História Manicômio - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Block B, Monsta X
Personagens B-Bomb, Eunwoo, Hyung Won, I'M, Jaehyo, J-hope, Jimin, Jin, Jinjin, Joo Heon, Jungkook, Ki Hyun, Kyung, Min Hyuk, MJ, Moonbin, P.O., Personagens Originais, Rap Monster, Rocky, Sanha, Show Nu, Suga, Taeil, U-Kwon, V, Won Ho, Zico
Tags Astro, Block B, Bts, Monsta X, Sadomasoquismo, Suspense, Tortura
Visualizações 24
Palavras 2.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei? Voltei
I come back guys ♡
Demorei? Claro. Pensei em alguma coisa pra fic? Algumas sim na maioria do tempo
Espero que gostem e talvez (eu disse talvez) eu poste o outro em pouco tempo (só falta criar coragem pra matar meus bias ;-;)

Capítulo 11 - Lado mal da força


{Yoongi pov}

Após Zico me dar uma "missão" super importante - Tão importante que vale meu emprego, como disse ele - a missão era a seguinte, investigar aquele túneis fedidos e cheios de mofo, pois claramente os fugitivos passaram por ali.


Senti meu estômago embrulhar-se apenas de chegar perto daquelas coisas que claramente não eram limpadas desde que o manicômio fora construído.


Vesti minhas luvas que foram dadas pelo mesmo homem que me mandou até aqui e desci os túneis escorregadios até chegar numa descida 


Sério que eles se sujaram pra nada? Sabiam que eu ia os pegar, pra que fugir? A pena seria maior ainda


Enfim a encanação íngreme voltou a ser nivelada facilitando minha aproximação. Andei por umas horas até ouvir o barulho de vozes


- Estamos chegando JinJinnie? - perguntou aquele ruivo infantil no qual eu tinha uma rixa desde que ele veio - Meus pézinhos estão ficando cansados... Acho que o de todos


- Bom, já andamos por muito tempo, podemos descansar por umas horas, assim que amanhecer, voltamos, entendido? - ouvi suspiros aliviados de todos os presentes, os mesmos se acomodaram no chão encardido 


- Boa noite à todos - aquele lindo brinquedinho de Namjoon pronunciou-se


Esperei um tempo, pelas minhas contas mais ou menos uns quinze minutos para executar minha missão. Peguei algumas das granadas com gás sonífero e as arremessei no chão, cobri minha boca e nariz com um pano de tecido grosso


Observei o gás dissipar-se com o tempo, com certeza todos estavam adormecidos por conta do gás. Cacei meu celular no bolso da calça e liguei para Zico me ajudar com os corpos, o folgado apenas mandou o resto dos "funcionários" descer aqui para me ajudar a carregar os corpos até lá em cima, bom, é uma longa viagem, mas ainda sobraram mais do gás sonífero


- Você trouxe algum carrinho? Levar um por um vai demorar mais do que o previsto, e alguns podem acordar - perguntei a Rocky que puxava o corpo de um baixinho, não era meu anão de jardim favorito


- Sim, eu e Namjoon trouxemos, o que ele trouxe é menor mas ainda temos os outros funcionários pra tirar - ele disse colocando o preso bem baixinho em seu carrinho com mais outros, provavelmente da cela dois, eu já conhecia os outros, eram Jungkook e o tal Taeil


- Vou carregar um também... afinal não tenho nenhum carrinho, e ninguém é gordo aqui - Escolhi um com cabelos laranjas, ele estava deitado ao lado de Minhyuk, o retiro com cuidado, talvez até cuidado demais para o jeito que eu costumo cuidar desse bando de bunda mole - Esse aqui até me encoraja a começar a dar aquelas punições... 


- Leve rápido, depois venha me ajudar com o resto... - Rocky pediu colocando o último que sobrou da cela dois, já que eu matei Hyungwon, agora só sobrou quatro infelizes


- Se vira, Zico provavelmente vai pedir pra mim finalizar alguém... Talvez seja esse sortudo aqui


- Grosso - resmungou o menor 


- E grande - ri levando o pequeno em meus braços 


[...]


Esse pesinho morto até que pesava, demorei um pouco pra subir o túnel mas cheguei, estava o levando para minha sala quando ele acorda e me abraça


- Pra onde está me levando Yoongie? - senti um leve arrepio passar por meu corpo ao ouvir esse apelido 


- Não me chama por esse nome - esbravejei e comecei a andar mais rápido pra minha sala que talvez não teria sido pulverizada, nem cheguei a vê-la


- Porque? Sua mamãezinha te chamava assim? - imediatamente parei e o deixei no chão 


- pensando bem você tem pernas e está muito bem acordado, pode ir andando  - falei colocando a mão em meus bolsos e andando junto com ele pra minha sala 


- Espere... Você confia em mim? Sabe, pra mim não fugir?


