História Marriage Contract - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), G-Dragon, Kim Nam-joon / Rap Monster
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags 2jae, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Vhope
Visualizações 57
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, obrigada pelos comentários. Que bom que tem alguém lendo, e que estão gostando :))

Capítulo 6 - Fifth


Fanfic / Fanfiction Marriage Contract - Capítulo 6 - Fifth


Ponto de Vista Park Jimin


Eu passei todo o trajeto até o local onde seria a reunião - que eu não sabia onde era e nem perguntaria- com a cabeça baixa. Mandei uma mensagem para Jaebum dizendo onde eu estava indo e ele disse apenas que ficaria tudo bem, o que me confortou. Mas eu sabia que ele também estava preocupado com tudo isso. Eles nos separariam.


Assim que meu pai- se é que ainda deveria chama-lo dessa forma- estaciona o carro na frente de uma casa bem grande - que as pessoas na verdade denominam mansão, mas eu estava perplexo demais admirando para pensar na denominação correta- eu saio do carro olhando para os lados. O local era bonito, tudo ali parecia tão vivo. Mas ao mesmo tempo tão morto... 


Logo um homem - também vestindo um terno, porem desta vez simples e preto- nos acompanhou até a parte de dentro da casa. Eu estava um pouco nervoso, mas não mentirei dizendo que estava animado pois o desanimo era evidente. - Obviamente, que motivos eu teria para estar feliz?


Quando entramos na casa, somos recebidos  pelo mesmo homem que havia ido até minha casa. Fiquei um pouco receoso, mas fui educado. Afinal, ele é um homem mais velho e eu devo mostrar respeito. Seu semblante era serio mas os seus olhos demonstravam felicidade. 


"Ola Jimin.. Eu sou Jeon bon-hwa, sei que esta confuso mas tudo vai ser explicado em breve. Meu marido e Jungkook já irão descer."- Ele diz e eu apenas concordo e forço um sorriso simpático


Eles continuavam conversando, eu assentia algumas vezes quando algumas perguntas me eram feitas - perguntas que eu ao menos estava ouvindo- meus pensamentos vagavam por outro lugar. Eu estava ali, mas minha mente e corpo não estavam nem perto daquele lugar. 


Bom, isso acontecia até uma voz alta atrapalhar os meus pensamentos. Me viro junto a meu pai e ao senhor bon-hwa. Demoro alguns segundos para reconhece-lo.


"Você"- O menino de cabelos negros vestido adequadamente para a "ocasião" assim como eu diz me observando. Seu olhar era um misto de raiva e confusão. 


O garoto com quem eu havia cantado, ele parecia mais velho vestido daquele modo tão... formal. 


E então eu percebi o que ele estava fazendo lá. 
Ele era Jeon Jungkook.
Eu me casaria com ele. 
Aish isso era tão confuso.


"O-oi." - Digo tímido, meu olhar permanecia cabisbaixo. E nossos pais pareciam confusos, Jeon bon-hwa olhara para o filho sem entender, e meu pai fazia o mesmo direcionando seu olhar a mim


"Vocês se conhecem?" - Perguntou o outro homem, que também deveria ser o seu pai. Não sabia o nome dele ainda. Apenas assinto. 


"Não. Não nos conhecemos." - Jungkook me contraria de maneira rude e cumprimenta brevemente o meu pai. Porque ele havia mentido? Qual era o problema deste homem?

(...)


Já estávamos há uma hora discutindo sobre o contrato de casamento, e nesse período eu pude perceber que Jeon Jungkook, assim como eu, não queria se casar. O que era de inicio um alivio, até eu entender o porque.


Os seus motivos para não querer casar comigo eram outros, ele não queria casar-se com um homem. Jungkook era contra o homossexualismo, e ele tinha deixado isso bem claro. 


Porque ele estava se casando com um homem então? (N/a: Explicado a vocês no capítulo anterior, mas Jimin não sabe ainda)


(...)


"Assine aqui por favor senhor Park. Lembrando que Jimin vai continuar estudando, mas a partir do mês que vem passara a morar aqui." - O advogado diz, deixando claro ao meu pai. E ele assina. 


Sim, eu teria que morar la. As coisas só pioravam e eu não sabia ao menos como intervir. Eu não poderia fazer nada para mudar os acontecimentos. 


E então o papel fora passado a mim, juntamente a caneta. Minhas mãos estavam tremulas, olho para o meu pai - meus olhos já estavam marejados, em breve lagrimas começariam a cair- e nego sussurrando um "por favor", mas em resposta recebo um olhar duro. Suspiro sentindo os olhares em mim, e ainda tremulo assino o papel. 


Olho para o lado e  o entrego para Jungkook. Ele tinha uma expressão seria, não demonstrava tristeza e sim seriedade, misturada a raiva. Ele parecia tão rude, diferentemente do dia em que cantava. 


O garoto não pensa muito e apenas assina o papel passando para os seus pais que também o fazem. Lagrimas silenciosas caiam pelo meu rosto.


Aquilo era mesmo real, não tinha volta. 
O que eu faria?


Notas Finais


E foi, não tem mais volta. Se algo estiver confuso me perguntem ok?? :)
Eu to com pena do Jaebum, gosto dele demais. Ele é um amor
Agora a interação jikook vai começar amem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...