História Mark of Soul - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Exibições 14
Palavras 1.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieee olha quem voltou. ..... aqui mais uma vez... Tauz fazendo sentido a minha vida kkkkk, bem obrigado a quem favorito a fic e comentou foi muito legal e eu espero que vcs gostem do cap de hj pq eu demorei mais escrevi com carinho tá.... até a notas finais...
Sarangae 😻

Capítulo 2 - Chapter One


Fanfic / Fanfiction Mark of Soul - Capítulo 2 - Chapter One

A pequena Ângela foi muito bem aceita na família Mazaki, o marido da sr. Mazaki demorou duas semanas para volta isso deixa ela muito preocupada com seu marido, mas quando escutou o carro para na sua porta e seu marido entra ficou feliz e aliviada, o sr. Mazaki deu um beijo na mulher e na sua futura filha, ele tomou um banho demorado e logo depois saiu puxando sua mulher com a criança no colo, foram até um cartório onde adotaram a pequena Ângela que agora recebia o nome de In Hyeong.
Anos se passaram a pequena Hyeong cresceu e seu poder adormecido também e sem perceber era enviado uma espécie de sinal, quase imperceptível.
Assim se passaram dezessete anos, agora o sinal enviado por ela era um pouco mais forte do que quando ela era pequena, mesmo que a pulseira da ser misteriosa lhe deu filtrasse ainda sim, deixava passar até o sinal passar a ser percebido em Exo, mas eles não sabiam o que era mais tinha que averiguar, não é todo dia que aparece um sinal no espaço, principalmente vindo de um planeta tão insignificante, como a Terra.

☆25 de Janeiro de ,Exo Planet ☆

-Esse sinal aparece há alguns meses no nosso radar.-Disse Markus.

-Mas o que é? E de onde ele vem?-Pergunto Suho líder da patrulha K.

-Esse é o problema não sabemos quem manda o sinal, mais ele vem do planeta Terra...-foi interrompido pelo líder da patrulha M, Kris.

-Por que enviaram um sinal de um planeta tão fraco, isso só pode ser algum daqueles caras pra nós confundir ajeossi (tio).-Disse Chanyeol.

-Sim, possa ser que seja isso mas temos que pensar que possa ser alguém que pegou a Ângela ou alguém que sabe onde ela está. -Disse o mais velho do local.

-Mas já faz dezoito anos que ela sumiu.-afirmou Luhan.

-Sim, eu sei disso, mas ainda não perdi a esperança de que ela possa estar bem e viva.

-Mas por que nos chamou aqui appa? - perguntou Tao.

-Porque todos vocês vão pra Terra investigar  esse sinal e quem o está enviando.-Disse para os doze guerreiros a sua frente.- Vocês partem hoje no fim do dia, aqui está o endereço de onde vão morar na Terra, e documentos, será necessário para se passarem por moradores e entre numa escola e consegui um emprego.-Disse o mais velho entregando os documentos pertencente à cada um e dando o endereço aos líderes.-Boa sorte e mantenham contato.-Disse o mais velho se retirando do local.

-Bom, como não temos escolha só nos resta arrumar as malas.-Disse Luhan.

-Sim, nós encontramos no parque de Ransana, as 17 em ponto.-Disse Kris autoritário e saindo da base indo embora pra sua casa e os outros fizeram o mesmo, contaram as suas omma's a nova missão aproveitando para se despedir e arrumarem as malas.

            ♡♡♡♡♡♡♡♡♡

Antes mesmo das 17 horas já se encontrava alguns meninos esperando os outros para irem a Terra, estavam ali pensando no que fariam ao chegar no lugar, mas esses pensamentos foram interrompidos pela chegar do restante da turma.

-Todos prontos?- perguntou Kris sério e desanimado.

-Sim.-Responderam em uníssono.

-Então vamos, Kay é com você.-Disse Suho e Kay assentiu.

-Todos foquem no planeta Terra, não serei culpa se qualquer um de vocês se perderem no universo ou se desintegrarem.-Disse Kay avisando e dando a mão aos líderes, todos assentiram dando as mãos, olharam pro céu de Exo como se fosse a última vez,fecharam os olhos e se concentraram no planeta Terra, e assim sumiram em uma pequena nuvem de fumaça.

☆Planeta Terra, Coréia do Sul,  Seoul, 25 de Janeiro de 2016☆

Já era noite na Terra quando os meninos chegaram, olharam para onde estavam, numa praça com árvores de cerejeira deixando sua folhas caírem no chão e no leito do rio que passava ali perto começaram a andar arrastando suas malas distraidamente pelo local admirando a beleza, distração essa que causou um pequeno tumulto, ele começaram a atravessar sem perceber e com o sinal aberto, para a sorte deles uma menina passava na hora e correu puxando todos que podia pro lugar de onde eles tinham acabado de sair.

-Vocês estão loucos? Querem morrer?-Perguntou alterada e levemente assustada.

-Não, por que?-Perguntou Sehun,e um vento um tanto gélido soprou o que fez o mesmo fechasse os olhos e sentisse aquela liberdade que o vento carrega consigo.

