História Marmelada de laranja. TEMP:1 - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~Seo-yun

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 16
Palavras 1.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


boa leitura

Capítulo 20 - Acampamento part-03


Fanfic / Fanfiction Marmelada de laranja. TEMP:1 - Capítulo 20 - Acampamento part-03

-PAREM VCS DOIS!- grito e eles param e eles olham para mim que estava ali parada, vou até o Nam e pego na mão dele e começo a puxar ele para longe dali yukine grita:

-EU AINDA VOU CONQUISTAR VC!- ele grita.

-DUVIDO!- ele grita e eu começo a puxar ele para andar mais rápido, chego na porta do dormitório de moo e bato na porta.

-o que agente esta fazendo aqui no dormitório do suga e de moo?- ele fala me olhando e moo abre a porta.

-o que vc esta fazendo essa hora fora do quarto?, vc sabe que eles vão revisar o acampamento as 20hs- ela fala abrindo a porta.

-esta vendo essa criatura- eu falo apontando para o Nam que estava do meu lado que estava olhando pra dentro do quarto onde se encontrava o suga sem camisa- o que isso porque ele esta sem camisa- pergunto e a mesma bufa e abaixa a cabeça e ergue em seguida.

-é normal, ele sempre fica assim, eu peço pra ele botar a blusa mais ele fala que ta com fogo- ela fala dando passagem na porta pra nós dois passar, entramos e suga se deitou na cama.

-vc n vai acreditar o que aconteceu agora pouco- falo olhando ela.

-o que?- ela fala mexendo no guarda-roupa.

-sabe essa criatura que esta do meu lado- falo olhando o Nam que assobiava  e olhando para os lados.

-o que ele fez dessa vez?- ela fala parando de mexer e me olha.

-ele e o yukine estavam brigando- falo cruzando os braços.

-mais por que ‘’senhor’’ namjoon?- ela pergunta pra ele que se fazia que n estava ali.

-o yukine estava querendo beijar ela a força- ele fala na maior sinceridade.

-hum... Mari ele estava te beijando a força?- moo pergunta pra mim seria sobre esse assunto.

-ele disse que gostava de mim, mas eu disse que gostava dele como um amigo, ele então ficou bravo e me prendeu contra a parede, quando ele ia me beijar o Nam chegou e deu um soco nele e os dois começaram a briga – falo me lembrando de tudo o que aconteceu.

-ok, suga me ajuda aqui, eu to parecendo uma jornalista - moo fala e nós começando a dar risada. Ele se levanta e senta do lado de moo que estava sentada na cama dela, eu e Nam ficamos de pé, os dois ficavam nós olhando.

-por que vc fez isso Namjoon?-ele fala fingindo que tem um microfone nas mãos.

-eu estava salvando uma dama em apuros com um delinquente tarado– ele bota a mão na cintura.

-...- fico sem falas sobre o comentário dele.

-hum, interessante- moo fala e fecha os olhos- digamos que vc bateu nele por isso?- ela fala cruzando as pernas.

-não – ele fala diretamente.

-então por que fez isso? Gente serio isso ta parecendo investigação- ela fala se alevantando.

-também acho- suga fala se deitando na cama de moo. Começa a tocar o meu celular era um numero desconhecido.

- que cera que é essa hora?- falo e atendo o telefonema.

-sim... Quanto tempo... Eu também estou com saudades... Serio nossa... Manda um parabéns para ele... Não... Agente esta num acampamento... Aprendendo mais sobre a natureza, essas coisas...  Já falei que n estou... Semana que vem... Manda um abraço para ela... Claro esta bem... tchau beijos- falo e desligo o celular.

-quem era? – moo pergunta sentando de joelho na cama.

-o meu namorado – falo brincando.

-como?-todos falam juntos.

-isso mesmo- falo dando risada.

-n brinca comigo hoje, tive muita coisa, então para de se bobear- ela fala me olhando e Nam estava paralisado.

-HAHA! Era o meu pai- falo olhando eles.

-o senhor Carlos-ela fala se deitando do lado do suga.

-isso mesmo ele disse que não sabia o meu numero e pediu o numero para minha mãe- falo sorrindo.

-tabom , agora vazem daqui que amanha tem que acordar sedo pra fazer a segunda gincana-ela fala indo para porta e abrindo.

-claro miga –falo saindo do quarto deles e indo em direção a nossa que ficava longe.

-serio isso – falo pensando tudo o que aconteceu hoje.

-serio o que?- o Nam pergunta.

-nada – falo olhando a lua, hoje á lua esta cheia, nos chegamos no nosso dormito e eu abro a porta, entro e vou para o guarda roupa pegar meu pijama que era uma blusa branca e um calção cinza me direciono para o banheiro e tomo meu banho demorado, saio da banheira boto minha roupa , fui me ver no espelho , olhei minha bochecha que n estava mais vermelha, que guria mais fraca, saio do banheiro e me jogo na cama, olho para o Nam que estava deitado olhando para cima.

