História Manual de como Fuder a vida de Jeon JungKook - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~pandachimchim

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, V-hope
Visualizações 50
Palavras 9.530
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTAMOOOOOOOOOOOOOOOOS

Capítulo 13 - Invasores 1



Eai meu povo!

Então, roubei o diário do Jimin. Eu sei que deve ser muito estranho ver outras pessoas escrevendo aqui, sim eu não estou sozinha. Bom estamos aqui para escrever um pouco sobre nossas histórias, através de NOSSOS pensamentos, NOSSOS sentimentos e NOSSOS pontos de vista incluindo NOSSAS opiniões. Ou seja, nada de Jimin, nada de pensamentos do Jimin, então é apenas a gente.

Jimin te amamos, não nos mate por termos achado seu diário e contar sobre os fatos através da nossa perspectiva. Vocês irão descobrir quem está comigo com o andamento da história, ou seja, a cada nova história, nossas pessoas.
Esperamos que vocês se divirtam, deixarei  nome dos primeiros que vão escrever...

Ass: Alice e Yoongi

Bom, meu nome é Alice, tenho 19 anos e sou brasileira como todos já sabem, mas eu quero ter um pouco de atenção também. Tenho cabelo curto cor castanho claro e olhos castanhos com verde. Dos três, eu sou a irmã mais velha. Tenho certeza que algumas pessoas estão achando minha história muito confusa, e por isso eu e o Yoongi viemos aqui explicar, não me odeiem por conta do Jackson, até porque o mesmo não quis escrever.

Vamos começar.

Dia 20 de Janeiro, maldita data colocada no calendário, podiam pular do 19 pro 21, assim eu não teria conhecido a pessoa que virou meu mundo de cabeça para baixo, e o nome dessa desgraça é Min Yoongi. Hoje foi o dia que minha vida e meu ano mudou, e tudo isso com a chegada de Jimin.

11:30

Aqui estou no aeroporto com Tae e Dani, confesso que estamos bem animados, porém com sono, se passaram 4 anos que vi meu bolinho pela última vez, e pelas fotos que ele mandava para o grupo, o mesmo mudou muito. O que dizer sobre o mesmo? Meu terceiro irmão por quem tenho todo carinho e afeto. Porém o mesmo estava demorando demais e nós três já estávamos criando raízes no aeroporto, além do mais Tae estava muito irritante por conta da demora.

- Ele está demorando muito Noona – Ele me diz me olhando enquanto Danielle comprava café – Sinto falta dele...

- Tae meu amor ele já vai chegar – digo impaciente – algum imprevisto deve ter acontecido

- Mas Alice, estamos aqui a 3 horas e nada dele chegar – Ele se jogou no chão – saudades do hyung 

- Você olhou direito o horário da chegada? – Pergunto preocupada depois de ouvir quantas horas estou ali – me dá esse papel
O mesmo estende o papel fazendo eu pegá-lo ao olhar o mesmo quis matar Tae, o meso estava tão afobado pra sair que esqueceu o voo apenas chega as 12:50 confundindo com 10:50. Toda minha raiva e concentrou na minha mão e quase dou um murro de jogar ele pro Brasil, mas antes disso acontecer, a Dani chegou. 

- Dani meu amor - digo com um sorriso forçado - nosso querido irmão estava tão afobado que leu as horas ERRADAS de quando o Jimin volta!

- TAEEE EU VOU TE MATAR! - A mesma gritou jogando uma garrafa nele - QUAL É O SEU PROBLEMA?!

- Desculpem me Noona, é a saudade - ele diz deixando uma lágrima escorrer-me desculpem

É impossível ficar chateada com ele, quando vimos a lágrima FALSA do mesmo apenas o abraçamos e com meu polegar direito sequei sua lágrima, amor de irmão é uma coisa muito linda. Quando nos afastamos um do outro eu continuo com minha mão em seu ombro o colando em meu corpo, eu sou a Irmã mais velha dos três, eu tenho obrigação de ajudá-los em tudo.

Esperando mais um pouco até que vimos Tae abrir um grande sorriso para um garoto de cabelos laranjas, meio baixinho, malhado e incrivelmente bonito. Eu e Danielle nos entreolhamos pois pelo que lembrávamos Jimin não era assim, passava longe de ser assim, ele mudou muito nos 4 anos morando em Seul.

- HYUNG! AQUI!!! - Tae gritou começando a pular

O garoto observou nos três, largou as malas no chão e veio correndo em nossa direção, podia observar tanto nos olhos de Taehyung quando nos de Jimin, que ambos choravam, e eu não pude não chorar também, saudade dele estava grande.

- NOONAS! - Jimin gritou nos abraçando - Eu estava com muitas saudades de vocês 

Quem vê até pensa que é meigo.

- Puta que pariu Jimin, cala a boca e me abraça - Danielle se meteu no meio abraçando o alaranjado 

Confesso que ver ele tão diferente me causou um estranhamento no começo, mas depois de um tempo pude perceber que apenas o seu exterior mudou, porém, seu interior continuava um bolinho. Sendo assim, recolhemos as malas de Jimin do chão e fomos para a minha casa colocar a fofoca em dia, Ainda mais pelo fato de que Jimin estaria de volta para a antiga escola.

- Então, o que faremos hoje? - Jimin pergunta com um sorriso inocente 

Eu, Taehyung, e Danielle nos entreolharmos e demos um sorriso malicioso para Jimin ao mesmo tempo, ele mal sabe o que aguarde ele está noite, está será o melhor dia para ele até o fim dos tempos, vai ser foda.

- Uma surpresa - Tae diz ainda com o sorriso malicioso 

23:30

- Onde estamos? - Jimin perguntou quando eu e Danielle saímos do táxi - e porque estão vestidas assim?! É porque o Tae está usando uma bandana?!?!?! 

Era um fato que eu e minha irmã estávamos muito diferentes do que ele já viu, todo ano eu e Danielle vamos para o Brasil ver nossa mãe e acabamos comprando as coisas que lá estão na moda, acaba sendo um choque cultural quando as usamos, e causando um estranhamento para as pessoas principalmente por nossas feições, jeitos e culturas diferentes. Isso não inclui o Jimin e muito menos o Tae que já estão acostumados ao nosso modo de viver, menos com as roupas.

- O que tem as nossas roupas? - Danielle perguntou indignada - É a mais nova moda do Brasil!

- Tirando a parte que vocês estão quase peladas, nada - Jimin disse com um sorriso vitorioso - olha pra Alice, ela está usando um vestido tomara que caia preto, colado é curto, ainda por cima de salto e com esse colar combinando com os brincos, agora você com essa saia tubinho é esse top combinando com a cor do salto. Eu tenho que admitir que vocês estão lacrando mas peguem mais leve - ele disse passando seus braços em nossos pescoços 

- E eu?!?! - Tae pergunta fazendo bico

Tae é um ser muito ciumento socorro

- Você está lindo de bandana Tae - Jimin disse mostrando a língua para ele, fazendo o mesmo dar aquele sorriso MARAVILHOSO quadrado que só ele tem - Mas agora é sério, aonde a gente está?

