História Maldito Skatista - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!taehyung, Comedia, Comedia Romantica, Danones, Jihope, Kookv, Lemon, Namjin, Skatista, Taegi, Taekook, Top!jungkook, Vkook, Yaoi
Visualizações 1.454
Palavras 2.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap da fanfic que está com um nome novo, eeeeeehhhhh!! (Falaram que aquele era mt difícil, bye bye Sk8er Oh!)

Está um pouquinho maior que o cap anterior (eu acho, não sei quantas palavras tem, mas é o maior da fic), mas é tudo o que eu consigo por agora, não reclamem dos tamanhos dos meus caps :')

Ah, eu fiz esse meio na correria porque a inspiração veio só hoje, sorry se estiver ruim, mas acho que ele está bom e divertido.

243 <333, tão feliz!

Boa leitura!

Capítulo 5 - Algo sobre você


Fanfic / Fanfiction Maldito Skatista - Capítulo 5 - Algo sobre você

ㅡ Taehyung. ㅡ Ouço Jungkook me chamar, mas parece tão distante... Não consigo parar de pensar em coisas. ㅡ TAEHYUNG!!

ㅡ AISH!! ㅡ Grito alto e dou um pulo da cadeira. ㅡ Não grita!!

Olho em seu rosto e ele nem sequer deu risada. Está me olhando com uma cara que esbanja confusão.

ㅡ Eu preciso de ajuda nessa parte do exercício. ㅡ Ele fala tímido, voltando sua atenção para o caderno. Hmm, Jungkook precisando de ajuda? Duas vezes em um dia?? Temos um recorde aqui! ㅡ Você disse no caminho que era ótimo em inglês, mas tudo o que fez quando chegamos aqui foi ficar calado com essa sua cara de bobo.

Talvez se você não fosse um idiota e estivesse afim da esnobe e ridícula da Jiwoo, aí eu estaria um pouco mais disposto em trocar palavras com você.

ㅡ Estava distraído olhando sua casa. ㅡ Minto.

Havia dado apenas uma olhada rápida pela casa ao entrar, mas morreu ali.

Era uma casa comum. Muito bonita e bem arrumada, pintada toda em tons de beje, braco e marrom escuro em algumas partes para dar contraste, mas ainda comum.

E eu não ligava para bens materiais para me importar com isso.

ㅡ Mentira, você estava distraído olhando para o nada. ㅡ Diz e estala os dedos frente aos meus olhos, me fazendo dar mais um pulinho de susto. ㅡ Ainda está olhando para o nada!!

Franzo o cenho por um instante.

ㅡ Eu estou meditando. ㅡ Dou de ombros. ㅡ Seu grosseirão.

ㅡ Ué, você não disse que estava olhando a casa? ㅡ Sorri se achando o esperto do dia e arqueia uma sobrancelha para mim. ㅡ Temos um mentiroso entre nós.

ㅡ Aigoo, me deixa!! Eu estava meditando mesmo. Só não falei porque você odeia minha religião, é um perdido na vida. ㅡ Assumo um semblante metido.

Ele bufa.

ㅡ Eu não acredito que você está meditando enquanto devíamos estar fazendo um trabalho de escola!!

ㅡ Toda hora é hora de meditar, cético. ㅡ Sorrio irônico e faço uma pose tradicional de meditação. ㅡ E também nunca imaginei que você se importava com fazer os trabalhos, ou sequer com notas boas...

ㅡ E por que não??

ㅡ Porque você é um rebelde. ㅡ Respondo simplista.

Ele ri fraco.

ㅡ Realmente, não me importo com notas. ㅡ Responde sorrindo estranhamente maroto e apoia a cabeça nas mãos, se encostando na cadeira. Que irresponsável. ㅡ Mas se eu não tiver nota azul em todas as matérias, meus pais implicam de eu sair para os lugares. Então eu tenho que manter um padrão na escola. ㅡ Diz desinteressado e volta sua atenção para os materiais, mas ainda naquela posição. Que deixa seus braços em evidencia. Ow! Isso está me desconcentrando. ㅡ E você vai me ajudar ou não!?

ㅡ Não sei... eu deveria? ㅡ Provoco. ㅡ Você mesmo disse que não se importa. Só quer se dar bem na escola para poder sair pras suas farras. ㅡ Dou de ombros.

