História Marks a Past Obscure - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 14
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hey galerous! Vlt com um cap mais impuro pq sim. Achei q traria um pouco mais de emoção então tá ai! Espero que gostem e até as notas finais

Capítulo 37 - Wet dreams


Fanfic / Fanfiction Marks a Past Obscure - Capítulo 37 - Wet dreams

Pov Alexy

Então conta ai

Olha

N ache estranho 

Mas são tipo nudes

KSKDJISJWKS

NUDES??

Mds Taylor

EU DISSE TIPO

Vai querer ver ou n?

Hm

Quero

Espero um pouco ela mandar a foto, olho para o teto e fico imaginando que tipo de foto ela vai me mandar. Sinto o celular vibrar e volto para a mensagem

[foto do capítulo]

MEU DEUS TAYLOR

VC QUER ME MATAR

N É POSSIVEL

EU PRECISO DE UM MINUTO

KKKKKKKKKKK

Para 

Nem é tudo isso

Dramática

Não é tudo isso?

Taylor

Amo tua bunda

Ai vc faz isso

Eu acho q eu vou morrer

Pera

Quer dizer q ama minha bunda?

Bom saber

Pq??

Nada não

Preciso ir

Até mais baby

Sonha cmg

Até mais anjo

Vou sonhar

Bloqueio o celular e solto um suspiro, essa foto mexeu comigo de um jeito que vocês não tem noção. Olho para o teto e, se antes eu estava sem sono, agora tomei um banho de energético.

Depois de intermináveis horas consigo finalmente dormir.

Abro os olhos e os fecho automaticamente graças a claridade. Já está claro? Quando finalmente consigo abrir os olhos, olho para o lado e...

PUTA MERDA

Eu estou no meu quarto, mas eu não estou sozinha, Tay está do meu lado. O real problema disso é que ela está nua. 

Senhor, ela é tão gosto... MEU DEUS ALEXY PARA COM ISSO. Me levanto e acabo de perceber uma coisa, Taylor n é q única que está sem roupa. Isso quer dizer que nós...?

Eu não sei de mais nada. Vou até o armário e pego uma blusa qualquer e vou em direção ao banheiro escovar os dentes. Depois de tê-los escovado, volto pra cama e ela sumiu? Taylor não está mais no quarto, estranho

Sento na cama e me apoio na cabeceira e fecho os olhos, até que sinto a presença de alguém no quarto. Abro os olhos e dou de cara com ela, vestida com uma blusa enorme minha. Deus, eu já posso morrer

Ela sorri para mim e sobe na cama engatinhando em minha direção, quando chega perto o suficiente, aperta minhas coxas e levanta mais um pouco e morde meu lábio inferior depois me da um beijo descente

Acho que eu morri e fui pro céu, céu não, pro inferno, meu pedacinho de inferno, Taylor Wilians

Acordo meio ofegante e sem acreditar que aquilo foi só um sonho

Eu não acredito- reclamo comigo mesma

Já que eu acordei, preciso de um banho. Me arrasto até o banheiro e vou até o chuveiro.

[...]

Alexy!- escuto minha mãe me chamar enquanto eu termino de secar o cabelo

Tô no quarto!- grito e coloco a toalha no gancho

Já acordou? É hoje que vai tomar a vacina- ela fala e um arrepio corta minha espinha

Okay, mãe- me limito a responder apenas isso

Vou colocar uma roupa. Um moletom do batman, calças jeans e meus tênis pretos. Desço as escadas e começo a preparar meu "café da manhã" que consiste apenas em uma caneca de café e umas uvas porque minha mãe comprou e ta docinha.

Coloco as uvas em um pote, pego minha caneca e sento no sofá esperando minha mãe acabar de se arrumar

Termino meu café e coloco as coisas na pia, depois eu lavo, e vou escovar meus dentes. Depois de estar pronta, sento no sofá e vou ver o grupo

Galerinha do Mal

NoahLove: BOM DIAAAA

JamesBond: Noah como vc consegue ter essa animação a essa hora da manhã?

Baby: Mds Noah

Baby: Para de ser tão feliz

Oi gente

NoahLove: OOOOOI ALEXY

Oq deram pra ele?

JamesBond: Acho q nosso amigo cheirou alguma coisa

NoahLove: Ke?? Ta me acusando de usar drogas? Como ousa?

Hehe

Ai gente eu to bem triste

Baby: Oq aconteceu?

Eu vou ter que tomar vacina

N quero

JamesBond: Não é tão ruim

Não quando vc n tem medo

NoahLove: Tem medo de vacina? Ue

Tenho

Aicmofobia o nome

JamesBond: Ah então isso existe

Alexy, vamos!- mama me avisa e eu me despeço do pessoal

Mama, eu tenho que fazer isso mesmo?- pergunto tentando escapar dessa

Sim, amor, depois você vai me agradecer- ela pisca pra mim e destranca o carro

Entro no mesmo e seguimos em silêncio até o hospital. Chegando lá a mesma doutora que fez meus exames estava lá, ela que estava aplicando as vacinas. Ficamos esperando até chegar nossa vez

Quando finalmente fomos chamadas, entramos na sala e ao olhar todas aquelas agulhas e seringas eu começo a suar frio 

Mama- falo e ela olha pra mim

O que houve, amor?- pergunta acariciando meus cabelos

E-eu não quero, me le-leva pra casa por favor- quase suplico e as lágrimas começam a descer

Algum problema?- a doutora pergunta 

Ai, amor, não podemos ir- ela me olha com pesar, como se ficasse mal por me "obrigar" a estar ali. Sento na cadeira por que comecei a ficar tonta

Olha, Alexy, você precisa dessa vacina, eu sei que é difícil mas precisa disso. Vai ter que confiar em mim- a doutora diz ajoelhada na minha frente

Mas eu tô com medo- falo soluçando e ela solta um suspiro

Eu também tenho medo mas olha onde eu estou, não há nada de errado, só precisa aprender a controlar- ela diz e me surpreendo, como ela tem medo se está no mesmo ambiente de inúmeras agulhas e está bem?

Tem medo?- pergunto e ela concorda com a cabeça- como?

Você só precisa saber a controlar- ela toca o meu nariz com o indicador- se quiser posso te ajudar com isso

Pode?

Claro, querida, mas agora precisamos terminar com isso aqui- ela levanta e pega a seringa e aquela sensação de desespero me preenche novamente

Calma, amor- mama segura a minha mão e eu aperto a medida que a seringa se aproxima de mim

Fecho os olhos com força quando aquilo toca a minha pele, não dói mas eu mesmo assim começo a chorar incondicionalmente. Ainda é complicado

Prontinho, acabou- a doutora diz e eu abro os olhos secando as lágrimas

Acabou? Eu quero ir pra casa- ficar no mesmo ambiente de todas aquelas agulhas e seringas me deixa mal

Okay, calma. Tchau Lana, obrigada por tudo- as duas se abraçam e minha mãe me chama apontado com a cabeça para a doutora

Ah é, obrigada doutora- respondo e ela apenas da um sorrisinho

E finalmente saímos daquele lugar






Notas Finais


Bom gente é isso. Desculpa a demora e espero que tenham gostado. Vejo vocês depois, até breve, bolinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...