História Marks - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias RWBY
Tags Ruby, Rwby, Whiterose
Exibições 30
Palavras 843
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa fanfic é como se fosse uma part 2 da outra só que essa pode conter algumas partes diferentes da outra.
Nessa a narração é da Ruby
Espero que gostem
Ficou simples, mas foi feita com amor <3
kissus e boa leitura o/"

Capítulo 1 - Capitulo Único


"Todos possuímos marcas! Marcas das quais nos orgulhamos ou nos envergonhamos, mas todas elas tem um significado único que nos fazem ser oque somos agora, independente dessa marca se externa ou interna"

Eu era do tipo que gostava de observar as pessoas, seu modo de vida, saber daquilo que gostavam e odiavam. Cada pessoa tinha uma história diferente para contar. 
 Yang sempre lia livros de contos de fadas pra mim quando eramos mais novas, eu ficava tão entretida com eles, que desejava poder presenciar ou até mesmo fazer parte de um, e que de tanto desejar... Acabei tendo o costume de observar cada um que me rodeava e até mesmo aqueles que nunca tive a oportunidade de conhecer... Mas até mesmo aqueles que gostam de observar tem as suas preferencias, e eu tinha interesse por aqueles que possuíam marcas, sim, essas pessoas são as que mais chamavam minha atenção, pois eram mais profundas em seus sentimentos, mesmo não sabendo como se expressarem, essas mesmas pessoas sabiam valorizar cada detalhe e momento em sua vida. E foi exatamente esse tipo de pessoa que me fez fazer parte de um conto de fadas, ta bom, nem tanto pois ela era tão bruta, tão rude e tão fria, que fazia eu me perguntar o porquê de eu ainda correr atras dela. 

A primeira vez que eu vi Weiss, eu achava que ela era mais uma filhinha de papai mimada e fresca, afinal, quem faz tanto exagero só porque alguém derrubou suas malas e fez um buraco no meio da escola por conta de um espirro, a culpa não era minha se ela ficava chacoalhando aquele frasco com dust no meu rosto! Realmente, brigamos muito quando nos conhecemos(na verdade, ela brigava comigo), mas por mais que ela tentasse me manter longe dela, mais nos encontrávamos, seja por acaso ou não. Era como se o destino quisesse nos unir... E eu tive certeza disso quando nos encontramos naquela floresta! Porque? de tantas pessoas a primeira a eu encontra foi logo ela? Se isso não for o destino eu não acredito em mais nada.

Conforme eu fui conhecendo Weiss, eu descobria que aquela cicatriz em seu rosto, era a menor das marcas que ela possuía... Havia dentro dela muito mais marcas do que eu poderia imaginar. Marcas de não ter uma família de verdade, de não saber oque era felicidade, de não saber o que era amar e ser amada. Foi surpreendente quando uma vez eu a perguntei se ela acreditava no amor... Ela havia mostrado uma expressão que eu nunca tinha visto nela, seus olhos ficaram opacos e transmitiam uma profunda tristeza e enquanto ela falava... Sua voz estava embargada, repleta de amargura e rancor. Eu nunca chorei tanto como quando chorei enquanto ela me contava o porquê de não acreditar no amor.

Desde aquele dia eu prometi a mim mesma que iria mostrar um novo mundo a Weiss, que iria preencher todo aquele vazio dentro dela, eu nunca iria deixar ela se sentir solitária novamente.

Fora complicado ajudar Weiss, todas as vezes ela acabava tendo uma recaída. Muitas delas ocasionada por sua dificuldade em se expressar... E as outras pessoas não ajudavam muito, pois elas não sabiam como lidar com a personalidade explosiva dela, até eu mesma tive minhas dificuldades, ela falava coisas que realmente machucavam, mas eu sabia que ela não queria dizer aquelas coisas, pois ela sempre me pedia desculpas depois. Com o tempo ela foi melhorando, conseguia conversar normalmente com as pessoas sem gritar e fazer uso de insultos. E também com o tempo, e passei a ver Weiss de uma forma diferente de uma amizade, o carinho que eu sentia por ela era muito maior do que um carinho normal de amigo, e muitas pessoas pareciam perceber isso, pois sempre nos chamavam de ''casalzinho estranho''. Mas realmente era verdade, parecíamos um casal, estávamos sempre juntas, muitas vezes de mãos dadas e quando Weiss ficava brava... Eu era a única que conseguia acalma-la.

Se fosse pra dizer quando foi que eu realmente me apaixonei pele Ice Quenn, eu diria que foi quando eu olhei em seus olhos pela primeira vez, exatamente, no dia da ''nossa'' primeira briga, eu senti meu coração acelerar de uma forma tão estranha, eu pensava que era apenas raiva por ter que escutar vários insultos vindo dela. Naquela época eu não entendia, mas agora eu entendo, e me dei conta que já a amava antes mesmo de conhece-la de verdade. 

Weiss e eu começamos a namorar, foi um pouco estranho pra mim no começo, mas foi a melhor decisão que tomei na minha vida. E eu poderia dizer que sou a mulher mais feliz e amada do mundo pois eu sou.
  Antes meu maior desejo era viver um conto de fadas, agora eu só desejo poder ficar ao lado da pessoa que eu amo pelo resto da vida.

"Todos possuímos marcas, por mais dolorosas que sejam... São essas marcas que me fizeram ter a oportunidade de te conhecer... E eu agradeço todos os dias por ter você em minha vida''


Notas Finais


Por algum motivo eu gosto de colocar uma frase de efeito no começo de cada fic XD talvez pq me ajuda a não me perder muito do contesto da história.
Algum dia eu pretendo fazer uma fic que contenha mais diálogos :v É que eu gosto de descrever o que o personagem sente e transmitir ao leitor. Sempre tive esse costume quando escrevia algo. Me juguem :v
Se estão lendo aqui significa que leram a fic(ava)
Obrigada por ler!!!
Kissus no kokoro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...