História Malicious Messages - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~samilpsss

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Drama, Mensagens, Nerd, Nuds, Revelaçao, Romance, Traição
Exibições 299
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Como prometido, aqui está mais um capítulo!
Boa leitura, beijos. ❣

LEIAM AS NOTAS FINAIS.

Capítulo 5 - Por que eu te amo.


Fanfic / Fanfiction Malicious Messages - Capítulo 5 - Por que eu te amo.

Point Of View Kylie Wendy Miller

Eu beijei Justin Drew Bieber, aquele garoto nerd que todos insistem em julgar em que sempre esteve em um canto de meu coração.

— Ai meu Deus! Desculpa Kylie. Me desculpe! — Justin se afastou colocando suas mãos na cabeça repetindo “merda, merda, merda”.

— Justin? — O chamei — Não gostou do meu beijo para está assim? — Perguntei completamente confusa.

— Eu gostei Kylie. E que… você namora e também era o meu primeiro… — Suspira — Isso não podia ter acontecido. Desculpa!

— A calma, eu sei que foi seu primeiro beijo. Não precisa ficar com vergonha sobre isso, afinal, você beija super bem. — Dou ombros mordendo os meus lábios vendo suas bochechas corarem.

— Sério?

— Sim. Se você tivesse passo as mãos em minhas pernas eu ficaria excitada na hora. Porque, papai… — Fecho os meus olhos imaginando.

— Kylie!

— Ah Justin! Eu não falei nenhuma mentira.

— Pisquei para Justin segurando a vontade de rir por sua careta.

— Vamos mudar de assunto? Eu não quero ficar falando sobre o fato de eu ter beijado uma garota pela primeira vez e ela diz que estaria excitada se eu colocasse minhas mãos sua perna…

— Acrescenta o fato de depois do trabalho com suas mãos, viriam seus dedos, depois sua língua e depois seu… — Antes que pudesse terminar minha fala sinto a mão de Justin ir a minha coxa depositando um tapa sobre a mesma me fazendo soltar um gemido baixo de dor.

— Poupe-me dos detalhes, por favor.

— Relaxa Bieber! — Comecei a rir e apertei suas bochechas que estavam em um tom avermelhado.

— Vamos mudar de assunto? Obrigado.

— Do que falar ou o que quer fazer? — Me aproximei dele com um sorrisinho no rosto.

— Nada disso! — Foi em direção da porta — Podemos ir lanchar. — Surgiu.

— O que por exemplo?

— Sanduíches! Você está falando com a pessoa que faz os melhores do mundo.

Nada melhor que depois de um ótimo dia ao lado de meu querido e amado Bieber, dormir e ter grandes e maravilhosos sonhos com o mesmo.

Aquele beijo… que beijo, papai.



Como aquele leve ditado “Beijar outras bocas e boa, porém beijar a boca que é sua, e sensacional”. Por mais que ele não seja meu ainda, será. Eu sei que será.

Deitei em minha cama após vestir apenas minha calcinha e me tampei com edredom, puxei um de meus travesseiros e abracei imaginando Bieber ai , ao meu lado, me abraçando.

...

No dia seguinte

Já fazia um tempo que eu estava na escola, e até agora não vi Justin Bieber, o menino que ocupava meus pensamentos. Isso era estranho, no terceiro horário ele sempre deixava a sala para pegar seus livros no armário. Fui para perto do banheiro, após ter uma idéia louca.

Peguei meu celular e fui até minha galeria, escolhi uma foto em que eu estava de costas, apenas com uma calcinha preta fio dental. Não perdi tempo e mandei a foto para meu nerd preferido. Depois de dez minutos plantada, vi Justin correndo para o banheiro, sorri satisfeita e fui até ele.

Entrei no banheiro masculino, sorte minha por não ter ninguém além de Justin.

— Fugindo de mim? — perguntei e Justin arregalou os olhos, guardando rapidamente seu celular no bolso.

— E-Eu? Não, só estava ocupado. — ele definitivamente não sabe esconder seu nervosismo.

Dei dois passos para frente e ele três para trás, se isso fosse uma tentativa de fugir de mim, falhou. Justin bateu suas costas na parede e eu sorri satisfeita. Olhei para todo o seu corpo, parando quando vi a ereção no meio de suas pernas.

— Hum, espero que a causa dessa ereção seja o nosso beijo, eu também não consigo esquecê-lo. — Sussurrei em seu ouvido e passei minha mão por seu pau duro. Justin arrancou minha mão de lá e bufou.

— Claro que não, até tinha me esquecido desse beijo. — O olhei incrédula, mentiroso!

Apesar de saber que ele estava mentindo, me abalei. Não falei mais nada, saí do banheiro cuspindo fogo.

Encontro Alex no corredor, sorrio e dou um selinho em seus lábios. Na mesma hora Justin chega e eu o ignoro.

— Kylie... — me chama e eu reviro os olhos e o ignoro.

