História Marichat: O Amor Por Trás Da Mascará - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Félix, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nathanaël, Nino, Plagg, Tikki
Tags Drama, Luta, Revelaçoes, Romance, Violencia
Visualizações 459
Palavras 1.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse capitulo sera so do nosso quero, melhor, maior que eu amo, Shipp:
MARICHAT♡

Capítulo 12 - Mais Que Gatinho...


Fanfic / Fanfiction Marichat: O Amor Por Trás Da Mascará - Capítulo 12 - Mais Que Gatinho...

Marinette On

Quando cheguei em casa estava em um pequeno problema. Minha mão achou em meu quarto os panos que havia limpado minha ferida. Me fizeram sentar na cadeira, estão agora de frente comigo. Meu pai estava ocupado, então minha mãe resolveu falar comigo sozinha:

- Marinette...você levou algum corte? - perguntou minha mãe

- Não mãe

- Então por que isso estava no seu quarto? - amostrou os panos e faixas

- Não foi um corte grande, achei que não precisaria contar

O corte foi grande e ainda foi fundo. Se eu dissese isso ela iria fazer varias perguntas. Muitas mesmo:

- Deixa eu ver

- Mãe, não foi nada! Apenas um corte, todos se cortam

- Marinette, me amostre agora

Levantei a manga da blusa, bem pouco. Não amostrei todo o ferimento, ela iria surtar:

- Filha! Como se cortou assim?

- Foi um acidente mãe

- Filha não me assuste assim mais - disse me abraçando - Você sabe que so quero seu bem né?

- Sim eu sei

- Mas a proxima vez que você se machucar, me diga. Você entendeu?

- Entendi

- Que bom. Sobe

Subi as escadas indo para meu quarto. Estava  bastante cansada, com sono. Entrei tranquei a porta e fui até meu armario:

- Marinette, esse corte ainda doi?

- Sim Tikki, um pouco

- Suas costas?

- Doí menos. Esta bem melhor que antes

Peguei uma toalha e um camisolo preto. Fui até a cama e peguei meu celular:

- O que vai fazer? - disse Tikki sentando em meu ombro

- Quero saber o resultado de quem ganhou o show de talentos, vou perguntar para Alya

- Eu vou durmi, aliais eu estou super cansada tambem. Tive que comer queijo do lixo!!

- Chega de drama Tikki. Boa noite

Tikki vôou e se deito do lado do traveseiro. Quando terminei de digitar fui até o banheiro e enchi a banheira. Só quero relaxar agora. Tirei minha roupa e entrei na agúa. Estava fria demais, bem gelada. Deitei minha cabeça, fechei os olhos e respirei fundo. Esses dias estão realmenres cansativos, corridos e tão triste. Aconteceram varias coisas. Abri os olhos bem rapido. Ouvi um barulho esquisito. Terminei de tomar banho, me enxuguei e vesti o camisolo. Sai bem devagar. Olhei para os lados e andei devagar até a janela. Não tinha nada la fora. Meio esquisito, tenho certeza que ouvi um barulho. Deve ser engano. Fui até minha mesinha e peguei uma escova. Começei a pentiar meus cabelos devagar enquanto cantava uma música bem baixinho. Estou super ansiosa vom o resultado do show. Não sei se me sai bem, mais tenho fé em mim. Derrepente senti uma respiração quente perto do meu pescoço fazendo meu corpo arrepiar:

- Oi princesa 

A voz era rouca e suave, me fazendo arrepiar novamemte:

- Chat?..

Segurou a cadeira e virou para si. Seus olhos brilhavam muito, aquela cor verde era tão bonita. Espera, esta super perto. Perto demais:

- O-O que faz a-aqui?

Se aproximou mais e falou bem baixo perto do meu ouvido:

- Vim ver você princesa

Nesse momento ja estou bastante vermelha agora. Ele deu um sorriso bem baixinho. Admito nessa hora eu derreti. O empurrei devagar e fui para perto da janela:

- E-Eu estou bem. Pode ir embora

Seus braços rodiaram minha cintura, senti sua respiração em meu pescoço, e ouvi sua voz falar bem baixinho:

- Esta me expulsando princessa?

Nesse momento estou vermelha de vergonha, estou sem reação, sem palavras. Me afastei devagar e me virei para ele. Não queria me afastar e não conseguia encara-lo de jeito nenhum:

- N-Não é isso...é s-só que...