- Se você fugir, será pior, talvez eu desista de te matar quando chegar lá 


- Então me conte, como começou a matar pessoas inocentes num manicômio horrível? - Meu peito doeu de uma forma ao ouvir tais palavras


- Não é de sua conta... 


- Calma, so queria conversar... Não quero morrer sem contar minha vida pra alguém, vai que essa pessoa escreve um livro meu. O incrível Taehyung, salva pessoas das garras do mal, colocarei seu nome também, mas será como vilão - estava cansado de ouvi-lo, suas palavras me machucavam porém sua voz era um tanto melódica,  era até boa de se ouvir...


- Eu não tenho culpa de ser isso que me tornei - falei para apenas ele ouvir


- Como assim? Porque virou isso então - parei e deixei Tae se aproximar de mim, por sua altura ser maior que a minha eu que tinha que olhar para cima, me sentia uma menininha fraca


- Precisava de dinheiro... era pra ser até eu me formar, mas Zico só deixaria eu sair daqui morto... 


- Porque não fugiu comigo? - Perguntou ingênuo me fazendo rir - Estou falando sério 


- Desculpa, não consigo levar seu cabelo a sério, parece uma cenoura - dei um riso, como uma criança, sem nenhuma maldade, ele me fazia lembrar-me de minha amada mãe 


- Devo pintar de novo? Ele era vermelho, mas faz tanto tempo que eu fiquei que ele se desbotou...


- Melhor irmos - falei sério ao ouvir a voz de Zico no corredor - se finja de desmaiado - o peguei no colo e ele fechou os olhos 


- Esta ajudando aqueles fracassados? - Perguntou tomando um gole de seu café recém comprado 


- Sim, fazer o que, será mais rápido assim 


- Boa sorte, até levar todos esses molengas pra cela - Tae soltou um grunhido ao ouvir a palavra "molengas"


- Melhor eu ir logo, preciso fazer um pequeno exame em alguns pra tirar sangue, o governo está suplicando por ajuda, sabe, as doações estão baixas, melhor eu fazer isso para não descobrirem 


- Eu recebi o email só agora... devem ter mandado para os médicos antes de mandar pro chefe... vai entender - Falou por fim se retirando e indo para sua nova sala 


- Agora vamos para minha sala mocinho - sorri de lado ao ver que a mesma se aproximava - já pode descer Taehyung


- Por favor me chame de TaeTae - disse cheirando minha blusa que continha o cheiro de meu perfume - Seu cheiro é tão bom... - Falou de forma manhosa enquanto passava o nariz por ali - E eu não quero descer, gostei do seu colinho, é bem melhor do que o do meu "dono"

- E quem seria seu dono?

- Hoseok hyung - disse sem dar ininteresse e se sentar em minha mesa 

Então era Hoseok? Eu bem que poderia dar uma vingança emocional para aquele bastardo, e já sei o que vou usar pra chatear o senhor esperança 

-O que foi? -ele perguntou me olhando - algo de errado?

- Não, nada

De repente Zico chega na sala me assustando, ele me entrega alguns papéis com uma ordem das pessoas que eu teria de matar, o primeiro da lista era Taehyung, eu não faria isso com o meu mais novo melhor amigo, fui até Zico e sussurrei algumas palavras em seu ouvido recebendo aprovação.

O mais velho saiu da sala me deixando a sós com Tae, voltei até ele e sorrio de lado 

- Vou te levar pra sua cela, sente saudades da cela um?

- Não

- Um dia vai sentir

- Duvido - ele riu e me abraçou - ssó vou se você me der um beijo...

Sorri de lado e selei nossos lábios, ele pareceu surpreso com isso. Pedi passagem com minha língua e ele cedeu, nossas línguas dançavam má boca de ambos, coloco a mão em sua nuca aprofundando o beijo e o menor posicionou suas mãos em meu peito e ombros 

Aceleramos o beijo, agora era um beijo afoito e cheio de malícia de ambas as partes, bem diferente do anterior que expressava carinho e ternura. Logo nos separamos deixando por acidente apenas um fio de saliva nos conectando, assim deixando o mais alto muito sexy

- Esse foi melhor do que qualquer um que Hoseok me deu... - confessou sorridente, ele me abraçou forte e puxou minha mão para seu peito no qual continha seu coração batendo fortemente dentro dali, coloquei sua mão em meu peito exibindo meu coração que um dia jurei que parára de bater 

- Hora de te levar pequeno - selei sua testa, eu ansiava por proteger Taehyung 

- Adeus então

- Na hora do almoço amanhã venha até minha sala, irei te dar algo bom pra comer - notei um sorriso abrir-se em sua cara

- Ok Yoongie... ah é esqueci que você não gosta desse nome, então do que posso te chamar Hm? 

- Pode usar esse nome... mas apenas você pode - ele sorriu abertamente e pulou em meus braços - agora pra cela 

[...]

