História Marinette e Plagg - Um amor não tão impossível - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrinette, Marichat, Marinette, Plagg, Revelaçoes
Exibições 313
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Prometi e cumpri, mais um cap pra vocês amores. Boa leitura.

Capítulo 7 - Sem título hihi


            Marinette On

Depois que levei a Dani pra sala do Sr. Dâmocles eu fui pra minha sala.

???: Hello, my princess - olhei pra trás e vi o Plagg, com certeza meu sorriso normal já estava do tamanho do mundo.

Eu: Olá, soube da nova ? - fomos andando devagar até a sala.

Plagg: Que nova ? Vai ter um concurso e o prêmio vai ser um lote cheio de camembert ? - falou rápido e com entusiasmo.

Eu: Caramba, quem dera - rimos - entrou uma garota nova e eu não quero julgar antes mesmo de conhece-la direito mas ela é estranha - sussurei essa parte.

Plagg: Não esquenta, se conhece-la melhor vai acha-la legal, eu espero né, nem se quer vi ela - eu ri enquanto negava com a cabeça.

Eu: Ai Plagg, só você - entramos na sala e não tinha ninguém então resolvemos sentar juntos.

Plagg: Posso te perguntar uma coisa ?

Eu: Acabou de perguntar - nós rimos.

Plagg: Alem dessa - falou depois que se acalmou da risada.

Eu: Pode sim.

Plagg: o que você acha de nós..... - ele foi interrompido e vocês não vão acreditar por quem.

Adrien: Estou atrapalhando ? - falou com um sorriso cínico.

Plagg e eu: Está - falamos sem gosto.

Adrien: Puxaa, então tá - ele se sentou no seu lugar e pegou o celular.

Plagg: Continuando, eu queria saber se nós podíamos.... - interrompido de novo.

Adrien: Opa, lembrei de uma coisa, Mari você pode ir no parque comigo ? - perguntou com um sorriso gentil

Eu: Não - falei séria e ele me olhou tipo "como assim ?" e eu dei de ombros - pode continuar Plagg.

Plagg: Ah eu ia perguntar se você queria ir na sorveteria comigo mas.... - eu interrompi.

Eu: Sim - ele me olhou com um belo sorriso no rosto.

Plagg: Jura ?

Eu: Juro - dei um pausa - é só me dizer quando e que horas te encontrar.

Plagg: Vai ser hoje mesmo, depois da aula, tudo bem ?

Eu: Claro - fui olhar pro Adrien mas ele não estava mais lá, ainda bem.

Depois de muuuito tempo conversando o sinal toca e todos entram, o Plagg foi pro seu lugar pra que eu fique com a Alya. A professora chegou logo depois com.... A Danielle ?

Bustier: Atenção! - ela bateu palmas - essa é Danielle, ela tem 15 anos, veio de Tokyo, olha que chique - ela sussurou e nós rimos, menos a Chloé é claro - e vai morar com a sua avó, espero que tratem ela bem e não arranjam confusão - olhou pra Chloé - por favor Danielle se sente do lado do Nathaniel, é o único lugar vago - ela assentiu e começou a andar mas tropeçou numa escadinha que tinha ali.

Chloé: Hahahahaha parece que temos mais uma idiota na escola, é melhor você ficar longe de mim sua ridícula - me levantei e estendi a mão pra Dani que aceitou e eu ajudei a levantar.

Eu: Escuta aqui Chloé - falei o nome dela com o maior desgosto do mundo - você se acha só porque é filha do prefeito ? Se liga você não é melhor que ninguém daqui e nem vai ser, você só é uma vaca metida, é bom pensar antes de voltar a maltratar qualquer um, se não eu vou te dar uma bela porrada - com um punho fechado e outro aberto eu os bati com força - ah e se você ousar falar assim com a Dani de novo nem pense que eu vou deixar barato, entendeu ?

Chloé: Eu não tenho medo de você - falou ignorando totalmente o que eu disse, isso me deixou irada. Então eu a peguei pelo rabo de cavalo e falei com a voz mais assustadora do mundo.

Eu: Deixa eu repetir, você não vai mais fazer mais mal nenhum a alguem e caso faça eu vou acabar com você e que se foda se você é filha do prefeito, ENTENDEU ? - falei essa parte mais auto que o normal, assustando todo mundo.

Chloé: S-Sim - ela tava com cara de medo e dor ( Luuh: Claro, você tá quase arrancando o cabelo dela ).

Eu: Ótimo - a joguei bruscamente na cadeira, me virei pra Dani e sorri gentil. Peguei na mão dela e a levei pro seu lugar e a sentei - não se preocupa eu vou te defender - falei antes de ir pro meu lugar. E nem tava ligando todos os olhares sobre mim.

Depois de minutos olhando pra mim de boca aberta todos saíram do transe e a aula correu normalmente. De repente uma bola de papel foi jogado em minha mesa, eu abri e li.

"Obrigada, Mari"

Olhei pra trás e vi a Dani me olhando com um sorriso gentil. É a primeira vez que vejo ela sorrindo.

"De nada"

Mexi a boca pronunciando essas palavras e ela entendeu, pois abriu mais o sorriso e voltou a copiar a matéria do quadro.


Notas Finais


Me ajudem a pensar num titulo pra essa historia ? Espero que tenham gostado.
Bjs com Nutella.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...