que Júlia estivesse com a amiga em casa.
 - Olha, vou indo.
 - Mas já. Fica mais um pouco. Disse Júlia.
 Lucy também diz que vai embora e Tommy resolve ficar.
 - Tá bom. Eu fico.
 Tommy cria coragem e se aproxima cada vez mais de Júlia e ela percebendo, tenta se afastar. 
 - Ai Tommy. Para com isso. Você sabe que eu fico sem jeito.
 - Hum. Esquece isso. Eu sei que me quer tanto quanto eu te quero. Pensa que nunca percebi?
 Ele se aproximou mais tentando beijá - la e ela acabou não resistindo ás investidas de Tommy e acabou cedendo aos encantos dele.
 Logo em seguida Adam também aparece batendo na porta de Júlia.
 - Adam? Oi. O que faz aqui em minha casa?
 - Vim falar com você. Mas por que o espanto?
 - Por nada. Entra.
 - Tommy? 
 - Oi. 
 Tommy ficou meio nervoso com a presença de Adam, pois bem quando ele estava se entendendo com Júlia ele chega para atrapalhar.
 - Eu vou indo. Depois eu volto. Disse Tommy. 
 Assim que Tommy foi embora, Adam não se controlou.
 - Sabia que eu gosto de você? Faz muito tempo que estava querendo dizer isso e foi bom que ele foi embora porque não queria dizer 
na frente dele, pelo menos não ainda.
 - Ãh?! Como assim?! Júlia não estava acreditando no que ouvia, pois ela tinha acabado de ouvir do Tommy que gostava dela e agora 
Adam também?
 Adam agarrou Júlia e começou a querer beijar o pescoço dela e ela quase não resistiu mas tentou se desvencilhar daquele homem 
maravilhoso com o braço em volta dela.
 - Pára. Melhor não.
 - O que?! Não acredito que quer parar logo agora. Eu não estou mais conseguindo me segurar e sei que você também não.
 - Não é isso...
 - Então o que é? 
 - Não posso...
 - Eu já sei de tudo. Por acaso é Tommy? Eu bem que vi e estranhei ele aqui e achei ótimo que ele foi embora. Fala logo que eu quero
tirar satisfação com ele agora! Eu exijo que ligue para ele e mande voltar urgente!
 Júlia ficou perdida de medo do que ele ia fazer mas ele estava olhando sério para ela e não ia sossegar até que Tommy chegasse.
 - Oi. Eu vim correndo assim que ligou. O que aconteceu?
 Na mesma hora, Adam apareceu bravo.
 - Eu já sei que você também está afim de Júlia. Qual é a sua?
 - Mas... Júlia? Você está tendo um caso com Adam e estava brincando comigo?
 - Não. Eu descobri justamente hoje que os dois estavam afim de mim. 
 Eles começaram a brigar feio e ela começou a gritar para pararem, pois se for assim ela não fica com ninguém.
 - Como assim?! Não vai dizer que você gosta de nós dois? 
 - Acho que sim. 
 Ela olhou para os dois e os beijou longamente e começou a tirar a roupa deles ali mesmo na sala e se amaram como nunca.
Adam e Tommy começaram a tirar o atraso e também se beijaram longamente. Júlia começou a rir porque achava que eles estavam
se odiando por cada um gostar dela mas no fundo eles não estavam aceitando serem trocador por ela. Ela estava adorando aquele 
triângulo amoroso.
 - Gente. Eu quero propor uma coisa: vamos continuar nos encontrando mas que NINGUÉM fique sabendo. Será um segredo só nosso.
Minha família não pode saber de jeito nenhum do nosso caso senão eles nunca mais falarão comigo. Eles são muito tradicionais e 
abominam qualquer coisa que não seja um casamento normal.
 - Contanto que continuemos juntos, para mim tudo bem. Disse Adam
 - Para mim também. Disse Tommy.
 Os três continuaram a se beijar para comemorar o acordo e terminaram exaustos passando as mãos pelos corpos suados e sorrindo
muito felizes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...