História Marble Kingdom - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia, Guerra, Medieval, Originais
Exibições 16
Palavras 1.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii pessoal! Neste capítulo os narradores são Catelyn Lancaster e Dylan Stome. Desfrutem!

Capítulo 16 - Origem dos poderes


Fanfic / Fanfiction Marble Kingdom - Capítulo 16 - Origem dos poderes

P.O.V. Catelyn

   Quando Catelyn e os outros entraram dentro da caverna depararam-se com uma casa mais ou menos normal. Tinha uma pequena cozinha, uma lareira, uma grande estante e uma cama, num dos cantos.
   -Posso ajudar? - perguntou uma voz vinda de trás deles.
   Ao olharem para trás, viram um homem vestido de túnicas verdes e amarelas. Usava um chapéu de bruxo e trazia uma mochila atrás das costas. Tinha a barba e os cabelos castanhos e olhos verdes.
   -Harys Lorch. - cumprimentou Lorde Skelost.
   -Lorde Skelost. O que o trás por cá? - perguntou o feiticeiro, pousando a mochila na sua mesa.
   -Estes jovens precisam da tua ajuda para derrotar o Lorde das Trevas. - explicou Lorde Skelost. Ao ouvir isto, Harys soltou um pequeno riso.
   -Derrotá-lo?! Vocês são loucos! - disse ele.
   -Por favor. Sabemos que o senhor é um feiticeiro poderoso... Por favor, é a nossa única esperança. - implorou Catelyn.
   -Lamento, mas não. Não vou pôr a vossa vida em perigo... Nem a minha. - disse Harys.
   -O senhor está a colocar toda a vida da população de Marble em perigo! É isso que quer? - perguntou Dylan.
   -Qual é o vosso plano? - perguntou o feiticeiro.
   -Como assim? Quer dizer que nos vai ajudar? - perguntou Catelyn.
   -Qual é o vosso plano? - voltou a perguntar Harys, ignorando Catelyn.
   -Não temos nenhum... - disse Jacob.
   -O quê?! Calma. Deixem-me ver se percebi... Vocês vieram para as Wild Islands na tentativa de derrotar o maior feiticeiro de todos os tempos e não têm um plano?! - perguntou Harys, de sobrolho franzido.
   -Por isso é que precisamos da sua ajuda! - disse Catelyn.
   -Lorde Skelost, aliaste-te a eles?! - perguntou Harys, ignorando de novo a princesa.
   -Porque é que me está a ignorar?! - perguntou Catelyn, irritada.
   -Não te vou responder a isso. - disse o feiticeiro, calmamente.
   -Porquê?! Tens algo contra mim?! - perguntou ela.
   -Não falo com gente da tua família! - gritou Harys.
   -O quê?! Porquê? - perguntou Catelyn.
   -Foi a tua família que me prendeu aqui! Mais detalhadamente, Lyonel Lancaster! - gritou Harys.
   -Lyonel Lancaster... Mas ele está morte à mais de 100 anos! Que idade tens tu? - perguntou Catelyn.
   -Sou imortal! Quer dizer... Mais ou menos... Mas não interessa! - disse o feiticeiro.
   -Mas isso foi à muito tempo! Os Lancaster de agora são diferentes... Quer dizer, alguns deles... - disse Catelyn, lembrando-se do pai.
   -Continuando, porque te aliaste a eles, Lorde Skelost?
   -O rapaz... É um demónio. - explicou o esqueleto, apontando para Dylan.
   -O quê?! Tens a certeza?! - perguntou ele, olhando para Dylan.
   -Absoluta.
   -Interessante... Segue-me. - disse Harys para Dylan.
   Catelyn e Jacob seguiram-no.
   -Apenas ele! - disse o feiticeiro.
   Harys dirigiu-se à estante, empurrou alguns livros e a estante andou para o lado, como por magia, fazendo aparecer uma passagem.
   -Uau! - espantou-se Catelyn.
   Então, Harys e Dylan entraram na passagem, enquanto a estante se fechava.