- Mais eu quero ficar com você...princesa

Começou a se aproximar novamente. Dei alguns passos para atras até chegar na parede. Colocou sua mãos na parede bem perto de meu rosto e me encarou um pouco. Agora não tenho mais para onde ir:

- O que foi? Esta com vergonha? - disse com um sorriso de lado

O que deu nesse Gatinho? Abaixei a cabeça com mais vergonha ainda. Senti sua mão segurar meu queixo e levantar meu rosto:

- Você é tão bonita quando esta com vergonha

Esse garoto quer me deixar feito um pimentão? Quando ia empurra-lo para sair fui surpreendida por um beijo. Estava surpresa no começo, mais logo deixei me levar. Senti uma explosão de sentimentos. O que esta acontecendo aqui? Esse Gatinho quer me deixar louca. Me surpreendi mais ainda quando minhas pernas subiram cruzando na cintura dela. Acho que fiquei mais corada quando suas mãos passaram por minhas coxas para me segurar. O beijo era profundo, e bastante doce. Nossas linguas batalhavam uma com a outra. Marinette, o que esta acontecendo com você? Que coisa feia:

- C-Ch...C-hat...Par-re...

Tentiva falha. Chat me segurou me desescostando da parede. Coloquei meus braços em seu ombro. Admito, estava bom sim. Dava pequeno puxões em seu cabelos. Me levou e me deitou na cama. Ta bom, agora chega, esta indo longe demais. Nos separamos do beijo ofegantes:

- C-Chat...chega...para Chat..

Ao sair do beijou começou a descer varios por meu pescoço. Tentei afasta-lo, sem sucesso:

- Ch...Para!...

Olhei para cima e vi Tikki. Empurrei ele bem rapido o afastando. Ainda bem que ela esta durmindo, se não ficaria suler envergonhada. Mais do que ja estou:

- Chat - disse respirando fundo - É melhor pararmos ta bom?

- Por que? Estava tão bom

Veio para cima de mim novamente. Me beijou profundamente. Ja estava ficando sem ar. Voltou a beijar meu pescoço e dar chupões:

- Chat!

O empurrei mais uma vez. Ele me ouviu? Ahm, não! Voltou a me beijar. O que ouve para ele estar assim? O empurrei quando ouvi um barulho:

- Marinette? Filha?

- Droga!!

O empurrei para o lado o escondendo debaixo da cama. Me levantei e me ajeitei bem rapido:

- Estava falando com quem filha? - disse minha mãe ao abrir a porta

- T-Tinha ligado para Alya

- Hum..tudo bem. Acho melhor ir durmi filha ja esta tarde

- Eu vou agora mesmo mãe

Só vou expulsar um certo Gato de dentro do meu quarto:

- Tudo bem, boa noite

- Boa noite

Quando ela saiu ouvi um barulho no meu celular. Deve ser mensagem da Alya. Peguei meu celular e tirei a senha. Quando ia olhar Chat começou a me beijar de novo:

- Espe...perai Chat - o empurrei devagar e olhei

- O que ouve?

- Não acredito. Ganhamos no show de talentos!!

Chat veio até mim e me abraçou. Dessa vez sem beijos:

- Parabens princesa...

Nesse momento meu coração bateu bem mais rapido, quase saltava de dentro de mim. Me sinto segura, me sinto amada pela primeira vez. Tirando meus pais que são outro tipo de amor não é? Me afastei um pouco e olhei para ele: 

- Acho melhor você ir Gatinho

- Gatinho? - falou sorrindo

- N-Não, eu nâo quiz dizer isso, eu...

- Tudo bem. Eu gostei... - disse me puxando para mais perto

- Olha, chega de beijo ta bom?

- Mais estava tão bom - abaixou as orelhas

- Não. Agora vai

- Por favor, deixa eu ficar so mais um pouco

Me virei e respirei fundo. Não acredito que vou dizer isso:

- Só um pouco

- Obrigado princesa

Me pegou no colo e me colocou na cama, em seguida me abraçou. Peguei a almofada e escondi Tikki. Minha cabeça estava em seu peito, podia ouvir seu coração. Estava batendo super rapido, nem parece que ele esta nervoso. Ja estava ficando com sono e ele ainda estava fazendo cafuné:

- Chat... aconteceu algo?

- Não princessa. Apenas queria estar com você hoje. Só isso..

Fechei meus olhos e bocejei um pouco:

- Esta com sono?

- Só um pouco...

- Tudo bem. Durma. Eu vou estar aqui, certo?

- Certo...

- Boa noite princessa...

- Boa noite...gatinho

Não sei explicar o quanto estou feliz. Me sinto tão bem quando estou com ele. Mais que Gatinho...

 

Continua....


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse momentinho♡ beijo da Xp


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...