História Make Me Smile Again - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Dahyun, Kpop, saida, Sana, Twice
Visualizações 178
Palavras 1.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey hey Onces
No fim acabei postando mais rápido do que imaginei ksksks
Bom...sem enrolação...fiquem ai com um cap meio escrito as presas

Capítulo 26 - I'm gonna kill you


Fanfic / Fanfiction Make Me Smile Again - Capítulo 26 - I'm gonna kill you

* Nayeon on *



Então era isso. Lá estava eu dentro de um carro com duas presenças divinas a caminho de Busan para visitar minha mãe. Normalmente eu estaria bem nervosa com essa situação, mas no momento só estou morrendo de vergonha das coisas que fiz na noite passada...e o pior é que nem lembro de muita coisa, mas Jeongyeon faz questão de me lembrar me zuando a cada dez minutos.

Como eu estava com muita dor de cabeça e um sono maior que o estômago da Momo, a Jihyo disse que iria dirigir e iriamos revezando até chegarmos, oque iria demorar já que são quase dois dias de viagem. Passei para o banco de trás, peguei meu travesseiro e uma coberta, que é a minha coberta da sorte por sinal, eu sempre levo ela quando viajo porque ela é muuuiitooo fofa, é como deitar nas nuvens, é só encostar nela que a pessoa dorme, essa coberta é o paraíso...ta, enfim, me arrumei ali no banco e fiquei com um sorriso idiota no rosto apertando a coberta porque ela é muito fofa mesmo.

- Nem parece que já é adulta - Jeong disse rindo enquanto também se ajeitava no banco da frente e me olhava de canto.

- Se você tivesse uma coberta como essa aposto que faria o mesmo - mostrei a língua e Jihyo que me olhava pelo retrovisor riu, dei uma piscadinha pra ela e antes que eu apagasse pude ver suas bochechas ficarem rosadas e a Jeongyeon revirar os olhos.



Acordei ao sentir o cheiro delicioso de café e biscoitos misturado com o de hambúrguer e milkshake, eu estava morrendo de fome e Jihyo devia saber disso pois assim que abri os olhos ela sorriu e me disse:

- Eu sábia que você ia acordar só com o cheiro - me sentei no banco e pude ver que estávamos em um tipo de praça de alimentação ao ar livre.

- Aahh - respirei fundo e suspirei - Eu to morrendo de fome. Que horas são?

- Ja é hora do almoço, e eu também estou morrendo de fome - ela tentou acordar a Jeong mas a coitada estava em um sono pra lá de profundo - Aish, eu desisto. Preciso ir no banheiro então você tenta acordar ela ai e me encontrem la okay?

- Deixando a parte difícil pra mim, okay - disse sarcástica e ela riu saindo do carro, me aproximei do monstrinho com aparência de anjo dormindo e acabei ficando meio hipnotizada com aquela beleza surreal. Tão linda dormindo, nem parece que faz bullying comigo quase o dia todo, meus olhos desviam de seu rosto para o seu cabelo.

- Parece ser tão macio... - penso alto e minhas mãos começam a ir naquela direção, quando percebi ja estava passando meus dedos por entre os fios de cabelo dela que eram muito mais do que macios, um sorriso enorme se forma em meu rosto e fico me divertindo bagunçando aqueles fios, acabei fazendo um penteado bem engraçado e maluco oque me fez rir muito alto e ela acordou...pera...fudeu!

- Do que você ta rindo? Ta parecendo uma foca engasgada - disse esfregando os olhos e com a voz embriagada de sono, eu não aguentei quando ela se sentou e me olhou confusa com aquele cabelo todo zuado, quase fiz xixi de tanto rir.

- N-não...O-o s-seu...cabelo - disse em meio aos risos segurando a barriga e tentando parar de gargalhar, ela olhou no espelho do retrovisor e...

- Mas que porra você fez Im Nayeon?! - chacoalhou a cabeça e mexeu um pouco pra lá e pra cá com as mãos fazendo seu cabelo voltar ao normal e então me lançou um olhar cruel - Eu vou te matar - lascou, com essas palavras parei de rir e saí correndo do carro, ela estava logo atrás de mim, eu passava pelas pessoas desviando em Zigue zague e tentava não rir oque estava difícil, deviamos estar parecendo duas crianças correndo pela praça, logo a vontade de rir ficou mais forte que tudo e fui perdendo minha velocidade, ela pegou meu pulso e me empurrou contra uma parede ali perto me deixando sem ter como escapar.

