História Marcas Ocultas - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~taekookt

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Beta, Lemon, Ômega, Vkook
Visualizações 24
Palavras 2.820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! <3

Capítulo 1 - The First Day


                                                                                               ~pov Kook~

Acabo de chegar em uma universidade em que irei terminar o ensino médio e pretendo me formar aqui também. Finalmente criei coragem de fazer o que eu tanto queria: fugir do monstro do meu pai. Não aguentava mais ouvir ele quebrando a casa e me batendo toda vez que enchia a cara, o que acontecia diariamente, desde os meus 7 anos, quando minha mãe faleceu. A parte ruim de tudo isso é que eu precisava chegar aos meus 19 anos, para me tornar independente, um adulto, para poder sair de casa. Peguei o dinheiro da conta que minha mãe reservou para o meu futuro, antes de falecer, e na primeira oportunidade, fugi de casa.

Está universidade é muito famosa, uma das melhores. Estou adentrando os portões e observando cada detalhe do local, cada aluno, professor e monitor deste enorme campus. No local a vários lugares bem aborizados e árvores enormes, onde alguns alunos se encostam para estudar e conversar. Encontra-se também um tipo de casinha em um lugar um pouco mais afastado, posso deduzir que ali é o local da dispensa, onde guardam os materiais para a limpeza do colégio. Ao entrar na universidade, fico um pouco perdido, pois era realmente grande  e eu me perderia facilmente ali se não houvesse alguém para me auxiliar, então o primeiro local que procuro é a diretoria, onde há diversas placas indicando como chegar ao local, provavelmente servem para pessoas perdidas como eu. 

                                                                                                        ********

Ao chegar em meu destino vejo um enorme balcão, com um objeto em cima que parece ser  uma campanhia, a qual eu vou em direção  e dou uma leve pressionada. Após alguns segundos, vejo uma ômega de cabelos negros, logo atrás do balcão. Ela não aparentava ter mais de 35 anos e sorria simpática para mim.

- Boa tarde, no que posso te ajudar? -ela me pergunta assim que me aproximo mais do balcão-

- Boa tarde, vim fazer minha inscrição para entrar no primeiro ano do ensino médio 2.

- Ah, claro! Qual seu nome?

- Jeon Jungkook.

- Prazer, me chamo Kainee, mas pode me chamar de Nee ou Kai. Você decide.

                                                                                                       *********

Após chegarmos ao meu armário, paramos na frente do mesmo e a ômega começou a me explicar como a universidade funciona.

- Então pode se dizer que aqui é como universidade-colégio, pois aqui você terá três anos a mais de ensino médio, claro. Mas em vez de estudar todas as matérias desfocadamente você irá dar mais atenção aquela que tem a ver com a faculdade que você escolheu cursar, sem deixar de estudar as outras, é claro. Entendeu como funciona?

Assinto positivamente e logo após meu ato, ela deixa um pequeno selar em meu rosto, me entregando um papelzinho com a senha do armário e o outro maior continha os horários das aulas e materiais que eu precisaria para praticá-las e depois saiu dali. Alguns minutos que eu estava ali tentando abrir o meu armário, comecei a me estressar e já prestes a abrir aquele diabo com minhas próprias mãos, o que não seria difícil já que sou filho e neto de alfas completos, o que é extremamente raro, e assim tenho 3x a força de um alfa normal. Quando levantei minha mão pra arrombar aquela droga, uma voz se faz presente atrás de mim.

- Quer ajuda? Parece que você está tendo problemas para abrir. -um garoto de cabelos castanhos claro, com um pequeno corte na sobrancelha, que aparenta ser um ômega pelo seu cheiro, fala dando uma pequena risada nasal-

Faço que não com a cabeça, mas ele parece ignorar ao pegar o papel com a senha e abrir meu armário com facilidade

- Pronto! Olha, é bem fácil de abrir, você só tem que pegar o jeito, mas não se preocupe, todos passam por isso no primeiro dia. -ele fala ao meio de sorrisos incomodativos-

- Hmm. -é a única coisa que falo, já que detesto conversar-

- Ah, meu nome é Kim Taehyung. -ele estende a mão para mim, esperando que eu corresponda com o mesmo ato-

Mas só viro meu rosto e digo - Não me importo. -o que faz o de cabelos castanhos fechar a cara e ficar me olhando como se quisesse dizer algo, porém, o silêncio permaneceu-

