História Marry? No... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook
Exibições 10
Palavras 1.298
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie gente, voltei com mais um cap, espero que gostem, dsclp qualquer erro de português

Capítulo 2 - Nos conhecendo


Fanfic / Fanfiction Marry? No... - Capítulo 2 - Nos conhecendo

Termino de me trocar e a Amy também, mas nos decidimos que iriamos ficar aqui no quarto mesmo jogando conversa fora enquanto o garoto e a família dele não chegam. Ficamos falando sobre bandas, desenhos, musicas, e logo escuto minha mãe me chamar avisando que eles chegaram...

***Jungkook on***

Chego na casa dela e sento no sofá, admito que estou um pouco curioso pra saber como ela é, meus pais me falaram que ela e os pais dela eram do Brasil e vieram morar aqui quando ela tinha 8 anos, ela é 3 anos mais nova que eu ( nossa kook já sabe bastante coisa sobre ela nénon hahaha) mas ainda acho que ela deve ser um filhote de chipanzé... faço bico esperando

Logo vejo 2 garotas descendo as escadas e porra, ela é muito linda, retiro tudo o que eu disse, mas ela parece ser metida ( credo garoto para de bota defeito na menina tadinha )

***Crystal on***

Eu e Amy sentamos no sofá, não pude deixar de observar o garoto que estava sentado em minha frente, ele era muito lindo, bem, parece que esse negocio de casamento arranjado não vai ser tão ruim assim hehe

- Crystal, esse é Jeon Jungkook, Jungkook essa é Crystal – meu pai diz nos apresentando

- muito prazer Crystal ... – ele diz dando um sorriso de canto, meu Deus

- o prazer é meu

- bem, vamos deixar vocês se conhecerem um pouco... Amy você vem com nós?

- vou sim – ela se levanta e logo some junto com os outros, suspiro e volto a olhar o garoto

- então Jungkook... acho que pra isso funcionar devemos pelo menos ser amigos, e figir ser um casal somente na frente de nossos pais e tals, por que pela sua cara deduzo que você também não gostou muito dessa ideia de casamento arranjado

- pra falar a verdade não mesmo, é meio estranho sabe – ele da uma risada fraca – me chame de kook por favor

- tudo bem então kook – rio

A gente ficou certo tempo conversando e ele não é chato, nem nada, ele até que é bem legal, é fofo, muito fofo, eu não to aceitando esse negocio de casamento mas pelo menos ele não é insuportável como eu pensei...

Logo escuto minha mãe nos chamar para o jantar, ocorreu tudo bem no jantar e eles me falaram que o Kook e mais alguns amigos dele iriam começar a estudar no meu colégio

( no dia seguinte )

Acordo atrasada pra ir pra escola o que não é novidade, faço minhas higienes correndo e pego uma maça pra mim ir comendo no caminho pra escola, após chegar la vou pra minha sala, e a aula já havia começado, vejo 7 meninos parados na frente da turma, provavelmente a professora estava os apresentando, mas assim que abri a porta da sala todos os olhares se voltaram pra mim

- atrasada de novo senhorita Miller? – a professora diz me encarando – ande e sente em seu lugar

-desculpa professora hehe – corro pro meu lugar e sento na cadeira observando os meninos, vejo que o Kook me observava atentamente, esse garoto me ama só pode

A aula passa até que rápido, um milagre isso, passo a aula toda conversando com a Amy, que senta em minha frente, por um milagre também a professora não chamou nossa atenção hoje, não sei como porque eu tava tagarela. O sinal pro intervalo toca e a Amy me puxa correndo pra cantina porque essa esfomeada queria comprar um salgado, depois dela comprar seu salgado sentamos em uma mesa meia afastada das outras porque somos isoladas, de longe vejo os meninos com algumas meninas em volta deles, sim, minha escola ta cheia de puta que não pode ver aluno novo que já fica em cima dele, é um inferno isso, mas logo os meninos nos olham e vem até nossa mesa