Pobre Jimin, tão inocente

- Estamos indo a uma boate bobão - Danielle fala como se fosse óbvio - E como somos fodas, vamos para área VIP
Dizendo isso, nós encaminhamos direto para a fila, na verdade passamos lacrando por ela causando olhares de inveja e comentários rudes cheios de recalque. Quem pode, pode, não é? Então a gente pode, o resto senta e chora. Quando chegamos no começo da fila, Tae disse que nossos nomes estavam na lista e o segurança nos deixou passar sem nem se quer tirar os olhos de mim e da Danielle.

Roupa sexy para atrair segurança funciona.

Entramos pela porta e logo após que a mesma foi fechada, uma luz fosforescente verde iluminava o caminho, na verdade ela era o caminho. Essa era a boate mais desejada pelos adolescentes, porque não é qualquer boate que é de neon não é mesmo? Seguindo pelas luzes verdes, entrávamos em um salão onde se encontravam as tintas, tinham várias cores, separaras em fileiras para quem desejava pintar o rosto ou qualquer parte do corpo que seja, e foi o que fizemos.

No final estávamos tão lacrantes que nem meu próprio ego imaginava ficar tão linda. Eu optei por fazer um infinito em volta de meus olhos, a curva da direita era da cor roxa e a da esquerda era da cor laranja, minhas mãos agora com desenhos feitos a pincel da cor verde e azul estavam brilhando chamando a atenção das pessoas na sala, eu estava tão linda que me pegaria. E é claro que eu tirei vários snaps. No final quando todos terminaram de se pintar, nós fomos para perto da uma cortina de veludo vinho por onde vinha o som do batidão, funk brasileiro, só podia ser, a música alta recitava nosso famoso poeta MC Fioti " VAI COM O BUMBUM TAM TAM VEM COM O BUMBUM TAM TAM ", a segurança que estava na porta colocou as pulseiras douradas VIP'S em nossos pulsos e abriu a cortina. A festa era uma explosão de cores, o som estava alto, as pessoas dançando, aquela vibe me afetou de tal modo que eu só queria saber de dançar, e assim fiz, peguei Danielle pela mão, a mesma pegou Tae que pegou Jimin, formando uma corrente que se direcionava para o meio da pista. Eu estava tão solta, estava me sentindo tão livre, nunca tinha me sentido tão bem na Coreia desde o dia que conheci meu irmão e descobri que moraria com ele, a falta de uma emoção tomou conta da minha vida, mas isso se quebrou a partir do momento que eu deixei me levar pela música e o batidão.
 
Até que senti alguém me cutucando

- O que vemos aqui? - O estranho disse - uma linda garota dançando 

- Nunca viu uma antes? - Disse me virando para o mesmo sem parar de dançar 

- Eu nunca vi uma tão bonita dançar - ele disse agora se aproximando - Por qual nome devo a chamar?

- Hmmm não acho que merece ouvir meu nome - digo sorrindo maliciosamente 

- Uma garota misteriosa é? - Ele disse arqueando as sobrancelhas - Sendo assim não irei te dizer o meu, tudo que precisa saber é de meu apelido, todos me chamam de I.M

- I.M né? - Digo colocando minhas mãos em seu pescoço - Então I.M tenho uma notícia para te dar

- Qual princesa - ele diz se aproximando de meu rosto 

Ah não, princesa não!

- I.M not interessada em você - digo piscando e me virando voltando para meu pequeno grupo 

Só escuto de longe um grito baixo que parece ter sido deste tal de "I.M" " merda ", foi o que eu escutei, e não pude deixar de rir, coitado. Depois desse incidente ninguém mais veio até mim, eu dançava como se eu nunca pudesse fazer isso novamente, até que resolvi levar a noite para outro nível.

- Gente eu vou ir no bar, alguém para ir comigo? - Grito em meio ao som alto

- Eu vou! - Danielle me responde gritando - fiquem aqui vocês dois!

- Está bom! - Jimin grita de volta, parece que Tae não prestou atenção, estava muito ocupado olhando um garoto que tinha achado bonito

Sendo assim, eu e Dani nos afastamos nos direcionando para o bar, o mesmo era todo colorido com as luzes neons azul e rosa, cada barman tinha uma máscara de um animal de neon pintada em seu rosto, os tornando bem interessantes. Os banquinhos verdes brilhavam quando as luzes da pista batiam neles, e as garrafas de bebida brilhavam de acordo com a luz que as iluminava de baixo, aquele lugar era incrível.

- O que as duas garotas vão querer? - O Barman de tigre perguntou - Vodka, Cerveja ou Champanhe?

- Quatro Shots de vodka por minha conta Luhan - um estranho apareceu com um amigo ao nosso lado 

Uau, só UAU! Eles eram lindos, o mais alto tinha cabelos pretos e olhos castanhos, usava uma blusa branca acompanhada de uma jaqueta de couro preta com duas rosas brancas bordadas e uma calça jeans rasgada, a pintura de seu rosto era uma faixa azul que ia de orelha a orelha e um pequeno risco verde no queixo, enquanto o mais baixo possuía cabelos cinza e olhos castanhos, usava uma blusa laranja e amarela com algumas palmeiras pretas desenhadas, e por baixo uma blusa de manga comprida branca, vestia uma calça cinza rasgada, pude notar que o mesmo usava brincos, o que o deixava extremamente atraente, sua pintura se resumia em uma chama amarela com laranja em cada mão, e riscos verdes e azuis em sua bochecha, o que deixava ele parecido com um soldado.

- É para já! - O tal de Luhan disse colocando os shots em nossa frente e logo depois foi atender outra pessoa 

- A quem devemos a honra de agradecer tal gesto? - Danielle disse brincando com o copo

- Meu nome é Wonho querida - ele disse sentando ao lado dela - Mas pode me agradecer do jeito que você bem quiser - ele disse chegando perto e pegando um dos shots 

- Arrumem um quarto - o acinzentado disse olhando com uma cara de nojo para os dois

- Min Yoongi, cala essa sua boca que eu estou ocupado - Disse Wonho nem olhando nos olhos do acinzentado 

Min Yoongi né? Bem interessante.

- Posso ver que você Yoongi não é uma pessoa de muitas atitudes - digo pegando o meu shot e logo depois o dele - Por causa disso perdeu o shot 

- Espera só para ver quem é a pessoa que não possui muitas atitudes - ele disse se sentando ao meu lado 

- Mal posso esperar - digo o fitando - Parece que Wonho é mais rápido que você - digo olhando para o lado - ele já está com a minha irmã na pista 

- Que o Wonho se foda depois dessa - assim que disse isso ele se levantou e me levou para a pista 

Vamos admitir, ele é um ÓTIMO dançarino, porém não leva muito jeito para o funk, o que é uma pena, ele é muito bom para ser desperdiçado. 

