História Maldita Piralha - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Personagens Anastasia Steele, Christian Grey, Jason Taylor, Personagens Originais
Tags 50 Tons De Cinza, Romance, Sexo
Exibições 111
Palavras 990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Esta ai a ultima parte do jantar.

Capítulo 2 - Dança comigo?


Fanfic / Fanfiction Maldita Piralha - Capítulo 2 - Dança comigo?

Voltei para a mesa e me sentei ao lado do meu pai, ele estava concentrado de mais emuma comversa com seu melhor amigo fecho os olhos que homem mais cheto, parece que tem que saber de tudo como se tivesse medo de algo.

-Você falou bem antes!- meu pai comenta ao meu ouvido quando começam a servir o jantar.

Como apenas  asobremesa, depois de falr com aquele ser petulante a fome que eu tinha desapareceu meu pai pareceu nem notar, minha madrasta estava em uma comversa animada com outra esposa de magnata.

-Por que não vai dançar?- pergunta uma senhora d amesa ao lado sera que joje é o dia para as pessoas se meterem no que não é da sua conta. Finjo que não ouvi a pergunta para não ser mal educada ao longe vi meu pai rir com minha madrasta nos braços pelo menos ele é feliz, observo os olustres acima da pista de dança eles devem ter custado muito dinheiro.

-Você gostaria de dançar?- sua voz faz meu corpo inteiro arrepiar olho para a direita e ele esta em pe na minha frente com seu terno aul escuro.

-Você!?- respondo ele se senta na caideira ao meu lado a puxando para mais perto de mim.

-Por que espera outra pessoa!- não respondo apenas continuo olhando para os lustres- Os lustres são maravilhosos mas creio que não sejam por isso que esta aqui!- minha raiva cresce por que ele esta aqui? Não tem nada melhor para fazer?

-E você devia estar com alguma mulher do que ficar importunando os outros!- ele aperta os olhos e percebo ficar tenso.

-Você é uma piralha muio mimada! - responde entre dentes.

-Mas pelo menos sou bonita ou não estaria aqui para enhcer minha paciência!- ele fica de pe e pega meu braço.

-Não faça escandalo venha!- ele me puxa bufo irritada mas o sigo não quero meu braço doendo depois e também não quero chmar a atenção desse bando de fofoqueiros cheios de dinheiro, maldito acha que so por que é rico pode  fazer o que quiser- percebo que estamos indo em direção a pista onde vários casais dançam.

-Eu não quero dançar com você!- ele não olha para min paramos quase no centro ele se vira e coloca a mão em minha cintura.

-É so uma dança não vai cair nenhum pedaço seu Srta. Médici !- coloco a mão em seu ombro contra vontade ele aproxima o rosto do meu consigo sentir seu cheiro e devo adimitir o filho da puta cheira bem.

-Você é sempre assim?- ele me encara.

-Como?

-Quando as pessoas não querem fazer o que você quer as obriga!- ele abre um sorriso.

-De certa forma!- ele me gira pelo salão- Você é muito nova para falar sobre madeira sustentavel!

-É você é muito velho para cuidar da vida dos outros!- ele ri mas percebo que é sem humor, seus olho cinza se fixam aos meus.

-Você é muito mal educada!- a musica acaba mas ele não me solta outra começa e continuamos dançando.

-Olha quem falando sua educação simplesmente evaporou quando me pegou a força para dançar!- ele encosta a testa na minha  sorri.

-Você esta  despertando um lado meu que estava adormecido!- eu inclino a cabeça para o lado.

-Você por acaso pensou em min amarrada em cima de uma mesa?- seus olhos se arregalam entao eu me toco do que falei droga eu não devia ficar mechendo nas coisas do meu pai.

- Você...

-Aly!- a voz de meu pai faz Chrisitan me solta e se volta para o homem de meia idade que nos olhava de uma maneira estranha- Vou ir com Chloe consegue chegar em casa!- ele puxa a cateira do bolso provalmente para pagar um táxi a mim.

-Eu a levo Sr. Médici!- Christian fala meu pai o encara com aquele olhar de quem quer saber mais- Sou Christian Grey!- ele estende a mão.

-Alexander de Médici!- meu pai o encara de uma maneira engraçada dou um sorriso.

- Não se preocupe eu deixarei a Srta. Médici em casa sem perigos!- meu pai acena beija meu cabelo e sai- Se pai é fácil assim?- Chrisitan me provoca.

-Ele sabe que sei me cuidar muito bem!- começoa caminhar para fora da pista ele me acompanha.

Caminho entre as mesas com ele ao meu lado sem falar nada ele também parece apreciar o silencio, chego ao fim e finalmente vejo a porta de sáida ele segura meu braço.

-Tenho que falar com minha mãe, me acompanha sera rápido?- ele pede estendendo o braço para min.

-Tudo bem!- seguro seu braço por onde passamos as pessoas nos olham nossa parece que sou azul.

-Christian!- uma mulher chama deve ser a mãe dele sinto uma aperto no peito talvez por não ter nem tido a oportunidade de conhecer a minha, a mulher sorri para ele e me encara.

-Mãe essa é Alyssa de Médici!- sua mãe sorri e beija minha face.

-Você não é por acaso parente de James de Médici?- pergunta faço que sim.

-Sou neta dele!- ela ergue as sobrancelhas e sorri, depois olha para trás.

-Carrick venha conhecer  anova namorada de Chrisitan!- "NAMORADA" olho para o homen ao meu lado.

-Desculpe!- susura ao meu ouvido um Sr. de meia idade se aproxima.

-Querido essa é Alyssa de Médici ela é neta de James lembra-se dele!- o homem sori enquanto nos comprimentamos.

-Claro o nome mais conhecido no mercado de rémdios!- fala o homen alegre.

-Vou levar Alyssa para casa boa noite!- Chrisntian diz.

-Boa noite!- repito o que ele disse.

-Se cuidem!- fala a mãe dele o pai apenas nos deseja boa noite, saimos e eu bufo irritada.

-Como assim "NAMORADA" ?- ele me olha.

-Podemos converssar no coaminho?- pede quando o vento da noite me faz encolher os ombros.

-Ok !- já que vai ser a ultima conversa que terei com esse ser humano que acha que manda no mundo.


Notas Finais


Amanha posto a conversa do carro!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...