História Marinette e Plagg - Um amor não tão impossível - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~DaLoRi

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrinette, Marichat, Marinette, Plagg, Revelaçoes
Exibições 309
Palavras 789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pelo titulo vocês já devem saber o que vai acontecer né ? Hehe

Capítulo 10 - Descoberta


         Marinette O

???: Olá vocês dois, eu sou... An.... Angel Dark - disse uma garota com asas que desceu e ficou em frente pra mim e pro Chat - e é melhor vocês pegarem logo o objeto onde tá o akuma antes que ele acorde - falou apontando pra ele, o Chat foi lá, pegou o cinto dele ( Luuh: é eu sei, muito cafona ) e usou o cataclismo nele. Eu purifiquei o akuma e fui conversar com a tal de Angel - bom... Como eu disse, me chamo Angel Dark e esse é o meu miraculous - ela me mostrou o bracelete dela.

Eu: Sendo assim - estendi a mão pra ela - bem vinda a equipe - ela apertou minha mão e depois a do Chat, que a olhava com desgosto.

Chat: Que pena, não seremos mais a dupla BugChat - falou zombeiro mas dava pra ver que ele tava com raiva.

Angel: Sem problemas, eu não vou atrapalhar o romance de vocês - o Chat pareceu se aliviar mas eu fiquei com raiva

Eu: Nós não temos romance nenhum - falei mais auto e raivosa do que eu pretendia.

A Angel me olhava com um olhar de surpresa e o Chat de tristeza. Eu só ignorei eles e fui "voando" pra casa. Quando cheguei me joguei na cama e dei cookies pra Tikki, que pegou e voou pra gaveta ( que é onde ela costuma comer ). Fiquei encarando o teto e 5 minutos depois recebo uma visita do Plagg. Ele veio de kwami e atravessou a janela, porque tava fechada. Eu que antes estava deitada agora estava sentada, ainda na cama.

Plagg: Olá, my princess - ele virou humano e beijou minha mão.

Eu: Olá Plagg, que bom que está aqui, eu preciso conversar - ele se sentou do meu lado.

Plagg: Qual é ?

Eu: Acho que seria mais educado perguntar, o que houve.

Plagg: Ah perdão - deu uma tosse falsa - o que houve ? - eu ri enquanto negava com a cabeça mas logo meu sorriso sumiu.

Eu: Se eu te contar um segredo promete que não vai contar pra ninguém e nem rir de mim ?

Plagg: É claro - ele parecia preocupado.

Eu: É... É que eu... Eu... - ele me encarava atento - eu sou a Ladybug - ele me encarou muito surpreso, tipo "O que ? Impossível" - sabia que não ia acreditar, afinal, a Ladybug é corajosa e segura e eu sou o oposto - eu abaixei minha cabeça.

Plagg: O que ? Ta brincando ? Eu to surpreso porque eu fui muito burro em não perceber que você era.. Quer dizer... É a Ladybug, vocês duas tem tudo em comum, além da beleza e a bondade em ajudar a todos - eu olhei pra ele - você mais que ninguém é perfeita pra ser ela - sem mais nem menos eu o abracei bem forte - não.... To.... Conseguindo.... Respirar.

Eu: Opa, desculpa - me separei e voltei a abraça-lo só que com mais calma - melhor ?

Plagg: Melhor - ele retribuiu e ficamos assim por um tempo, nos separamos e ficamos nos encarando, fomos nos aproximando, fechamos os olhos esperando nossos lábios se tocarem mas....

Tikki: Marinette - nos separamos rapidamente e encaramos ela - Plagg ?

Plagg: Olá Tikki, quanto tempo né ?

Tikki: É, realmente muito tempo - ela olhou pra mim - olha, Plagg, vai embora que eu quero conversar com a Mari.

Eu: Tikki - a repreendi

Plagg: Tudo bem, já vou indo - ele beijou minha mão e voltou a ser kwami - até mais, my princess - ele atravessou a janela e saiu. Eu e Tikki nos encaramos.

Tikki e eu: Qual é o seu problema ? - demos um pausa - o meu problema ?

Tikki: Eu termino de comer e quando saio da gaveta vejo você e o Plagg quase se beijando.

Eu: E você que com a maior grosseria do mundo, mandou ele ir embora - ficamos discutindo até que eu me cansei - JÁ CHEGA - ela se assustou - Tikki, transformar - dita essas palavras eu me transformei e fui pra Torre Eiffel.

Chegando lá eu me apoiei na grade e fiquei pensando, muito tempo se passou, o sol estava se pondo e meu miraculous apitou.

Eu: Desligar - falei e voltei a ser a garota desastrada de sempre. Ela estava tão cansada que desmaiou no chão, eu tirei um cookie da minha bolsa e botei do lado dela, que logo se despertou com o cheiro e começou a comer.

            Autora On

Mal sabe ela que desde que chegou na Torre estava sendo observada por um certo gato de olhos verdes.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, o próximo sai mais tarde. Talvez.
Bjs com Nutella


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...