História Marrenta (Min Suga) Yoongi - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 108
Palavras 2.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - Mais um dia normal


Fanfic / Fanfiction Marrenta (Min Suga) Yoongi - Capítulo 34 - Mais um dia normal

Desço as escadas lentamente e o encontro sentado na mesa, mexendo no celular

- Queimou alguma panela? - Ele sobe o olhar a mim

- Não - Vejo ele abrir um sorriso - Você vai querer comer agora?

- Claro, tô com fome - Me sentei na mesa, com ele

- Tá - Ele se levanta deixando o celular na mesa. Eu pego seu celular e entro na câmera, tiro algumas fotos e o deixo em cima da mesa de novo. Me levanto e vou até a cozinha, onde ele está servindo o miojo

- Você fez mijo de que?

- Picanha eu acho

- Ah, aqui em casa só tem desse mesmo - Ele me olhou e nós sorrimos. Logo voltamos e nos sentamos na mesa, ele me deu um dos pratos e eu logo comecei a comer.

- Tava com fome né? - Ele me olhava com um sorriso irônico

- Tava - Sorri e voltei a comer.

(...)

Estávamos deitados, eu em seu peito e ele me abraçando. Suas mãos faziam carinho na minha cintura descoberta.

- Amor - Ele me chama

- Oi?

- Seu pai sabe?

- Do que?

- De hoje, sabe?... O que fizemos...

- Olha, não precisa ficar preocupado!

- Ele disse que não queria que eu dormisse com você, aí nós...

- Hey - Eu seguro seu rosto - Tá tudo bem! - Ele solta um suspiro e sela nossos lábios

- Eu te amo

- Eu também. E olha, ele nem vai estar aqui amanhã - Volto a me deitar nele

- Você vai contar? - Sua mão volta a me fazer aquele carinho

- Eu não tenho por que esconder

- Então vai contar?

- Não... Eu não tenho por que esconder, mas não significa que vou contar - Nós rimos baixo e ele logo me vira ficando por cima - Suga! - Ele me beija, e eu descanso meus braços em seu pescoço. Ele passa uma de suas mãos em meu rosto, eu solto seu pescoço abraçando seu tronco. Ouço um suspiro do maior e direciono meus beijos ao seu pescoço. Ouço ele gemer baixinho e rouco no meu ouvido me deixando louca. Deu um chupão forte e ele automaticamente suga o lóbulo da minha orelha. Afasto meu rosto minimamente observando sua pele agora marcada, passo meus dedos de leve na região e o encaro

- Estamos todos marcados - Ele disse voltando a se sentar e me puxando junto

- Eu sei... - Suas mãos me puxam até seu colo me fazendo sentar sobre ele - Mas eu posso passar maquiagem

- Eu não

- Mas vamos dar um jeito, se virem você assim, vão saber que fui eu - Ele faz uma cara maliciosa

- Você não quer que saibam que você é tarada?

- Eu? Tarada? Disse o cara que me puxou para sentar no colo dele

- E você veio numa boa

- Mas não sou tarada

- É sim

- Você que é

- Vitória, entre nós dois, você foi a primeira a tirar minhas calças - Ele respondeu com aquele sorrisinho dele

- Para - Bati com as duas mãos nos seus ombros e logo afundei meu rosto nele

- Tarada

- Cala a boca, aquele dia... - Pensei um pouco

- Tá pensando na desculpa?

- Cala a boca! - Bati nele novamente - Olha só - Tirei meu rosto de lá para o olhar - Você deixou, você gostou - Sorri - Você queria

- Vitória, eu sou homem, vou negar uma coisa daquelas?

- Ah, foda-se...

- Então admite que é safada?

- Não! - Me jogo do seu colo caindo deitada na cama

- Tudo bem - Ele deita se cobrindo - Você continua sendo safada

- E você continua sendo chato - Me viro para o lado contrário dele, logo ele se vira e me abraça por trás depositando um selar no meu pescoço

- Safada

(... )

- ACORDA AI BELA ADORMECIDA - Minha mãe gritava como sempre

- Deixa agente dormir mais!! 