ㅡ Só deve se não quiser ficar sem o nome no trabalho e ainda levar uns murros por não fazer nada na minha casa. ㅡ !!! ㅡ E sim, eu quero sair pras "minhas farras".

ㅡ Aish! Aish! Seu grosso.. Agressivo!! ㅡ Exclamo em susto, "acordando" de vez e me levatando apressado, pego minha cadeira e a colocando ao lado da dele, evitando ao máximo lhe olhar por motivos de: Não sei. ㅡ Em qual exercício que você estava com dúvida mesmo?

Em todos.

ㅡ Como assim todos!? Mas você me disse que era apenas em um exerc... ㅡ Paro de falar e olho para o caderno, vendo apenas um desenho ali no lugar da lição. ㅡ HEY!!! Você não fez nada!!!

Ele ri.

Que safado!! E ainda tem a cara de pau de ameaçar tirar meu nome da lição!!

ㅡ Como nada? Eu fiz um desenho oras.

ㅡ Mas não era pra fazer desenho Jeon... ㅡ Vou parando de falar devagar conforme analiso o desenho que havia feito. ㅡ Uau. ㅡ Olho abismado para a caricatura em desenho perfeito que estava no papel.

Embora fosse um idiota -e não soubesse fazer lição de inglês-, Jungkook parecia ter um talento extraordinário pra desenhar! Ele havia feito um rascunho ótimo do que julgo ser algum jogo ou anime, em menos de 10 minutos!

Impressionante...

ㅡ O que foi?

ㅡ Você desenha muito bem. ㅡ Digo perplexo enquanto ainda encarava o desenho. ㅡ É um talento muito grande. ㅡ Comento avoado.


Sem nem saber da merda que estava fazendo elogiando aquele ser com o ego maior que o corpo.

ㅡ Kim Taehyung me elogiando? ㅡ Como ele sabia meu sobrenome? ㅡ Que surpresa.

E por que ele está me dizendo isso?

...

Ah! Me lembrei que eu odeio ele.


Suspiro.

ㅡ É, eu não consigo evitar de ser um amor de pessoa. Está marcado em mim. ㅡ Sorrio irônico e convencido e dou de ombros para ele, vendo o mais novo rir em deboche. !!! ㅡ Mas vamos terminar logo isso.

...


......


{...}

ㅡ Aigoooo! ㅡ Me espreguiço na cadeira, quase morrendo de tanto cansaço. ㅡ Finalmente acabamos! ㅡ Comemoro.

ㅡ Pois é. ㅡ Dá de ombros pra mim.

ㅡ Você deveria me agradecer. ㅡ Falo suspirando com um certo desdém do seu jeito. Ele era um menino realmente complicado. ㅡ Fui eu quem fez praticamente a lição inteira... E isso pra não dizer que fiz tudo.

O fito.

Sua expressão parecia um tanto "morta" demais.

Eu sei que estávamos meio exaustos por conta do trabalho -mais eu do que ele, porque né-, mas também não era pra tanto!

ㅡ Mas você fez no meu caderno, então não preciso agradecer. ㅡ Faz um biquinho, ainda com a aparência abatida.

Seria uma fofura se ele não parecesse estar prestes a desmaiar ali mesmo.

ㅡ Orgulhoso!! Tudo isso só para não dizer um "obrigado"! ㅡ Exclamo. ㅡ Mas, tudo bem. ㅡ sorrio calmamente. ㅡ Pelo menos foi feito o que deveria ser feito, e vamos ganhar um dez. ㅡ Falo evitando perguntar sobre sua expressão, mas estava um tanto complicado.

ㅡ HumHum.

...

Okay, e a falta de assunto não estava facilitando muito as coisas para mim.

...

Eu simplesmente ODEIO essa sensação de não ter mais o que conversar com as pessoas que estão ao meu redor e sentir aquele clima silencioso querer pesar nos meus ombros.

Quero sair correndo.

ㅡ Bom, agora eu vou pra casa, estou morrendo de fome!! ㅡ Aviso por fim, passando a mão na barriga, satisteito por termos terminado o trabalho escolar em menos de 3 horas (eram muitas perguntas!!) e me levanto. Se ele estivesse com fome, diria. ㅡ Até!!

