História Marry me? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Kaisoo, Mpreg, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 217
Palavras 569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oooooi
oi gente, voltei antes kkkk
Eu sempre faço os caps de madrugada e reviso, minha professora do curso de inglês quer ser minha beta, aaaaah kk surtei
imagina só, que amorzinho kk
mas então
acho que o cap é curto, não explica muito coisa mas explica o que é preciso kk
nos vemos lá embaixo

BOA LEITURA

Capítulo 4 - Neve. - Chanyeol.


Fanfic / Fanfiction Marry me? - Capítulo 4 - Neve. - Chanyeol.

 

 

 

 » O medo é a desculpa que todo mundo sempre dá.«

 

 

 E o inverno chegou, juntou com ele trouxe Byun Baekhyun, mas ao contrário do inverno Byun veio aquecer meu coração e destruir todos os sentimentos congelados que há nele. Eu fiz mal, não, não fiz mal, fiz péssimo. Encaro meu erro cara a cara, agi por impulso. Não soube como reagir no instante em que ouvi a voz dele, mas não reagi da melhor forma possível ou como ele esperava.. de braços abertos.

Não posso ter certeza que ele me esperava o receber da melhor forma, seria um choque pra ele, agora imagina pra mim. Baekhyun foi o único que insistiu e se preocupava comigo, depois de termos ficado apenas três vezes, ele tinha o número do meu celular antigo e sempre me mandava mensagem mas eu apenas o ignorava. Cheguei até a mudar de número para ele parar. 

Por que será que me ligou? 

 

 

 

                     ❆       Ⅲ      ❆   

 

Depois de ter explicado em poucos detalhes ao Soo, consegui sair, mas eu não queria sair para voltar a festa e sim para relaxar em algum lugar.

A neve já caia de uma forma calma, levantei a mão no ar e vi um único floco cair sobre minha palma e derreter com o calor que corria entre minhas veias. Um sorriso silencioso nascia aos poucos ao ver a pequena poça de água na onde o floco estava.  Caminhei até o banco do parque me sentando, as flores e tudo que havia no pequeno ambiente já estava começando a ter a coloração branca, a lua já brilhava intensamente e naquele momento eu só queria me desculpar e o abraçar, acho que nunca tivemos um contato assim.

- Baek, me desculpe. - Sussurei sentindo a brisa suave bater no meu rosto, era algo bom de se sentir. Me afastei de banco e peguei a flor coberta por neve. 

Enquanto me levantava para ir embora senti uma respiração quente contra meu pescoço, achei que aquele fosse meu último suspiro mas logo me surpreendi, dois braços rodearam minha cintura e me abraçaram me calando. Abaixei a cabeça e levei as mãos até os braços alvos e branquinhos, a pele era tão macia me lembrava muito do...

- Baekhyun? 

- Eu te desculpo Chan. 

Meu coração que já não era mais meu voltou a bater descompassado, eu sentia o calor do pequeno me envolver e quebrar todas as barreiras de gelo que havia dentro de mim. Me virei e o encarei, aquele que sentia falta estava ali, pra mim, para ser meu

 

Subiu com as mãos passando por suas curvas e indo até seu pescoço, aproximei nossos rostos sentindo nossas respiração se mesclarem com o ar frio da noite. Roçei nossos narizes num gesto de carinho e para demonstrar o quanto esperei por isso, puxei seu lábios com os dentes e logo o envolvendo em um beijo carinhoso e silencioso, o calor que nos volvia era incrível, nossas línguas presenciavam a dança entre elas, com passos errados e cheios de saudades. Conhecíamos cada vez mais os canto da cavidade bocal um do outro.

E foi nessa noite em que desejei ser somente dele, eu não queria mais fazer nenhuma burrada, queria até me redimir com todos aqueles que brinquei, pois um sentimento de culpa me corroía e me fazia ficar incomodando. Mas Byun estava ali para me resgatar e ser meu ponto de paz. 

 

 

 

 CONTINUA....

 

  

 


Notas Finais


FINALMENTE UHUUUUUL kkkkk
Eu estava mais ansiosa que, sei lá kkk
espero que tenham gostado 💙
Beijinhos 🐣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...