História Margaridas | Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor Gay, Bangtan Boys, Bromance, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Lemon, Margaridas, Romance, Shoujo, Vhope, Yaoi
Visualizações 27
Palavras 1.864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Era pra ser OneShot?
Era pra ser OneShot! Mas a pedido, e por meu sonho de escrever uma fanfic gigante lindona eu resolvi continuar. Vou dar o meu melhor nessa fic (ou tentar). Eu juro que não vou apagar, porquê TODAS as três(kkkkkk) fanfics que já escrevi, parei no meio do caminho, maaaas com essa vai ser diferente! EU CREIO, AMÉM! POSSO OUVIR(LER) UM AMÉM AI TBM?!
Eu espero muito que fique boa, e é isso. Aí e obrigada moça que me incentivou no Cap anterior ♡

Capítulo 2 - Capítulo 2


Esperou mais alguns segundos olhando a luz do quarto de Jimin se ascender. Deu um suspiro longo, porém frustrado. Jungkook sabia mais do que qualquer um a dor que ele sentia, parece fácil aos olhos de quem vê , era só ele se declarar e pronto! Mas o jovem vem de um família tradicional religiosa. Como seu pai reagiria ao descobrir que seu filho gostava de alguém do mesmo sexo?!

 Ficou imaginando quando seria o dia em que tomaria uma iniciativa... Não faz muito tempo que Jungkook descobrir o que sentia pelo outro, em uma dessas "brincadeiras" de andar de mãos dadas, olhar fixamente um para o outro, ou quando ele parava pra analisar cada traço do rosto de Jimin - devo avisar que é perfeitamente desenhado -percebeu que queria segura-ló e não queria mais soltar aquele corpo pequeno. 

Sentia que precisa proteger Jimin, aos olhos de Jungkook ele era alguém perdido no mundo tentando se encontrar, porém forte. Jeon sabia da opção sexual do amigo, mas também sabia do sufoco que o mesmo teve para pelo menos ouvir um "oi" de seu pai. Deu graças a Deus pela  mãe de Jimin aceita-ló... Jungkook tinha o peso nas costas por pensar em perder sua própria mãe por sua opção, o grande medo da mãe o rejeitar, é sua melhor amiga! A que mais o entendia...

 Outro motivo por Jeon não se declarar a Jimin, era o medo de não ser recíproco. Nunca percebeu os sinais do amigo - por não serem tão óbvios, mas duvidosos - e o mesmo nunca percebeu os seus. Um mês antes de descobrir seus sentimentos por seu hyung, o mesmo o contou que estava conversando com alguém que conhecerá em uma boate. E Jungkook cheio de ciúmes e raiva, gracejou dizendo que era loucura. "Jimini-ha, qual a probabilidade de um relacionamento com alguém que você conheceu em uma boate dar certo?! Isso é loucura, hum! Muitas pessoas são nojentas, e podem querer se aproveitar de você." Antes de Jimin tentar contestar, o cortou por ali mesmo, queria esquecer aquela conversa.

 - Como fui idiota - pensou alto, se sentindo um tolo por não deixar o amigo se relacionar, já que ele nunca seria o que ele precisava. Depois de respirar fundo repentinas vezes com seu vazio ao lado esquerdo do peito decidiu mandar uma mensagem a Jimin. 

Você - 23:39

Boa noite Jiminie Durma bem!

 Depois de não obter resposta, foi tomar seu banho imaginando que o outro já havia dormido. Após de um longo tempo no banheiro deixando, e esperando que aquela água quente, e a fumaça que se acumulava no banheiro levassem seus problemas... Desligou o chuveiro enrolando a toalha na cintura saindo do box e indo ao seu quarto. Com o corpo ainda com as gotículas de água por conta da ducha, pegou o celular esperando alguma mensagem.

 Jimin - 00:02

 Boa noite Jungkookie, amanhã depois de suas aulas, me espere naquele mesmo bar de hoje, quero te contar uma novidade! (: 

 Você - 00:12

 E qual seria essa novidade? 

 Jimim - 00:13

Segredo... ^^

Me espere lá, Boa noite!


