História Manual de como arranjar um namorado para Min Yoongi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Namjin, Vkook, Yoonmin
Exibições 103
Palavras 2.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU AMO VOCÊS
DESCULPA
vou me explicar certinho lá em baixo <3
(HOJE TEM! (aquela carinha))

Capítulo 3 - Passo Três


Jamais o embebede (e nem se embebede, é uma péssima ideia)

A ideia de carregar Yoongi para a festa de Chanyeol parecia ser ótima na mente ocupada de Jimin.

Seria uma maneira de fazê-lo esquecer de Hoseok e de empurrar o mais velho para os braços torneados de Minseok.

Tudo seria perfeito, se não fosse pela queda de Jimin por bebidas. Sempre (sempre mesmo, não havia uma exceção) que Yoongi e Jimin saiam para alguma festa o mais novo voltava aos tropeços para casa, extremamente bêbado, e a tarefa de carregar um Jimin tombado até o elevador (ou subir mais de dez lances de escada com ele reclamando) ficava em cima de Yoongi. Mas não acabava por aí, até porque a ressaca não abandonava Jimin, jamais. Sempre que tal coisa acontecia, a manhã seguinte era um verdadeiro inferno para o mais novo. Havia dor de cabeça, ânsias de vômito e muitas reclamações vindas da parte dele, e quem tinha que ajudar era Yoongi, mas desta vez fora ao contrário.

Os dois chegaram na festa com quinze minutos de atraso, porque o táxi que haviam pedido tinha atrasado. Todos os conhecidos de Chanyeol estavam ali, cerca de quarenta pessoas. Jimin vasculhou a sala atrás de cabelos e olhos acastanhados pertencentes a Minseok, até encontrá-los na extrema esquerda do local.

Junto do mais velho estava JongDae. Os dois conversavam enquanto bebericavam alguma bebida colorida.

Os olhos de Jimin se arregalaram gradativamente, tentando não pensar que JongDae e Minseok poderiam estar tendo um relacionamento.

Até alguns dias atrás Minseok parecia ser um solteiro desimpedido, que só se importava com o salário que deveria ganhar em seu trabalho de meio período. Mas agora ele parecia tão imerso na conversa de JongDae, seus olhos não desgrudavam da boca do homem. Seria possível? A sorte de Jimin realmente não colaborava consigo.

Yoongi continuava ao seu lado, observando a multidão, provavelmente procurando algum conhecido. E realmente encontrou, mas numa situação nem tão agradável. Taehyung e Jungkook encontravam-se sentados no sofá preto no canto da sala, praticamente se comendo em público. Ir até eles não era exatamente uma opção.

Namjoon não viria à festa por motivos de: Jin havia chegado de viagem e os dois queriam aproveitar. Mas aproveitar em segundo sentido. Jimin riu internamente. Teve sua mão agarrada pelo mais velho ao seu lado e foi levado para o balcão onde as bebidas se encontravam.

-Tem certeza de que vai beber, hyung? - Jimin perguntou, um pouco inseguro das decisões de Yoongi.

-O que tem de mal nisso Jiminnie? Não sou eu que normalmente te carrego por quatorze andares? Acho que agora é sua vez de cuidar de mim.

(...)

Realmente, Yoongi era fraco para bebidas.

Lá estavam os dois. Yoongi bêbado, cambaleante e escandaloso como nunca e Jimin, sóbrio e (um pouco) impaciente. Era incrível.

No meio tempo em que Yoongi se embebedava, xingando qualquer coisa que não gostasse a cada gole, Jimin descobrira que JongDae e Minseok haviam arranjado um quarto e estavam lá a, pelo menos, quarenta minutos. Coisa que eliminou completamente a chance de um relacionamento entre Minseok e Yoongi. Este que agora estava pendurado em seu ombro esquerdo, balbuciando algo sobre suas meias estarem molhadas e a sensação ser desagradável.

Será que Jimin também ficava deste modo quando estava bêbado? Que Deus lhe perdoasse, mas Jimin tinha vontade de enfiar a cabeça de Yoongi dentro de uma das caixas de correio que existiam ali. Tomara a decisão de sair da festa e lavar Yoongi, que reclamava ainda mais, para casa, mas o mais velho o havia impedido de chamar um táxi, o que frustrara Jimin.