- Você está me incomodando, então, arranja outra coisa pra fazer. -o garoto estava me irritando, apesar de não ter motivos concretos, mas o próprio jeito dele falar, olhar, sorrir e se vestir me deixava muito irritado, eu estava detestando e ODIANDO ele-

- Certo. -é a única coisa que diz antes de sair dali com uma cara de bunda. Ao se virar e ir para sua aula, acho eu, pude perceber uma enorme cicatriz que parecia se iniciar em sua nuca e se estender até suas costas-

Agradeço por ele ter me ajudado com o armário, mas não sou do tipo que agradece ou é gentil e fofo, não sou de demonstrar meus sentimentos, mas acho que as vezes, quando estou confuso ou perdido fica tão nítido que o ômega conseguiu perceber que eu era um novato. Apesar de ter ficado curioso sobre aquela cicatriz enorme e pelo corte em sua sobrancelha, permaneci em silêncio e fui para minha aula, que seria de química, então me dirigi até a sala. Ao chegar, percebo que todos olham em minha direção, porque como eu sou novato, eles devem ter ficado curiosos e ainda mais pelo meu cheiro, que é muito forte, pelo fato de eu não ser um alfa normal, e por esse fato, notei que já tinha alguns ômegas, betas e até alguns alfas que pareciam me comer com os olhos. Eu fui para o fundo da sala, onde tinha uma cadeira vazia e assenti levemente com a cabeça para que a professora continuasse sua aula, já que todos tinham parado, inclusive ela, que também parecia estar se sentindo meio desconfortável com o meu cheiro.

Depois de alguns períodos, o sinal toca e percebo que muitos se levantam saindo da sala e outros continuaram sentados colocando os fones de ouvido, isso enquanto o professor de filosofia se retirava da sala. Deduzi que aquele era o intervalo, quando fui me levantar para ir em direção ao refeitório, algumas garotas se aproximam, me empurrando, fazendo eu me sentar de novo na cadeira.

- Oi, você é novo aqui? -uma beta de cabelos loiros, me pergunta ao se sentar em minha, enquanto os outros formam uma rodinha em volta de mim-

Todos pareciam esperar ansiosamente pela minha resposta, então, só assenti antes de sair dali, rapidamente, empurrando os que estavam na roda e deixá-los plantados lá, enquanto eu ia para o refeitório. Ao chegar no lugar, fui logo pegando uma bandeja e me servindo, já que a fila não estava muito grande, e logo depois me dirigir até uma mesa que estava vazia. Enquanto me sentava, senti alguns olhares sobre mim e vi um garoto se aproximar e sentar ao meu lado.

- Oi, me chamo Lee Chen. E você, como se chama?

- Está atrapalhando minha refeição, sai, por favor, antes que eu me estresse. -digo e vejo o alfa me olhar frustrado, direcionar seu olhar para um grupo de garotos, que riam mais adiante, redirecionar seu olhar pra mim e se levantar-

- Que seja, nem vale tanto mesmo. -ele fala antes de sair dali, e ir para o grupo que parecia rir ainda mais, quando o garoto chegou lá-

Ao terminar minha refeição, me levanto, e logo vejo Kim Taehyung vir em minha direção com outros cinco garotos

- Ah, mais gente chata pra encher meu saco. -sussurro para mim mesmo e suspiro, logo percebo a presença deles na minha frente-

- Olá! -diz um garoto de cabelos castanhos escuro, enquanto sorria. Aquele sorriso me fez lembrar o sorriso reconfortante de minha mãe. Ela me transmitia uma paz imensa que meu pai nunca foi capaz de passar a ninguém- 

- Me chamo Kim Seokjin, esse é Kim Namjoon, Min Yoongi, mas pode chamar de Suga, esse é Jung Hoseok, mas pode chamar de Hope ou Hobi e Park Jimin. -ele dizia os nomes enquanto apontava com o dedo indicador e os mesmos sorriam- E esse é.. -continuou- Bom, ele disse que já se apresentou. -falava ainda sem tirar o sorriso do rosto-

- Prazer. -dizia ao cumprimentá-los, hesitando ao chegar em Taehyung e Hoseok, mas os cumprimentando mesmo assim- Me chamo Jeon Jungkook. -de alguma forma, a sensação de reconforto que eles me passavam, exceto aqueles dois, me fez pensar que talvez eles fossem bons amigos-

- Você é novo, né? -Namjoon pergunta e eu assinto positivamente- Então, se você quiser, mais tarde poderíamos sair para te mostrar a universidade e a cidade, não sei se você já morava aqui ou veio de outro lugar?