Não diria!?

ㅡ É... ㅡ Jungkook fala desanimado, fazendo uma careta descontente e chamando de vez minha atenção. Estava muito estranho..

O encaro sério.

ㅡ O que você tem, garoto!? Estava tão animado de manhã, agora desde que chegamos da escola você parece um zumbi!!

ㅡ Tsc. Nada. ㅡ Responde.

ㅡ Jungkook..

ㅡ Não é nada, garoto. ㅡ Ele suspira.

É, ele não diria.

ㅡ Então levanta. ㅡ Cruzo os braços.

ㅡ Pra que?

ㅡ Pra eu ver se você não tem nada mesmo. ㅡ Respondo mordendo o lábio de nervosismo. Ele me lança um olhar indecifrável. ㅡ Levanta!!

ㅡ N-não... ㅡ Nega hesitante.

Me irrito e o puxo duma vez pela blusa. Não tinha muita força nos braços, mas era o suficiente para que ele desequilibrasse.

Ele quase perde as forças nas pernas e por pouco não cai no chão, me assusto com aquilo e o seguro como podia, quase caindo junto.

Mas o que está havendo!?!?

ㅡ K-KOOK!!! ㅡ SOCORRO!!! Ele vai morrer!? Logo na minha frente!?!? Meu santo Buda ele não pode morrer!! ㅡ O que houve?? MERDA!!

O seguro usando toda a força que tinha e o coloco sentado na cadeira novamente.

ㅡ Psiu. ㅡ Dou um tapinha em seu pescoço. ㅡ Você parece tão fraco. Está doente!? Magoado!? Não está com fome não?? Não vi você comer nada desde que chegamos. ㅡ Questiono apreensivo e preocupado. Ele também não havia comido nada na escola. ㅡ HEY!!

O que esse menino tem na cabeça, senhor!?

ㅡ Não. ㅡ Responde tentando parecer despreocupado, mas seu estômago o desmente com um ronco alto, me fazendo não aguentar segurar o riso por um instante. ㅡ Aish... ㅡ Sorri morto de vergonha.

Então era só fome??

ㅡ MENTIROSO!! ㅡ Dou outro tapinha, agora em seu ombro, arrancando um olhar furioso de si para comigo. ㅡ Err.. desculpe. ㅡ Peço ficando um tanto envergonhado com aquela situação. ㅡ Mas por que mentiu? É fome s...

ㅡ Porque sim. ㅡ Cruza os braços.

Jungkook mesmo sendo um tanto "desenvolvido" (que vergonha pensar esse tipo de coisa) ainda parece como uma criança fazendo birra quando está irritado.

ㅡ Diz!!

Ele suspira.

ㅡ Meus pais, você deve ter notado que eles não estão aqui, e...

ㅡ HÁ!! VOCÊ NÃO SABE FAZER COMIDA! ㅡ Grito confiante, o interrompendo. ㅡ Sabia que você não sabia fazer nada!

ㅡ Quieto, idiota. ㅡ Bufa. ㅡ Eu sei fazer. Eles saem sempre em negócios então eu tive de aprender. Só que dessa vez... eles se esqueceram de deixar o dinheiro para mim comprar as coisas. Então estou sem poder fazer nada.

Juro que senti meu coração cortar ao ouvir ele dizer aquilo, ainda mais com aquela carinha de quem não comia à dias.

Verdade..

Há quantos dias ele estava sozinho aqui sem comer?

ㅡ N-nossa... ㅡ Coço a nuca. ㅡ Bem... você pode comer na minha casa se quiser! ㅡ Sugiro animado.

ㅡ É muita humilhação pra mim. ㅡ Responde ainda com seu bico formado, me arrancando algumas risadinhas.

ㅡ E por que seria? Nós somos quase-amigos! Você até me pediu ajuda com aquela idiota... ㅡ Murmuro.

ㅡ Como é que é!? ㅡ Me encara.

ㅡ N-nada!! ㅡ Seguro seu pulso e o puxo para vir comigo, sem sucesso. ㅡ Vem comigo!