- podemos sentar aqui com vocês? – Kook pergunta já se sentando

- já sentou né – Amy fala comendo seu salgado

- professora chata não deixa nem a gente tirar um cochilo no meio da aula – um garoto muuuito fofo diz se sentando e debruçando na mesa

- bem, eu não apresentei os meninos a vocês... Esses são Suga – Kook aponta pro menino dorminhoco – V, Namjoon, ou Rap Monster, Jimin, Jin, J-Hope – ele diz apontando pra todos os meninos, ficamos conversando o intervalo inteiro e foi bem divertido, eles são bem divertidos, mas logo minha alegria acaba quando vejo a puta da Nina e seu bondinho vindo até aqui... lá vem

- ola garotos – ela sorri se sentando na nossa mesa, oxi quem ela pensa que é

- oi – os garotos respondem em uníssono

Depois de ela se prostituir... quer dizer jogar seu ‘’ charme’’  nos meninos e o Suga mandar ela procurar o que fazer pois queria dormir e ela não parava de falar, obrigada Suga, amo você

- garota chata eohein

- gostei da atitude meu amigo – Jin diz rindo

Combinamos todos depois da aula de ir a um parque de diversões que estava na cidade por algumas semanas, quando chegamos no parque o primeiro brinquedo que os meninos quiseram ir foi na montanha russa, ai não vai dar merda, eu não vou nessa desgraça nem que a vaca tussa, to afim de morrer cedo não

- AH NÃO GENTE, MONTANHA RUSSA NÃO – falo fazendo bico e sentando no chão, sim, sou dramática

- para de ser medrosa Crys nem da medo – Amy diz me levantando... chata...

- logico que da, olha aquela desgrama, ali ta escrito ‘’ direto pro inferno ‘’, ‘’ morte na certa ‘’

- vem logo, se você não morrer eu te dou um unicórnio de pelúcia – Kook diz me puxando e logo entramos no brinquedo, ai, seja o que Deus quiser...

O negocio começa a subir e já começa a me dar ataque de pânico, senhor, eu vo matar esses meninos, logo ele desce em uma velocidade muito grande e eu começo a gritar e vejo eles levantando a mão, vocês são imortais é isso?

- AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH EU VOU MORRER – grito fechando os olhos e agarrando a barra com força enquanto escuto os meninos rirem de mim, esses viados querem morrer hoje

O próximo brinquedo a ser escolhido foi a Roda Gigante, ah esse é mais de boa, Rapmon nos para dizendo

- vamos fazer assim, vai Kook e Crys em uma cabine, V e Hope, Jin e eu, Suga e Amy e Jimin vai comigo e com o Jin – Ke ? Eu e o Kook? Sozinhos? Acho que estão nos confundindo só por que vamos nos casar

Resmungo baixinho entrando na cabine e sentando com um pouco ( muito ) medo, acho que vocês já perceberam que eu sou um pouquinho nervosa, mas só um pouquinho, coisa mínima, Kook senta do meu lado e o brinquedo começa a funcionar, vou observando a visão do parque de cima quando Kook me chama

- Crys?

- ooi? – olho pra ele

- olha eu sei que você não deve gostar muito de mim..

- eu gosto de você Kook, você é legal, mas admito que te detestava quando fiquei sabendo que teria que me casar com quem eu não conhecia

- eu também – ele ri – desculpa mas eu te chamei de filhote de chipanzé – ele fala mordendo o lábio e sorrindo, ta, agora esse moleque apanha

- se quer morrer? – dou um tapa nele

- desculpaa, foi antes de te conhecer – ele ri e segura meus braços fazendo eu olhar em seus olhos, coro um pouco – você fica fofa corada – coro mais ainda, desgraçado

- paraa – rio escondendo meu rosto

Ele levanta meu rosto com cuidado fazendo nossos olhares se encontrarem de novo, mordo o lábio ficando um pouco nervosa, ele se aproxima e...


Notas Finais


ele se aproximaa eeeeee?????? oq sera que vai acontecer ahsuahsuahsu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...