- Vim de outro lugar, e sim, eu gostaria de sair mais tarde com vocês pra conhecer tudo aqui. -digo e ele sorri-

- Certo, então, mais tarde te buscamos? -Taehyung pergunta e eu o encaro como se fosse rasgar sua garganta e o mesmo se esconde atrás de Jimin-

- Pode ser. -digo redirecionando meu olhar para Namjoon, ele me pergunta meu endereço, já que eu não moro nos dormitórios. Os mesmos sorriram ao perceber que era bem próximo dali-

O sinal toca e todos vamos para nossas respectivas salas. Quando cheguei em minha sala, não havia ninguém ali e suas coisas também não estavam ali. - Devem ter ido para outra sala. -digo a mim mesmo, pegando o papel com os horários das aulas e vejo onde seria a próxima que não era ali. Peguei minhas coisas e saí dali. Quando estava procurando a sala, senti algo, ou melhor, alguém batendo em mim, me fazendo cair, percebo que meu motivo de estar no chão também havia caído. Logo me levanto, pedindo desculpas e juntando minhas coisas. Quando me viro para ajudar, percebo quem é e logo paro com minha demonstração de solidariedade. Taehyung.

- M-me desculpe. -ele fala se levantando, e ao fazer isso, notei que seus lábios estavam com um tom mais avermelhado- Eu não tive a intenção, é que estou atrasado. -fala preocupado-

- Não foi nada. A propósito, tu pode me dizer onde é a sala.. -dou uma olhada rápida pro papel em minha mão- 2B, sociologia, com o Min Liao?

- Ah, também estou indo pra lá. -fala, terminando de juntar suas coisas do chão e pegando em minha mão, me puxando com velocidade- Ele vai me matar. -ele fala, enquanto solto nossas mãos e o  acompanho até a sala. Adentrando a mesmo, vi todos olharem em nossa direção e o professor fazer sinal para nós sentarmos para que pudesse continuar a aula. Taehyung se sentou na cadeira em frente a minha. Assim permanecemos até o final das aulas.

                                                                                               ***************

Ao chegar em casa, almocei, lavei minha louça  e fui me deitar. Fiquei fitando o teto, enquanto pensava em tudo que havia acontecido em minha vida, e me senti muito triste ao lembrar de fatos relacionados ao meu pai, e quando senti que minhas lágrimas estavam prestes a sair, segurei-as e impossibilitei que continuassem seu rumo. Tomei meu remédio, que preciso tomar todos os dias após o almoço, e antes que percebesse, já estava dormindo. Quando acordei, percebi que já estava escurecendo e que já devia estar quase na hora dos garotos virem me buscar. Confirmei ao olhar no relógio e ter um pouco menos de uma hora até eles chegarem. Me levantei, fui ao banheiro, já deixando minhas roupas de lado e logo entrando no box e ligando o chuveiro, relaxando com a água quente que caía sobre o meu corpo. Após meu banho, enrolei a tolha em minha cintura e fui até a minha mala, a qual eu ainda não tinha desfeito. Optei por usar uma calça jeans azul escura com rasgos nos joelhos, uma camisa  preta e um cuturno. Fiz minha higiene, arrumei meu cabelo e antes que percebesse, ouço uma buzina e percebo que eles já haviam chegado. Peguei meu celular, carteira e saí de casa, trancando a mesma e entrando na mini van. Namjoon estava na direção, Seokjin em seu lado, atrás Yoongi estava em uma das janelas e Hoseok na outra, mais atrás estava Taehyung, Jimin e eu.

Estavam todos me fazendo perguntas e tentando puxar assunto, mas eu os respondia secamente ou não os respondia. Quando Namjoon parou o carro, notei que estávamos em uma sorveteria, percebi Taehyung e Jimin abrirem um sorriso e ficarem bobos iguais crianças, o que me fez rir quando vi os dois tropeçando  ao sair do carro de tanta pressa que estavam.