 Sorriu olhando para o celular e logo após bloqueando a tela. Abriu o guarda-roupa pegando uma boxer e uma calça de moletom, vestindo rapidamente se jogando na cama depois de se vestir. Colocou as mãos abaixo da cabeça olhando para o teto imaginando qualquer besteira que seu hyung poderia dizer como se fosse uma novidade, de modo que ele sempre costuma fazer, dizendo que é importante. E nesses pensamentos acabou dormindo.            



       ¥         ¥          ¥          ¥ 



 - Tá Yoongi eu não vou me atrasar. 

 - Olha Jimin, se você se atrasar logo no primeiro dia, eu juro que esfrego sua cara no chão! - disse Min do outro lado da linha estressado. 

 - Eu já entendi Yoongi, por que eu me atrasaria, hum?!

 - Não sei, você e seus milagres me surpreendem as vezes, então  só  chegue cedo okay?!  Foi muito difícil conseguir esse emprego para você! 

- Está bem hyung, prometo chegar no horário! 

 -  Tá, tá. Estou te esperando na cafeteria, venha logo! 

 - Eu já estou saído de casa... - Yoongi encerrou a ligação e  Park olhou mais algumas vezes no espelho, mexendo em seus fios de cabelo que estavam à frente dos olhos. Imaginou qual cor seria a próxima, já que estava enjoado de seu loiro. Buscou as chaves em sua bolsa se preparando para sair de casa. Depois de alguns segundos esperando o táxi seguiu para a cafeteria. 

 Chegando lá avistou seu amigo, com uma caneca na mão olhando pra janela. 

 - Cheguei.- sentou na cadeira a frente. 

 - Até que enfim - disse e tomando um bocado de seu café - falou com ele? 

- Não - desviou o olhar para qualquer coisa que não fosse Min Yoongi - não deu tempo... 

 - Você passou a noite inteira com ele e me diz que não deu tempo?! Olha Jimin, suas mentiras já foram melhores!  

- É que ele não me deixava falar, sempre quando eu ia dizer alguma coisa ele me cortava. - a garçonete chegou o perguntando o que gostaria de beber, e ele escolheu um cappuccino. 

 - Já está saindo - disse voltando aos seus pedidos. 

 - Tá, voltando ao assunto - o mais velho disse estalando os dedos em frente ao rosto de Jimin. - você,  não conseguiu porquê  estava com medo não?! 

 - Sim - disse tão baixo, quase inaudível. 

 - Jimin... - suspirou - eu já disse que Jungkook não vai fazer nada de mais - e novamente alguns goles de café se foram - o máximo que ele pode fazer é  não falar mais com você, ou agir estranho contigo.

 - A só isso?! - o olhou incrédulo - por isso mesmo não vou falar - cruzou os braços - não vai mudar nada eu dizer ou não... - pensou um pouco - não é recíproco... 

 - Mas ele não vai parar de falar com você. E se não vai mudar nada, por quê  não diz logo em vez de guardar isso por aí?! - apontou para o peito do mais novo - E como você  sabe que não é recíproco? Vai me dizer que ele já te disse sem ao  menos você o contar?! - sorriu com deboche. 

 - Não, mas ele já me contou sobre algumas meninas que tem interesse nele - tensionou os braços segurando em suas próprias coxas em desconforto por falar aquilo - e que ele tem algum tipo de afeto. E algumas delas ele já ficou.

 - Afeto não é  amar, certo?! - a garçonete chegou entregando o capuccino e Yoongi  acenou com um "obrigado" - pode ser que ele ainda não se descobriu. E você também já ficou com outras pessoas para esquecer o Jungkook, e ele é novo, não acha que é normal ficar com alguém - deu os ombros. 

 - Está bem, vamos falar de outras coisas tá?! E você e a... 

 - Baek In Ha?! - Jimin balançou a cabeça para ele prosseguir - já terminamos! 

 - Nossa, mas dessa vez não me deu tempo nem de aprender o nome dela - deu risada pela rápidez do amigo. 

- Ela não era importante...- pensou por segundos - Jimin você quer que eu conte a Jungkook? 

 - Contar o que? - perguntou com as sobrancelhas franzidas.  