ㅡ Eu não quero ir lá! ㅡ Se desvencilha de mim. Ele deve estar usando todas as forças que tem para conseguir fazer isso, desabilitado do jeito que está.

ㅡ Então eu trago algumas coisinhas de lá pra cá e você prepara pra você!

ㅡ NÃO!!


Meu deus

Que menino terrível.

ㅡ Aigoo, eu sou o mais forte aqui hoje. Ou pelo menos por agora. Você vai comer sim!! ㅡ Confirmo confiante uma última vez e me levanto pronto para sair por um instante, mas imediatamente sinto sua mão se firmar em meu pulso.

Cara...

Minhas pernas estão tremendo que nem vara verde.

ㅡ Tae... ㅡ Okay, não são só as pernas agora. ㅡ Não vai... Eu não gosto de me sentir como um peso para as pessoas... ㅡ Fala à contragosto. Ele estava com muita fome.

Não posso nem culpá-lo, embora não fosse um peso para mim, eu também não gostava de me sentir dessa forma.

E a pergunta que não quer calar, como aqueles idiotas dos pais dele tem a coragem de sair e esquecer a comida do filho deles!?!?

Talvez eu tenha que ter uma boa conversa com os dois quando chegarem sei lá de onde!! Tsc.

Olho Jungkook novamente e abaixo meu corpo até ficar do mesmo tamanho de si sentado. Ele solta meu pulso, me deixando mais tranquilo.

ㅡ Você não é um peso para mim. ㅡ Sussurro, porém com um tom firme, rio fraco ao ver seu rosto ruborizar de leve.

Mesmo que o meu tenha se ruborizado também.

ㅡ S-sério? ㅡ Desvia o olhar.

ㅡ Humhum. ㅡ Balanço a cabeça e olho para nossos materiais escolares por um instante. ㅡ Pelo menos não agora, não com isso. ㅡ Rio. ㅡ Eu amo mexer com comida.

Endireito meu corpo e sorrio piscando de um olho para ele, mesmo que não tenha visto meu gesto, já estava bom conversar calmamente com ele.

Iríamos cozinhar juntos hoje.

...


......


{...}

ㅡ Toma. ㅡ Tiro do potinho um pedacinho já pronto de carne de churrasco que havia trazido de casa, para Jungkook poder comer enquanto esperava terminarmos de prepararmos o doshirak e coloco o pedaço em sua boca.

ㅡ Aigo. ㅡ Faz uma careta em reação ao meu gesto, mas acaba se rendendo e comendo o pedaço rapidamente sem parar de cortar os nabos. ㅡ Está gostoso! ㅡ Baba em minha meus dedos.

ㅡ Eca!! ㅡ Assumo uma expressão de nojinho. ㅡ Você babou na minha mão! ㅡ Rio e volto à preparar a pasta de farinha e arroz. ㅡ Porco.

ㅡ Enjoado. ㅡ Ri. ㅡ Você já experimentou minha baba até na boca no dia do sorvete!

Sinto meu rosto se esquentar.

Aigoo...

..

O encaro enquanto fazia sua parte na preparação dos legumes para a sua refeição, Jungkook ficava tão melhor quando estava sorrindo.

Ele é realmente bonito para um garoto.

Acho até que eu ficaria afim dele se fosse uma menina.

ㅡ Que demora pra preparar um simples Kimchi de acompanhamento, Jungkook. ㅡ Entorto o lábio.

ㅡ Aish, pare de reclamar e faça sua parte quieto!!

Dou língua.

ㅡ Não é minha culpa se você estava se gabando de ser "ótimo" na cozinha. ㅡ Comento debochado começando a fritar o ovo pro doshirak. ㅡ Você mente muito, sabia?

ㅡ Eu sou ótimo na cozinha. ㅡ Sua barriga ronca novamente e eu o encaro rindo. Ele estava com a mão nela novamente. ㅡ Só que sou melhor comendo do que preparando. ㅡ Faz uma cara engraçada.

ㅡ Então pega mais um pedaço de carne. ㅡ Abro o potinho e entrego mais um na sua boca. Logo o escondo dele.

ㅡ De onde você está tirando isso!? Eu quero comer todos!!

ㅡ Shh! ㅡ Aponto o indicador em seu lábio. Macio... ㅡ Os pedaços de carne são para quem se comporta!!

