História Máscara Negra - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bailes, Casamento Arranjado, Drama, Máscaras, Obrigação, Paixão, Revelaçao, Sexo
Exibições 66
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente...
Voltei rápido né?
Como estão?
Hoje resolvi postar para comemorar os 55 favoritos... Estou muito contente com o desenrolar dessa historia e de ter tantos leitores que estão gostando dela... Muito obrigada a todos que comentam não sabem como isso é importante para mim, assim sei o que vocês estão achando e se estão gostando... Muito Obrigada...

Boa Leitura...

Capítulo 20 - Proposta


Corri para a lancheria onde Cris queria me encontrar com os amigos e o namorado dela que finalmente iria me apresentar, cheguei à frente e suspirei, coloquei a mão dentro da bolsa e retirei um espelho pequeno que sempre carregava me olhei e tive que arrumar meus cabelos para ficar bonita e depois passei um batom para ficar atraente afinal Ed foi alguém que eu dormir e gostaria de chamar a atenção dele não que eu queria algo serio agora mais fala serio eu quase não tenho noites quentes e depois daquela que tive com ele e nem lembro eu gostaria mesmo de poder lembrar o que rolou.

Respirei fundo e entrei na lancheria e logo estava à procura de Cris e Ed, os avistei perto da janela conversando e rindo junto do namorado da Cris fui atendida e disse que ia me sentar com meus amigos vi que alguns homens me olhavam mais ignorei e fui ate eles me sentando ao lado de Ed.

- oi gente. – disse sorrindo, eles sorriram.

- faltou pouco para se atrasar, é a primeira vez que você não se atrasa. – disse Cris, dei um sorriso sem graça.

- não consegui trabalhar direito e acabei saindo mais cedo, ou melhor, fui fazer algumas coisas e quase me atrasei, corri para chegar. – disse vendo o namorado de ela me olhar curioso.

- sei bom Keylla esse aqui é o Jayden meu namorado, Jayden essa aqui é minha melhor amiga Keylla e futuramente ex-cunhada. – disse sorrindo.

- prazer mais como assim ex-cunhada? – perguntou Jayden, sorri sem graça.

- eu estou me separando do irmão da Cris, mas isso não interfere na nossa amizade. – disse o vendo olhar para Cris preocupado.

- não precisa se preocupar a Keylla é a melhor amiga que eu poderia querer mesmo tendo sido obrigada a casar com meu irmão a nossa amizade não se apagou e agora que o babaca do meu irmão a traiu ela continua sendo minha amiga e eu estou a apoiando. – disse Cris.

- menos mau eu não quero desentendimentos com os seus pais ainda, assim que conseguir um bom emprego nos iremos contar ate lá é melhor manter segredo. – disse Jayden.

- não precisa se preocupar, admito que não gostei da Cris ter me ocultado isso afinal eu quero muito ver a minha amiga feliz e sem ter de ser obrigada a nada pelos pais. – disse demonstrando um pouco da minha amargura afinal eu nunca quis nada disso.

- desculpe perguntar mais você fala de uma forma tão amargurada. – disse Jayden.

- eu não me casei com o Eidrian o irmão da Cris por que quis e o amava, não eu me casei com ele por causa de um acordo de nossos pais e eu tive que manter por um ano e ate tentei ter um relacionamento bom mais no fim ele me traiu e eu meio que me revoltei, pedi o divorcio e depois Cris me arrastou para aquela festa e acabei bebendo de mais. – disse rindo.

- não esqueça que acabamos passando a noite juntos também. – disse Ed, ri novamente.

- isso é melhor nem comentar por enquanto, não quero que o Eidrian descubra com quem foi e use isso a seu favor. – disse o vendo assentir assim como o Jayden.

- agora chega de falar do babaca do meu irmão, Keylla os meninos e eu queremos te fazer um convite muito especial. – disse Cris, sorri e a olhei curiosa.

- que convite, fala que eu sou muito curiosa. – disse a vendo sorrir abertamente.

- nos vamos fazer uma viagem de comemoração da faculdade e queríamos que você fosse com a gente e sendo minha acompanhante para ninguém usar isso contra você. – disse Cris, suspirei.

- eu não sei ainda não queria viajar, tem a loja que estava melhor do que nunca e ainda estou querendo um novo ritmo para a minha vida além de uma coisa que eu tenho que te contar que rolou hoje cedo. – disse a vendo ficar curiosa.

- Keylla eu queria falar com você sobre o que aconteceu hoje cedo. – disse Ed, o olhei confusa ele se levantou e estendeu a mão para mim, Cris assentiu e eu peguei a mão dele seguindo o mesmo para um lugar bem mais afastado das pessoas.

- sobre o que quer falar? – perguntei ele me olhou nos olhos.

- você esta mesmo disposta a ter um filho? Não importando que é o pai você quer ser mãe? – perguntou Ed, eu não imaginei que ele me perguntaria algo como isso mais eu teria de responder.

- é claro eu quero ter um filho e o quanto antes, mas antes terei de passar por exames e fazer uma escolha de como desejaria essa criança, mas por que essa pergunta? – perguntei o vendo dar um pequeno sorriso.

- eu quero ser o pai do seu filho. – disse Ed tive que segurar sua mão, pois quase cai para trás.

- você tem certeza, nem nos conhecemos como pode querer ser pai assim nos nem temos nada. – disse surpresa.

- eu sei mesmo assim eu gostei de você parece uma mulher tão forte e decidida, não gostei de como o seu marido, digo ex-marido age com você ele pareceu se sentir superior e você soube muito bem lidar com a situação é esse tipo de mulher que eu desejo para ser a mãe de meu filho. – disse Ed, eu estava ainda mais surpresa mal nos conhecíamos e ele já avia notado como eu sou. – você não sabe como eu busquei encontrar uma mulher como você e mesmo que não aja um futuro para nos dois como casal acho que podemos nos curtir e termos um filho, já que mesmo que após uma noite de farra nos tornamos amigos e provavelmente continuaremos sendo apesar de tudo. – disse Ed.

- eu preciso pensar e ter certeza de tudo o que esta dizendo, não quero correr o risco de quando o bebe nascer você resolver tira-lo de mim e mesmo que a Cris diga que você é uma pessoa de confiança eu pensei a mesma coisa do Eidrian e acabei nessa furada, espero que entenda que eu não quero me confundir e imaginar coisas mesmo que tenhamos um filho. – disse o vendo assentir.

- eu não vou tirar a criança de você, a única coisa que eu iria querer é poder visita-la e agir como um pai e como um amigo que você pode contar. – disse Ed, ele realmente parecia o homem ideal para ser o pai de meu filho mais não iria arriscar, tive uma ideia e vou usa-la somente assim me sentirei segura.

- eu posso aceitar que seja o pai de meu filho e que o visite, aja como pai e um amigo para mim mais só aceitarei se assinar um contrato dizendo que jamais irá tentar tirar a guarda da criança. – disse o vendo me olhar surpreso e um sorriso se formar em seu rosto.

- mande o seu advogado fazer esse contrato que eu o assinarei mais eu não vou bater uma para ter o que precisa, eu quero fazer essa criança do método tradicional pode ser? – perguntou com um sorriso malicioso, ri alto.

- de acordo, acho que iremos nos dar muito bem. – disse dando as costas para ele e voltando para o lado de Cris e Jayden agora finalmente iria falar com ela sobre o que vinha acontecendo em minha vida e na decisão que avia tomado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...
Novamente obrigada a todos por estarem lendo...

Beijos e até o próximo...^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...