 - Que você gosta dele, é  mais fácil! - disse deixando o copo em cima da mesa.

 - De novo com esse assunto Yoongi - colocou os cotovelos em cima da mesa, colocando as mãos em sua cabeça. 

 - Não, adianta fugir. E aí? Vai querer ou não. 

 - Claro que não, quando for pra contar para ele, eu quero dizer da minha própria boca pessoalmente! E também você contar pra ele,  vai me fazer parecer aquelas garotas de colegial, apaixonadas que não tem coragem de se declarar.

 - Olha corajoso ele, quem vê pensa que você não é igual a essas garotas de colegial  e até parece que você vai realmente contar - disse rindo da situação do amigo.

 - Eu vou contar - soltou o ar que estava segurando - só não sei quando e como.

 - "Como contar".- imitou a voz de Jimin - É  só usar a boca! Já o dia você é quem escolhe, o ano tem 365 dias, mas se quiser esperar o ano bissexto pra ter mais tempo, eu não me importo - e novamente deu de ombros sorrindo.

 - Nossa que engraçado olha me sinto com um palhaço a minha frente. 

 - Prazer! - sorriu - Para de cú doce Jimin, é só dizer, não é tão difícil assim é melhor do que ficar escondendo e usando outras pessoas pra suprir sua vontade de ficar com ele. 

 - Oras, não é cú doce...- olhou rindo para seu hyung pelo termo que usou - Para você  é fácil falar! 

 - E também é fácil fazer! - olhou para a tela do celular - você  não tem que trabalhar?! Disse que não iria chegar tarde, então anda! 

 - Ai verdade, graças a Deus eu consegui um emprego! 

 - E graças a Min Yoongi também né?!

 - Você só fez uma pequena ajuda - levantou pegando a bolsa da cadeira e seu cappuccino - mas mesmo assim, obrigado! Bom eu tenho que ir, me manda uma mensagem?! 

 - Ue, por quê não vem me ver pessoalmente? - disse com um tom de desconfiança - você sempre vai me encher na minha casa. 

- Vou encontrar Jungkook hoje! - sorriu alegre.

- De novo?! Vai contar a verdade? - zombou do amigo. 

 - Jamais! - saiu sorrindo e deixando-o sozinho, já havia se acostumando com algumas das piadinhas de Yoongi... 




 Enquanto isso Taehyng e Jungkook conversavam  na aula de biologia sobre algumas coisas desinteressantes. Como "Que nota você tirou em História?"... 

 - Não sei Jungkook, acho que um sete, por ai - falou sem nenhum interesse naquele assunto - você ainda vai sair com a Lisa? 

 - Não sei, provavelmente não, Jimin me chamou pra sair hoje. 

 - Tudo bem que o Jimin é um dos nossos melhores amigos né, mas como você se diz o hetero e a  Lisa é  A LISA,  - disse aumentando o tom quando disse "Lisa" - deveria sair com ela, já que uma boa quantidade de pessoas querem ficar com ela.

 - Mas eu não. 

 - Jungkook... Eu acho que você é gay. 

 - Achou errado - dizia com uma expressão desinteressada - não é só porquê eu não quero sair com alguém,  que isso quer dizer que  sou gay.

 - Eu sei, eu sei - colocou as mãos para cima em forma de rendição - mas é que alguns meses atrás você era o pegador e agora de onze frases que fala, dez é sobre Jimin. 

 - É que eu passo bastante tempo com ele - se incomodou com aquilo. Por mais que Taehyng era seu amigo, não queria contar sobre seu sentimento por Jimin. Pra ele ainda era novo tudo àquilo, tinha acabado de se "descobrir" então não tinha liberdade pra falar com alguém, mesmo que tivesse confiança. 

 - Hum... Sei - virou-se a louza anotando o que a professora escrevia.  


Notas Finais


E aí, vamo fecha?
Mentira(mas se quiser, tamo ai) kakakkak
Ficou bom gente? Gostaram?

E obrigada de novo moça (ou moço)
Gente me incentivem, sou sensível preciso de carinho e atenção, além do mais eu preciso saber se estão gostando pra continuar. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...