-Porque todos vocês podiam ter morrido.... Aish, vocês não são daqui, são? -Perguntou a pequena heroína dos doze ali parados.

-Não,  não somos, como sabe?-perguntou e respondeu Tao um tanto rude.

-Por vocês estarem estaziados admirando a beleza desse lugar.-Disse a pequena com um sorriso.- Bem já que são novos aqui posso lhes ajudar em alguma coisa?-Perguntou a pequena para os desconhecidos.

-Sim pode.... Nós levar a esse endereço.-Disse Suho mostrando um pequeno papel como endereço escrito ali.

-Claro, vem é aonde eu moro também.-Disse menina andando.-Vamos.-Disse andando a frente mostrando alguns locais importante no caminho pra casa,andaram por cerca de quinze minutos até ela para de frente pra uma casa grande com uma casa menor ao fundo, ela pegou o papel e se certificou de que era ali mesmo o local do endereço e tudo batia certinho.

-Bom meninos aqui é a casa de vocês, e eu fui má educada e não me apresentei sou Mazaki In Hyeong, sua vizinha- disse ela se apresentando e estendendo a mão para aos garotos.

-Prazer Hyeong, sou Kim Junmyeon-Disse apertando a mão dela.- Mas pode chamar de Suho, e obrigado por nos trazer até aqui.-Disse dando seu melhor sorriso a garota.

-Não foi nada demais, ajuda é sempre bom e também é um prazer.-Disse retribuindo o sorriso.-Bom acho que vou indo, infelizmente não vou poder conhecer todos vocês agora, mas quem sabe uma próxima vez. -disse andando e dando um tchau com a mão e atravessando a rua para a casa da frente.

Entrou em casa sentindo o cheiro do peculiar Doenjang da sua omma.

-Oi omma cheguei!- Disse dando um abraço apertado que estava a cozinhar ainda.

-Olá minha pequena princesa, como foi o trabalho hoje?-perguntou se virando e dando um leve beijo na sua testa.

-Foi tudo normal e cansativo, mãe eu salvei....-Ela começou a contar a quantidade de meninos nos dedos.- Doze garotos de serem atropelados.-Disse abrindo a geladeira e pegando uma jarra de água.

-Sério, mas que perigo. Pelo menos eles estão bem?-perguntou preocupada, enquanto bebia água no copo.

-Sim omma, eles estão bem, estão até morando na casa da frente.- disse se sentando e tirando seu all star vermelho.

-Vou fazer limpeza na casa da frente todos os dias.-disse tampando a panela e se sentado na mesa.

-Que conhecencidencia.-Disse meio cansada.-Bom vou subir e tomar um banho pra jantar.- disse pegando meu sapato e me levantando.

Subiu as escadas descalça, indo até seu quarto e pegando uma troca de roupa indo pro banheiro, ligo o registro no quente e sentiu aquela água morna cair sobre seu corpo o relaxando e a deixando aliviada, desligo o registro se enxugando e vestindo uma calça moletom azul escuro e um moletom branco escrito GAP em preto, e uma pantufa vermelha com corações brancos e descendo pra jantar com sua omma e terminaram a noite vendo um Dorama na TV até umas onze horas e foram dormi.

☆No outro lado da rua☆

-Devemos tomar uma decisão logo, quem vai trabalhar e quem vai pras escola investigar por lá.- Disse Minseok olhando o notebook com algumas informações que o senhor Markus haviam lhes dados. -De acordo com as informações aqui registradas, são que os sinais ficam forte aqui, aqui e aqui.-Disse apontando no mapa.- E aqui tem várias lojinhas, aqui é um colégio, aqui diz o que é um dos melhores colégio e é único nessa região aqui os outros ficam um pouco mais distantes do sinal,e aqui é exatamente onde estamos onde o sinal foi localizado pela primeira vez.-Terminou sua analisa.

-Então faremos o seguinte Sehun e Kai, vão pro colégio, e nos 9 vamos consegui emprego nesse lugar e Suho, ficará em casa já que virá uma senhora para arrumar a casa todo dia. Alguém tem algum contra?-Pergunto Kris, olhando pra todos.

-Por que nos dois e sendo que podia por o Tao pra ir à escola também. -Disse Sehun meio indignado.

-Você sabe do histórico de agressividade colegial do Tao,  não quero ter problemas pra resolver lá caso o Tao tenha um ataque de fúria e use seu poder lá. -Respondeu olhando diretamente pra Tao e alternando algumas vezes para Sehun.- Mas alguma dúvida? -Pergunto novamente.

-Não!-Disseram todos juntos.

-Então todos prós quartos e arrumando suas coisas e indo dormi, pois amanhã será um dia cheio.-Disse Suho, pegando sua mala e subindo pro seu quarto predestinado, sendo seguido pelos outros, e assim terminando a pequena reunião, com todos cansados muitos nem desarrumaram as malas simplesmente se jogaram na cama como estavam e dormiram.


Notas Finais


Então o que acharam? Cara tô animada pra ver os comente de vcs, ces não tem idéia de como é bom ler os comentes kkkkk de vcs kkkkkk bjs até o próximo capítulo Sarangae 😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...