História Marmelada de laranja. TEMP:1 - Capítulo 22


Escrita por: ~ e ~Seo-yun

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 8
Palavras 1.720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


to adorando a musica LIE do jimin. gente eu n sei se boto o beijo do suga e da moo de verdade ou sonho?

Capítulo 22 - Novo trabalho


Fanfic / Fanfiction Marmelada de laranja. TEMP:1 - Capítulo 22 - Novo trabalho

-tá-ele fala se alevantando, eu fico paralisada, me jogo na cama e acabo adormecendo. Acordo muito sedo do que o normal, vou ao banheiro e me olho no espelho, dai que eu me lembrei o que tinha acontecido. Mais foi sonho ou verdade?

Saio do banheiro e suga estava já de pé, eu o olho e ele da um sorrisinho de lado. Foi verdade, mais se n foi? Eu n vou perguntar para ele seria muito constrangedor se eu falar que tenho sonhos pervertidos com ele, que vergonha. Eu vou direto pegar minha roupa e vou para o banheiro sem olhar para ele.  Abro a porta para sair, e ele estava na frente do meu caminho, o mesmo me olhava estranho. Eu olho para o chão, devo estar vermelha.

-poderia sair do banheiro-ele fala com a toalha no pescoço, rapidamente saio da porta do banheiro e ele entra fechando-a em seguida.

-droga... -eu pego meu celular que estava na cama, mando uma mensagem para Mari.

Moo off

Mari on

Eu acordo e estava abraçada com o Nam, me afasto um pouco para olhar se ele estava acordado, ele estava dormindo.

-que fofo- falo cutucando a bochecha dele começo a brincar com o seu o seu cabelo, era muito macio.

-ei – Nam fala abrindo o seus olhos. Eu por susto dou um salto e caio da cama- VC ESTA BEM?!- ele fala sentando na cama.

-HAII!- grito estirada no chão-  estou bem – falo me levantando do chão- ai minhas costas- falo botando a mão nas costas.

-vc tem certeza que esta bem? – ele fala se levantando.

-claro – falo indo ate o guarda roupa e pegando minha roupa que era uma saia preta e uma blusa branca, vou ate o banheiro e tomo meu banho  saio da banheiro coloco minha roupa e meu ALL STAR vermelho. Saio do banheiro e vejo o meu celular vibrar, pego ele e vejo era uma mensagem da moo:

MOO:  eai como ta indo?

EU: bem por quê?

MOO: n sei se foi sonho ou verdade, mais o suga me beijo.

EU: o que, serio isso

MOO: sei la se é verdade, eu poderia ter muito bem sonhado com isso.

EU: serio que vc n se lembra, mas vc sabe se for verdade que o suga beijou vc ele n ia fazer isso por nada.

MOO: n sei de nada, mais eu n vou perguntar nada pra ele.

EU: deixa que eu pergunto.

MOO: bem certo,   primeiro: se ele tiver feito isso e vc perguntar ele vai ficar se perguntando ‘’como ela sabe? ‘’ segundo: ele n vai responder.

EU: n tinha pensado por esse ângulo, mais como ele é amigo do Nam claro que ele vai contar para ele.

MOO: vamos parar por ai, tu n vai falar pra ninguém, esse assunto morre aqui.

                                Moo sai do bate-papo...

-serio isso- falo jogando o celular na cama- eu só estava brincando – falo olhando para a parede.

-o que?- Nam pergunta saindo do banheiro com o cabelo todo molhado.

-nada, e como vc é curioso- falo olhando ele sorrindo.

-n – ele fala se deitando.

-‘’n’’ acho pouco – falo me deitando.

-há vc n sabe de nada- ele fala virando para mim.

-‘’n sei de nada’’ como que  é – falo me levantando e indo ate ele serando os punhos.

-n... Nada- ele fala assustado.

-HAHAHHA!- começo a rir.

-o que vc tá rindo?- ele fala estressado.

-de vc- falo me sentando na cama dele.

-serio achei que vc ia me bater- ele fala olhando para o teto.

-vc n fez nada para eu bater em vc- falo cruzando as pernas.

- vou sair –ele fala se levantando.

-aonde que vc vai?- pergunto olhando ele ir ate a porta.

-conversar com os meninos- ele fala saindo do quarto, eu estava sozinha no dormitório olhando para o nada, ele me deixou aqui sozinha.

Mari off

Moo on

Depois de desligar o celular bufo de tanto estresse ‘’ poderia ficar pior ‘’ eu penso me levantando da cama, acordei muito sedo então a aula n ia começar ainda.

-suga- eu chamo ele que estava deitado. A única coisa que se faz aqui.

-o que?- ele fala me olhando.

-hum...-n consigo perguntar- nada- eu falo indo para janela. Mais que vontade de gritar.

               

      ----------------------6 dias se passaram-----------------------

 

Eu e Mari  já tínhamos voltado do acampamento, quer disser todos já voltaram, foi legal e empolgante, mentira, n consegui encontrar aquela garota mais se eu ver ela de novo...já sabe, eu fiquei esses dias todos com  essa historia na minha garganta, um dia eu pergunto para ele. nem sabe tem um novo casal no nosso grupo, leti e jimin, isso mesmo, n era ela que falava varias vezes que se irritava com ele, que bobeira, kami agora leti, enquanto eu e as outras meninas estamos sem oque fazer. Acho que vou procurar um emprego.

-ho Mari acho que vou procurar emprego, ta muito chato ficar a tarde sem saber oque fazer-eu falo pra ela que escrevia algo no caderno.

