História Man of a thousand face - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Incesto, Romance, Sexo, Violencia
Exibições 150
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que me acompanhe nessa nova Fanfic feita com muito amor e porque não uma boa putaria?

Capítulo 1 - O dia que a minha vida mudou


Fanfic / Fanfiction Man of a thousand face - Capítulo 1 - O dia que a minha vida mudou

Me chamo Hideki Kobayashi e no dia do meu aniversário de 18 anos aconteceu algo muito estranho comigo, acordei em um corpo completamente diferente do meu, aquilo me assustou muito, na aparência era uma garota de 20 anos com um corpo bem bonito, no fundo continuava o mesmo, mas por fora era totalmente diferente. Vim de uma família de duas irmãs uma de 16 anos e outra de 20 anos, nossos pais faleceram em um acidente de carro quando eramos pequenos e aquilo deixou a  gente bem unidos, por isso fui no quarto delas e disse o que estava acontecendo comigo, no primeiro momento elas se assustaram com o que viram, mas acabou entendendo a minha situação, toda vez que eu dormia eu acordava em um novo corpo, podendo ser um homem, mulher, idoso, criança, era só eu dormir que aquilo acontecia comigo, por isso pedi a elas para manter segredo de toda a população porque se não iria dar problemas para todo mundo e correndo o risco de até morrer ou ser cobaia do governo, aquilo acontecia 1 em 1 milhão em todo o mundo e o ultimo caso o governo descobriu e fez experimentos com a garota que está presa em uma ilha de segurança máxima, e não queria que aquilo acontecesse comigo e queria proteger aquele segredo de todos e confiava em minhas irmãs, sangue do meu sangue. No dia seguinte acordei no corpo de um jovem rapaz de 25 anos, pele clara, cabelos pretos, e corpo atletico, fui no quarto de minha irmã e disse que iria sair pra comprar comida, ela abriu um largo sorriso e me chamou para se deitar na cama dela que queria aproveitar aquele corpo bonito, fiquei um pouco envergonhado e fui me deitar ao lado de minha irmã mais velha que começou a passar a mão por todo meu corpo adentrando com a mão dentro da minha cueca pegando no meu membro punhetando-o lentamente enquanto me beijava no pescoço, senti meu membro ficando ereto e tirei a mão dela de meu membro e a beijei passando as mãos pelas curvas do corpo dela, levantei a camisola que ela estava usando a virando para ficar de bruços, passei a mão pela bunda dela e dei um tapa e um aperto, abri um sorriso no rosto e pedi pra ela ficar de quatro em cima de sua cama e assim ela fez balançando a bunda por um lado e pro outro, fiquei atrás do seu corpo e puxei a sua calcinha pro lado revelando a entrada da sua bunda e a sua intimidade bem liso, salivei e enfiei a minha cara no meio da bunda dela sentindo o cheiro doce de minha irmã, abri a boca e comecei a passar a língua pelo cuzinho dela e pelos pequenos e grandes lábios de sua bucetinha fazendo a minha irmã se contorcer de prazer pela cama chamando pelo nome do irmão, após cerca de 20 minutos brincando daquele jeito a minha irmã mais nova entra no quarto do nada olhando aquela cena, ela pensou que era o namorado de sua irmã e nem imaginava que era o seu irmão que estava ali cometendo um incesto, ela se desculpou e fechou a porta na mesma hora ficando com o rosto todo vermelho por ver aquela cena do rapaz lambendo a bunda de sua irmã mais velha, ela foi rapidamente para a cozinha onde tomou o café da manhã sozinha e foi para a escola pensando no que tinha visto, então o irmão continuou lambendo o cuzinho da irmã mais velha e se levantou tirando toda a roupa batendo com o membro duro e grosso no meio da bunda dela. 

— Lucy, eu quero te sentir bem gostoso. - Disse em voz baixa. 
— Eu também quero te sentir, irmãozinho. - Respondeu manhosa. 

Coloquei a cabeça do meu membro na entrada da intimidade da minha irmã e a penetrei lentamente sentindo a buceta dela se abrindo conforme meu pau entrava dentro do interior dela, assim que senti ele mais da metade começava a penetra-la fazendo movimentos pra frente e para trás com o corpo com as mãos em sua cintura apertando-a bem forte, chamava pelo nome da irmã socando bem gostoso sentindo todo o membro molhado pelo líquido natural de sua intimidade, após alguns minutos tirava o membro de dentro da intimidade dela e me deitava pedindo pra irmã mais velha cavalgar em cima do membro dele, e prontamente ela pegou na base do meu membro e sentou-se lentamente e começou a cavalgar com as mãos em cima do meu peitoral fazendo uma cara de safadinha apertando a intimidade dela em cima do meu membro tornando aquilo ainda mais prazeoroso para o irmãozinho, dizia que iria gozar e ela falava que poderia gozar dentro dela e que não tinha necessidade de se segurar, assim relaxei todo o meu corpo e senti uma enorme vontade de gozar, após alguns segundos começava a gozar dentro da intimidade da própria irmã soltando vários jatos de gozo dentro do útero da própria irmã preenchendo ela toda, após alguns segundos terminava de gozar relaxando todo o corpo abrindo um largo sorriso puxando a mais velha para um velho molhado e quente. 

— Lucy, você vai ter que dizer pra nossa irmã mais nova que o rapaz que ela viu hoje no seu quarto é o seu namorado, não deixe que ela saiba que eu sou o irmão dela então vai dar problema, confio em você. - Disse, preocupado com a situação. 
— Tudo bem, maninho... Não vou contar o nosso segredinho. - Piscou e alisou o rosto do irmão. 

Tirei ela de cima do meu corpo e voltei a colocar as minhas roupas e dizia que iria sair e que voltaria só no outro dia assim que mudasse de aparência e corpo para que sua irmã mais nova não desconfiasse de nada, então sai de casa com uma mochila e um roupa e fui para um hotel perto de nossa casa e fiquei por lá. 


Notas Finais


Espero que gostem. O comentário de vocês é muito importante pra mim. O que acharam do primeiro capítulo, hm? Deixa eu saber. >////< <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...