História Mascara Cinza: Rewrite - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias D.Gray-man
Personagens Allen Walker, Road Kamelot
Tags Allenxroad, Noah!allen, Roadxallen
Visualizações 23
Palavras 1.687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


14 Dias exatos, nada mal Sil, nada mal.
BEM, Estamos aqui de volta,
Dessa vez sem descumprir a promessa que fiz.
Como sempre tenho meus problemas, reescrever se prova mais desgastante mas parece ser mais rapido então estamos indo bem

Capítulo 2 - Decidindo um Caminho


A Chegada do Noah tinha sido imprevisível, mas ainda mais tinha sido Road pulando sobre Allen surgindo das costas do mais velho abraçando então o exorcista e gritando o nome do mesmo, Allen se sentiu relaxar mas ainda de olho no monstro a sua frente, a sensação familiar de inocência percorrendo seu corpo.

“Um exorcista?” perguntou o de cabelos brancos então Tikky vira sua face levemente para ele.

“Isso não é um exorcista e muito menos um humano, é uma inocência viva a serviço do coração… O Conde chama ele de Apocryphos, e é nossa pista para o coração” O Sorriso monstruoso e inumano crescia na face do Noah.

O Monstro parecia ter ouvido aquelas palavras pois com um sorriso prendeu Tikky contra a parede com suas mãos segurando as do de cabelos negros.

“Uma pista? Eu não sou como as inocências inexperientes que vocês enfrentaram até agora, para os Noahs eu sou como um deus da morte!” Falou, de suas mãos formando como espinhos de inocência que machucavam as mãos de Tikky, sem saber como agir, Allen pula para cima socando Apocryphos o conseguindo fazer sair de perto de Tikky com uma face de ira.

O Garoto de branco não esperava que Apocryphos reagisse com um soco em direção ao estômago dele e que Road se colocasse a frente do mesmo, Allen agiu o mais rápido que pudera e milésimos de segundos antes do punho atingir a garota o exorcista colocara a garra de sua inocência a fronte de Road a protegendo mas apenas conseguira tal ato pelos selos que se formaram em volta do monstro o jogando para trás, logo o exorcista conseguira ver pelo canto de seu olho Link conjurando seus encantos, as próximas cenas passaram rapidamente pelos olhos de Allen. Apocryphos tinha sido jogado por Tikky para fora da cela com uma grande explosão de Matéria Negra, Tim agora estava solto e tinha voado para fora da cela fazendo um buraco ainda maior na parede. Tikky e Road sorriem um para o outro

Road achava estranho Allen o ter protegido, afinal ele sempre tinha dito ser um exorcista e mesmo seu lado Noah era o 14º o que não ajudava nada, mas Road conseguira saber duas coisas, Allen não era nada igual a Nea, e Allen ainda não sabia de suas memórias Noah, seria melhor se nunca soubesse, por muito que a Noah gostasse de Allen e quisesse que ele virasse um Noah, as memórias de Nea seriam algo doloroso de passar.

Tikky apenas estava em êxtase, a felicidade do que tinha conseguido ali apesar de não ter conseguido capturar Apocryphos, o Noah de cabelos negros estende uma mão para o exorcista agora no chão, que estava ajoelhado e revendo os acontecimentos em sua mente para se situar.

“Vamos Shounen?” O Noah fala com sua mão estendida para Allen Walker, o exorcista. Allen olhava com receio para a mesma mas logo suas dúvidas foram tiradas por um simples som agudo, um alarme da Ordem Negra, assim o albino agarrara a mão do Noah se levantando

 

Lenalee, a jovem exorcista estava em absoluto estado de preocupação com Allen, sabia ela que o jovem Walker tinha sido preso, no entanto o destino dele era mais aterrorizador, por muito que Lavi, Komui e outros dissessem que não aconteceria algo de mal com o exorcista de cabelos brancos, ela se sentia como se todos estivessem guardando segredos dela, decidiu que não podia mais se manter passiva aquilo, e assim com sua resolução feita, descera sorrateiramente pelo caminho até a cela de Allen, o fato que apenas achou estranho depois de já ter conseguido passar pelas escadas foi não ter visto ninguém, o que era incomum, para um prisioneiro vigiado… Mas ignorou, ouviu certos barulhos distantes que pareciam vir do lado de fora, ao chegar perto da cela de Allen tudo estava silencioso, assim a garota pensou que o exorcista prisioneiro estava dormindo, não seria incomum, abriu a porta lentamente vendo duas figuras que não reconheceu de imediato mas o choque veio em instantes quando viu Allen sendo levantado por essas, abriu a porta de imediato, pensando em atacar, mas podia esperar de tudo, exceto o que vira, Road Kamelot, uma Noah estava abraçada as costas de Allen enquanto esse apertava mãos com Tikky Mikk, para se levantar.

O Choque falou mais alto que sua parte racional, se sentiu traída. Allen estava trabalhando com os Noahs? O Que esses monstros faziam aqui? Quanto mais perguntas se colocavam em sua mente mais o olhar de repugna e medo se formava em sua face, inconscientemente fazendo tais expressões.

O Albino olhara para Lenalee, não sentiu nada mais que um sentimento de nostalgia, e não do tipo bom. O Olhar da exorcista chinesa se assemelhava ao olhar de todos aqueles que tinham olhado para ele como se o mesmo fosse uma aberração ou um demônio, gostaria de explicar a Lenalee, mas por uma vez na vida colocou seu bem-estar acima de suas aparências, não tinha nenhum tempo. Não para explicações e com certeza, nenhum para fazer Lenalee tentar entender.