- Você está bem? - Ele pergunta com um tom preocupado 

- Está preocupado Yoongi? - Digo me aproximando do mesmo

- Claro, não quero que uma menina linda dessas não fique bem-dizendo isso ele se aproxima apenas nos deixando a menos de 5 centímetros de distância

Sinto nossos corpos colarem em perfeita sintonia, por um segundo pensei que era a garota perfeita para o mesmo, logo depois ele foi aproximando seu rosto do meu e em seguida me beijou como se fosse a última garota no mundo, o mesmo me pegou no colo me fazendo enrolar minhas pernas em sua cintura, nossas línguas brigavam por espaço, e estava cada vez mais eletrizante, comecei a mexer em seus cabelos o que o fazia gemer baixinho, dou um sorriso no meio do beijo o fazendo se separar ofegando, ele me dá mais um selinho e começamos a dançar novamente. 

Fato confirmado - Min Yoongi era mais uma sensação do que uma pessoa em si, ele me trazia uma vibe muito boa, e eu estava amando tudo aquilo. 

- De onde você é boneca? - Ele disse colocando as suas mãos na minha bunda, babaca - pude perceber que não é daqui assim que botei meus olhos em você 

- Nossa como você sabe?! É tão difícil saber que não sou daqui - digo irônica fazendo o mesmo revirar os olhos e sorrir ao mesmo tempo, QUE FOFO SOCORRO - Eu sou do Brasil gênio Yoongi

- Brasil é? - Ele arqueia as sobrancelhas apertando mais meu ass - interessante, dá para notar só olhando para sua beleza boneca.

Como alguém consegue ser tão escroto e amorzinho ao mesmo tempo?! Me identifiquei, amei, e crushei, será que ele está no tinder?

- Eu sei que sou maravilhosa - Digo sorridente 

Antes mesmo de falar qualquer outra coisa, sinto meu celular tremer e vejo que Jimin me ligava pela 5 vez.

- Espera um segundo okay? - Digo pegando meu celular e o mesmo apenas assente 

- Alô Jimin? - Digo no telefone - Se acalma por favor e explica devagar

Assim que ele deu uma pequena suspirada ele disse que Tae tinha caído bêbado no banheiro e que ele precisava de um banho urgente. Eu não podia deixar ele sozinho por 10 minutos para me divertir que ele já faz merda. Vou ter que deixar Yoongi hoje é ir cuidar do meu irmão, mas até que isso pode ser um ponto positivo.

- Vou ter que ir - Digo para o mesmo fitando o celular - meu irmão caiu bêbado no banheiro 

- Mas já? Você nem me disse seu nome... - ele diz com um semelhante triste - okay... onde posso te encontrar novamente? - Ele diz esperançoso 

- Se a vida quiser a gente se esbarra - dizendo isso o puxo para outro beijo rápido e logo depois saio correndo para não ter chance do mesmo me seguir 

Assim que encontro Danielle com Wonho a puxo sem deixar terminar de falar com o novo boy, causando uma certa reação de putisse vindo da mesma seguida de alguns tapas e gritos.

- ME SOLTAAAAAA - ela dizia enquanto me dava tapas fracos - ELE TAVA SALVANDO O NÚMERO DELE NO MEU CELULAR!

- Se não fosse tão importante, eu deixaria você com seu namoradinho - digo sem nem olhar para ela - o problema é o Tae

- O QUE ACONTECEU COM ELE?!?!? - Ele grita desesperada

- Caiu bêbado no banheiro - digo rindo 

- Porra Tae assim não dá para te defender - ela diz rindo 

Assim que chegamos na porta do banheiro sentimos o cheiro de bebida no ar, estava extremamente forte, a porta preta estava fechada e a única coisa que chamava a atenção era a indicação de que era o banheiro masculino, o boneco brilhava da cor verde, de resto mais nada que chegasse a atenção. Bato na porta e grito pelos meninos e nada de alguém me responder, então faço novamente e não obtenho resultado.

- Eu vou entrar - Digo a Danielle 

- Sério?! - Ela me olha torto - e se tiver alguém ali??

É verdade, se alguém estiver ali fodeu, eu não sabia o que fazer, não tinha nem como tentarmos nos disfarçar de homens, estava muito claro que éramos garotas. Porém alguns segundos depois escutamos um grito vindo do banheiro, eu não poderia mais esperar parada, e se fosse o meu irmão sofrendo lá dentro? Eu simplesmente não podia

- Com homem ou não, eu vou entrar lá sim! - Digo abrindo a porta e entrando no banheiro

Bom o que esperar de um banheiro masculino? Um lugar meio fedido, sujo e detonado? Então, esse banheiro masculino estava longe de ser assim. O banheiro possuía paredes roxas bem escuras, e duas bancadas de cada lado pretas, o longo espelho, que acompanhavam a pia estava completamente limpo. E por incrível que pareça, estava cheiroso o lugar. Andando para a direita, se encontrava a longa fileira de cabines, tudo em mais perfeito estado. Agora a parte ruim, o banheiro além de Jimin e Taehyung, tinham mais 5 garotos, mas fingi que não ligava mesmo com o cu na mão.

Onde eu posso apertar para morrer de vergonha?

- O que essa garota está fazendo aqui? - Um desconhecido falou levando um susto - Você está perdida?

Então né, eu não conseguia nem responder a criatura pelo simples fato de ele ser a segunda pessoa mais linda que eu vi o dia inteiro (claro que o primeiro é o Min Yoongi), ele tinha cabelos platinados, porem dava para enxergar suas sobrancelhas escuras com tons de marrom, seus olhos eram pretos e tinha feições de uma pessoa super doce.

- É.…é... Eu estou procurando meu irmão - digo fechando os olhos - Ele está bem bêbado e está com um amigo

- Não precisa fechar os olhos - o desconhecido ri - Eu vou te ajudar, eles estão lá atrás, tem uma área aberta lá, lá atrás, vem eu te levo lá 

Sendo assim o desconhecido me guiou pelo banheiro masculino, só que no meio do caminho escutamos os outros garotos falando novamente sobre alguma pessoa ter entrado no lugar errado, assim que me viro, minha Irmã estava em pé na porta do banheiro com um olhar extremamente envergonhado, enquanto um garoto de cabelos brancos falava com ela.

- Posso considerar que hoje é um dia que todos querem entrar aqui né - o desconhecido fala se virando - Perdeu alguma coisa garota? - Ele pergunta cruzando os braços 

- Ela está procurando o irmão e a Irmã Sign - O de cabelos brancos fala sorrindo - Acho que elas procuram a mesma pessoa, certo?
 

Sign né?

- Ela é minha Irmã - digo fitando Sign, como ele é alto porra - Ela estava me esperando lá fora

Depois de alguns segundos, Dani e o estranho vieram em nossa direção procurar pelo Jimin e Tae o que não foi muito difícil pois como meu irmão estava bêbado ele não tinha condições mentais de sair correndo, ou muito menos se esconder no lixo, além do mais Jimin (que é igual a nada quando se trata de Kim Taehyung bêbado) estava lá " observando "

- KIM TAEHYUNG - gritei com toda a força dos meus pulmões - VOCÊ ESTÁ TÃO MORTOOOOO!