- Você mereceu - disse tentando recuperar o fôlego, ela me olhava dos pés a cabeça, estava de deixando desconfortável e...assustada? De repente seu olhar foi de intimidador para possessivo, eu confesso que estava achando ela mais atraente do que o normal com aquele cabelo curto meio bagunçado e com aquela respiração ofegante, mas ao mesmo tempo estava com medo do que iria acontecer agora, minhas pernas tremiam e meu coração estava prestes a sair pela boca.

- Eu vou te matar... - disse olhando para a minha boca e passando a língua pelo seus lábios, aquilo me causou arrepios por algum motivo.

- Jeong...

- De tanto te beijar - eu nem pude processar aquelas palavras pois quando percebi ja estava sentindo o gosto daqueles lábios que parte de mim desejava conhecer, era um beijo pra lá de feroz e com mais desejos do que qualquer coisa, ela apertava ainda mais meus pulsos e me empurrava ainda mais contra a parede colando seu corpo no meu e me deixando totalmente incapaz de fugir, mas o ar fez falta e nossos lábios foram separados, certamente esse foi um dos melhores beijos da minha vida, Jeongyeon tem um gosto que nunca vou esquecer. Com uma mão ela segurou meu rosto e passou seu polegar pelo meu lábio inferior, eu finalmente abri meus olhos e devia estar fazendo cosplay de tomate porque sentia minhas bochechas arderem.

- Oque...nós.....Oque você...

- Oque diabos vocês estão fazendo?? - Jihyo brotou do nosso lado, me fazendo ficar mais vermelha ainda pois a Jeongyeon estava tipo...colada comigo.

- Ela zuou meu cabelo enquanto eu dormia e eu...- voltou a olhar pra mim e disse em um tom malicioso e frio - estou apenas me vingando

- Para de ser infantil Jeongyeon - Jihyo pegou meu braço e me puxou fazendo com que Jeongyeon me soltasse - Agora vamos comer logo porque eu to com fome

- Aish Jihyo, como você é chata - Jeong fez uma cara emburrada e fomos andando decidindo oque iriamos comer, eu estava tentando agir normalmente mas era difícil, toda vez que meus olhos encontravam os da Jeongyeon meu corpo tremia e meu rosto queimava.

- Você ta bem Nayeon? Por que está tão vermelha? - Jihyo perguntou me encarando com uma cara de preocupada, olhei para Jeong que estava com um sorriso divertido no rosto e voltei a olhar para Jihyo.

- Eeer...eu só to com fome, só isso - não sei se ela acreditou mas deu de ombros.

- Então, Jeongyeon vai pegar alguns lanches enquanto eu vou pegar café e...você pode comprar algumas besteiras por ai Nayeon - concordamos e cada uma foi pra um lado, depois de alguns minutos consegui comprar algumas coisas e voltei para o carro e logo que entrei a Jihyo entrou também, colocou os copos de café nos porta-copos e sentou no banco de trás ao meu lado. 

- ...Nayeon! 

- Oque? - respondi rapidamente e assustada

- Eu to falando com você e você ta ai com essa cara de monga no mundo da lua

- Ah...me desculpa. Oque estava falando?

- A Jeongyeon fez alguma coisa com você? - a imagem daquele beijo se formou em minha mente e novamente corei mas consegui responder sem hesitar.

- Claro que não

- Hum.. - logo o monstrinho com aparência de anjo e lábios deliciosos...digo...Jeongyeon entrou no carro com os lanches e começamos a comer, ela parecia estar muito não nervosa pois puxava assunto normalmente com a gente enquanto eu me esforçava para não ficar encarando seus lábios.

Terminamos de comer e eu disse que iria dirigir até a próxima parada para que a Jihyo pudesse descansar um pouco, elas colocaram uma música no rádio e poucos minutos depois ja estavam dormindo como crianças, com sorte eu consegui prestar atenção na estrada e não ficar pensando em certos acontecimentos...mas hora ou outra colocava os dedos na minha boca e não conseguia evitar de sorrir


Notas Finais


Eita 2yeon 👀
Esse cap e o próximo (provavelmente) vão ser mais curtinhos e só p "complementar"
Eu acho...n sei ksksks
Desculpem pelos erros mas escrevi rápido p postar ainda hj...e queria agradecer aos favoritos também...vxs são uns bolinhos d purpurina 😜
Eh isso
Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...