História Maracujás † YoonSeok - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Suga, V
Tags Baby, Crossdress, Daddy, Daddykink, Fehpow, Gay, Sexting, Texting, Yoonseok
Exibições 431
Palavras 1.431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii

Não vou dizer nada, podem ler❤

Edit: uma leitora fez aniversário dia 26 e eu prometi que ia postar esse cap no aniversário. Estou três dias atrasado, então o capítulo é dedicado a ela :3

Capítulo 17 - [17]


[Dia da Festa]

@yoongixx

Tô te esperando

@hoseokzzzz

Já, já eu tô chegando ;)


Min diz:

Vou te esperar

Você diz:

Já já eu tô chegando.

Min diz:

Não esquece, camiseta de Donuts.


Hoseok caminhou calmamente até a casa de Kim Hyuna, colega de escola dos garotos, que fazia aniversário. Ele planejava ficar com duas pessoas no mesmo dia; seu melhor amigo, Min Yoongi, em quem estava muito interessado, e Min, o desconhecido, com quem ele queria muito mais que uma ficada. Ele se sentia um pouco mal por isso, porque gostava dos dois um pouco mais do que deveria, e isso não era comum para ele; ele nunca se apegava, eram só beijos e, então, ele ia embora. Mas não era o que queria com nenhum dos dois, e isso o deixava confuso; ele era hétero, não era? Por que estava tão interessado em Yoongi e em Min?

Avistou a grande casa branca, a mansão Kim, onde ja podia ver vários adolescentes no quintal, dançando ao som das músicas que tocavam.

Entregou seu convite a um homem alto e forte, e adentrou a mansão, onde estava escuro com luzes coloridas piscando por todos os lados. Rapidamente pegou o celular no bolso, mandando mensagens.


Você diz:

Cheguei, onde você tá?

Min diz:

Procura.


Revirou os olhos enquanto guardava o celular. Começou a andar pela pista de dança, procurando Yoongi, ou algum garoto de camiseta de Donuts, mas era muito difícil ver algo direito com as luzes apagadas e alguns fios verdes e vermelhos passando em frente aos seus olhos.

— Hoseok! — ouviu uma voz conhecida chama-lo, estava um tanto embargada e bêbada. Sentiu seu braço ser puxado e, então, se virou para ver quem era; Kim Hyuna — Você veio!

Sim, eu vim! — disse, alto, para que ela conseguisse ouvir no meio daquela música alta — Feliz aniversário! — entregou a sacolinha colorida com um vestido dentro para a garota — Eu não sei se vai gostar, mas escolhi com muito carinho!

— Obrigada, Hoseok, você é um amor! — ela disse, puxando-o pela mão para um espacinho mais vazio da pista — Uma amiga minha queria ficar com você hoje, a Minsoo! Ela tá te procurando desde que chegou na festa!

Minsoo? Não era possível que fosse o Min, Min era um garoto, certo?

Não, Hoseok, não se deixe levar, você veio para ficar com o Yoongi!

— Peça desculpas a ela por mim, eu já marquei com alguém hoje! — disse, sorrindo tímido — Você viu os outros meninos?

— Seu grupinho? Vi sim! — ela apontou para uma parte do saguão que tinha uma grande prateleira de bebidas, iluminada por lâmpadas de LED coloridas, e um balcão preto de madeira — Eles estão lá no bar, pelo menos Yoongi deve estar lá! A última vez que passei, NamJoon estava se enroscando com uma menina, então eles já devem ter subido para o quarto!

Droga, NamJoon já estava se agarrando com uma menina, e a festa nem bem havia começado. Provavelmente, ele ficaria em último lugar de pegação aquela noite, pois não planejava contar que ficou com dois garotos.

— Minsoo está onde? Depois eu falo com ela! — perguntou, cedendo à tentação.

— Ah, ela deve estar por aí! Ela tá muito louca, Hoseok, você não tem noção!

— Ok, eu vou falar com os caras.— disse, se distanciando de Hyuna.

Foi até o bar, onde encontrou uma cabeleira preta e rapidamente reconheceu.

Era Min Yoongi.

— Bú! — gritou, enquanto apertava os ombros do garoto, que se virou assustado — Oi, Hyung!

— Hoseok, finalmente! — disse Yoongi, dando um beijo no canto da boca de Hoseok. Usava um moletom preto, calças jeans rasgadas e um converse vermelho — Eu e Jimin não aguentávamos mais esperar!

— Oi, Hobi! — disse Jimin, o garoto loiro, que usava uma camiseta rosa com um enorme coração, calças jeans claro e um par de tênis de couro branco — O Tae está por aí, vão ficar hoje de novo? — bateu palminhas, sorrindo malicioso. Por alguns segundos o som da música foi diminuído.

— Não, já marquei com outra pessoa hoje, Park. — puxou Yoongi pelo pulso enquanto sorria, vendo o quase-namorado sorrir um pouco tímido. Jimin levantou uma sobrancelha.

