História Malditamente quebrados - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Blaire Rogon, Bratt Watson, Bruna Levigne, Grant Coleman, Jolene Watson, Liam Lambert, Shane Walter, Sophie Bull
Visualizações 34
Palavras 2.113
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá. Trouxe outro capítulo. Espero que gostem

Capítulo 13 - Verdade ou desafio


             Me arrumo para sair com o idiota do Liam. Felizmente, meus pais vão jantar fora hoje e pensam que eu vou na casa de Jolene. Não sei se vou dormir em casa. Se eles descobrem o que eu faço, tudo vai acabar mal.

        Eu estou com muita raiva de Jolene. É uma mentirosa. Entendo porquê queria me afastar de Liam. Eles são perfeitos um para o outro. Definitivamente eles estão namorando.

            Visto a minha calça jeans preta, minha blusa vermelha e um casaco de couro, calço minhas All Stars Converse e saio de casa. Felizmente, Lewis não pode me deixar porque tem de resolver alguns problemas. Infelizmente, vou com Liam.

             Ele está na sua moto olhando para mim. Usa uma jeans rasgada nos joelhos, All Stars, uma camiseta e casaco com capuz. Eu não sei se Jolene tem sorte ou azar.

             — Moreninha! — Ele diz sorrindo. Eu não consigo sorrir.

            — Não me chame assim!

            — Eu pensei que você gostava.

            Ele me entrega o capacete e sobe na moto. Ele está namorando com Jolene. Ainda não consigo acreditar. Muita coisa se encaixa, mas também muita não faz sentido.

           — Você é um idiota!

           — Porquê você está tão zangada?

            — Não interessa. Vamos embora. — Coloco o capacete e subo. Só vou para essa maldita saída porque Bratt está fazendo chantagem. Agora mais que nunca ninguém pode saber que estou apaixonada por Liam.

           Liam bate a porta do apartamento como se fosse um código. Scott abre a porta e começa a rir como um idiota. Acho que Grant é o menos irritante do esquadrão homicída.

          — Vocês chegaram atrasados. Estavam transando? — Ele diz.

           Eu queria dar um soco no seu nariz e um pontapé nos testículos. Queria ver se continuaria com os risos.

          — Você não existe! — Responde Liam.

          Entramos e encontramos os outros. Sophie, Grant, Bratt, uma que eu não conheço e Jolene. Felizmente Bruna não está aqui. Não suportaria ficar com ela e Jolene no mesmo lugar. A via láctea é demasiado pequena para nós três.

           — Você está linda! — Grant diz olhando para mim.

           Sophie vem correndo para mim e me leva para um canto. Não consigo descrever o seu sorriso.

           — Você não vai acreditar. Bratt me convidou. — Ela diz.

           — Sério? O Bratt? Aquele Bratt? — Aponto para ele.

           — Sim. Isso não é maravilhoso?

           — É inacreditável. — Digo. Bratt não presta!

           Eu sento perto de Sophie e Grant. Não posso deixar de reparar Liam e Jolene conversando no sofá onde apenas os dois estão sentados. O que eu faço aqui?

            — Quem quer beber? — Scott pergunta trazendo uma bandeja cheia de cervejas.

            — Suco de ananás para Blaire. — Responde Liam.

            — Não. Eu vou beber a cerveja. Faço 18 anos daqui a pouco. Qual é o mal?

            — Eu fico com o suco. — Responde Sophie.

            — Como eu tenho a certeza que ninguém quer ver vídeos insanos, vamos fazer outra coisa.

            — Que tal jogarmos o "verdade ou desafio"? — Bratt propõe. — Todos jogam. — Acrescenta. Eu odeio ele.

            — Gostei da ideia. — Responde a que eu não conheço.

            Todos concordam. Infelizmente, vamos jogar esse jogo. Conheço o jogo e as regras, mas é a primeira vez que jogo. Antes não tinha ninguém para jogar comigo.

             Todos sentamos no chão depois de Scott e Grant afastarem a mesinha de centro. Fazemos uma roda e colocamos uma garrafa no meio.

            Grant gira a garrafa e ela pára em Scott. Vai haver muita confusão.

             — Verdade ou desafio? — Pergunta Grant. 

             — Verdade.

             — Qual foi a última vez que você transou?

             — Ontem a noite. — Responde Scott. Eu sou capaz de vomitar.

            Scott gira a garrafa novamente. E calha em Jolene. Quem vai pergunta é Bratt.

              — Verdade ou desafio? — Pergunta Bratt.

              — Verdade.

              — De 0 a 10, que nota você dá para Blaire de beleza?

              Ela pensa. — 3.6. — Ela diz. Uau! Ela está começando a me irritar.