— Esse nerdzinho de merda está te incomodando, amorzinho? — Alex pergunta e eu não respondo. Ele deve ter achado isso como um sim é logo falou  — Some daqui, cara. Fica longe da minha mina.  — Diz em um tom grosso olhando para Justin dos pés a cabeça. Logo Justin sai com a cabeça baixa por eu ter ficado com Alex e não ter ido com ele, isso me fez arrepender no mesmo momento.

— Eu não quero ver nenhum de vocês humilhando Justin, entendeu? — Disse indo em direção a Bieber, porém me viro e falo a Alex — Ah Alex, não temos nada, você é apenas meu sexo fixo, você é o Jacob. Não se esqueça disso, e não me chame de "amorzinho".  — faço careta indo até Jay.

Encontro Jus em um canto do ginásio, chego mais perto e posso ver seus olhos marejados.

Que merda eu fiz? Merda! Eu sou um monstro e destruí o coração de uma bonequinha. Não pera! Bonequinha?

Me sento ao seu lado e começo a acariciar seu rosto angelical, ele era tão lindo. Parecia mesmo uma boneca, de porcelana ainda.

— Você se arrependeu do beijo mesmo? — Fiz a mesma pergunta, com medo da resposta.

— Não. — Ele diz e suas bochechas coram.

Chego mais perto de Justin, já sentindo seu hálito, sorrio e começo um beijo calmo, para que eu pudesse aproveitar cada minuto. Sua língua era quente, fazia meu corpo estremecer.

O que é bom, dura pouco, logo Justin nos afastou e eu o encarei confusa.

— Kylie, isso é errado, você não está com o Alex? Não deve beijar os outros assim.

— Jay, eu não estou com o Alex okay? Eu estou solteira, você pode fazer o que quiser comigo. — disse com um sorriso bobo nos lábios.

— Safada! — Sinto ele me  dar um tapa.

— Sou mesmo, amor. — Me aproximei dando um selinho em seus lábios.

— Não pode ficar me beijando assim... — Ele disse olhando para o pessoal oque olhavam em nossa direção.

— Isso não foi um beijo, Justin! Porém, se quiser refrescar sua memória posso te lembrar como é um beijo... — Falei me aproximando dele.

— Não, não. — Jay se afastou.

— Por?

— Temos que ser só amigos! E amigos não se beijam. — Ele falou.

— Então podemos trocar alguns selinhos. Afinal isso não é um beijo, correto? — Mordi os meus lábios me segurando para não atacar os de Justin .

— Não Kylie. — Ele disse e se levantou saindo de perto de mim.

Point Of View Justin Drew Bieber

Após me afastar de Kylie caminhei em direção a sala pois havia acabado de tocar sino que encerraria o intervalo.

Entre meus pensamentos lembrei-me da menina que cujo mandava fotos para mim. Porque uma garota muito "bonita" mandaria fotos nuas para alguém como "eu"?

Antes que o Liam, o professor de Física entrasse peguei meu celular e mandei uma mensagem para a menina sem fotos e nem sequer nome. Na verdade, nome ela tem, só que não fala. Óbvio né?!

" Olá garota misteriosa, posso te fazer uma pergunta? E por favor, não responda por fotos. "

Nem havia dado tempo para que guardasse o celular e já tinha sua resposta.

Porém, ela não havia me obedecido. Como resposta ela enviou uma foto onde estava apertava seus seios o deixando maior e um tanto mais saboroso? _Que tipo de pensamentos são esses Justin! Voltando...  Junto a foto ela havia dito:

"Sim meu amor, pode ser até duas. Quantas você quiser! "  

Mordi os meus lábios vendo a foto dela novamente e comecei a cantar mentalmente.

Eu escolho Deus, eu escolho ser amigo de Deus, eu escolho cristo todo dia...Nanananana...

E logo após meus pensamentos maliciosos e perversos voltei com uma consciência e minha pureza respondendo-a.

" Por que insiste em ficar mandando fotos nuas?"

E logo após enviar guardei meu celular em meu bolso pois o professor havia entrado começando a mísera e maldita aula.

Tem matéria pior? Física e o capeta. Seria melhor se pelo menos tivesse uma professora gostosona explicando o conteúdo toda nua se dedicando a mim.

Merda! Eu preciso ir pra igreja. Não estou me  reconhecendo, eu não sou assim. Maldita menina gostosa que me manda mensagem, maldita Kylie por beijar tão bem. Malditas!

A aula percorreu assim, eu e meu pensamentos, juro que não prestei atenção nenhuma não duvido nada que tirarei um ZERO bem redondo.

Peguei meu celular quando o professor permitiu para que possamos usar a calculadora e assim, recebi a mensagem da garota.

Merda! Logo agora que todos estão com celular? Como saberei quem é ela?

E a mensagem dizia:

" Por que eu te amo "

Oi?


Notas Finais


Oi oi, tudo bem? Então, sou a nova co- autora!!!

Vocês podem me chamar de Sami, amo escrever e tenho mais três fanfics, vi que a Thati postou sobre precisar de uma co-autora e pensei, why not? Acompanho a fanfic desde o primeiro capítulo e seria muito bom poder ajudar. Aqui estou eu e espero que vocês gostem dos capítulos que estão por vir. Beijos e comentem o que acharam do capítulo. 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...