- Não Vitória, anda logo

- Já vamos sogrinha - Suga deposita um beijo no meu ombro 

- Aiai, é cada coisa - Ela diz saindo do quarto. Me viro de frente para ele

- Vamos levantar? - Pergunto preguiçosa 

- Quero dormir

- A gente tem aula

- É... Não, pera... Hoje é sábado

- É mesmo... - Afundo meu rosto nele - Vamos dormir mais

- Nada disso, levanta, agora!! - Minha mãe volta com um chinelo na mão

- Tá, já vamos - Alguns minutos depois eu e ele levantamos, trocamos de roupa e ficamos na sala

- O que nos vamos vamos fazer hoje? - Ele me perguntou

- Não sei

- Quero fazer alguma coisa hoje - Ele coça a cabeça 

- Problema é seu, não tenho nada a ver com isso, vai com Deus

- Nossa... Ignorante


P. O. V. Yoongi


Eu estou querendo pedir a Vitória em namoro. Mas você já estão namorando, eu sei... Mas eu quero um pedido oficial, quero um pedido bonito. Falar o que eu sinto dentro de um restaurante não conta como pedido de namoro. Ou conta? Quero surpreender ela, quero fazer algo fofo pra variar.

- Eu vou lá na casa do Namjoon resolver umas tretas ai... - Digo me levantando

- Tá, quando Ceh quiser, volta - Ela se levanta me dando um beijo na bochecha

- Tchau!! - Me despeço dela saindo pela porta. Passo em casa para pegar algumas coisas e vou para a casa do Namjoon

- AOW SEU ARROMBADO

- Mano, se mata, na moral - Ele responde aparecendo na sacada

- Vai me deixar entrar ou vamos conversar por aqui?

- Por aqui tá bom

- Abre logo a merda de porta Namjoon - Ele entra mas logo aparece na porta

- Tava aberta seu imbecil

- Mas eu sou o rei, tu tem que abrir para mim - Ele vira os olhos e eu entro

- Oi senhora Kim - Comprimento a senhora que cozinha algo

- Oi Suga! Quanto tempo

- Anda, vamos para o meu quarto - Namjoon me arrasta até lá. Eu logo que entro me jogo em cima de sua cama olhando para o teto

- Fala, que que tá pegando??

- E o pedido da Vitória?? Eu presciso fazer logo

- Sei... Mas você não pensou em nada ainda

- Você disse que ia me ajudar

- Te ajudar, não pensar para você

- Que merda!!

- Mas tipo, você gosta mesmo dela??

- Óbvio, você sabe que se eu não gostasse eu não pediria em namoro

- Eu sei

- Pois é...

- E tipo... Já rolou??

- Porra, acho que tu não prescisa saber

- Isso é resposta de um homem necessitado - Ele ri

- Para sua informação já, ok?

- Tá brincando?? - Ele se senta perto de mim

- Não

- Porra, não pensei que a Vitória...

- Cala a boquinha. - Ele ri - "Resposta de homem necessitado" como se tu vivesse fazendo...

- Não é isso, é por que...

- Por que?

- Ah, sei lá

- Tá, foda-se, vai me ajudar ou não?

- Já tem algo em mente?

- Já vi os anéis, os...

- Anéis?

- É

- O negócio tá sério mesmo

- Cala a boca, deixa eu terminar.

- Tá, pode falar

- Já olhei os doces - Sorri ao me lembrar que a Vitória ama doce - Olhei...

- Tu sorriu

- Ãn?

- Vey, tu ta apaixonado mesmo

- JÁ OLHEI O LUGAR, e a roupa que eu vou vestir.

