História Make Me Feel - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Visualizações 331
Palavras 676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, tudo bem?
Antes de tudo peço desculpas pelos erros. São 04:30 da manhã aqui na China e estou morta.
Escrevi 4 capítulos e vou postando aos poucos.
Ah, fiz uma alteração no início da fic com o nome da Vero. Fui revisar e vi que tinha feito confusão.
Enfim... Espero que gostem.

Capítulo 39 - Capítulo 39 - Voltando


Fanfic / Fanfiction Make Me Feel - Capítulo 39 - Capítulo 39 - Voltando

POV Lauren

 

Viajei por vários lugares em seis meses. Conheci diversas culturas e diversas pessoas.

Um mochilão foi o que fiz, assim que parei no meu primeiro país, não pude deixar a minha cabeça me levar novamente para quando eu e Camila ficamos presas no terraço do hotel onde ela gravou o clipe com Austin em NY, quando confessei pra ela que desejava fazer um mochilão.

Eu cumpri meu desejo. Era hora de voltar, eu sabia disso.

Durante todo esse tempo eu falei com ela apenas uma vez e sem querer, eu havia ligado para o celular de DJ e ela atendeu. Meses depois perdemos nossa maior estrela... Estávamos mais uma vez com dívidas. Camila deixou um belo buraco em nossos caixas.

Dinah e Normani cogitaram fechar o estúdio e continuarmos apenas para prestar assessoria para os iniciantes.

Isso não funcionaria jamais, aquele era nosso sonho e eu iria lutar por ele.

Custe o que custar.

Voltei um pouco antes do natal, meu afastamento dos palcos foi totalmente compreendido pelos fãs. Isso ainda sim era novo pra mim.

No dia em que coloquei os pés no estúdio... Eu me lembrei dela e o aperto em mim doeu como nunca.

Durante esses seis meses fora, eu me lembrei de tudo que já nos aconteceu. Camila foi intensa, amável, maluca, possessiva e irresponsável. Traições, bebidas, drogas...

Mas ela era minha Camila.

Era.

Quando estava em Hong Kong Diana me ligou. Minhas postagens na internet eram freqüentes e naquele dia... Diana também estava em Hong Kong. O reencontro foi inevitável.

Dias com ela e eu acabei me rendendo aos seus carinhos. Diana sempre foi ponderada. Me surpreendi quando ela me chamou para irmos até um bar qualquer e beber toda a cerveja que tinha no lugar.

 

“Me livrei das amarras” Disse ela.

Eu ri muito com suas histórias mal sucedidas e no final da noite acabamos no meu quarto de hotel.

Eu mantinha um certo contato com Kaya também.

Diana não era nada fixo e ela sabia disso. Nós apenas aproveitávamos.

Quando voltei para o Canadá me encontrei com Vero.

Eu me aproximei de todas, mas a maldita Camila não saía de meu pensamento. Ela simplesmente não me libertou de seu feitiço. Maldita. Eu a odiava tanto e a amava na mesma proporção.

 

- Volta – Dinah me puxou para a sala dela quando eu já estava de saída – O que infernos é essa proposta? – Ela apontou para o papel de 5 folhas

 

Dias atrás dei uma olhada nas contas do estúdio e vi que não daríamos conta de tantas parcelas que pareciam que nunca iria sair do vermelho. Camila seria a saída. Vamos tirar um pouco de vantagem do amorzinho da América que nos quebrou.

A empresária de Camila processou nossa gravadora e nos tirou um bom dinheiro, não sei se Camila sabe sobre isso, mas não adiantaria de nada agora.

 

-Vou pegar o que é nosso – Me sentei na cadeira e belisquei a comida de Dinah

 

-Lauren – Ela fechou os olhos e suspirou – Deixa isso pra lá, nós podemos fazer outra coisa – Ela sentou- se ao meu lado e me encarou – Não precisa disso – Nos encaramos.

 

-Não! Ela quebrou um contrato, a empresária dela nos afundou... Não é justo, DJ – Me levantei – Eu já enviei a proposta para eles. Provavelmente ela já deve saber sobre isso. Não se preocupe, eu não vou me machucar – Saí de sua sala e fui para meu carro.

Camila não morava mais na minha rua. Uma mansão não caberia jamais ali. Como as coisas mudam...

Quando estava entrando em casa meu celular tocou.

 

- Alô -  Atendi

 

- Lauren Jauregui? Aqui quem fala é Samuel – Coloquei minha bolsa na mesa

 

-Olá, pensou sobre o assunto? – Perguntei de uma vez por todas

 

-Claro! Vamos assinar. Peço que venha com suas sócias até nosso escritório para um café da manhã e em seguida assinaremos – Ele foi gentil

 

- Tudo bem. Estaremos aí – Ele falou o horário e me passou o endereço

 

Cara a cara com Camila Cabello e ela receberia um presente meu... Minha indiferença.


Notas Finais


Como estamos???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...