“Allen, o… o que você está fazendo?” Se ouviu a voz lenta da chinesa, choque evidente, Allen fez seu melhor para ignorar, aquele monstro disfarçado de cardeal poderia chegar a qualquer momento, e tinha certeza que o sentimento não familiar percorrendo suas costas era o de Road querendo matar a outra garota.

“Tikky, vamos…” Falou em uma voz calma, sentindo o Noah de aparência mais velha o segurar e pular para cima de Timcampy, o golem aparentemente não aprovou isso e os engoliu, Tikky escapou embora os dois mais jovens ficaram na boca do golem que saiu voando rapidamente, Tikky o segurando até chegarem a floresta onde caem… Road ria, Allen e Tikky recuperavam o fôlego e Tim grunhia em direção aos Noahs até o jovem Walker fazer carinhos em sua face então ele se acalmando, Allen se tornara consciente de seus arredores, em volta de dois de seus arqui-inimigos, iria se preparar para lutar, mas uma voz distante dos alertas vindos da Ordem Negra o parou.

Allen Walker tem seus direitos congelados como um exorcista, a partir desse momento ele é considerado como um Noah e deve ser morto a primeira vista”

O Exorcista… ou ex-exorcista, demorou a assimilar as palavras saídas do local que considerava… não, considerou um lar, a faísca de ódio quase o cegando, seu olhar um pouco mais assustador, mas afastando esses seus sentimentos de si, ouvindo então um assobio seguido de palavras.

“Eles não perdem tempo hein? Shounen, você pode fazer uma decisão agora.” Falou o Noah do Prazer.

“De… Decisão?” Allen gaguejou, o choque de que os Noahs não o vieram capturar ainda evidente, o de cabelos negros deve ter achado o tom meio acusatório pois olhou com desgosto pelas palavras de Allen para o lado acendendo um cigarro

“Ai, ai… Road Abra a porta, vou explicar ao Shounen umas coisas… Com seu braço não vai demorar a Apocryphos te achar se continuar por aqui, você pode fugir mas será perseguido… Não lhe obrigaremos a vir conosco mas aceitaremos se você quiser, então sim, você tem uma decisão, você quer fugir e morrer como um exorcista patético sem salvar ninguém, ou vir conosco e escolher depois? Embora claro…” Continuou Tikky sendo então interrompido por Road.

“Nem pense em continuar Tikky, Allen não é Neah, ele pode ter as memórias daquele homem mas ele ainda é Allen” Falou a Noah “E se pudermos ajudar ele nunca irá ser Neah”

A Afirmação de Road não chegou aos ouvidos de Allen, as palavras de Tikky deixavam uma coisa clara, eles estavam o ajudando, não por motivos de que o precisavam vivo para algo, algum dever para ele seguir, apenas por um laço familiar entre um Noah e… ele. Não podia se julgar um Noah, nunca, mas o Noah mais alto tinha o dado uma garantia ‘Escolher depois’ … Sim ele poderia fazer isso, não seria apenas uma arma na guerra se conhecesse o segundo lado, era estupidez? Talvez fosse mas seus pensamentos estavam a mil, e sempre repetindo ‘Eu não voltarei para aquele lugar’ Esse pensamento se repetiu mais uma vez enquanto olhava a sombra da Ordem no céu a sua frente.

“Eu irei com vocês” Falou finalmente “Continuarei andando, não importa por qual caminho, apenas não posso voltar atrás, não posso fugir dessa guerra… Mana sabia sobre Neah…” Um último pensamento ficou por falar mas a expressão de Allen, cabeça baixa, dentes cerrados mas um olhar triste, a expressão já dizia o bastante ‘Eu estou nessa guerra desde que nasci’ era o complemento final de sua frase.

Ambos os Noahs fazem expressões diferentes ao nome Mana, algo que, com certeza, não era de prazer pelo nome dito, no entanto apenas então Allen olha para a face não prestando atenção as expressões dos Noahs a sua frente

“Como Allen Walker e não como exorcista, eu irei com vocês… Está na hora de eu conhecer o Conde…”

Apesar dos Noahs terem feito a proposta, ambos ficam surpresos por Allen aceitar, sobre condições não tão agradáveis quanto poderiam ser mas ainda era um lucro, o espanto evidente na face de Tikky morfa para um sorriso, talvez pudesse ser um truque pensaram ambos os Noahs, mas conhecendo o garoto isso seria impossível, ele era sincero e não iria a base inimiga dessa forma apenas para ser morto, a porta de Road já aberta, o mais velho Noah estende sua mão para o albino.

“Então vamos, Shounen.” disse então passando pela porta com o garoto

Lenalee chegara apenas a tempo de ver Allen passar pela porta de Road e a mesma se fechar e desaparecer. Caiu sobre seus joelhos no chão, por ter sido inútil e também pela ira que a situação formava, seus pensamentos se desvaneciam da lógica e se tornavam indignos de alguém da igreja. ‘Aquele cara e aquela vadia levaram Allen!’ Lenalee não conseguira se acalmar mas a chama da determinação que aquilo acendeu em seu peito foi o suficiente para ela decidir o que faria a seguir ‘Espere por mim, Allen, eu com certeza… Eu irei lhe salvar’


Notas Finais


Comentários sempre bem vindos, já agora, acham que devo colocar um aviso na original de Mascara Cinza ou deixar isso apenas aqui, quem quiser ver que veja?
Amo vocês, tenham bons dias de vida.
Silver aqui e saindo~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...