História Mamãe aos 15 - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Sasusaku
Exibições 290
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei pessoal
Me desculpem pela demora
Estou com uns problemas pessoais, e isso está me atrapalhando bastante.

Capítulo 5 - Pai?


Fanfic / Fanfiction Mamãe aos 15 - Capítulo 5 - Pai?

Cheguei na escola e me dirigi diretamente para o refeitório, todos já estavam na nossa mesa como sempre, menos o Sasuke ele ainda não tinha chegado. 

-Oi testuda meu amor. - Ino me cumprimentou enquanto o resto do grupo ficou fazendo o de sempre, Naruto estava tentando fazer a Hinata conversar com o restante do grupo, Tenten estava discutindo com o Neji como sempre, Shikamaru dormindo e Temari mechendo no celular, Ino aos beijos com o Gaara, e eu tomando o meu café da manhã. 

-Sakura você vai com a gente neh?! -  Tenten me perguntou. 

-Pra onde? - 

-Compras néh testuda! - Ino me respondeu como se fosse o óbvio. - Até os meninos vão, você não pode faltar.

-Não vai dar Ino, tenho que levar a Ayka no pediatra.- 

-Ela tá doente? -  Sasuke me interrompeu se sentando do meu lado. 

-Não, é só uma consulta rotineira. - respondi enquanto Karin se sentava do lado de Hinata me encarando seriamente. 

-Teme seu retardado, onde você se enfiou? -  Naruto gritou com o Sasuke que o olhou feio devido a gritaria do loiro. 

-Itachi, na casa do Itachi. - 

-Karin você vai com agente? - Tenten perguntou pra ruiva. 

-Sim, eu e meu Sasukinho. - A ruiva respondeu ganhado um olhar de indiferença do moreno. 

-Vocês dois são um casal estranho. - Temari comentou olhando para os dois, e isso de certa forma doeu em mim saber que eles eram um casal,isso doeu. 

As aulas passaram rapidamente, e isso foi um alívio pois a minha cabeça estava cheia, eu não conseguia esquecer o que a Temari havia falado,"casal" isso foi um choque. 

Cheguei em casa e Ayka estava dormindo, tomei o meu banho e esperei ela acordar, já estava quase no horário da consulta quando ela acordou, arrumei a minha princesa e peguei a minha bolsa e desci pro estacionamento do meu apartamento, e liguei pro meu pai, e ele não me atendeu, Droga! Eu não poderia ir sozinha. 

-Sakura vamos?! -  Sasuke apareceu do meu lado balançando a chave da sua Ferrari,eu o olhei sem entender nada. 

-Pra onde? Eu não vou fazer compras...-

-Eu sei, vamos levar a Ayka ao pediatra. - Ele me respondeu pegando a bolsa do meu braço e bagunçando o cabelo da Ayka que sorriu com o seu gesto. 

-Sasuke eu não quero te incomodar. - 

-Você nunca me incomoda, não quero ir à lugar algum com a Karin, por isso quero ir  com você, por favor não me impeça,até porque eu só quero ajudar. -  

-Tudo bem. - Eu respondi sorrindo enquanto ele abria a porta do carro. - Mas Sasuke... A Ayka não pode ir sem a cadeirinha.- Eu falei entrando na Ferrari. 

-Sem problemas, me passa a chave do seu carro. - Eu entreguei as chaves e ele buscou a cadeirinha e colocou ela no carro dele, pegou a Ayka e a sentou na cadeirinha. 

-Agora vamos. - Ele falou sorrindo pra mim,eu fiquei um pouco confusa pois eu nunca esperava isso dele. 

Informei o endereço pro Sasuke e rapidamente chegamos, Sasuke entrou com Ayka no colo enquanto eu conversei com a recepcionista do hospital, entramos no hospital e ficamos esperando a pediatra chegar. 

-Sasuke pode me entregar ela. - Eu falei enquanto ele se sentava com a Ayka no colo. 

-Não, pra que a doutora ainda não chegou. -  Ele me respondeu sorrindo. 

-Senhorita Sakura a doutora acabou de chegar. - A recepcionista me informou. 

-Agora você pode me entregar ela. - Eu falei pro Sasuke e ele me entregou a Ayka que recusou um pouco a vim para os meus braços. 

-Senhorita o pai da criança também pode entrar. - a recepcionista falou me deixando nervosa.  

-pai? Não ele não é o pai, ele é só um amigo. - Falei rapidamente tomando Ayka dos braços de Sasuke pra tentar disfarçar o meu nervosismo. 

-Me desculpe senhorita, é que ela é tão parecida com ele que eu pensei que... -  

-Não?! Ele é só um amigo. - falei enquanto Sasuke ria do nervosismo da recepcionista, sai rapidamente e entrei na sala de consulta onde a doutora Shizune me aguardava, Shizune sabia de toda a história, ela era muito amiga da minha tia Tsunade. 

-Quase em? Até quando você pretende esconder isso. - Shizune me perguntou quando eu fechei a porta da sala. 

-Até sempre, ele nunca vai saber. - 

-Sakura você não vai conseguir esconder isso pra sempre, e você nem pode fazer isso. - Ela análisava Ayka enquanto falava. 

-Eu posso sim, ela é minha filha, ninguém vai tirá-la de mim, você sabe muito bem como os Uchihas são, eu não... - 

-Sakura ele é pai, merece saber, e as coisas mudaram, quando você estava na Europa aconteceu coisas que eu nem posso falar, pois comprometem a minha carreira, mais olha as pessoas mudam, Sasuke e sua família mudaram, um dia eles vão descobrir a verdade, cuidado,não vou tomar muito o seu tempo, está tudo bem com essa princesa, você pode ir.-

Sai da sala e Sasuke me aguardava na recepção, decidimos passar em uma sorveteria antes de voltamos pro apartamento, Sasuke segurava Ayka quando entramos na sorveteria e encontramos Ino e o restante do pessoal lá dentro, Karin me encarou com ódio enquanto eu encarava Sasuke que também estava surpreso. 

-Vocês não quiseram vir com a gente mas vieram sozinhos! - Naruto gritou indignado enquanto o restante do pessoal nos olhavam sem entender nada. 

-Como assim? Vocês dois... - Tenten argumentou desentendida. 

-Fui levar a Ayka no pediatra com a Sakura. - Sasuke falou como se não fosse nada. 

-Ela não é sua filha. - Karin gritou histérica. 

-Cala a boca, sem show Karin, ela é filha da Sakura, isso já é o suficiente. -  Sasuke falou virando as costas pro pessoal e me encarando. - Vamos embora por favor. - Ele me pediu e eu acenei que sim com a cabeça, no caminho de voltar pro apartamento nós não trocamos nenhuma palavra,ele parecia distante, quando chegamos no prédio ele se virou pra mim. 

-Sakura me desculpe por hoje eu... - 

-Sasuke tá tudo bem, não tem problema.-

-Eu sinto muito mesmo pela Karin, ela é muito.... Muito ela. - Ele se justificou passando as mãos no cabelo em um ato de nervosismo. 

-Tá tudo bem, eu vou subir. - 

-Tá bom então, depois eu levo a bolsa e a cadeirinha da Ayka. - 

Cheguei no meu apartamento e coloquei a Ayka pra brincar, e fiquei pensando no ocorrido de mais cedo, às coisas só estavam ficando complicadas. 

Eu nem imaginava o que estava por vir. 



Notas Finais


Comentem e me digam o que estão achando.
Deem uma passadinha na minha outra fic "Meu amor gótico" 😚😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...