-vc n vai tomar banho?- pergunto olhando ele deitado na cama todo sujo.

-não - ele fala ainda olhando o teto.

-SERIO VAI TOMAR BANHO LOGO, VC N VAI DORMIR SUJO!- grito com ele.

-nossa parece minha mãe – ele fala se levantando e indo para o banheiro.

-ótimo- falo olhando o fitando o teto, estou sentindo inspiração para fazer uma musica, abro a gaveta do bidê e pego o meu caderno, começo a escrever uma musica. Termino ela e começo ler ela, vejo a porta do banheiro e sai o Nam só de toalha. MEU DEUS.

-por acaso teve espiração do suga de ficar pelado?- falo olhando ele, o mesmo se vira para me olhar.

-não, eu esqueci minha roupa- ele fala indo no guarda roupa e pegando sua roupa, ele vai indo para o banheiro, eu guardo o meu caderno, me ajeito na cama e logo durmo.

acordo com esse barulho insuportável de novo olho para a cama do Nam e ele n estava ali, me levanto e vou até o banheiro , abro a porta e entro nele quase dormindo vou ate a pia, pego minha escova, quando olho para o espelho vejo que Nam estava na banheiro, dou um grito e saio correndo do banheiro.

-que merda- falo me jogando na cama, o Nam saio do banheiro, eu entro apresada no banheiro faço minha higiene e boto minha roupa que era um calção preto e minha blusa do VIXX e meu boné do BIGBANG , saio do banheiro.

-feche a porta da próxima vez, ok- falo olhando ele que estava sentado na minha cama.

-esta bem, n esquece de levar alguma coisa para gincana- ele fala se levantando.

-há... já sei que vou levar o meu urso Teddy – falo pegando meu urso que estava encima da cama.

-vc tem urso?- ele fala pegando ele da minha mão.

-claro, meu pai me deu ele quando eu era pequena- falo pegando ele da mão do Nam.

-vamos- falo indo em direção a porta e abrindo ela, começamos a caminhar chegamos aonde o professor ia falar sobre a segunda gincana.

-alunos essa gincana vai ser um pouco diferente, vcs vão precisar procurar um objeto que vcs trouxeram, os ajudantes vão esconder no quarto e a dupla que encontrar em menos tempo ganha- ele fala e todos ficavam atentos no que ele falava- agora façam uma fila todas as duplas- todos fizeram uma fila com as duplas e agente foi os primeiros e atrás  estava o suga e moo mais pra trás estavam todas as meninas com os meninos. Eu dei meu urso para eles esconderem, depois voltaram, falou para nós dois entrarmos. Entrei e n conseguia enxergar nada, fui andando reto e bati a cabeça na parede, serio como que eu vou achar.

-achou o meu Teddy ?- pergunto tentando achar alguma coisa.

-n- ele fala

-serio n enxergo nada- falo tentando enxergar alguma coisa começo, a andar quando me bato numa coisa, tropeço e caio em cima de algo, sinto uma macies em meus lábios, começo a passar a mão. Eu estava encima do Nam, ele botou a mão no meu rosto e começou a massagear, e começou a me beijar e eu retribuo o beijo, nós dois paramos de nos beijar por falta de ar, eu me levantei envergonhada com o que acabou de acontecer. Vou caminhando ate um lugar e chuto alguma coisa tento pegar e começo a apertar e era o meu urso.

-ACHEI! PORRA!- falo gritando e corro para achar a porta quando eu cinto a porta, mas n consegui achar a maçaneta sinto um peso no meu ombro.

-deixa que eu abra a porta- fala com uma voz ronca.

-t..a...bom – falo gaguejando, ele abre a porta e nós dois saímos daquele lugar- final mente caralho sai daquele lugar- falo abraçando o urso.

-professor achei o urso- falo mostrando para ele.

-sim senhorita Maria vocês podem esperar ali – ele fala.

Mari off

Moo on

Eu mostro o celular, esse era o objeto que iam esconder depois que eles saíram mandaram entrarmos, quando entrei já fiquei apavorada, fiquei com as mãos na frente para n cair nas coisas, eu sinto algo, comecei a passar a mão.

- ei, poderia parar de me apalpar-era o suga tirei minha mão rapidamente e fui para outro canto, toquei e senti algo gelado e fino, era o celular, o peguei, senti algo na minha cintura.

-O SUGA! PODERIA TIRAR AS MÃOS, e eu já achei o celular- ele me solta e fomos até a porta e saímos.


Notas Finais


comentem. bjs♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...