História Mama, I'm love with a criminal - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Criminal, Hosoek, Hot, Jhope, Jimin, Jin, Joenjungkook?, Jungkook, Namjoon, Rapmonster, Seokjin, Suga, Tae, Taehyung, Yoongi
Visualizações 22
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Não estou sozinha agora


Fanfic / Fanfiction Mama, I'm love with a criminal - Capítulo 14 - Não estou sozinha agora

S/N: DE NOVO?, PORQUE DE NOVO?, SE FOSSE PARA MIM VER VOCÊ, VOCÊ AINDA ESTARIA AQUI, EU TAMBEM TE AMO OMMA - vejo minha mãe me chamando, eu estava revivendo uma sena que quando era pequena, eu sei que é um sonho, mas não consigo sair dele, omma falava comigo, mais parecia não me escutar, parecia que eu estava em uma bolha revivendo as memorias que eu tinha com ela. Acordo com o coração acelerado, tento buscar ar respirando fundo e vejo Jungkook em minha frente de joelhos com os seus olhos de preocupação voltados a mim

Kookie: você ... estava... quer dizer.... -Ele tenta buscar palavras para descrever o que tinha acabo de ver

S/N: eu fiz de novo né? - fico totalmente envergonhada

Kookie: você está bem? eu devia ter feito algo? -segura meu rosto com as duas mãos diz com um tom de preocupação em sua voz rouca ainda de sono

S/N: que horas são? -falo coçando os olhos tentando enxergar melhor

Kookie: são 5 da manhã - fala olhando no relógio da cozinha - você vai me contar o que estava acontecendo nesse sonho ou pesadelo, não sei direito - coça sua nuca como sinal de confusão

S/N: eu queria muito saber explicar, mais parece ser complicado –me encolho em um canto do sofá por conta do frio e seguro meus pés para ajudar a esquentar

Kookie: quadar para você vai ser pior, talvez seja experiência própria -senta do meu lado e enquanto eu ainda estava encolhida

S/N: promete que não vai contar, tenho medo do que pode acontecer – vejo jungkook se levantando e indo para meu quarto

Kookie: pode confiar em mim, é sério eu tenho mais segredos do que pode imaginar – volta com uma coberta

S/N: obrigada – jungkook coloca a coberta nas minhas costas, eu levanto vou até a geladeira – eu vou contar para você - pego uma garrafa de cerveja que estava lá antes mesmo que eu comprasse o apartamento, coloco na mesa, eu tinha apenas 16 anos, bom não é o que diz na minha nova identidade, mais sou acostumada com bebidas, depois que minha omma ficou doente, eu bebia as bebidas da geladeira e as vezes o álcool ajudava a esquecer. Dou duas batidas do banco do meu lado para que jungkook sente, ele senta do meu lado e se cobre com a coberta que estava nas minhas costas

Kookie: você bebê? Quer dizer você faz o que quiser -serve a bebida nos nossos copos

eu conto passo a passo do motivo dos meus sonhos, ele escutava atenciosamente cada palavra dita

S/N: ......resumidamente é isso – termino a minha história com lagrimas nos olhos e com alívios em meus ombros, bebo o último gole da bebida em meu copo - durante toda essa explicação as minha lagrimas escorriam

Kookie: posso fazer uma pergunta? -assisto que sim com a cabeça- seu appa, onde está nessa história?

S/N: minha omma era um amor de pessoa mas se encostassem na filha dela seu demônio interior aparecia, eu tinha apenas 7 anos ainda tenho marcos na memória, eu estava dormindo, meu appa se aproximou de mim eu só vi seu rosto perto do meu, quando abri os olhos, antes que ele pudesse me tocar, escuto um barulho auto, meu appa cai do lado da minha cama e vejo minha omma na porta com o rímel borrado e uma arma na mão e logo depois ela vindo me abraçar, depois de um tempo omma me explicou aquele dia, meu appa batia nela porem nesse dia ela sabia que a briga deles não iria parar ali, eu iria ser a próxima vítima das agressões dele -olho para frente e vejo minha sombra ao lado de kookie com uma pequena diferença de altura, me viro para atrás e na janela da sala já batia o nascer do sol, já eram 6 da manhã, olho para jungkook e o mesmo sela um beijo em meus lábios sem ele dizer nada, somente com aquele beijo eu me senti compreendida, durante tudo isso as lagrimas escorriam no meu rosto, veio a maldita falta de ar que fez nossos lábios se separar ele enxuga a última lagrima que ainda escorria

S/N: queria voltar a dormir, mais quero saber seus segredos também - meu sorriso de lado aparece e fungo meu nariz

Kookie: precisa de mais bebida para tirar isso de mim – levanta e vai para meu quarto e escora na porta

S/N: eu ainda vou tirar seus segredos ´menino mistério` - modifico minha voz dando ênfase no apelido, passo por baixo de seu braço que impedia a minha passagem para o quarto, deito na cama sabendo que agora não estou mais sozinha, esse sentimento fazia falta, jungkook fica me encarando com os braços cruzados e sua cabeça escorada da porta

Kookie: você é tão diferente, como age, como fala, como demonstra ser durona, e como demostra que gosta de mim – deita do meu lado com os braços atrás da cabeça e fita o teto junto a mim

Eu não respondo a frase que me faz arrepiar, o quarto esta silencioso após a frase, eu me viro para jungkook e me sinto à vontade para colocar minha perna e meu braço em cima do mesmo, minha perna comprida fazia com que kookie se sentisse abraçando como um travesseiro gigante, fecho meus olhos o sono está voltando por conta de uma noite mal dormida

Kookie: agora não está carregando esse segredo sozinha, somos nós dois agora – enrola seu braço em minha cintura puxando para mais perto


Notas Finais


Me perdoe se tiver erros ortográficos


Desculpa pelas demoras, mas é a vida eu tô tentando fazer de tudo para postar o mais rápido possível U.U

(vou tentar postar mais um capítulo até domingo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...