- Agora venha pra minha sala Yoongi - Zico pediu depois de colocarmos todos os presos nas celas 

O segui até sua sala e o olhei quando chegamos, ele parecia preocupado, bem mais preocupado que o normal

- Depois da morte daquele idiota do Jihoo, precisamos de mais um trabalhando aqui, talvez um dos presos seja bem qualificado pra esse trabalho, eu prefiro os da cela dois, são os mais espertos daqui, mas você que sabe, o Kihyun da cela três teve tendo um ótimo índice mental e físico 

- Irei cuidar disso, e aquele negocio de matar o Taehyung... ainda posso matar a outra pessoa? 

- Claro, ele ajudou na fuga, hoje em dia os jovens estão mais espertos nas baladas e nas ruas, é mais difícil achar alguém como preso do que alguém pra trabalhar

- Irei providenciar as duas tarefas com êxito senhor 

- Volte depois que concluir alguma das duas 

Sai da sala e me dirigi a cela um, sabia quem eu queria para trabalhar aqui, acho que essa seria a tarefa mais importante da lista gigante de coisas que eu tinha pra fazer

Passei por um corredor no qual Moonbin estava monitorando um bando de gente que reformava as paredes chamuscadas por conta do incêndio da grande fuga, o cumprimentei e segui para meu objetivo

Finalmente cheguei na cela, abri a porta e Observei todos os presos, eles já tinham aacordado como o previsto e estavam demasiado bem

- Yoon SanHa, venha comigo - disse com a voz um pouco intimidadora 

- Adeus amigo - Minhyuk disse ao companheiro antes de partir 

O levei para minha sala, ele se mantinha apreensivo e fazia uma reza com medo do que aconteceria, assim que cheguei novamente na sala, o pedi pra sentar-se na cadeira que estava sempre na frente da mesa de carvalho escuro, peguei sua ficha e escrevi algumas coisas e a entreguei para o dono dela

- O que é isso? Atestado de óbito?

- Aish, porque sou só conhecido por matar hein? - perguntei à ele e o mesmo deu de ombros - isso é um currículo, todos têm isso, tem anotações suas, onde estudou, idade, nome e várias coisas, vá entregar para Zico para começar a trabalhar aqui

- O que? Porque está me ajudando ? - ele parecia confuso e olhava o papel lendo o que eu havia escrito 

- Zico precisava de mais um funcionário, aí escolhi você, assim pode ficar ao lado de seu namorado

- Que namorado?

- O anão de Jardim

- Jinwoo - me corrigiu

- Dá no mesmo - ri e peguei mais uma ficha - agora vá, é uma tarefa urgente, entregue isso à Zico e conseguirá seu trabalho, depois fique com seu anão... Jinwoo, ele te ensinará algumas coisas 

- Obrigado Yoongi - abriu os braços para me abraçar mas recuou

- Porque não me abraçou - perguntei com um bico 

- Não quero ter o mesmo destino que Hyungwon - eu ri

- Todos temos o mesmo destino, ninguém é imortal 

Ele se despediu e saiu da sala, agora a missão mais difícil, atrair a presa para poder mata-la

{SanHa Pov}

Segui para a sala de Zico como Yoongi havia mandado e entro na porta assim que ouço um "está aberta" vinda do único presente no momento

- Com Licença senhor... Yoongi me mandou te entregar isso - falei entregando a ele meu currículo refém feito 

- Perfeito, Yoongi já te deu alguma instrução no momento?

- Ele falou pra mim ficar com o Jinwoo e acomoanha-lo - respondi 

- Ótimo, faça isso, Aqui estão as chaves, e nada de soltar os amigos, viu o que aconteceu com P.O

- Certo senhor... Vou encontrar Jinwoo

- eu o mandei pra cela três, ele está tratando os presos, o ajude com o que precisar 

- Até mais Zico - retirei-me da sala um tanto carbonizada de Zico dando de cara com Moonbin

- O que faz aqui pirralho - perguntou sem paciência

- Estava recebendo ordens do meu novo chefe... - respondi olhando pra baixo

- Certo então, melhor não ficar por aqui, o cheiro da tinta é forte... precisamos reformar a sala do chefe agora, se nós der licença

- Claro, desculpa - disse por fim e corri em direção a cela três indo ao encontro de Jinwoo 

Agora eu fazia parte disso tudo? Eu seria preso também? Será que foi boa idéia ter aceitado isso?

Pelo menos estou mais próximo de JinJin...



Notas Finais


O que acharam da mudança de Yoongi?
SanHa ficou do lado negro da força
O plano não deu certo
E alguém irá morrer, será que é o JinJin? Será que é outro preso? Será que é alguém que Yoongi odeia?
Saberão disso no próximo capítulo que sairá daqui a quatro anos :v Brinks
Bjs de luz na bundinha de todos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...