- Basicamente tudo, só tem que juntar tudo agora

- É... Vou deixar para fazer o pedido semana que vem, pra dar tempo e tals

- É... Vai ser melhor

- Mas, qualquer coisa, você me ajuda a enrolar ela

- Pode deixar - Ele sorriu. Almocei na casa do Namjoon e passei quase a tarde toda aqui. Por que sou desses!!


P. O. V Victória


Que lindo! Hoje é sábado, e eu tenho alguma coisa pra fazer? Não

Aish, que merda viu? Acho que vou ficar aqui atoa mesmo...

- Vitória, levanta dessa cama agora - Minha mãe disse abrindo a porta com uma vassoura na mão

- Pra que?

- Me ajudar a arrumar a casa

- Nossa, até queria, mas eu vou sair com a Mi-Cha

- Aonde vocês vão?

- Ela vai me levar para comer sorvete

- Ah tá, quer dinheiro?

- Quero

- Toma - Eu me levanto, pego e guardo

- Obrigada - Ela sorri

- Ceh passou base? - Ela me pergunta incrédula

- Passei

- Por que?

- Pra ficar bonita - Menti

- Sei... - Ela me olha desconfiada - Vai trocar de roupa então - Diz saindo e fechando a porta. Eu apenas tiro a blusa e pego meu celular. Quando vou ver, já estou a uns cinco minutos parada no meio do quarto só de sutiã, então guardo o celular e escolho outra blusa. Desço correndo e pego meu fone, que está em cima da mesa

- JÁ VOU - Grito conectando o fone no celular

- Se cuida

- Pode deixar - Digo antes de sair correndo pela porta. Pela primeira vez na vida, eu estava com vontade de correr, então começo a correr até chegar na esquina da rua que o Suga mora. Parei de correr e fiquei sorrindo enquanto encarava o caminho. Comecei a andar e cantarolar "Pillow Talk"

Quando estava passando na frente da casa do Suga a encarei por um tempo, mas logo desviei a atenção para o celular. A casa da MiCha é a umas duas ruas daqui, se eu fosse pela rua da escola chegaria mais rápido, mas eu queria poder andar sozinha por um tempo. Alguns meninos passam e me olham, eu apenas ignoro e me lembro do Suga todo bravinho quando o Mark pegou no meu braço 😂😂 É um besta mesmo. Quando percebo já estou na frente da casa da MiCha. Eu não estou muito afim de chama-la, descido continuar meu passeio pela região, passo reto por sua casa caminhando sem rumo por aí.

[Segunda-feira]

- E a semana começa outra vez - Digo emburrada, levantando da cama. Me arrumo e retoco a maquiagem do pescoço 🌝, coloco as maquiagens que usei na mochila e desço.

- Bom dia - Mãe

- Bom...

- Tá atrasada para o café

- Não estou com fome

- Come só uma maçã

- Não - Ela põe a mão na minha testa - Af - Respondo indo até a porta. Saio e obviamente espero o Jimin.

- Oi linda - Ele me cumprimenta enquanto arruma a mochila nas costas

- Oi gato - Respondo entrelaçando meu braço no seu. Fomos conversando o caminho todo...

Chegando na escola vejo os meninos rindo e discutindo sobre algo, e o Suga...???

Pera.... Que????

O Suga tava perto da porta da biblioteca com um casaco gigante cobrindo todo seu rosto e qualquer outra parte visível a olho humano 😂

- Oi gente - Cumprimentei todos que me responderam um "Oi Viih" sorrindo

- Teu namorado tá doido - Diz Jungkook

- Ele chegou assim e não quer tirar por nada - Namjoon complementa apontando para o Suga, que estava parecendo um doido

- A gente tentou tirar aquilo dele... Mas não conseguimos - Disse Jin enquanto ria ainda

- Vai lá, as vezes ele fala com você - Jungkook me dá um empurrãozinho

- Tá... - Fui andando lentamente até chegar do lado do meu namorado doido - Hey! - Cutuquei ele que gritou espontaneamente

- Ãn? Oi - Ele segurou meus braços e foi subindo apalpando meu rosto e desceu as mãos pelos meus cabelos - É menina - Ele desce mais e aperta meus seios, e eu logo dou um tapa nele - Amoor!! - Ele diz feliz e me abraça

- Como sabia que era eu?