ㅡ Você é um esquisito, Taehyung. ㅡ Desta vez ele diz um pouco mais amigável. Algo sobre um tom de brincadeira. Pela primeira vez.

Embora eu deteste ser chamado assim...

ㅡ E você é desrespeitoso. Pra você é "TaeTae Hyung". ㅡ Falo orgulhoso.

Ele ri tão alto que chega a me deixar com vergonha.

Aigoo, eu estava falando sério..

ㅡ Eu nunca vou te chamar assim!

Mantenho o cenho franzido e coloco o potinho de carne na sua frente.

ㅡ Então vai passar vontade, sem carne de churrasco pra você! ㅡ Bufo e escondo o pote atrás de mim quando ele tenta pegar duma vez. ㅡ NÃO PODE!!

ㅡ Ah não? ㅡ Sorri estranhamente... sexy (?) -ou desafiador? Aish!- pra mim e se aproxima. ㅡ Quem disse?

ㅡ E-eu disse.. ㅡ Me encolho receoso perto da pia e aperto ainda mais o potinho precioso contra as minhas costas quando ele se aproxima mais. ㅡ Você não pode pegar a carne se não me chamar formalmente. Diz "TaeTae Hyung"!

ㅡ Taehyung. ㅡ Sussurra provocador já com o corpo colado no meu.

Ele estava me abraçando?

ㅡ N-não Jungkook... ㅡ Desvio o olhar e encaro o chão, minha bochecha quer derreter de tanto que ferve enquanto seus braços estão ao redor da minha cintura. ㅡ Não é assim que é pra falar...

O olho tímido, já com a certeza de que ele riria de mim pela coloração pimenta que deve com certeza estar em minhas bochechas e vejo seu olhar um tanto mais destante do que eu achei que estaria.

Mas o que ele está...

ㅡ HÁ!!! ㅡ Toma meu potinho de mim num movimento rápido e se vira para comer.

FILHO DA ****!!!!

ㅡ JUNGKOOK!!! DEVOLVE!!! ㅡ Berro desesperado e enfurecido, já pulando em cima dele enquanto o mesmo saia de perto de mim já violando meu potinho.

Não era pra ele pegar enquanto eu não deixasse!! Eu estava tentando ensinar bons modos...

ㅡ Já era. ㅡ Diz rindo alto sem nem se importar comigo pregado em suas costas, tentando desesperadamente pegar o objeto de suas mãos.

Idiota!!!

Mil vezes um idiota, Jungkook!!

ㅡ Não era pra você pegaar! ㅡ Faço voz de choro e manha, arrancando ainda mais risos do menor e por fim acabo por desistir, bufando e dando um tapa em seu braço.

ㅡ Não dói. Pode bater. ㅡ Sorri ainda mantendo distância das carnes de mim e comendo as mesmas rapidamente enquanto eu tentava segurar seus braços para não fazê-lo. ㅡ Você é fraquinho, e eu já comi pra ficar fortinho.

ㅡ Então eu vou subir sua blusa! ㅡ Falo afiado e puxo sua camiseta para cima, revelando boa parte de sua barriga.

Uau...

Não to nem aí. ㅡ Ri.

Abro a boca num legítimo "O".

Preciso parar de olhar isso.

ㅡ Ah... ㅡ Suspiro já desanimando e acabo aproveitando por um segundo por estar em cima dele. Solto sua camisa e aperto mais os braços ao redor de seu pescoço para não cair e apoio minha cabeça em seu ombro, como dava naquela posição. ㅡ Você estraga tudo...


ㅡ Você quem estraga. O ovo que você estava fritando está quase estourando lá na frigideira. Não está ouvindo o barulho do óleo? ㅡ Fala como se não tivesse preocupação nenhuma em me avisar aquilo antes e come seu último pedaço de carne.

Desço de cima de si imediatamente, desesperado e corro para o fogão.

MAS QUE DROGA!!

Eu vou matar ele...


Notas Finais


"Kook"
"Tae"
~🌚🌚
Enton hoj foi só os 2

Um capítulo pra se conhecerem desses.

Comentem se gostaram e etc etc etc, amo ouvir *ler, pq ne* o que vocês estão achando.

Bye ;***


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...