História Marcas do Destino Unidos pelo Amor 2 temp - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Love, Luz, Poesias, Romance, Sangue, Selomas, Trevas
Exibições 7
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OIIE! Eu trago á vocês mais uma personagem, Molly a filha do Albert e da Ashley- não, ela não sabe sobre aquele assunto- e eu avancei á faze adolescente deles.
Evyllin- 17 anos (Está fazendo)
Steven- 15 anos (Já fez)
PS:
1-Eu sei que é muito apelão escolher China Anne McClain e Sierra Mccormick, mas foi minha ÚNICA opção.
2- Eles- Evy e Steven- tem agora 2 anos de diferença, foi mal a mudança de última hora, mas 3 anos de diferença ia ficar meio q tipo: Ela dirigiu e ele acabou de entrar no ensino médio, aí buga tudo ;-;

Capítulo 3 - Revelações...


Fanfic / Fanfiction Marcas do Destino Unidos pelo Amor 2 temp - Capítulo 3 - Revelações...

“É difícil crescer e descobrir sobre o mundo real”

~~Anos depois~~

POV Evyllin

Meu Deus! Outra espinha! Isso é um saco! Que chato é ser adolescente. Calma, Evy. Relaxa, hoje é seu aniversário de 18 anos, tem que ficar feliz e agradecer aos presentes- por mais horríveis que sejam- e é só cantar parabéns pra você e acabou. Mas... Ainda tem a escola...

- Evyllin!- Grita meu irmão do outro lado da porta- Sai logo! Eu tenho que usar o banheiro!

- Cala a boca, Steven!- Eu digo e passo um pouco de maquiagem encima da espinha.

- Eu vou chamar a mamãe!- Ele diz e eu reviro os olhos.

- Chama! Chama que eu duvido!- Eu escuto seus passos descendo a escada- Inferno de garoto!- Eu ouço passos novamente:

- Evy?- Era minha mãe- Filha não pode falar assim com seu irmão, você sabe- Eu fico em silencio- Filha responde- Eu fico em silêncio de novo- Pode pelo menos abrir a porta?- Eu abro e cruzo os braços mostrando meu rosto com a enorme espinha no nariz, ela e Steven arregalam os olhos:

- Oh, isso... Bom, não tá tão ruim...

- Não tá ruim? NÃO TÁ RUIM?! É MEU ANIVERSÁRIO E ESSA ESPINHA MALDITA APARECE NA MINHA CARA!

- Filha, calma Okay?

- CALMA? TUDO MUNDO VAI VER ISSO! EU TÔ ARRUINADA E A CULPA É DISSO!- Steven sai correndo- Que saco!- Eu começo á chorar e me encolher no chão- Eu quero morrer...

- Aff- Minha mãe revira os olhos e se abaixa- Vamos, eu dou um jeito nisso- Ela sorri e entramos no banheiro, minha mãe abre o estojo de maquiagem e dá um belo trato naquilo- Pronto- Eu olho no espelho e sorrio.

- Saiu! Saiu! Obrigada, mãe!- Escuto uma buzina- O ônibus! Tchau, mãe!

- Tchau, filha- Eu subo para o ônibus e vou até meu lugar típico com minha melhor amiga, Molly (A filha do Albert e da Ashley pessoal) e ela faz um sinal que me faz localizá-la no meio da multidão:

- E ai, Molly- Eu mostro meu rosto- Dá pra ver?

- Ver o que?

- Uhfa- Eu digo e ela franze a testa- Estou com uma espinha enorme no rosto, tenho que esconder o mais rápido possível.

- Ah tá- Ela diz e depois pega o caderno- Fez a lição da página 23?

- Sim, e fiz a redação- Nós conversamos sobre a matéria e nossas tarefas, quando meu caderno é pego por alguém- foi rápido de mais para eu impedir- eu olho e vejo quem era: Erik Duncan, o valentão da escola:

- Olha só, o caderno da nerd.

- Devolve isso, Duncan!- Eu digo com raiva e fechando os punhos.

- Oh, que meigo! O que vai fazer? Escrever a raiz quadrada de 3 na minha cara?

- Primeiro: Não. Segundo: para sua informação, três não possui raiz quadrada- Eu digo e todos no ônibus fazem gestos de que ficam impressionados. Duncan avança contra meu corpo:

- Quem você tá pensando que é loira burra?- Ele diz e me mostra seu punho.

- Vai em frente- Ele cerra os olhos- Me bate, e mostra pra todo mundo o quão covarde você é- Ele está prestes á me bater e eu apenas o encaro com força e atitude, como sou menor que ele, eu apenas o fitava de cima. Quando achei que iriamos sair na porrada, escuto uma voz:

- Chega- Era Garick Norris, o líder do time de basquete e digamos... Meu crush- Erik, devolve o caderno dela- Duncan fica irritado, ele não gosta que o chamem pelo primeiro nome. Ele estava ainda naquela posição de tentar me socar- Agora- Garick diz e Duncan solta me livro contra meu corpo e volta á seu lugar- Tá tudo bem?

- Sim, valeu- Eu digo pondo o cabelo atrás da orelha e ele sorri, MEU DEUS QUE SORRISO LINDO.