- Seus peitos

- Seu idiota - Dei outro tapa nele - Era mais fácil perguntar

- É... Eu presciso de ajuda - Ele segura meu pulso e começa a me puxar - Pera... Eu não sei aonde eu estou indo, me leva para a sua sala - Eu hein!

Levei ele até a sala e fechei a porta, ele logo tira aquele casaco da cabeça - A maquiagem que você passou ontem saiu - Ele disse com uma carinha triste. E sim eu passei maquiagem nele.

- Nossa Yoongi, que escândalo - Eu respondi jogando minha mochila em cima de uma mesa qualquer.

- Me ajuda - Ele parecia realmente preocupado 😂. Abri minha mochila e tirei as maquiagens, comecei a trabalhar no seu pescoço e logo o sinal toca indicando o início da primeira aula - Ta porra - Ele diz enquanto alguns alunos vão entrando, eu apenas ignorei e continuei a maquiagem

- O que você está fazendo aqui Yoongi? - Perguntou a professora entrando na sala

- Já vou sair - Ele respondeu segurando minha cintura

- Tô acabando - Disse finalizando

- Anda logo, quero dar minha aula - Alerta a professora já sem paciência

- Tá, vai lá - Disse beijando sua bochecha. Ele some de dentro da sala, eu guardo minhas maquiagens e me sento começando a copiar a matéria.

(... )

- Oh Puta - Sinto alguém me cutucar

- Que? - Respondo olhando para trás

- Não vai sair não? - Me dei conta de que já era recreio

- Ah, vou sim

- Então anda... - Ela se levanta e eu vou logo atrás. Chegando no pátio vejo Mark correndo até mim

- VITÓRIA - Ele praticamente pula em cima de mim

- O que foi criatura?

- Tenho que te contar tanta coisa - Ele passa o braço envolta do meu pescoço e começamos a andar juntos

- Eu vou ver se acho o Jimin e os meninos - MiCha diz saindo

- Então, o que ia me contar? - Perguntei encarando ele

- Nossa, nem sabe! Esses dias eu voltei em Seul e fiquei com uma menina lá

- Oh, safradão - Dei um soquinho nele

- E descobri que ela era filha da minha tia

- Sua prima?

- Filha da minha tia parece mais distante - Eu apenas ri

- Que merda!! Não acredito que você fez isso - Disse rindo

- Nem eu - Ele sorriu - Tipo, eu saí e fiquei com uma menina, até ai tudo normal. Quando eu cheguei na casa da minha tia para dormir, a menina tava lá, daí minha tia chegou e disse "Mark, essa é a Sarah, sua prima" A menina ficou vermelha e eu fiquei todo sem graça - Depois de três horas rindo eu perguntei

- Sarah? Ele não e coreana né?

- Não... Te falei tudo isso é tu só gravou o nome da menina

- Não... Tu quer um Conselho É isso?

- É

- Faz assim, ignora, finge que isso nunca aconteceu...

- Mas... - Ele coça a nuca com sua mão livre - É.... Boa idéia

- Mas... Você vai demorar para votar lá né?

- É... Nem sei por que fiquei preocupado

- Normal - Ri

- Vou ali nos meninos, falou? - Ele me solta

- Falou - Ele vai ao encontro dos seus amigos e eu vou procurar os meus 😂

- OOOH - Viro e vejo Namjoon gritando e abanando para mim, vou até eles e abraço o Suga

- Que cara é essa?

- Eu vi, você e o Mark

- Ah Yoongi, para...

- Sabe que eu não gosto dele

- Ele é gente boa - Ele vira os olhos

- Para, se eu quisesse pegar o Mark, namorava ele não você

- Tá... - Ele apenas concorda

(... )



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...