Não sei o que aconteceu depois disso, mas quando reparei Sign estava uns mil passos longe de mim, acho que assustei a criatura, não pude deixar de rir dessa cena, quem nunca conheceu pessoas em um banheiro masculino né galera?

- Jimin porque você não levou ele para a gente - Danielle falou batendo o pé do lado do garoto que ninguém sabe o nome ainda 

- Noona eu não aguento ele no colo - Jimin disse com vergonha - Ele é mais alto e pesado sabia disso?

- Jimin você está tão morto para mim também - digo olhando com um olhar mortal para ele 

- Vocês querem ajuda? - O garoto estranho falou - Eu e o Sign podemos ajudar

Finalmente essa praga pronunciou alguma coisa.

- Podemos? - Sign olha para ele com uma cara surpresa

- Claro, esse lugar está muito chato já - ele diz dando de ombros - São 01:30 da manhã Sign

- Vocês vão ajudar ou não - digo agora olhando mortalmente para Sign, que eu acho que entendeu o recado

- Sim sim vamos, mas primeiro precisamos saber quem são vocês - Ele diz mostrando o sorriso mais bonito que eu já vi (depois do de Tae e depois do de Yoongi)

- Eu sou Alice - digo sorrindo - aquela é Danielle, o bêbado no chão é meu irmão Tae e o de cabelos laranjas é o Jimin 

Bom eu sou Sign e aquele é o Jun - ele diz - Estávamos com mais gente, porém acho que foram embora.

- Tá chega de conversa quero levar meu irmão para casa - Danielle corta o clima já me puxando para a porta do banheiro 

Assim que saímos demorou mais 2 minutos para aparecer um J-Jun e um Sign carregando meu irmão e Jimin logo atrás, tenho que dizer que entraria em um banheiro masculino novamente para conhecer pessoas tipo eles, não é qualquer um que está disposto a ajudar um garoto bêbado e três desconhecidos em uma boate sendo que, duas garotas haviam invadido o banheiro masculino. Um tempo depois Tae já estava no banco de trás dormindo em cima de mim, Danielle e Jimin. 

Pra quem está em dúvida, estamos no carro de Sign, vou descrever ele e o melhor amigo em algumas frases.

Sign - um universitário de 21 anos que está estudando para ser um arquiteto ( bem atraente ), como eu já havia dito, cabelos platinados, olhos pretos e feições de ser um garoto super doce e meigo.

J-Jun - Cabelos brancos, olhos pretos e feições de um bebê, o mesmo tem 21 anos e estuda para ser design, no entendo possui um segundo sonho de ser músico, ele contou que possui uma guitarra e escreve quando a imaginação bate, também disse que se virássemos amigos ele mostraria sua arte.

Melhores pessoas que você vai conhecer em um banheiro masculino.

Depois de muita conversa, e trocas de números finalmente chegamos em casa onde poderíamos jogar Tae em um banho frio, agradeci muito os garotos por terem feito esse favor para mim e para Danielle.

- Espero ver vocês mais vezes em banheiros masculinos - Sign riu 

- Com certeza - digo saindo do carro - foi ótimo conhecer vocês - falo fechando a porta do carro em seguida

Assim que conseguimos fazer Tae ficar de pé se apoiando em nós, ouço um carro acelerando e imagino ter sido o de Sign, e é claro, eu estava certa. Assim que entramos dentro de casa, eu acendo a luz da sala com minha mãe direita e com meu braço esquerdo continuo segurando Kim Taehyung ( e ele é pesado ), só faltava apenas um desafio para jogar Kim Taehyung na banheira.
Subir as escadas.

Depois de muito sacrifício e muita, muita.... mas muita paciência, finalmente conseguimos enfiar aquela desgraça na banheira com a ajuda de Jimin. Porém antes mesmo de sair fomos xingadas por um bêbado com sono. Mas nem liguei mesmo, apenas disse pro Jimin tentar lavar pelo menos o cabelo de Tae enquanto eu ia pra cama porque meus pés estavam me matando.

Tudo é tão belo quando você está de férias, você sai com os amigos, fica em casa, conhece gente nova. O que eu quero dizer é - eu sai sim com o Sign, as férias inteiras! Tenho que dizer que somos um tanto inseparáveis, ele virou meu melhor amigo em pouquíssimo tempo, e eu admito que eu amei isso.

Mas tudo que é bom dura pouco.

Primeiro dia de aula.

Bom o meu primeiro dia foi parecido com o que Jimin escreveu, tirando o fato de que eu não fui encontrar, como ele escreveu?! O "crush" Jimin se paga de esperto mas a única coisa que ele não sabe, é que em vez de ir com a Danielle encontrar o Wonho ( sim aquele cara da boate ) eu me atrasei para o primeiro tempo porque eu estava no banheiro. Isso mesmo, e tudo isso porque estava RETOCANDO a maquiagem! 

Tá, eu admito que fiquei presa em uma das cabines.

ENFIM

Depois de esperar rodando pelos corredores o primeiro tempo acabar, finalmente poderia ir para a sala da segunda aula, mas o que eh não poderia imaginar é que eu o encontraria novamente. Isso aí colegas, Min Yoongi em minha frente mexendo no armário.

Tá eu estou NO CHÃO, quando eu fico com alguém na boate eu espero nunca mais ver ela, nunca tive esse problema de esbarrar com o ficante, essa foi a primeira vez na qual eu me arrependo muito de ter chegado perto.

- Yoongi? - digo tímida perto dele - Nunca pensei que te encontraria...

- Você?!?! - ele diz surpreso - Uau eu que diga, queria ter te visto mais vezes - dizendo isso ele fecha o armário

- Como você tá? - digo fofa 

- eu tô bem e você? - ele diz chegando perto - Vamos cortar isso, você nem me disse seu nome ainda

Antes mesmo de responder escutamos algumas risadas vindo de trás dele, falando sério, me senti desconfortável.

- Hmmm então você deu uns pega na Alice lá na boate né Suga? - Hoseok diz se aproximando - Tá de Parabéns ela é linda 

- Caraca Suga superou em - JungKook falou dando um cascudo no mais baixo 

- Gostosa né? - ele disse todo orgulhoso - Acho que ela veio pra pedir o 2 round.

OI?! TUDO BOM CONTIGO FILHO?! Se ele ta achando que pode brincar e me zoar assim dessa forma pra se sentir bem pros amiguinhos, ele tá muito errado.