            Jolene gira a garrafa. Calha Bratt e eu. Que droga!

             — Verdade ou desafio? — Ele pergunta.

            — Verdade. — Digo.

            — É verdade que você está apaixonada pelo Liam? — Ele pergunta. Eu vou acabar com esse idiota.

            Olho para todos. Liam e Jolene parecem muito ansiosos. Eles me olham com atenção. Principalmente Liam. Ele parece preocupado com a minha resposta. Estou com tanta raiva de Liam que respondo:

              — Eu gosto dele como um amigo. Apenas isso. — Respondo. Ele parece desiludido, mas consegue disfarçar.

              Giro a garrafa e calha. A que eu não conheço e Liam.

             — Verdade ou desafio, gato? — Ela pergunta. Já comecei a odiar ela.

            — Verdade.

             — Se ficasse preso numa ilha deserta, com quem você ia querer ficar? — Perguntou. Boa pergunta.

             Espero a resposta que eu pensava saber, mas fico bastante surpreendida com a resposta que ele dá.

              — Com a Blaire. — Ele diz impassível. Ele fez isso na frente da sua namorada? É pior do que pensava.

            Liam gira a garrafa e dessa vez os escolhidos são Sophie e Bratt.

            — Verdade ou desafio? — Pergunta Sophie.

            — Desafio. — Bratt responde.

            — Desafio você a dançar strip-tease agora! — Ela diz com um sorriso maroto.

             Ele arqueia a sobrancelha e levanta. Todos nós olhamos quando ele fica na nossa frente e coloca uma música para dançar.

             Jolene cobre o rosto com a mão e Liam começa a rir. Olho para Bratt e ele tira a camisa primeiro, sem parar de dançar daquele jeito sensual. Ele tira os sapatos e a calça e todas as garotas gritam exceto eu e Jolene.

            Ele fica apenas de cueca boxer e continua dançando. Não vou negar que ele é bonito e tem um corpo fantástico. Porquê ele não desiste de me atormentar?

          Quando eu penso que a tortura não podia piorar, ele vem na minha frente e me levanta para dançar com ele. Eu não me movo, mas ele exagera e começa a me tocar.

           Pelo rosto de Liam, ele não está gostando. — Já chega, Bratt! — Liam diz furioso.

           Bratt pára e voltamos a sentar na roda. Ele gira a garrafa. Sophie e Liam.

           — Verdade ou desafio? — Pergunta Sophie.

           — Verdade.

           — Você já ficou com alguém dessa roda?

           — Sim. — Ele responde. Claro! Jolene.

           Liam gira a garrafa mais uma vez. Eu rezo para não calhar em mim, mas acontece. Scott e eu. Droga!

            — Verdade ou desafio? — Pergunta Scott.

            — Desafio. — Digo.

            — Dê um beijo gostoso durante dez segundos à... — Ele procura alguém. Olha para Bratt sorrindo, Grant está olhando para mim e Liam parece irritado e se comunica com Scott pelo olhar. — Trinta segundos. Beija Lambert! — Ele diz.

           Olho para ele que está se sentindo vitorioso. — Venha me dar um beijo, Moreninha! — Ele se prepara.

            — Eu posso trocar? — Pergunto. Não quero beijar ele.

             — Você não pode. Beija Liam.

             Eu levanto e vou até ele. Olho para ele antes de colar os meus lábios nos seus. Ele põe a mão no meu rosto e mete sua língua dentro da minha boca. Fecho os olhos e aproveito o momento.

            Liam continua me beijando e eu esqueço de tudo. Coloco minhas mãos no seu cabelo e ficamos ali sentados a nos beijar. Está tudo tão bom que eu não quero parar.

            Braços fortes me levantam e me afastam de Liam. Grant me coloca no chão no meu lugar. Liam está sorrindo.

             — Eu disse trinta segundos e não um minuto e meio. — Scott ri.

            — Sério? — Liam também ri.

            — Foi intenso. — A que eu não conheço diz.

            — Pára, Amber! — Jolene cruza os braços e olha para mim. Um olhar muito frio.

             Eu giro a garrafa completamente envergonhada. Calha Jolene e Amber.

             — Verdade ou desafio?

             — Desafio.

             — Desafio você a ficar sentada no colo de Liam e acariciando ele durante cinco minutos. — Eu não acredito que ela está fazendo isso. Será que é para ninguém desconfiar que são namorados?

            — Que desafio maravilhoso. — Ela se entusiasma e senta no colo de Liam. Ele parece feliz por ter uma mulher no seu colo.

            Ainda no colo de Liam, ela gira a garrafa. Calha a mim e Sophie. Como sou uma boa amiga, vou fazer tudo a seu favor.