Os dois estavam andando cambaleantes pelas ruas de Seoul, atraindo muita atenção, principalmente quando Yoongi decidia ter uma crise de riso, ou uma de choro, ou quando ele começava a cantar uma música infantil. Jimin nunca havia passado tanta vergonha em sua vida. Os dois chegaram a levar bolsadas de uma senhora que acompanhava seu provável marido. Ela reclamava e batia em ambos enquanto Yoongi ria e soltava algumas palavras desconexas, que Jimin suspeitava ser palavrões.

Foram mais de vinte árduos minutos tentando lidar com um Yoongi risonho e mais dez para fazê-lo dar o primeiro passo na escada. Ainda haviam quatorze andares para subir.

(...)

Jimin queria morrer. E provavelmente iria, mas de cansaço. Ele e o mais velho já se encontravam no andar do apartamento dos dois, o que parecia amenizar a situação, mas ela sempre podia piorar e realmente, piorara.

Ambos estavam em silêncio e Jimin estava ocupado, buscando em seu bolso a chave de casa, sem muito sucesso, já que ela aprecia estar presa ao tecido de sua  calça, quando sentiu um beijo molhado em seu pescoço e duas mãos rodeando sua cintura. Mãos que pertenciam à Yoongi.

Jimin arrepiou-se. Não era comum que isso acontecesse. Na verdade nunca acontecera. Apressou-se e arrancou o molho de chaves de seu bolso, colocando o mesmo na fechadura rapidamente. Foi questão de segundos até que o mais velho lhe alcançasse e o envolvesse em mais um abraço, desta vez, o nariz do mesmo estava colado ao pescoço de Jimin. O hálito de álcool de Yoongi batia na nuca de Jimin e se espalhava até chegar em suas narinas.

-Ah, você está tão gostoso, Jiminnie - Yoongi soltou e moveu seu quadril contra a cintura de Jimin.

-O-o que está fazendo, Hyung? - Jimin sentiu mais uma pressão em sua cintura. As mãos do mais velho desceram para o bumbum do Park e a respiração do mesmo falhou um pouco. Era tão excitante.

-Vamos lá, eu sei que está gostando.

Jimin soltou um gemido baixo ao sentir seu baixo ventre repuxar. Não sabia se era de nervosismo ou porque uma ereção estava se formando. Ele foi puxado pelos ombros até ficar cara a cara com Yoongi. Viu o mais velho aproximar o rosto de si vagarosamente e depositar no canto de sua boca um beijo e depois fazer o mesmo no centro de seus lábios.

Ele sentiu a pressão da boca do mais velho contra a sua apenas quando a língua do mesmo pediu passagem e ele cedeu, mesmo que sem querer. A língua de Yoongi invadiu sua cavidade bucal, explorando cada pedaço dela e Jimin ainda não tinha reação alguma. Ele retribuiu o beijo apenas instantes depois, quando as mãos de Yoongi apertaram suas nádegas com força e o levantaram do chão, o que surpreendeu, e muito, Jimin. Yoongi era apenas um centímetro mais alto que ele e era, pelo menos, cinco quilos mais leve que Jimin, o que levava muitos a pensarem que o mais frágil dos dois era o mais velho. Agora Jimin via motivos óbvios para se considerar o mais frágil.

Jimin, que estava muito concentrado em mover sua boca contra a de Yoongi, não percebeu o que estava fazendo. Tinha quase certeza de que Yoongi e ele estavam assim pela bebedeira do mais velho e pelo fato de que ele ainda não havia esquecido o ex e tentava de toda forma achar uma válvula de escape da vida sem Hoseok.

-Yoongi - ele parou de falar quando levou um chupão de Yoongi em seu pescoço mas voltou a fazer tal ato quando se adequou com a presença da boca do mesmo ali. - Porque está fazendo isso?

Yoongi respirou fundo contra a pele de Jimin e mesmo com a língua enrolada, deu uma resposta:

-Por favor Jimin. E isso lá tem hora de acontecer?

