História Marota - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Harry, Potter, Romance, Sirius
Exibições 42
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oieee amores! Amei os reviews do capitulo passado, sério ♥♥
E pra compensar a demora, hoje tem dois capitulos!!
Eu espero que gostem *-*

Capítulo 6 - Um convite


Meu coração ta batendo tão rápido que parece que vai sair pela boca, não é como se nunca tivéssemos nos beijado, Sirius e eu, mas dessa vez foi diferente, nem chegou a acontecer, e eu meio que queria que tivesse acontecido.

- Parabéns Dana, não consegui ver direito, meus óculos quebraram, mas fiquei sabendo que conseguiu.

- Obrigada, eu tenho que ir, James quer falar alguma coisa. – Digo entrando no vestiário.

James já começou o discurso de capitão, olho de relance para Sirius, ele está evitando olhar para mim, provavelmente vai fingir que aquele quase beijo não aconteceu. Tudo bem, é melhor assim mesmo.

[...]

James está pegando pesado nos treinos e junto com os deveres, eu ando acabada, parecendo um zumbi em Hogwarts, mas bem satisfeita. Estava saindo do vestiário depois do treino de hoje, cansada e carregando minha vassoura, tinha marcado 70 pontos hoje, o time estava entusiasmado.

- É só continuarmos do jeito que estamos. – Lene falava ao meu lado. – Você, a Emme e eu temos uma sincronia incrível.

- Sim, nossos lances estão ótim... – Comentava, mas fui interrompida por Marlene.

- Uau! Usem preservativos, jovens. – Brincou Lene olhando para o lado, apoiados na parede estavam Sirius e Emme, ela estava engolindo ele num daqueles beijaços de cinema, ao ouvir a voz da Lene eles se separaram e a garota escondeu o rosto na curva do pescoço de Six, ambos riam. – Você sabia que eles estavam juntos? – Sussurrou Mckinnon, descontraída, para mim.

- Não, não sabia. Olha só, Lene, eu lembrei que eu tenho... Uma coisa pra fazer, depois a gente se fala.

- Ei Dana, espera, está tudo bem? – Perguntou a loira, mas eu não a respondi.

Eu corro para fora do campo, só quero chegar na escola logo, estou algo entre irritada e chateada, até que trombo com Lupin em um corredor.

- Oi Dana, ahm... Tudo bem?

- Por que está todo mundo me perguntando isso hoje? Eu estou ótima. – Digo um pouco mais agressiva do que gostaria.

- Ah, estou vendo. Ahm, James e Sirius já voltaram do treino? Temos um trabalho para fazer, eles devem ter se esquecido.

- James está vindo. Agora Sirius está ocupado demais se atracando com a Emmeline. – Reviro os olhos.

- Ah! Você está nervosa por isso.

- Pff, é claro que não, por que eu estaria?

- Então por que está tão nervosa Jordana? – Remus perguntou arqueando uma sobrancelha e achando graça.

- Porque... Porque... – Tento achar uma desculpa. – Eu estou TPM, garotas têm TPM Remus, é como licantropia, uma vez por mês e não é muito bom cruzar nosso caminho quando ela chega. – Digo me afastando dele que agora saiu rindo. Ok. Pelo menos acho que a desculpa foi convincente.

 

Encontro Alice na sala comunal da grifinória e deito em seu colo, eu só precisava da minha melhor amiga.

- O que foi Dana? – Ela perguntou alisando meu cabelo.

- Acho que estou gostando de alguém que eu não posso gostar, de jeito nenhum. – Sussurro.

- Eu sabia! Mas... Isso é realmente problemático. Sabe o que ajuda? Doces.

- É por isso que eu te amo. – Digo me sentando e dividimos varinhas de alcaçuz e sapos de chocolate.

Pouco tempo depois, James, Sirius e Remus entram, trazendo livros e pergaminhos e se sentam perto de nós.

- Eu me esqueci completamente desse trabalho chato da Sprout.

- Deviam falar com o Frank, ele é bom em Herbologia. – Alice se pronunciou. – Querem doce?

- Claro que quero. – Disse Sirius se aproximando.

- Chega de doces para mim, vou para o dormitório, até mais tarde Alice. – Digo me levantando e indo para o dormitório, não sem antes ouvir Sirius perguntar.

- Ta tudo bem com ela?

- Você é tão lerdo pra algumas coisas, Sirius. – Alice responde.

[...]

