História Mansão Teen pra Garotos Gays - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 593
Palavras 875
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Orange, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Mais um capítulo cheio de romance e sexo! Não deixem de comentar oque acharam! Bjs!

Capítulo 3 - Que se Dane o Par Perfeito


Fanfic / Fanfiction Mansão Teen pra Garotos Gays - Capítulo 3 - Que se Dane o Par Perfeito

   Andrew girou a maçaneta e entrou no quarto, já era umas cinco da madrugada e todos estavam na festa, ele bebeu um copo de água e quando virou - se pra cama se assustou, David estava ali o esperando completamente pelado. Andrew imediatamente ficou excitado e David com aquele olhar safado disse:

- Eu disse que não ia te esquecer gato, quando vejo um corpo sarado e cismo com ele nada me faz esquecer!
- Por favor David, saia! Eu preciso dormir um pouco! E além disso eu tô com vergonha!
- Vergonha de quê? Todo mundo aqui nessa mansão tá pelado hoje, porquê você teria vergonha?
- Olha cara, eu sei que você cismou comigo, só que eu só vou tranzar com a pessoa certa, ainda não tive a primeira vez com um homem!
- Pessoa certa? Hahahá! Já ouviu falar que o sexo com safadeza é mais gostoso? Pra quê a busca pelo amor perfeito logo cedo?
- É que hoje eu recebi uma declaração, do Mitchell, ele é tão lindo! E carinhoso...
- De fato, ele é carinhoso Andrew! Tão carinhoso que agora tá dando carinho pra um prostituto lá fora! Porquê você não aproveita que eu tô aqui? Você também tem o direito de se divertir não é?
- Sim... Não... Há sei lá! Eu tô mega confuso!
- Você não quer ter uma lembrança boa da sua primeira vez? Deixa eu te proporcionar isso!
- Eu não sei não David, eu sempre sonhei em viver uma história de amor perfeita, e não uma sátira cheia de sexo e sacanagem!
- Shhhhh! Cala a boca Andrew! Aprende a aproveitar as oportunidades meu querido...
(Enquanto falava isso David começou a acariciar seu peitoral e tanquinho)

Andrew não conseguiu resistir e pulou na cama já o beijando na boca, era uma verdadeira dança das línguas, um beijo bem quente e picante, Andrew começou a chupar o pescoço de David que chegava a fechar os olhos com o êxtase do prazer, daí David levantou e Andrew lambia levemente a cabeça do seu pênis e logo começou a chupar o pênis inteiro fazendo um movimento masturbatório com a cabeça, David gemia de tesão:

- Vai! Isso! Chupa meu pau, chupa! Isso gostoso! Viu que ia valer a pena ceder aos meus desejos? Vai, chupa gostoso, chupa...

Daí David deitou Andrew na cama e começou a chupar o pênis dele, a respiração de Andrew estava super acelerada e ele já estava quase gozando, quando David percebeu que ele já ia gozar parou de chupar e falou:

- Agora não princípe! Agora não é hora de ejacular, só mais tarde, agora vem! Mete em mim, mete!

David se deitou e levantou as pernas ficando na posição de frango assado, chamou Andrew e a apoiou suas pernas em cima dos ombros dele, e Andrew disse:

- Eu jamais imaginei que faria isso...
- Para! Vamos fazer isso com mais safadeza! Vai mete em mim!

Andrew penetrou seu pênis no ânus de David e começou a dar estocadas leves, até que David começou a gritar e gemer:

- Andrew! Eu quero safadeza! Só consegue fazer isso? Mete essa rola em mim com vontade!
- Então tá! Mais vou logo avisando que se você sentir dor eu não vou parar!
(Andrew começou a meter aceleradamente e enfiava tudo lá dentro, David começou a suar e respirar fundo, até que o pau de Andrew ficou mais duro ainda e ele começou a meter mais rápido)

- Vai Andrew! É disso que eu tô falando! Ai! Haar! Hummm... AHHHH, AI, UI! Come esse cú gostoso vai!
- Pediu mais forte né? Então toma! Vai safado geme!
- Ai, Aissss, vai beija minha boca! Não para não! Ai, ahhhh, AHHHHH!
(Andrew começou a respirar bem fundo e a gemer levemente)
- Eu tô gozando David!
- Isso amor! Goza dentro do meu cú! Agora vai, deita aí e deixa eu te deixar lerdo!
- Como assim?
- Vai deita!

Andrew deitou e David começou a chupar seu pênis de novo, enquanto Andrew já estava boquiaberto e suado, totalmente lerdo pelo êxtase do orgasmo, David chupava e engolia todo o gozo, Andrew sentia uma dor extremamente prazerosa em seu pênis, gozou três vezes enquanto David chupava.
      Daí Andrew com as pernas meio trêmulas levantou da cama e se beijou com David, os dois faziam carícias e conversavam:

- David, você tinha toda razão! Eu nunca me diverti tanto assim! Vai dormir aqui comigo?
- Não gato! Vou tomar um banho e voltar pra festa, que horas são essas?
- São 06:30, ficamos um bom tempo tranzando!
- É mesmo, acho bom você voltar pra festa senão vai ficar aqui sozinho, a festa só acaba hoje às 19:00!
- Vou seguir seu conselho, me diverti tanto aqui com você que tô afim de mais diversão!
- Tá! Agora vem! Me dá um beijo e um chupão bem demorado que preciso voltar pro meu quarto!

  Os dois se beijaram e Andrew agarrou David de jeito pela cintura e encravou as unhas neles, enquanto chupava seu pescoço e massageava, apertava e batia na sua bunda.
David saiu do quarto com muitas regiões do seu corpo vermelhas por causa da "brincadeira" que eles fizeram entre quatro paredes.

    Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...