- Você não vem? -Hoseok me pergunta, me fazendo sair de meus devaneios e perceber que apenas eu e ele ainda estávamos do lado de fora da sorveteria-

Saio do carro, e assim que fecho a porta escuto um barulho avisando que tinha sido trancado, mais adiante, vejo Namjoon apontando o controle em nossa direção. Entro no lugar, me sirvo e me sento junto dos garotos. Todos comemos em mais silêncio do que quando estávamos no carro, parece que todos estavam ocupados com os seus sorvetes. Quando todos terminaram, fui pagar a conta, mas fui impedido por Jin, ele havia pedido para chamá-lo assim, e disse que não era pra ter vergonha de chamar os outros pelos apelidos.

- Jin, eu pago. -falo ao beta que tentava ir até o balcão para pagar, e logo vejo o mesmo passar correndo na minha frente e pagar a conta de todos, rapidamente.

- Ele não vai te deixar pagar, é sempre ele. -o alfa branquelo de cabelos negros, vulgo Yoongi, dizia rindo, juntos dos outros ao meu lado-

- Por que estão rindo? -indago confuso-

- A sua cara foi a melhor quando o Jin-Hyung saiu correndo. -o ômega baixinho de cabelos rosa, vulgo Jimin, fala rindo- Tu tinha que ver.

Após alguns segundos com as risadas já cessadas, Jin chega. - Quem paga sou eu. -diz ele ao se aproximar-

- Por que você?

- Porque o Jin é como nossa mãe versão homem e não deixa ninguém pagar. -Hoseok fala e todos assentem-

- Isso mesmo! -Jin fala e aperta minhas bochechas, logo eu me solto e sinto uma certa queimação nas mesmas-

- Vamos? -Taehyung pergunta, e assim que faz, todos vamos para a mini van-

- Então, Jungkook, por que você deu tantos foras hoje, mas decidiu que não ia dar na gente? -o ômega rosado me pergunta e todos olham para mim, menos Namjoon, que estava dirigindo-

- Porque vocês, ao contrário dos outros, não demonstraram se aproximar de mim por interesse -falo dando uma pausa- Os outros pareciam se aproximar de mim para ter algum tipo de relação sexual, e eu não pretendo ter isso com alguém, prefiro apenas amizade. Além do mais, que muitos estavam em um tipo de disputa pra ver quem conseguia sair comigo, e detesto isso.

- Entendi.. -o alfa de cabelos roxo, vulgo Namjoon, fala. Parece que todos ficaram meio pensativos com o que eu disse-

- O que você diz faz sentido. -Yoongi diz quebrando o silêncio- Sempre há um grupo ou outro querendo disputar por um novato. Ainda mais por você que é bonito e chama atenção devido o seu cheiro.. A propósito, você é alfa né?

- Sou, nível 3. -quando termino minha frase, todos me encaram boquiabertos-

- Nível 3?? Eu nunca tinha visto um na vida! -Jin fala-

- Como nível 3?

- Você é filho de dois alfas?

- Nível 3.. Como assim? -Hoseok parecia confuso, assim como os outros, exceto Yoongi, que permanecia em silêncio-

Todos falavam juntos tentando explicar uns aos outros. Eu já estava perdendo a paciência com toda aquela gritaria. - CALA A BOCA. -eu e Namjoon gritamos juntos, já que ele também é um alfa e se irrita facilmente como eu. No mesmo instante, todos se calaram. 

Suspirei e comecei a explicar. - Sou alfa nível 3, pois meus avós eram alfas, assim meus pais nasceram sendo alfas nível 2, e eu, por minha vez, sendo alfa nível 3.

- Ahh, eu sabia. -o beta mais velho diz-

- Entendi. -os outros falam ao mesmo tempo-

- Chegamos. -o alfa de cabelos roxo fala, ao estacionar o carro-

- Aqui é o centro? -pergunto-

- Sim, você disse que queria conhecer a cidade. -o ômega com o pequeno corte na sobrancelha fala no meio de sorrisos retangulares ridiculamente chatos-

- Vamos? -Namjoon diz antes de sair do carro, os outros o acompanham e eu faço o mesmo-

                                                                                             ******************

Cheguei em casa me atirando na cama, já era meia noite e eu estava cansado de tanto caminhar e olhar a cidade por aí. Eu estava morto de cansado, e o pior é que tenho que acordar cedo amanhã, pensar nisso só me faz ter mais sono ainda. Viro pro lado e logo durmo.

 

 

                                     


Notas Finais


Foi isso, comentem o que vocês acharam e me desculpem qualquer erro.
Kissus da Joana Biscoito <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...