- Uau Yoongi eu não sabia que eu tinha vindo aqui pedir 2 round - digo desentendia - Pelo que eu me lembro você quase implorou para que nos encontrássemos novamente, e sabe eu fico muito feliz de ter dito que se a vida quisesse a gente se esbarrava, mas estou muito indignada da mesma ter me trazido um lixo como você comparado a essa menina MARAVILHOSA com quem você teve a chance de ficar, porque vamos ser francos, melhor do que eu você não consegue - disse revirando os olhos - JAMAIS me procure! boa dia pra você escroto.  
Me afastei apenas ouvindo as risadas dos amigos, espero que ele tenha aprendido que não se deve mexer com os sentimentos de ninguém, principalmente com os meus, ele vai ver só o que é pedir 2 round, e eu vou fazer de TUDO para ele se arrastar até mim, e dessa vez é uma promessa!

10:00

Bom hora do lanche né, assim que o sinal bateu, Danielle me arrastou para a sala dos garotos me fazendo esperar os mesmos, sabe a fome? Então ela tava tão grande que eu quase deixei ela sozinha, mas eu sou uma boa irmã. Depois de milênios os meninos saem da sala já falando sobre terem tirado foto do JungKook babando na mesa, confesso que deixei a fome de lado para rir dessa merda, sério quem nunca vai rir até quando tiram foto? Vai sair um belo meme. Assim que entramos no refeitório damos de cara com uma fila interminável.

Eu tinha esquecido como essa escola era grande.

Quando finalmente foi nossa vez, pegamos aquela comida de presídio e sentamos com um grupo de garotos que eu desconhecia a existência. Acabei me sentando ao lado de um garoto com cabelos pretos, ele tentava passar uma imagem de bad boy mas seu sorriso o entregava com uma criatura meiga, confesso que qualquer uma poderia se apaixonar por aquele sorriso, e não foi atoa que foi a melhor que coisa que eu vi nesse dia. O lanche foi passando e minha conversa era Entre Jackson ( o garoto de cabelos pretos com um sorriso lindo ) e Seokjin ( um garoto de cabelos loiros que estava com um casaco da Adidas rosa ) confesso que me diverti muito conversando com o Jin, mas minha conversa com Jackson rendeu mais risadas, juro que por mim eu poderia apenas o ter para conversar, e quando eu menos percebi já tinha passado meu número para ele.

A melhor coisa durante o lanche foi que a mesa de Yoongi nos encarava e eu o via com olhares furiosos, parece que alguém não gostou do que viu.

Assim que bateu o sinal, Jackson fez questão de me levar até minha sala, um amorzinho socorro. O mesmo antes de me deixar entrar na sala tentava me animar pois agora teria uma das aulas que mais odiava ( fica no " uma das ", pois existe muitas ), a aula de biologia.

- Olha pelo lado bom... - ele diz sorrindo mais desmancha desanimado o mesmo rapidamente - É... Não tem lado bom - ele diz apoiando sua mão na parede logo acima de minha cabeça, fazendo o seu rosto ficar apenas centímetros do meu

- Nossa muito obrigada - rio de leve - realmente ajudou muito - continuo rindo fazendo o mesmo abrir um sorriso

Estávamos conversando mas um pouco antes do professor chegar, até que do nada um ser possivelmente muito irritado sai da sala de aula e esbarra um pouco forte de mais em Jackson, que ficou um pouco incomodado.

- Para que a presa - Jackson pergunta tentando manter a calma 

- Eu tô atrasado... Foi mal - o menino ao qual reconheci a voz fala de um jeito forçado - e você também Jackson - o acinzentado diz olhando com desprezo para nós ( Meu filho cade o direito de você me olhar assim )

- Se você quiser pode fingir ser da minha turma... Aliás você tem cara de mais Velho - eu falo brincando ignorando a existência de um ser chamado Min Yoongi 

- Quem sabe a próxima - Jackson responde rindo - Mais tarde a gente se fala Alice... Boa sorte na aula - Ele diz dando um selar na minha testa

Assim que o mesmo faz isso vejo um Min Yoongi revirando os olhos irritado e chamando o " amigo " novamente baixinho. Jackson finalmente vira para trás puxando Yoongi pelo ombro, os dois voltando juntos para sala de aula, acenando pela última vez antes de virar o corredor. Sorrio por uma última vez e finalmente entro na sala de aula, me preparando para mais uma aula de biologia.

Então né gente, os dias foram passando e cada vez mais o Yoongi me forçava a falar com ele, eu já fiz de tudo, mas o mesmo não desiste, pra vocês terem noção, eu pedia pro Jackson não se afastar de mim, porque perto dele, o máximo que o acinzentado fazia eram gestos ou olhares mortais pro Jackson. ( será que eu estou imaginando coisas? Devo tá )

Falando do mesmo, a cada dia que passa, estamos mais próximos e até que gosto sabe? Ter alguém que se preocupe com você ou até que te leve pra sair sempre que pode, bem fofo, quem vê até pensa que é meu namorado.

Mas voltamos ao assunto, vou relatar alguns acontecimentos.

Semana Passada 

Eu estava na saída do colégio esperando a minha irmã com um café do Starbucks ( se não for pra ser Tumblr nem quero ), eu tava viajando no meu mundo até sentir alguém puxando meu braço, minha primeira reação foi:

Caralho vou ser sequestrada

Mas para minha sorte/azar, era só Min Yoongi me puxando para um banco a uns 2 metros da saída do colégio. Eu sou ridícula. Enfim, sentamos no banco e foi a primeira vez em algumas semanas que ficávamos próximos dele novamente. Tenho que admitir que queria fazer muito mais coisas com ele do que só ficar sentados em silêncio.
 

NÃO, NÃO, NÃO! Alice não se deixe levar

- O que você quer? – digo seca

- Eu queria falar com você – ele diz olhando para baixo

- Já conseguiu, posso ir embora? – Falo virando o rosto

Se controla garota! GIRL POWER!

- Não, fica aqui – ele fala pegando a minha mão – Porque você ta saindo com o Jackson? – ele fala fitando meus olhos

- Sério?! – Pergunto indignada

- Se for pra fazer ciúme, não ta dando certo – ele diz rindo

Agora não da mais, ele não pode dizer que estou usando o Jackson para atingir ele!

- Você ta de sacanagem né?! – Grito indignada o fazendo levar um susto – É sério mesmo que você acha que eu estou usando ele para te afetar??? – Dou um berro fazendo todos na rua olharem – O mundo não gira em torno da sua rola caralho!

- Por qual razão você sairia com alguém como ele?! – Ele levanta ofendidíssimo, seu tom de ciúme era evidente 

- Porque pelo menos ele não me humilha na frente dos amigos dele e me respeita, não sei porque eu fui falar contigo e muito menos tentar me aproximar de você, parece que fingiu muito bem lá na boate – grito putissíma

Antes mesmo dele responder, não sei o que deu em mim, mas a raiva que e já sentia era tanta que eu perdi o controle, o que eu quero dizer é: eu fiquei tão revoltada que joguei café na blusa azul clara e Min Yoongi , e simplesmente sai correndo para casa chorando.
Não dava para esperar a Dani depois dessa.

Depois desse fato, ele parou de nos encarar ou e se aproximar, bom eu acho né, vai que eu não deixo? Com certeza ele só parou de tentar se aproximar e eu estou imaginando coisas

Até que hoje aconteceu....
 