- De nada- Eu sorrio em resposta, quando algum de seus amigos o chama, chegamos á escola- Tenho que ir, se cuida viu?- Ele faz um “toca aqui” e eu confirmo, ele sai e eu também junto de Molly, e eu apenas o observava com o mesmo sorriso bobo, até ele sumir da minha vista.

- Uau- Molly diz- O que foi isso?

- Eu não sei- Eu olho boba para minha mão- Mas sei que nunca mais vou alvar minha mão- Molly revira os olhos e ajeita o óculos.

- Okay, vamos logo. Eu não quero nenhum atraso no meu boletim- Ela diz e entramos na sala... Pena que Garick é do 3º ano do ensino médio, eu sou do 2º... Bem, eu entro junto de Molly e nos sentamos em nossas carteiras, assistindo a aula chata de história.

*******

POV Autor

Steven e Selena planejavam junto de Thomas uma festa á Evyllin- suas escolas são diferentes e Steven chega mais cedo em casa- e aquilo estava sendo ótimo.

- Steven, pode puxar aquela cortina?- Ela aponta á uma laranja:

- Essa?

- Sim- Ele a puxa e a decoração fica pronta- Perfeito, filho- Selena o segura- Filho, sabe que horas a Evyllin chega? Eu sempre esqueço.

- Acho que daqui a pouco, ela deve estar ocupada com o Garick Norris.

- QUEM?!- Thomas grita e todos se assustam.

- Acho que é o namorado dela- Steven diz.

- SELENA!

- Thomas!- Ambos se entreolham- Relaxa, ela tem 14 anos!

- É, mas-- Selena corta Thomas.

- Mas nada, aceita! Nossa filha cresceu e aliais, ele nem é o namorado dela! Ela só “gosta” dele.

- Tá bom, mas eu quero ter uma conversa com ele- Selena revira os olhos e continua á ajudar á decorar tudo, assim como Thomas. Steven sai por um tempo para atender uma ligação e volta de cabeça baixa.

- Pai, mãe...- Steven os chama.

- Oi?- Os dois dizem.

- Eu tô namorando- Ele diz e Selena deixa um copo se quebrar.

- QUE?!- Selena diz furiosa e Thomas apenas sorri:

- Relaxa, ele cresceu e aliais, ele só “gosta” dela- Ele disse imitando Selena, que taca uma almofada no mesmo.

- Steven, você não pode namorar.

- Posso sim!

- Não, você não pode. Você nem se quer sabe como é a vida de namorados.

- Mãe, eu já vou fazer 15! Eu sei de metade de tudo sobre essas coisas! Não é o primeiro caso que eu tenho, mas é o primeiro que conto á vocês...

- OI?- Selena diz e repara que o filho nunca lhe contou sobre seus relacionamentos.

- Mas ele não sabe sobre sex-- Esquece, ele sabe- Thomas diz.

- Idade é idade, namorado é namorado, ponto. E se os pais dela não gostarem? E se ela não tiver nenhum tipo de--

- Mãe... Não é “ela”...- Selena e Thomas arregalam os olhos- Vocês... Precisam ser fortes...

*******

POV Evyllin

Eu saia com Molly e nós duas falávamos sobre a matéria e sobre o que entendemos, outras coisas, quando uma voz me chama:

- Ei! Evyllin!- Era o Garick. Meu sorriso não poderia ser maior, ele corria até nós duas.

- Evy? Cê tá parecendo uma psicopata- Molly diz- Sorri normalmente.

- Okay- Eu respiro fundo e sorrio normal, ele vem até nós duas- O-oi Graick, você quer alguma coisa? Um lápis? Borracha? Cinema?

- Que?

- Nada não- Eu me corrijo “Sua doida ele vai sair correndo”(Tudo em aspas e itálico são pensamentos)- Então... Am...

- Eu vim devolver isso- Era o papel do meu caderno que caiu- Caiu no ônibus e eu não consegui te achar pra devolver.

- Ah, sim... Obrigada- Eu digo- Valeu de novo por me defender do Duncan.

- Estamos pensando em tirar ele do time.

- Sério?- Molly pergunta- Obrigado!- Garick ri, já te disse que o sorriso dele é LINDO DE MAIS.

- Sim- Ele olha de um lado para o outro e percebe que as outras pessoas nem nos escutavam, ele sussurra- Tem rumores de que ele estuprou metade do elenco de time de torcida- Eu e Molly arregalamos os olhos- Sim, ele é covarde á ponto de fazer isso, e disseram que é só rumores, então não se pode denunciar.

- Que pena, queria vê-lo morto- Eu digo e viro o olhar.

- Amm...- Garick buscava assunto- Então... Você está disponível essa sexta?- “MEU DEUS MEU DEUS MEU DEUS” eu fico tão perplexa que me esqueço de responder- Desculpa se eu--

- Não! Não! Sexta né? Tá marcado!- Eu digo e ele sorri. Garick me puxa para um abraço e eu concedo, Molly sorri de nós dois e eu fico tipo “AAAAAAAAAAAAAAAAAAA”, quando vejo, alguém vem por trás de Garick.

- Meu rapaz, o que pensa que está fazendo?- Era meu pai.

- PAI!

- Ih, o bicho vai pegar- Molly diz vendo a reação de medo de Garick... Só penso em uma coisa: Fudeu...


Notas Finais


HIHIHI
Favoritem!
<3 Colação #ThomasEstragaCrushs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...