História Marinette e Plagg - Um amor não tão impossível - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~DaLoRi

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrinette, Marichat, Marinette, Plagg, Revelaçoes
Exibições 325
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Descubram agora quem teve aquele sonho. E que comecem as Tretas.

Capítulo 12 - TRETASSSS


          Danielle On

       Sonho On

É o sonho do cap. 6
To com preguiça de escrever

         Sonho Off

Acordei num pulo, eu estava ofegante e com lagrimas em meus olhos.

Criss: Dani, o que houve ? Por que tá chorando ? - ela estava visivelmente preocupada.

Eu: Nada, nada, é que eu sonhei com uma antiga amiga minha.

Criss: Ah - ela nem resolveu tocar no assusto pois sabe como eu fico quando falam dela - Bom... Esquece isso e se arruma pra ir pra escola ? - ela tentou mudar de assunto mas não funcionou. Nunca vou esquecer esse sonho.

Eu: Claro - falei desanimada e fui tomar meu banho. Sai do banheiro, botei minha roupa ( que era toda azul, porque eu amo azul ), botei Criss no bolso da minha jaqueta e peguei minha mochila.

Cheguei na escola e entrei na sala que por sorte estava vazia, eu me sentei no meu lugar ( ultima carteira ) e fiquei pensando no meu sonho. Eu sinto sua falta, Mi. Ouço a porta ser aberta e a Mari e o Plagg entrarem de mãos dadas. Sempre me perguntei se eles tem alguma coisa. Ela me viu e acenou, eu retribui. Minutos depois o Adrien entra.

Adrien: Oi Mari, e Plagg - falou o nome dele com desgosto.

Mari: Oi Adrien - ela falou o nome dele com desgosto. Hoje é dia de falar nomes com desgosto ? (Luhh: Não, é que eles são assim mesmo / Dani: Ah tá).

Adrien: Você gostaria.... - ela interrompeu.

Mari: Desculpe, não vai dar, estou com o Plagg - ela se agarrou no braço dele e a cara do Adrien não tava muito boa. O sinal tocou e ele se sentou no seu lugar. Todos foram entrando e assim que o Plagg viu a Alya se levantou. Eu já ouvi a Mari falando dela.

Alya: Sem problemas Plagg pode se sentar ai, eu fico do lado do Ivan.

Plagg: Tem certeza, não quero roubar sua amiga.

Alya: Tenho sim e fique sabendo que ninguém vai rouba-la de mim, se ela pensar em me substituir eu mato ela.

Mari: Saiba que isso não vai acontecer - ela se levantou e abraçou ela. Isso me fez lembrar de mim e da Mi.
A professora entra na sala e pede o silêncio da turma.

Bustier: Atenção, sábado que vem terá um festa para comemorar 50 anos da nossa querida escola - o que ? Essa escola tem cinquenta anos ? Meu deus - e é obrigatório que todos venham. As meninas só poderão vir de vestido e os meninos de paletó.

Kim e Alix: Mas professora.... - ela os interrompeu.

Bustier: Sem mas e é bom que vocês venham - eles bufaram - despejados - olhamos pra elas confusos e de repente.

       TRRRIIIIIMMMMMM

O sinal do intervalo toca e eu sai assustada da sala. A professora é uma bruxa.

???: Não - olhei pra trás assustada e vi a Mari, respirei aliviada - a professora não é uma bruxa.

Dani: Como você sabe que eu... - fui interrompida.

Mari: Todos os novatos, quando vêem ela fazer isso pensam assim, foi a mesma coisa com o Plagg.

Plagg: É verdade - falou brotando de algum lugar.

Eu: Então ela sempre faz isso ?

Plagg e Mari - Sim!!!

Mari: Agora... - ela pegou na minha mão - vem lanchar com a gente - ela foi me puxando até o refeitório e me sentiu numa mesa - vou comprar os lanches - disse e foi. O Plagg sentou do meu lado.

Plagg: Ela é legal né ?

Eu: Com certeza, eu tinha até esquecido como sorrir mas quando conheci ela.... *Suspiro* será que ela é minha amiga ?

Plagg: É claro, todos são seus amigos... Quer dizer... Menos a Chloé, ninguém gosta dela e ela não gosta de ninguém.

Eu: Chloé é aquela garota loira que implicou comigo no primeiro dia de aula né ?

Plagg: Essa mesma.

Mari: Voltei - falou a Mari surgindo do além e botando os lanches na mesa - aqui seu dinheiro Plagg.

Plagg: Opa, como assim, eu fiz as contas e não era pra sobrar troco - falou encarando e mexendo no dinheiro.

Mari: Isso é porque eu usei o meu dinheiro. E como eu não tinha o suficiente acabei usando parte do seu, desculpa

Plagg: Não tem pelo que se desculpar, eu dei meu dinheiro pra você não gastar o seu, mas você é muito teimosa.

Mari: Sou mesmo - ela se sentou do lado do Plagg. Minutos depois o Adrien, a Alya e um garoto de boné e fones no pescoço sentam de frente pra gente. O Adrien de frente pro Plagg, a Alya de frente pra Mari e o garoto de boné em frente a mim.

???: Oi, acho que você ainda não me conhece, eu me chamo Nino - o garoto de boné disse e estendeu a mão pra mim.

Eu: O-Oi eu sou Danielle - apertei a mão dele.

Nino: Prazer - nós soltamos as mãos.

Dani: O prazer é meu - um silencio reinou mas foi quebrado pela Alya.

Alya: Então Mari, como vai seu relacionamento com o Plagg ? - os dois coraram - porque não vou mentir, eu shippo vocês dois, antes eu shipava você com o Adrien, mas agora que o Plagg apareceu.... AI, por que fez isso ?

Mari: Pra vê se você cala a boca - a Mai deve ter chutado a perna dela por debaixo da mesa. Começamos a comer e conversar e pude ver alguns olhares mortais de Adrien no Plagg. Ele deve ta com ciúmes.

       ~ Quebra de tempo ~

Fim das aulas, eeeeee vamos comemorar tuts tuts tuts ( zoa ) as aulas já haviam acabado de acabar e eu estava a caminho de casa.

Criss: Você viu como aquele garoto loiro tava olhando pra quele de cabelos negros ?

Eu: Vi, ele tava assustador, espero que não faça nada.

         Plagg On

As aulas acabaram e eu levei a Mari pra casa.

Mari: Obrigada Plagg, adoro sua companhia - ela me deu um beijo na bochecha - até amanhã - falou e entrou.

Eu: Até - fiquei lá, parado com o maior carão de bobo e quando me liguei, voltei a ser kwami e voltei pra casa sem que ninguém me visse, entrei pela janela e fui pra gaveta que eu mais adoro. Mas não tive um minuto de paz porque o Adrien abriu a gaveta bruscamente e pegou, me apertando logo em seguida.

Eu: O que você ta fazendo ? - prometi pra mim mesmo que não ia falar com ele, mas ele estava me machucando.

Adrien: O que eu estou fazendo ? O que você tá fazendo ? Fica longe da Mari ela é minha - eu me transformei em humano e assim ele me soltou. Dei um tapa fortão na cara dele que fez ele cair no chão, ele levantou e me deu um soco abaixo do olho. Dei um gancho de direita nele que o fez desmaiar. Me olhei no espelho e o local que ele avia me socado tava roxo. Escrevi um bilhete e deixei em cima da mesa, voltei a ser kwami e fui voando pra casa da Mari.


Notas Finais


E agora ? O que ta escrito no bilhete ? Espero que tenham gostado.
Bjs com Nutella.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...