P.O.V. Dylan

   Quando Dylan entrou na passagem, apenas viu escadas, que desciam até não se verem mais. Dylan e Harys foram o caminho todo em silêncio, o que deixou Dylan assustado.
   Quando finalmente chegaram ao fim das escadas, viram-se num lugar estranho. Era uma pequena sala. As paredes estavam atrás de gigantes estantes, repletas de livros. No centro da sala, estava um pequeno altar, com um livro por cima. O mais estranho de tudo, era que o livro estava a flutuar.
   -Como é que o livro está a... A flutuar?! - perguntou Dylan a Harys.
   -Magia. Não sei como é que estás surpreendido, visto que és um demónio. - comentou Harys, procurando um livro na estante.
   -Mas eu nem sei como funcionam os meus poderes... Nem como os tenho... - disse Dylan.
   -É por isso aue eu o chamei... - disse ele, agarrando num livro e folheando - Este livro fala sobre demónios, como tu.
   -Mas... Demónios não são criaturas maldosas? - perguntou o rapaz.
   -Nem sempre. Tu és um tipo de demónio ainda mais poderoso aue os outros todos. É muito raro nascer-se como tu... Mas pode acontecer. - explicou o feiticeiro.
   -Mas e que poderes eu tenho?
   -Poderes como controlar os mortos, controlar objetos com a mente e fazer pessoas ou criaturas sentirem dor, apenas com o olhar.
   -Isso é fantástico! - disse Dylan, entusiasmado.
   -Nem por isso. Nunca ouviste dizer que com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades? Não interessa. Tu tens grandes poderes aue precisas de controlar se aueres realmente derrotar o Lorde das Trevas... E se não queres magoar os teus amigos... - disse Harys.
   -Mas como é que eu tenho estes poderes? - perguntou Dylan.
   -Bem, como já disse é muito raro nascer-se demónio, mas pode acontecer, desde que um dos pais seja feiticeiro. - explicou ele.
   -Mas... A minha mãe não é nenhuma feiticeira... E, que eu saiba, o meu pai também não era. - disse Dylan.
   -Enganas-te. O teu pai era um feiticeiro. Um dos mais poderosos que Marble já vira. Nasceu em JHU e morreu a lutar contra outro feiticeiro. - disse Harys.
   -Porque é que ninguém me contou?! - perguntou Dylan.
   -Não me perguntes isso a mim. - disse o feiticeiro.
   -Mas... Quando estávamos lá em cima, disseste que eras imortal... É verdade? - perguntou Dylan.
   -Mais ou oo. Ap. - disse Harys.
   -Quer dizer que eu posso matar-te?! - perguntou Dylan.
   -Tu não és um 0. . - disse Harys.
   -Enfim, com isto tudo... Podes ajudar-nos? - perguntou ele.
   -Acho que sim... Mas vocês precisam de treinar. Enquanto isso... - disse Harys, antes de ser interrompido por o barulho de uma explosão.
   -O que foi isto?! - perguntou Dylan, correndo juntamente com Harys, na direção da saída. Subiram as escadas a correr. Quando chegaram ao topo das escadas, viram a casa toda destruída. Haviam muitos livros no chão, a mobília estava toda destruída e a porta estava arrombada. Catelyn e Jacob estavam a pairar no ar, presos por uma corrente voadora. O capitão Estham estava inconsciente no chão e o Lorde Skelost estava preso na parede, com correntes a agarrar-lhe as mãos e as pernas.
   -O que se passa aqui?! - perguntou Dylan, assustado.
   -Finalmente encontramos-nos, Dylan Stome. - disse um velho, que apareceu através da entrada. Usava uma túnica azul escura e tinha um cajado enorme de madeira, com uma bola de cristal na ponta.
   -E você é...? - perguntou Dylan.
   -Sor Jorah, um dos membros do conselho de Stamington. Vim por ordem do rei Gregor Lancaster para capturar Catelyn Lancaster e destruir Dylan Stome. Por isso, vamos facilitar as coisas. - disse o feiticeiro, erguendo cajado e lançando um feitiço, na direção de Dylan e Harys.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...