— Mas e o Tae? E o meu shipp?

— Ah, Jimin, sai dessa! — disse Yoongi, puxando Hoseok para longe dali, enquanto Jimin revirava os olhos.

— Para onde vamos? — perguntou Hoseok, percebendo que Yoongi parara no meio da pista de dança.

— Vamos dançar um pouco, eu sei que você dança bem. — disse sorrindo, e puxou Hoseok, enlaçando o pescoço do que era um tanto mais alto com seus braços — Eu adoro essa música.

Uma música de ritmo sensual, meio caribenho, tocava alto; Hoseok segurou a cintura de Yoongi fortemente, sem ser muito delicado, puxando-o para mais perto de si.

Yoongi se movia de uma maneira sensual, maneira que Hoseok nunca esperaria ver o outro. Suas expressões faciais também eram extremamente sensuais; Yoongi parecia excitado e extasiado durante aquela dança.

Hoseok não se permitiu ficar para trás e, no que pôde, provocou Yoongi, colocando sua perna no meio de suas coxas e sentindo o movimento do mais baixo sobre si. Tentava à todo custo se apossar da bunda de Yoongi com suas mãos, para apertar aquela carne que, até então, só havia visto em fotos, mas Yoongi insistia em negar os toques com uma carinha sapeca.

Hoseok olhou um pouco além de Yoongi, e viu uma garota acenando para ele. Era Hyuna, e estava acompanhada de Minsoo, que parecia bêbada, mas tímida.

Merda, Hoseok não podia largar Yoongi para ficar com aquela garota agora.

— Hobi? — Yoongi chamou, o rosto um pouco vermelho — Tudo bem?

— Tudo ótimo, Yoongi. — roçou seu nariz no do mais velho, sentindo arrepios em todo o seu corpo. Ele queria beija-lo — Não aqui, vamos subir?

— Tudo bem, você não quer ser visto, certo? Eu entendo. — Yoongi disse, um sorriso danado estampando o rosto. Puxou Hoseok pela alça da calça, mordendo o lábio, até as escadas, onde Yoongi subiu na frente e Hoseok esperou um pouquinho para subir atrás, para que ninguém desconfiasse dos dois.

Quando chegaram ao corredor vazio do segundo andar, Yoongi agarrou sua mão; Hoseok era arrastado por ele pelos corredores da mansão, onde procuravam um quarto vazio em que pudessem ficar a sós. Assim que acharam um cômodo vazio e sóbrio o suficiente onde pudessem entrar, Yoongi foi lançado da porta até a cama; deitou as costas no colchão e observou enquanto Hoseok caminhava em sua direção, tirando sua jaqueta de couro de maneira sensual.

— Não quer tirar seu moletom, docinho? — Hoseok perguntou, engatinhando sobre a cama até tocar seu nariz no dele, carinhosamente — Vai ficar um pouco quente aqui.

— Se você conseguir fazer ficar muito quente, eu tiro, papi. — Yoongi riu malicioso. O plano não era fazer sexo, mas aquilo estava provocante demais para ambos.

Yoongi aproximou seus lábios dos de Hoseok e os afastou em seguida, provocando-o; Hoseok adorava esse tipo de brincadeira, mas não durou muito tempo, pois logo Hoseok avançou nos lábios de Yoongi, trazendo-o para mais perto com uma mão sobre sua cintura.

— Você chupou uma bala de maracujá antes de vir para a festa, né? — Yoongi perguntou após abrir os olhos lentamente, ainda sentindo o choque dos lábios do Jung — Não sei como chupa balas de maracujá sem ficar com bafo.

— É de praxe chupar uma bala de maracujá, sabor único, mesmo depois de chupar outra de hortelã, o sabor de maracujá continua na língua.

— Acho que aprendi a técnica. — sorriu, beijando-o novamente; dessa vez, as línguas tímidas se encontravam e dançavam juntas, enquanto Hoseok acariciava a lateral do rosto de Yoongi com uma mão e, com a outra, suas coxas. Se separaram com alguns pequenos estalares, enquanto Hoseok dirigia seus lábios ao pescoço de Yoongi — Eu nunca imaginei fazer isso com você, tipo, você é meu melhor amigo... Mas eu sempre quis.

— Eu também sempre quis, mas achei que você fosse hétero... — Hoseok sussurrou contra a pele fina e branca de Yoongi, que estremeceu. Logo Hoseok começou a beija-lo e suga-lo, deixando o pescoço vermelho.

— Claro, super hétero... Sempre olhei tudo em você, Hobi. — sorriu tímido, sentindo o outro selar seus lábios mais uma vez.

— Vamos tirar esse moletom? Eu já estou quente demais. — disse Hoseok, mordendo os lábios, enquanto puxava o moletom de Yoongi, que apenas riu baixinho, levantando os braços.

Foi quando Hoseok viu.

A estampa da camiseta de Yoongi era de Donuts. 


Notas Finais


Não tenho muito a dizer :')

Obrigado por ler :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...