Bom, o eu falar sobre hoje? Um desastre? Uma catástrofe? Não sei porque mas decide levantar hoje, porque eu estou viva Deus?! Tudo começou nesta bela manhã onde eu já fui acordada de um jeito especial por minha irmã maravilhosa e incrível ( notou a ironia super discreta? ), e não satisfeita, levei um esporro da minha mãe por ter deixado a Dani desesperada pelo fato de ter sumido e não ter atendido suas ligações ontem a noite.

Ontem foi engraçado porque eu sai sem avisar e desagradavelmente Jackson apareceu aqui em casa ontem perguntando por mim, e quando finalmente eles perceberam ( DEPOIS DE MUITO TEMPO ) que eu havia sumido, entraram em pânico.

E para os curiosos, eu estava no supermercado comprando redbull. E estava triste, precisava me animar, não me julguem. O resultado disso tudo foi umas 40 ligações perdidas do Jackson e 60 da Dani, e isso sem falar das mensagens.

Bom continuando....

Hoje eu acordei com a Dani me chamando de vaca e jogando um balde de água em mim, sabe um cachorro molhado? Eu estava igual a um poodle encharcado, eu não mereço isso, não mesmo. Bom, eu só estou contando isso porque a mesma me ameaçou de me acordar assim novamente se eu não colocasse esse detalhe para vocês rirem da minha cara.

Depois da minha manhã caótica, entrei no colégio quase correndo para chegar logo em minha sala, eu não tava de bom humor. Nessa minha corrida, eu estava mais rápida que o Bolt, quando cheguei no corredor da minha sala, comecei a ficar mais rápida, então é claro que algo daria errado. Para mim quando tudo está dando certo, no final sempre me fdo, e desta vez não foi diferente.
Quando eu estava a uns 9 metros da porta, eu não tenho ideia do que aconteceu, só sei que quando me dei conta, eu estava no chão e várias folhas de papel estavam caindo sobre mim e um estranho no qual eu estava em cima.

Que vergonha.

O desconhecido se levanta sem me deixar cair no chão e logo após disso, estende sua mão para que eu possa levantar, e é claro que aceitei, mas o que eu menos esperava, era que a pessoa desconhecida não era ninguém menos que um Min Yoongi com cabelos bagunçados olhando para as folhas caídas no chão, me senti desconfortável com a situação e principalmente com o silêncio, então apenas me agachei e comecei a recolher as folhas em minha volta, um tempo depois quando o acinzentado percebeu o que eu estava fazendo se juntou a mim e começou a pegar as folhas, não houve uma conversa e muito menos uma troca de olhares, cada um catava o que podia e fazia sua própria pilha, até que apenas sobrou uma única folha, sendo assim fui me movimentar para pegá-la, porém ao mesmo tempo Yoongi que se encontrava na minha frente ( pois é, a folha estava entre nós ), fez o mesmo movimento, fazendo nossas mãos se encontrarem.
Ficamos nessa posição por um certo tempo, a gente não ousava se mexer e nem muito menos ligava para as pessoas que estavam em volta, parecia eu aquele momento não ia acabar nunca.

Eu olhava a folha, depois direcionava meu olhar para Min Yoongi e repeti o mesmo ato várias vezes, vendo que o mesmo também o fazia, às vezes nossos olhos se encontravam e olhávamos para o chão.

Que humilhante 

Até que retiro a minha mãe de baixo da dele e pego a pilha que se encontra atras de mim colocando em sua frente, e logo em seguida me levantando.

- Me desculpa por ter esbarrado em você - gelo olhando para seus olhos e volto a andar como se nada tivesse acontecido 

Bom depois desse incidente nada aconteceu no colégio, apenas o fato que iríamos para a casa de Jin logo após o colégio, porem em vezes de ficar mofando em casa, Jackson me levou ao shopping porque queria me fazer uma surpresa.

13:00

- Bom então é agora que a gente se separa né? - digo cabisbaixa para o mesmo 

- Alice eu não vou sumir eu juro - Ele diz rindo - Também vou ficar me sentindo mal com todos esses garotos por aí e você andando sozinha no shopping - ele faz um bico mal-humorado 

Gente ele é tão fofoooooo

- Aí que gracinha, não precisa ficar assim - digo é logo depois dou um selinho no biquinho de Jackson que se desmancha em questão de segundos 

- Faz isso de novo e eu não vou querer me separar de você - ele diz me abraçando forte

Repito o ato e ele solta uma risada, e que sorriso que ele tem, não tem como não se apaixonar por isso, Jackson é realmente muito bonito, mesmo não querendo ele fica lindo.

- Aí, mas eu vou passar uma hora sozinha - digo manhosa - Porque não posso ir com você?

- Porque é uma surpresa - ele fala rindo - Juro que quando acabar eu te recompenso com um almoço no Outback, okay?

- Tá bom - digo revirando os olhos

- Daqui a uma hora me encontre aqui - ele diz e eu apenas respondo movimentando minha cabeça 

Sendo assim o mesmo me dá um selinho e segue seu caminho. Como eu sabia que não poderia o seguir, então apenas fui para a forever 21 comprar roupas.
 

14:00

Então né, como descrever a situação de 3 sacolas de roupas? Tava tudo muito lindo na loja e eu não me segurei, tirando o fato que eu liguei para a Dani via FaceTime para ver se ela queria alguma coisa.

Fala aí, eu sou a melhor Irmã do mundo.

Quando chego ao local que tínhamos marcado ( Perto da loja da CK ), encontro um garoto de cabelos descoloridos virado de costas, o mesmo parecia mexer no celular, e quando o soltou, senti meu celular vibrando.

Juro que eu fiquei com muito medo
 

Como eu não sabia se era Jackson, porque o mesmo segurava uma sacola e não estava usando a roupa do meu colégio, e sim um jeans, um casaco preto, é um adidas superstars, não sabia se arriscava o chamar, vai que não era o mesmo? Eu estava confusa, mas pra quem entrou em um banheiro masculino e conheceu seu melhor amigo no mesmo, não tem medo de nada.

- Jackson...? - digo chegando perto

O garoto vira assustado pra mim, e quando me vê suspira aliviado. 

- Você me assustou - pensei que tinha fugido - o mesmo diz passando a mão no novo cabelo - O que você achou?

Como se reage a isso?

- Tá lindo Jackson - digo chegando perto dele e beijando sua bochecha - Ficaria lindo até pintado de azul 

Como eu queria ter dito isso...

Realidade...

PUTA QUE PARIU! ELE TÃO LINDO CARALHO SOCORRO JESUS ME SEGURAAAAAA PORRA MEU DEUS COMO ELE TÁ FICANDO COMIGO?!?! CARALHO OLHA ISSO CRIAÇÃO DE DEUS ME POSSUA JACKSON.

- Alice? - ele fala assustado - você não gostou?

