História Make Me - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Comedia, Drama, Mistério, Romance
Visualizações 2
Palavras 666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Penúltimo Capítulo.

Capítulo 15 - Para se esquecer de mim- Parte 1


Uma semana se passa tão rapido como em um piscar de olhos.Conheci o namorado da minha mãe, Jerry é um cara gente boa, acho que vai se dar bem com minha mãe...Pelo menos dessa vez não é um louco que esconde o corpo da ex-mulher por anos em um quarto, apodrecendo e fedendo carniça.Me dá nojo só de lembrar daquele monstro, ainda bem que a verdade foi descoberta o quanto antes.

Quer saber de uma coisa?Eu prevejo que agora sim minha vida está ficando totalmente boa, resolvi as intrigas do passado envolvendo eu e minha mãe, tudo esta perfeito no meu namoro com Nick, fiz novas amizades no meu novo colégio, comecei curso de fotografia...

–Mãe, esta muito nervosa?-Perguntei vendo ela com o seu vestido de noiva, maquiagem totalmente profissional e maravilhosa.

O dia do seu casamento finalmente chegou, isso me fez pensar que nunca é tarde para recomeçar com sua vida do 0, quando temos ao nosso lado uma pessoa que amamos, fazemos de tudo para continuar do lado dela o maximo possivel.

Eu sei que ela vai ser muito feliz nesse casamento, meu instinto de filho diz isso dentro de mim.

Os bancos da igreja estavam todos decorados com flores lindas e brancas, Jerry usava um terno preto e esperava ansioso no altar, tudo havia sido planejado direito como deve ser, vi minha mãe entrando na igreja, todos pararam para olha-la, ela sorria e ao mesmo tempo parecia estar nervosa, estava totalmente deslumbrante, aquele vestido combinou com ela.

Quando ela chegou ao altar, vi que Jerry sussurrou alguma coisa para ela parecida com “Você esta linda”. Olhei para Nick, ele me fitava com um olhar sincero de felicidade.

–Um dia seremos eu e você-sussurrou no meu ouvido direito.

Ele segurava minha mão com muita força, como se estivesse com medo que eu acabasse fugindo.

–Sim, um dia estaremos lá-respondi sorrindo.

É possível todos os dias eu me apaixonar mais e mais por ele? Eu sinto que ele sempre vai me completar, não tem como nós dois destruirmos essa ligação que temos um com o outro, é impossível.

Depois de algum tempinho, as falas começaram, sempre a mesma coisa que acontece em casamentos, o padre pergunta sempre as mesmas coisas como:

*Você promete ficar com fulano na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a morte os separe?;

*Pode beijar a noiva.

Sou o único que até hoje não foi em um casamento em que a noiva e o noivo dizem não e acabam cancelando o casamento, ou que alguém entra na igreja tentando impedi-los de se casarem dizendo que ama algum dos que iram se casar? Sempre que vou para um casamento espero que isso aconteça apenas para vivenciar esse tipo de cena pessoalmente.

"Tudo vai ficar bem
        E as minhas lagrimas vão secar
        Tudo vai ficar bem
        E essas feridas vão se curar
        E se recebo dor, te devolvo amor
        Se recebo dor, te devolvo amor"

–Indestrutivel(Pabllo Vittar).

 Na festa depois do casamento, era totalmente decorada no estilo discoteca, isso foi muito legal pelo simples fato de eu ser apaixonado por músicas antigas, assim como Nick, porém, ele prefere rock antigo, enquanto eu, fico apenas no pop.

Dizem que pop é o estilo musical em que os gays mais amam e se identificam, mas eu discordo, musica e sexualidade são coisas totalmente diferentes e sem qualquer comparação, é a mesma coisa que dizer que rosa é cor apenas de meninas.

Todos que estavam lá talvez estivessem um pouco bêbados, haviam pessoas que não conseguiam parar em pé, alguns que dançavam e tropicavam ao mesmo tempo, ninguém mais estava raciocinando qualquer coisa que estivesse acontecendo ali.

Eu e Nick era aquele tipo de casal que ficava apenas perto do fotografo esperando ele tirar fotos para nós dois podermos aparecer nelas, o problema é que minha cara estava um lixo nas fotos, eu acho, ele tirava as fotos muito rapido, não dava nem tempo de fazer alguma pose ou cara aceitavel.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...