História Mas eu estarei lá... - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~EmoPotatto__

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Hetero, Romance, Suspense
Exibições 24
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eai galera, então, aqui é a Naluze que agora é EmoPotatto pq eu sou mt boa c nomes, desculpem pela demora, meu celular quebrou e tive uns problemas com os novos, leiam esse cap cheio de treta agora.

Capítulo 9 - "Eu te amo" até parece


          P.O.V Trass

  - Mae! Espera! O que aconteceu!? - Corria atrás de HyuMae que andava em passos largos e pesados com a cara emburrada e um bico no rosto.

  - Eu não quero! - Respondeu ela com seu tom de voz rouco e arrastado.

  - Por Favor! Eu quero conversar!


          FLASHBACK ON

    Caminhava lado a lado com HyuMae, que mantinha um sorriso fofo no rosto e dava umas corridinhas vez ou outra quando não acompanhava meus passos por suas pernas serem curtinhas... Muito fofa.

  - Essa foi uma semana longa... - Comecei me lembrando de todas as horas em que HyuMae tinha seus ataques de ciúme e ficava berrando, da até dor de cabeça só de lembrar - N-Não que eu não tenha me divertido! - Acrescentei pra não soar mal.

  - Porque está falando assim? - Ela me pergunta fitando os próprios pés enquanto caminhamos.

  - Ué, porque próxima segunda vamos "Terminar", como combinado... - Respondo simplista e estranho HyuMae parar de caminhar.

  - Mae? - A chamo, mas recebo fungados baixinhos em resposta, ela estava chorando? mas porque? - Por que está chorando? - Pergunto me aproximando mas ela se afasta, quando tento pegar sua mão a mesma sai correndo me deixando pra trás de repente.

            FLASHBACK OFF

  - Mae! - Puxo seu braço e enfim a faço parar e olhar pra mim, a mesma tenta se soltar.

  - Me solta! Não encosta em mim! - Ela grita me assustando e me fazendo largar seu braço.

  - Como assim? Porque não quer que eu encoste em você? - Pergunto cada vez mais confuso com aquela situação, a 2 minutos estávamos caminhando e conversando normalmente e agora ela está dizendo que não me quer perto dela.

  - Não se faça de desentendido! Como ousa brincar assim com meus sentimentos! - Ela grita e posso sentir os olhares dos estudantes a nossa volta sobre nós e começo a ficar nervoso além de muito confuso com as palavras sem nexo que saiam da boca dessa garota.

  - Mae, está gritando--

  - Estou gritando mesmo! Assim todos poderão ouvir como você é um idiota! - Ela grita com mais e mais lagrimas saindo de seus olhos.

  - Do que está falando? Você prometeu que ia ser só uma semana! - Gritei de volta, o que ela pensava que estava fazendo!? Ela praticamente me obrigou e abusou da minha boa vontade pra agora dizer que devo continuar com ela e ainda faz um escândalo pra que todos me achem um babaca?!

  - Pare de mentir! É só isso que você faz! - Ela grita desconversando e começou a bater no meu peito com suas mãos fechadas e meus olhos se arregalam totalmente ao ver um discreto sorriso no rosto de HyuMae.

  - Não quer toda essa gente contra você quer? Sabe que eles me amam, principalmente os meninos... - Ela sussurra pra que as pessoas em volta não ouçam e começa a forçar o choro novamente.

  - Sua víbora... Estava tudo nos seus planos... Oque quer que eu faça? - Sussurro de volta.

  - Primeiro me abrace, depois me acalme e diga que me ama e que nunca vai me deixar... Eme beije por último, assim as coisas devem se resolver. - Ela sussurra com um sorriso sínico e maldoso estampado em seu rosto e me esforço pra conter a raiva que apenas crescia.

    Respiro fundo me controlando e a envolvo em meus braços.

  - Mae... Eu te amo, isso é a verdade, nunca brincaria com seus sentimentos, muito menos iria te deixar, por favor não chore... - Digo e seguro seu rosto fazendo-a olhar em meus olhos e seco suas lágrimas, seria uma cena fofa se não fosse tão falsa.

  - Então... Não vai terminar comigo? - Ela pergunta com uma voz manhosa que eu antes achava fofa, mas agora só me da ódio.

  - Claro que não, eu amo você e isso é motivo mais que suficiente pra querer você ao meu lado e querer estar ao seu lado por muito, muito mais tempo. - Respondo e aproximo nossos rostos e colando nossos lábios, ouvindo vários gritos a nossa volta, posso jurar pra cada uma das pessoas que gritaram que revirei meus olhos, só não viram por que estão fechados.


Notas Finais


DASHI RUN RUN RUN!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...