Jimin suspirou pesadamente, tanto por ter levado mais um chupão quanto por frustração. Yoongi, procurando uma posição mais confortável, encostou as costas de Jimin contra uma das parede e começou o processo de distribuição de beijos lentos por toda a extensão de sua nuca e de sua clavícula parcialmente exposta.

Sem perguntar, Yoongi começou a levantar a barra da camisa de Jimin, atrapalhando-se um pouco no processo e tendo que colocar Jimin novamente no chão.

-Acho que vamos ter que ir para o quarto… - murmurou o mais novo, ajudando a retirar sua camiseta.

-É uma boa ideia. - mais uma vez Jimin sentiu suas nádegas serem pressionadas e ele foi puxado pela mão em direção do quarto.

Não houve tempo. Seu corpo foi empurrado na cama e o corpo do mais velho fez peso sobre si. Ele encaixou suas pernas no quadril de Jimin, ainda não soltando seu peso todo. Retirou a camiseta que usava e a atirou longe da cama. Instantes depois Yoongi já atacava novamente a boca de Jimin, com mais urgência. As mãos do mais novo se enroscaram nos cabelos de Yoongi, puxando-o para mais perto.

O beijo foi interrompido pelo mais velho, que começou a desabotoar a calça jeans que Jimin usava. Fora difícil já que a mesma era extremamente colada ao corpo. Os dois já se encontravam sem os sapatos, então neste quesito, as coisas se tornaram mais fáceis.

Yoongi terminou de retirar as calças de Jimin e começou uma massagem no membro do mesmo, o que causou no mais novo leves espasmos de prazer. Entretanto o ativo naquele apartamento não era só Yoongi. Jimin levantou-se com Yoongi ainda sentado em seu colo e inverteu as posições, ficando em cima do mais velho. Rebolou levemente no colo dele, sentindo a ereção em contato com sua boxer. Inclinou-se, mas deixou suas mãos no cós da calça de Yoongi, e começou a beijá-lo com calma, enquanto usava suas habilidades para abrir os botões e o reco das calças do mais velho e arrastar ela para as canelas do mesmo e então poder tirá-la completamente. Foram cerca de dois minutos tentando fazer tal ação que, com dificuldade, conseguiram concluir. Agora a única coisa que separava os dois era o pano de suas boxers.

As mãos de Jimin, habilidosas, começaram a trabalhar no membro de Yoongi, fazendo-o suspirar. Ele se colocou mais para trás, para que pudesse ver toda a extensão do corpo do mais velho e poder distribuir alguns beijos pelo abdômen do maior. Novamente Inclinou-se sobre o corpo dele e com os dentes puxou o cós da cueca de Yoongi, sentindo ele se retrair ao seu toque. Se não estivesse tão bêbado provavelmente já teria batido em Jimin por provocá-lo tanto. Mas nenhum dos dois estava perfeitamente sóbrio, então esse não era o principal problema é sim a consciência pesada que ambos teriam no dia seguinte. E foi por isso que quando foi virado novamente na cama, Jimin evitou os lábios de Yoongi, que pareceu frustrado. Sentando sob o colo de Jimin outra vez ele perguntou, um pouco enrolado:

-O que você tem?

-Hyung, você tem certeza de que quer isso? Quer dizer, você está bêba…

A voz de Yoongi o interrompeu.

-Que se foda se eu estou bêbado ou não, ‘tá bom? Por acaso você se arrependeu antes?

Jimin ficou quinto por um momento.

-Quer saber? Anda logo. Vamos logo com isso. - e então puxou o pescoço de Yoongi para que pudessem se aproximar mais e o beijou.

Yoongi não pediu permissão, mas após o que Jimin havia dito, entendera que tudo que estavam prestes a fazer já estava permitido pelo menor.