- Então Moony, Prongs, Worm e eu estávamos sentados na sala comunal e o rosto do meu tio apareceu na lareira. Isso, por si só, já é incrível, os garotos foram para o quarto e adivinha? Meu tio disse que eu to milionário! – Sirius dizia na manhã seguinte enquanto nós dois íamos tomar café da manhã no grande salão, eu ria de seu entusiasmo e do jeito que ele contava o que tinha acontecido na noite anterior na sala comunal da grifinória, depois que eu fui para dormitório.

- Fantástico! Parabéns Sirius.

- Isso não é tudo. Ele nos convidou para passar as férias na casa de campo dele, eu e alguns amigos. Ontem foi o melhor dia da minha vida, Dana! Eu não peguei nenhuma detenção, ralhei com Snape, fiquei com uma gatinha e fiquei milionário.

- Que ótimo! Bom, eu acho que vou tomar café da manhã com meu namorado.

- Ah! Quanto a isso, pra você não ficar dizendo que eu sou um encrenqueiro, o Diggory também está convidado para a casa de campo do meu tio.

- Eu... Vou falar com ele. – Digo me distanciando e indo para a mesa da lufa lufa.

Sentada com Amos, eu não paro de olhar para a mesa da grifinória, Sirius está sentado entre James e Emme, ela é tão linda com aqueles cabelos platinados, enquanto eu tenho a sorte de nascer em uma família que criou loção para arrumar o cabelo que não funciona nem em mim, nem em James, e cujo os olhos não se decidem se querem ser castanhos ou verdes. Será que alguém pode me dar uma lupa para eu procurar minha auto-estima?

- Então, Sirius chamou você e eu para passar as férias de natal na casa de campo do tio dele, todos os marotos vão estar, claro, e acho que ele vai chamar a Lily e a Emmeline, com certeza. – Explico para Amos, mas meus olhos estão na mesa da grifinória.

- Eu não sei, meus pais... – Volto a olhar para Amos e sei que ele está dizendo algo importante, mas seus lábios só se mexem e eu não estou prestando a mínima atenção, será que ele está percebendo que eu não to entendendo nada do que ele está dizendo? Eu devia parar de pensar no Black e prestar atenção no meu namorado. Ah Merlin, isso é tão horrível! – Então é isso.

- Ah! Eu vou pensar no assunto Amos. – Digo torcendo para que a resposta seja condizente com o que ele estava dizendo. Eu engulo um pedaço de torta. – Vou pra aula, a gente se vê. – Dou um selinho nele e saio.

[...]

Com as férias de natal se aproximando, James e eu mandamos uma carta à nossa mãe perguntando se podíamos ir, ela deixou dizendo que sentiria saudade, era a primeira vez que passaríamos um natal longe dela. E aproveitei para confirmar com Amos.

Depois das aulas, eu o puxei para um corredor vazio.

- Amos, ahm, querido, você vai poder ir na casa de campo do tio do Six? – Perguntei e ele me olhou sério.

- Dana, eu perguntei se você queria passar o natal comigo e meus pais.

- Ah! Ah, claro, eu me lembro. – Minto engolindo em seco. – É que...

- Dana, nós precisamos terminar. – Ele me interrompeu subitamente e eu arregalei os olhos. – Não dá para namorarmos se Black vai sempre ficar entre a gente.

- Ei!

- É verdade, e você gosta dele, só não quer admitir, então nós estamos terminando.

- Ahm... Ok. – Não encontro nada melhor para dizer e ele fica um tempo olhando para mim, acho que não esperava que eu concordasse tão rápido. – Feliz natal!

Volto para a sala comunal da grifinória.

- E ai Dana? Diggory vem com a gente? – Perguntou Sirius que jogava xadrez bruxo com Lily, James estava olhando.

- Não, nós terminamos.

- Que bom! Você parou de namorar o nerd lufano.

- Por quê? – Perguntou Lily. – Vocês pareciam se dar tão bem.

- Claro, somos amigos, eu espero que a nossa amizade não fique estranha. Por nada, nós só... Ah deixa pra lá. – Enrolei, Lily arqueou uma sobrancelha para mim e eu mudei de assunto. – Cara, você vai perder para a Lily. – Gargalhei.

- James está ajudando ela. – Ele tentou se defender.

- Supera Sirius, sou melhor que você. – Lily provocou.


Notas Finais


Então gostaram? Reviews?
Bjs ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...