             — Verdade ou desafio? — Pergunto.

            — Desafio. — Ela responde.

            — Beija Bratt e fica de mãos dadas com ele até ao fim do jogo. — Digo. Seus olhos brilham de alegria. Ela beija Bratt e segura sua mão. Bratt estreita os olhos para mim.

        Sophie gira a garrafa e dessa vez calha a mim e à Liam. Novamente.

           — Uau! Acho que isso está viciado. — Liam diz. Amber continua sentada no seu colo brincando com o cabelo dele. Que ódio.

           — Eu acho que o tempo já acabou, Amber! — Eu digo. Não devia, mas estou morrendo de ciúmes.

            — Tudo bem. O colo do Liam parece o céu. — Ela sai e volta para a roda.

           — Já ouvi isso muitas vezes.

           — Verdade ou desafio? — Pergunto. 

           — Você já beijou ou transou com mais de uma pessoa no mesmo dia? Quantas foram? — Pergunto.

           Liam olha para mim com uma expressão cautelosa. Será que ele não quer responder?

           — Sim. Três. — Ele responde com relutância.

           — T-t-três? — Pergunto chocada.

            Enquanto ainda estou chocada no mesmo lugar, Liam gira a garrafa e os escolhidos são Grant e Bratt.

            — Verdade ou desafio? — Grant pergunta. 

            — Verdade. — Bratt responde.

            — Você ficaria com alguém aqui nessa roda? Quem?

            — Sim. Sophie ou Blaire. — Ele responde.

            Liam levanta e me ajuda a levantar. Ele está se controlando para não fazer alguma coisa estúpida. Eu tenho a certeza, só não sei porquê.

            — Vocês podem continuar jogando. — Liam me leva para um quarto arrumado e fecha a porta.

             — Como é capaz de fazer isso com a sua namorada? — Pergunto furiosa.

            — Que namorada? Eu não tenho namorada! — Ele se aproxima de mim lentamente.

            — Jolene não é sua namorada?

            — Não! Aonde você tirou essa ideia?

            — Eu vi vocês se abraçando. Você se preocupa com ela.

             — Nós somos amigos. Eu não gosto dela de outro jeito.

             — Você me disse que transa com seus amigos.

             — Com Bruna. As outras não são minhas amigas, mas isso já passou. Eu não... depois que você...

             — Depois que eu o quê?

             — Eu não... Blaire, é complicado!

           Ele senta na cama e eu sento ao seu lado. Passo a mão nas suas costas e ele agarra a minha mão para beijá-la. Olho para ele.

               — Vamos jogar o verdade ou desafio apenas nós dois.

            — Porquê?

            — Meus amigos são loucos. Você quer beijar um deles?

            — Não.

            — Ótimo. Podemos jogar. Eu começo. Verdade ou desafio? — Ele pergunta.

            — Verdade.

            — Você estava com ciúmes quando Amber sentou no meu colo.

            — Não. — Menti. — Somos amigos.

            — Eu sei.

            Cruzo os braços e olho para ele atentamente. Eu estava com muitos ciúmes. Principalmente, porque ele estava gostando de ter ela nos seu colo.

             — Minha vez. Verdade ou desafio?

             — Verdade.

             — Qual é a sua técnica de sedução infalível? — Pergunto.

             Ele se aproxima. Começa a acariciar o meu cabelo e depois os meus braços. Será que essa é a resposta?

            — Pegador carinhoso e sexy. As mulheres gostosas.

            — Não todas.

            — Verdade ou desafio?

            — Desafio.

            Ele sorri. — Passa essa noite comigo. — Ele diz.

            Fico parada olhando para ele. — Passar a noite com você como?

             — Você vai ver.

             — Verdade ou desafio? — Pergunto novamente.

             — É melhor, verdade.

             — Você ficou com ciúmes quando Bratt disse que ficaria comigo?

           — Não posso mentir. Eu gostei do nosso beijo, e fiquei com ciúmes sim. Porque eu gosto de você.

            — Eu sei. Se não gostasse não seríamos amigos. — Digo como se ele fosse idiota.

            — Não é isso. Eu estou apaixonado.

            — Apaixonado por mim? Você tem a certeza?

            — Sim.

            — Não sei o que dizer.

            — Não diga nada porque eu sei que você também gosta de mim. — Ele me deita na cama, fica por cima e me beija.

            Eu quero isso, mas acho que não está correto, por isso eu me afasto. Liam Lambert é lindo, sexy, inteligente, mas também é muita coisa má.

               — Quero ir para casa. — Digo.

               Ele fica desiludido, mas me leva para casa. Não falamos nada o caminho todo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...