Retirou a boxer de Jimin e o membro do mesmo revelou-se, com uma ereção bastante evidente. Ele começou a masturber o Park, fazendo movimentos circulares por toda extensão do pênis do mesmo, caprichando ao chegar à glande. Foi possível ouvir o gemido abafado de Jimin. Ele havia coberto a boca com uma de suas mãos, esperando não fazer nenhum escândalo. Foi vagarosamente aproximando seu rosto do membro ereto do menor e passou sua língua por ele todo e depois o colocou em sua boca, sua língua traçou um pequeno caminho por ali antes de retirar o membro de Jimin de sua boca e trocar de posição com o mesmo.

Jimin era ainda mais ativo que Yoongi, adorava inovar em tudo o que fazia e o sexo não era diferente. Após retirar a boxer do corpo de Yoongi o masturbou, mas em nenhum momento fez um oral nele, fazendo com que o mais velho arqueasse as costas com força, mostrando o quão necessitado estava.

-J-Jiminnie, por f-favor… Não faça isso comigo-o.

Jimin riu. Yoongi já havia liberado o pré-gozo, mesmo que parecesse resistente. Jimin pediu para que Yoongi se virasse e ficasse de quatro, o que foi controverso, já que o orgulho de Yoongi quase não permitira tal ato.

Jimin se posicionou atrás do corpo de Yoongi, passando seu membro pelas nádegas do mais velho, apenas o provocando. Quando sentiu Yoongi fraquejar o penetrou e o mesmo gemeu seu nome diversas vezes.

Estocou uma, duas, três vezes antes de sair do interior de Jimin e o penetrar com dois dedos desta vez, fazendo os olhos de Yoongi revirarem. Quando retirou os dois dedos, os colocou na boca, chupando-os em um movimento obsceno que serviu de impulso para que Yoongi começasse a masturbar Jimin.

O menor foi derrubado na cama e suas pernas foram erguidas e colocadas no pescoço de Yoongi. Sem esperar uma confirmação, Yoongi o penetrou com força, estocando rapidamente. A cama não rangia e ambos agradeciam por isso, já que se houvesse algum barulho fora do comum o sindico provavelmente os colocaria para fora do prédio a chutes.

O ápice de Jimin demorou a vir, mas depois de ao menos dez minutos invertendo as posições ele foi o primeiro a chegar lá, entretanto ele também parecia querer ver Yoongi na mesma situação em que havia ficado, por isso, mesmo que por baixo, o masturbou até que Yoongi gozasse.

Os dois estavam atirados na cama, exaustos. A cabeça de Jimin estava apoiada no braço direito de Yoongi, que dormia. O mais novo refletia sobre o que haviam acabado de fazer, ou tentava refletir, já que o álcool que havia consumido ainda fazia efeito em sua cabeça.

Havia transado com Yoongi, seu melhor amigo e agora sentia uma pequena parcela de arrependimento. Aquilo poderia destruir a amizade sólida dos dois.

Naquele momento ele não quis anotar em suas notas, mas assim que acordasse na manhã seguinte já sabia o que digitaria: passo três. Um fracasso completo.


Notas Finais


OLA POVO DO MEU CORAÇÃO!
Eu dei que vcs querem me matar mas eu tenho explicações:
1 - eu tive problemas com a questão de salvar o capítulo nos documentos do meu celular, aquela praga não salva por nada.
2 - Bangtan lançou álbum, mv e músicas novas então imaginem meu sofrimento
3 - monsta X teve comeback e me socou no chão
4 - eu fiquei cheia de provas e trabalhos na escola, meus professores me amam
5 - EU TIVE UM BAITA BLOQUEIO PRA ESCREVER ESSE LEMON E QUASE QUE EU NÃO POSTO ELE POR MEDO DE TER SAÍDO CAGADO
6 - Eu perdi esse capítulo umas quantas vezes
7 - quando eu ia postar as coisas davam errado. Por exemplo essa semana o mundo caiu aqui em SC e eu queria postar MDCAUNPMY mas o que aconteceu? EU FIQUEI SEM ENERGIA POR UM DIA E VEM QUANDO EU IA ATUALIZAR
Não sei se acabaram meus motivos,,,
Desculpa mesmo povo, mas espero que vcs tenham gostado!
Desculpa por algum erro bolo aí em cima

Essa nota ficou quase maior que o cap mas tudo bem né?

dois bjs,,, ~artiw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...