- Caralho você tá muito lindo, já era lindo agora parece que um Deus te esculpiu - quando eu percebi o que eu disse coloquei desesperadamente as mãos na boca para ver se mais nada saia de lá, que mico socorro

- Hmmm então você sempre me achou lindo - ele dia rindo - interessante 

- Cala a boca - digo rindo 

- Vem tô te devendo um almoço - ele diz pegando as sacolas da minha mão e com o braço direito passando em torno do meu pescoço -

Obrigada por não ter rido da minha cara - falando isso ele beija minha cabeça e seguimos agarradinhos até o restaurante 
Logo após mais algumas rodadas no shopping e mais roupas compradas, finalmente fomos a casa de Jin.

E eu tenho que dizer, QUE CASA. 

Quando chegamos Jin atendeu com o maior sorriso dizendo que apenas Jimin e Taehyung Ainda não tinham chegado, depois de andar muito, chegamos em uma sala cheia de vídeo games e doce, Jackson não parecia surpreso mas eu delirei vendo aquilo tudo, era tipo um sonho, sabe?

Depois de um tempo eu estava deitada no peitoral de Jackson quase dormindo, eu estava cansada do Shopping principalmente de ter andado pela casa do Jin atrás de um banheiro. Sério eu me perdi e tive que ligar pro Jackson pra pedir ajuda, até implorei pra ele me esperar para que eu conseguisse voltar. Patético.

Voltando a pose de dormir em cima do Jackson, estava tudo ótimo, eu estava quase dormindo até ouvir um berro acompanhado de uma batida forte do chão. O que aconteceu foi que Namjoon deu um susto em Jackson que gritou junto comigo e se levantou me soltando e fazendo que eu caísse no chão forte.

Eu fiquei com tanta raiva quando escutei as risadas da Dani e do Mari sobre a situação que comecei a bater no Namjoon.

- JACKSON VAI TOMAR NO CU - digo enquanto dou tapas no Namjoon

- Gent calma não se matem - Taehyung disse me separando de Namjoon

- Alguém de vocês viu o Jin? - Namjoon perguntou olhando ao seu redor 

- Eu tô aqui - ele disse com uma garrafa na mão assustando todo mundo 

Automaticamente assim que todos vimos a garrafa, sabíamos o que significava, então simplesmente paramos tudo o que estávamos fazendo e sentamos no chão em uma roda esperando Jin girar a garrafa. Assim que o mesmo o fez observamos o objeto girar até perder sua velocidade caindo com o fundo no Namjoon, e a boca para Jin, não ei porque, mas a sala ficou em silêncio total, até Jackson estragar.

-  Na frente de todo mundo ou sozinhos?

- Na frente de todo mundo – disse Jin antes de deixar Namjoon responder

Bom, vocês já sabem a ordem, eu só vou realmente contar a experiência com Jackson, até porque foi com ele que eu tive uma relação e não com os outros.

Depois de 4 giradas, eu nunca ache que minha vez ia chegar, eu já estava de saco cheio de ficar de vela sendo que o Jackson estava do meu lado, percebo que o mesmo esta desconfortável até porque não parava de me encarar, ele estava tão puto quanto eu, não queríamos estar ali, e sim, provavelmente jogando os 7 minutos no paraíso no closet de Jin. Mas karma is a bitch, assim que Deus ou qualquer entidade percebeu que estávamos tão tensos, fez com que finalmente a garrafa caísse nele e em mim. Jackson começou a sorrir que nem um bobo assim como eu, estávamos aliviados, porém nosso primeiro beijo, seria jogando verdade e desafio.

Foda né.

Jackson se aproximou de mim, me pegando pela cintura e me colando nele, nossa diferença de altura era de apenas 4 centímetros, o mesmo se aproximou do meu rosto e me beijou com a maior ferocidade que eu já havia visto, claro que retribui do mesmo jeito, porém mesmo ofegantes não nos separamos por nada, estava tão bom e tão relaxante, que se acabasse me sentiria vazia e com falta dele, acabou que precisaram gritar para nos afastarmos e continuarmos a brincar.

O resto do jogo para nós dois, se resumiu em ciúmes.

Depois do jogo, resolvemos ver um filme, porém cada um tem seu gosto e desgosto sobre filmes e claro que eu perdi porque era a única que detestava terror, escolheram Atividade Paranormal 3 de sacanagem porque sabem que eu tenho muito medo, no começo fiquei meio puta mas assim que lembrei que tinha outras coisas para fazer na casa de Jin e para onde eu fosse Jackson me seguiria, decidi apenas releva isso e ir para a piscina de Jin no meio da chuva, isso ai, NO MEIO DA CHUVA. Então assim o fiz, apenas me levantei e tentei me direcionar até a saída da sala de estar para a piscina.

Não deu nem 5 minutos que eu havia saído e Jackson veio correndo para me acompanhar

- Aonde você pensa que vai mocinha? – Ele diz me pegando no colo – Sabe que está indo para o lado errado né?

- É claro que eu sei né – disse em um tom sarcástico fazendo o mesmo rir

Depois de várias risadas e ele me ensinar o caminho finalmente chegamos na piscina, a chuva tinha diminuído porém dava para ver a água se mexendo pelos pingos, como eu tava pouco me fodendo para a chuva apenas tirei a minha roupa, ficando apenas de roupa intima e pulei na piscina, foi a melhor coisa que eu fiz desde que eu pisei naquela casa ( Mals Jackson ). Enquanto eu nadava tranquilamente, não percebi Jackson tirando a blusa e mostrando seu AMAZING abs, e pulando na piscina logo em seguida.

- Não acredito que eu perdi você tirando a roupa – disse maliciosamente fazendo o mesmo corar

- Quem mandou não ficar olhando a 8 maravilha do mundo? – Ele diz rindo 

- Ah Cala a boca – Eu digo rindo fazendo o mesmo se aproximar de mim e me pegando no colo me deixando mais alta que ele

- Fala de novo e eu me calo rapidamente – Ele diz logo em seguida selando nossos lábios

Ficar na piscina com Jackson foi uma das melhores coisas de todas, eu me senti bem, parece que tudo saiu tão natural. Porém o que adianta falar quando a pessoa estraga todo o clima no segundo seguinte? Assim que nos separamos, Jackson me joga pro alto me fazendo cair na piscina, que escroto, me aguarde Jackson Wang, me aguarde.

- Aé? É assim? – digo rindo – Vai ter volta senhor Jackson! – digo jogando água no mesmo, o fazendo engolir e tossir

- Porra amor – ele diz, mas logo quando percebe o que fala fica corado – Quer dizer Alice...

O choque foi tanto que nem consegui reagir, então apenas ignorei saindo da piscina e me enrolando na toalha, e logo vejo a visão dos Deus: Jackson saindo da piscina mostrando seu maravilhoso abs, ele parecia um modelo saindo da piscina todo molhado...
 