-isso é uma pura verdade, eu também acho que vou começar a fazer alguma coisa- ela fala jogando o caderno na cama.

-ok, to indo então-eu falo pegando minha bolsa e saindo, já que eu estava arrumada sai o mais rápido- onde será que eu vou agora...que tal eu ver se tem trabalho nessas cafeterias de maid, vou amar se trabalhar num lugar desses. Depois de andar um pouco encontro uma cafeteria de maid, eu entro e pergunto para a moça que estava no caixa.

-oi, eu só queria perguntar se tem uma vaga para garçonete aqui?-eu pergunto para moça que tinha no mínimo 35 anos. Só espero que sim.

-claro pequena, vc poderia trabalha agora se quiser- ela fala toda animada quase pulando do balco.

-agora? Mais vc n precisa arrumar os papeis?- eu falo surpresa com a ação da mais velha.

-sim, mais eu posso arrumar as papeladas enquanto vc trabalha, assim vou ver se vc se da bem nisso-ela fala dando um enorme sorriso-agora vc poderia vir comigo, eu vou arrumar as coisas- ela fala mexendo em alguns papeis e botando uma folha na mesa-agora poderia me mostrar a identidade por favor-eu faço o que ela pede- vc é estrangeira?- ela pergunta depois de ter olhando minha identidade.

-sim-eu falo sem jeito, ela era muito alegre e animada, já gostei dela. Depois de termos terminado tudo.

-há me chame de kim ou também chefa- ela fala dando um sorriso de mostrar os dentes.

-prefiro kim, me chame de moo- eu falo sorrindo de leve e cumprimento-a, ela faz o mesmo.

-então venha comigo-ela fala indo até o vestiário-aqui seu uniforme- ela pega um vestido cheio de babado, que lindo *-*, o que quis usar na vida toda.

-obrigado!- eu falo toda animada e ela percebe isso.

-vc gostou né?-ela fala e eu assenti com a cabeça-todas as garotas que trabalham aqui falam isso-ela da um sorriso de lado- ok, depois que se arrumar me chame, quase ia esquecer qual seu numero, depois que eu falei ela pegou outro vestido igual mais o tamanho diferente.

-obrigada- eu pego o vestido das mãos dela e a mesma saio do vestiário. Termino de se arrumar e chamo ela e a mesma aparece.

-ficou linda!- ela fala sorrindo. Será que fiquei bonita.

-serio?- falo sem acreditar muito no que a mais velha falou.

-claro-ela fala arrumando o laço do vestido-vamos, eu vou ensinar a vc algumas coisas- ela fala abrindo a porta do vestiário e nos duas saímos dele, tinha muita pessoas na cafeteria fiquei nervosa.

Moo off

Mari on

Moo saio do quarto e eu fiquei pensando no que eu ia trabalhar, não da para ficar em dependendo dos meus pais para mandar dinheiro, começo apensar, n consigo pensar em nada, acho que vou sair para procurar em prego, saio da faculdade e começo a caminhar na calçada quando eu acho alguma coisa interessante, entro numa loja cheias de CD, eu queria um álbum do Monsta x e do BIGBANG, eu estava procurando porque essa loja tinha muitos CD tinha ate dos rappers que o Nam gosta, acho que vou levar um para ele, pego todos os CD que eu queria e vou ate o caixa e tinha um cara com um uniforme de militar, obviamente é um militar, ele estava conversando com o cara do caixa, boto os CDS encima do caixa e os dois me olham.

-quero esses- falo apontando para os CDS.

-esta bem senhorita – o cara do caixa fala sorrindo e olhando os preços dos CDS.

-quanto que é?- pergunto olhando ele.

-é xxx- ele fala me olhando, nossa que barato, mentira, entrego o dinheiro para ele e o mesmo me entrega a sacola.

-Obrigada- falo sorrindo para ele e saindo da loja de CDS e começo a caminhar na calçada, quando escuto uma pessoa gritar:

-MOÇA!-olho para trás e era o cara militar de antes.

-sim- falo parando de caminhar e o olho, ele era muito bonito ele era moreno e tinha olhos verdes.

-vc se esqueceu desse CD – ele fala quase sem folego.

 -há obrigada- falo pegando o CD.

-de nada vc esta indo para onde?- ele fala me olhando e sorrindo.

-eu vou para o hospício- falo e o cara arregala os olhos. N sei por que me deu vontade de usar a piada da moo. E começamos a caminhar

-como!- ele fala com os olhos grandes.

- HAHAHA! Eu estava brincando- eu falo dando risada dele.

-vc me assustou – ele fala botando a mão no peito- vc devia ser uma atriz-ele fala me olhando e sorrindo.

-nunca tinha pensado nisso, sempre adorei dorama-falo sorrindo pra ele pela ótima ideia que ele me deu.

-eu também queria ser ator, talvez mais tarde- ele fala olhando pra o céu, ele esta pensando longe-qual seu nome?- ele pergunta voltando a me olhar.

-Maria mais prefiro Mari, e vc?- eu pergunto olhando para frente.

-sou o joong- ele fala e eu percebo que já estava na faculdade.

-desculpa mais já tenho que ir- eu falo apontando para faculdade.

-há vc é uma universitária- ele fala olhando para faculdade.

-sim, tchau soldado- falo brincando.

-há sim comandante, união faz a força!- ele fala e fazendo a saudação que os militares fazem.

-vc e tão engraçado- falo entrando na faculdade.

-TCHAU!- ele grita acenando.


Notas Finais


a imagem do cap é o uniforme da moo na cafeteria. COMENTEM bjs♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...