CARALHO ALICE QUE PERVERTIDA

- Alice para de babar – ele diz rindo – eu sei que sou bonito

- Vai se fuder – digo jogando uma toalha nele

O Mesmo se veste junto comigo, iriamos molhados para a casa do Jin sim, somos muito foda-se mesmo, já eram 17:30 e precisávamos voltar, além do mais eu já tinha começado a espirar e Jackson ficou preocupado comigo e mandou eu me vestir com a blusa dele, ou seja, eu estava de short e com a blusa do colégio dele, mesmo tento comprado roupas mais cedo, o mesmo não havia deixado eu as usar, pois queria mostrar para todos que eu estava COM ELE e SOMENTE ELE. Assim que chegamos na sala, pego meu celular e vejo um trilhão de snaps da Dani com Wonho em um restaurante chique, a mesma mandava com legendas em português para que o garoto não percebesse que a mesa estava surtando, porém a vendo se divertir me deu vontade de fazer a mesma coisa então me virei para Jin e disse:

- Jin, o armário de bebida do seu pai ta aberto? – pergunto com cara de inocente

- tá sim, o que você quer? – perguntou ele se levantando do sofá

- Eu vou com você –disse saindo da sala – vamos nos divertir um pouco

Me encaminho com Jin até a cozinha, abrindo o armário pegando 2 garrafas de vodka e 7 copos para nos divertimos um pouco enquanto conversamos, assim que chegamos mostrando o que pegamos, os meninos olharam com uma cara de tipo ‘’Fodeu’’ a bêbada chegou ‘’ e logo em seguida encararam Tae que já estava com os olhos brilhando assim que viu o amor de sua vida...

...A vodka.

Não demorou muito para o mesmo ficar bêbado, mas não podia fazer nada, porque eu já estava alterada e precisava ir embora e esperar a Dani em casa, pois a mesma me mandou várias mensagens dizendo que precisávamos conversar tão seriamente em PORTUGUES, ou seja a coisa estava quente se é que vocês me entendem, me despedi de todos e claro, beijei Jackson tão ferozmente quanto da primeira vez, beijo de bêbados.

Assim que cheguei em casa, subi correndo para meu quarto jogar as sacolas na cama. Me jogo na mesma e encaro o teto por alguns minutos e seguida lembrando de que deveria verificar se minha irmã já havia chegado para contar sobre: mais um de seus encontros conceituais com Wonho ( pode até virar uma série )

Me forço a levantar da cama, ainda com uma leve preguiça, troco de roupa tirando o casaco de Jackson e me dirijo até o quarto dela. Ao abrir a porta percebo que o quarto está mais vazio que o deserto do Saara, então fecho a mesma rapidamente concluindo que a mesma ainda não havia chegado. Quando me viro para retornar ao meu quarto, dou de cara com a minha madrasta que me encara surpresa:

- Alice! Você em casa? Nem te escutei chegando – Ela diz surpresa 

- Também estou surpresa em te ver aqui, Jisoo – Rio de leve – Acabei de chegar, mas provavelmente vou sair para andar um pouco – dou um sorriso 

- Ah você vai sair então? – Ela pergunta e confirmo novamente – Pode passar no mercado pra e comprar algumas coisas pra mim?

- Hã... – Eu começo a falar mas a mesma me interrompe entregando um papel e dinheiro 

- Ótimo! Aqui está! Não volte tarde querida! – Ela diz lançando um beijo e voltando para seu quarto

O que dizer sobre minha madrasta? Jisso tem um olhar jovem para quem tem quase 40 anos de idade. A mesma tinha feições claras de coreana, possuindo um corpo magro, cabelos negros e olhos castanhos bem puxados. A mesma era boa madrasta apesar de quase nunca estar em casa, que nem meu pai, por conta do trabalho. Apesar da mesma ser legal, de vez em quando sinto falta da nossa mãe, que mora no Brasil, sendo assim sempre me sentia feliz e falar com a mesma por facetime.

Desço as escadas rapidamente e saio logo em seguida, como o supermercado mais perto é apenas 10 minutos de casa, não acho que preciso ir de bicicleta. Para chegar até o mesmo é necessário passar por uma praça que por acaso é o meu refúgio quando preciso pensar ou quando eu estou chateada porém como o supermercado fecharia cedo, preferi passar para comprar as coisas primeiro.

Assim que entro no supermercado, pego a lista em meu bolso e olhando a mesma vou direto para a seção de frios, bom era o que eu pretendia fazer, em vez de estar pegando os camarões, me encontro agora de frente ao Jung Hoseok ( J-Hope ), que me encara sem entender nada, o que realmente aconteceu é, eu dei um encontrão no Hoseok no meio do corredor, não poderia ficar pior...

- Ah... Oi Alice – Ele diz mostrando seu belo sorriso – Que surpresa te ver por aqui...

- Sim... – digo recolhendo os ombros

- Não está muito acostumada comigo por perto né.... – ele diz colocando as mãos no cabelo – Olha, eu gostaria de pedir desculpas por aquele dia...

- Não se preocupe – Digo sorrindo – Já passou, ei... Você quer ajuda? – ele fala pegando a lista da minha mão – HMMM... O que é Bobó de camarão?!

A cara que ele fez lendo o nome do prato foi tão engraçada que não consegui não rir

- Bobó de camarão é uma comida típica do Brasil – Digo rindo – Se quiser um dia faço pra você – Assim que eu digo a frase ele abre um sorriso 

Após de várias procuras e risos, compramos tudo da lista, tenho que admitir que o Hoseok é uma ótima companhia para fazer compras, principalmente porque o mesmo é muito engraçado, mas agora eu tenho um compromisso com meus pensamentos na praça, e nessas horas eu gosto de ficar sozinha. Assim que pago a conta falo com a caixa que gostaria que entregassem em casa, ou seja não precisaria me preocupar se a comida ia estragar ou qualquer porra.

- Hoseok, acho que é agora que nos despedimos – digo sorrindo 

- Ah sim... Foi boa a jornada no supermercado – Ele diz rindo

Sendo assim faço o mesmo caminho quando estava indo ao mercado em direção a praça desta vez, estava quase escurecendo e estava um clima agradável, as folhas caiam da árvore deixando a paisagem mais bonita, Jeju é um lugar muito. Assim que avistei a praça comecei a andar mais rápido, porém escuto passos atrás de mim, como se tivessem me seguindo.

Caralho, fudeu muito

De acordo com a proximidade dos passos mais assustada fico, eu vou morrer hoje não é possível...

- Alice? – O estranho diz – Você também esta indo para a praça?

Assim que escuto a voz fico aliviada pelo fato de ser alguém conhecido.... Jung Hoseok.

- Sim – digo rindo – É meu refúgio para pensar...

- Acho que você não vai conseguir pensar muito... – Ele diz olhando pra frente – Temos um Yoongi bêbado lá...

Assim que ele disse as palavras Min Yoongi e bêbado, meu coração parou, porque caralhas esse idiota ta bebendo?! Eu tenho que descobrir, sendo assim comecei a correr até a praça.

Vocês acham mesmo que já acabou? Inocentes....
 


Notas Finais


o que acontecerá depois? TAM TAM TAM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...