História Máscara Negra - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bailes, Casamento Arranjado, Drama, Máscaras, Obrigação, Paixão, Revelaçao, Sexo
Exibições 66
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi gente...
Como estão?
Eu estou bem...
Obrigada a todos que estão acompanhando a historia...

Boa Leitura...

Capítulo 21 - Convite


Aquele almoço foi um dos poucos que pude dizer que gostei e me senti livre pela primeira vez, sempre que tinha almoços os meus pais me faziam vestir roupas de grife e me portar de maneira comportada e respeitosa, não conseguia comer besteiras como faço agora e com o Eidrian eu me sentia solitária já que ele não queria sair comigo me deixava sair sempre sozinha como se não desejasse a minha companhia e eu acho que realmente não desejava.

Cris e eu voltamos para a loja e mal a abrimos e já tivemos que atender diversos tipos de clientes, mulheres exigentes e adolescente querendo se expressar de alguma forma e claro meu tipo de cliente favorito afinal pedem ajuda e dizem que querem expressar algum sentimento assim como eu passei por muito tempo querendo me expressar e agora eu consigo fazer isso de livre e espontânea vontade.

- você anda muito feliz não vai me contar o que o Ed te falou? – perguntou Cris.

- ele quer ser o pai do meu filho e eu aceitei. – disse sorrindo.

- tem certeza disso, não vai se arrepender? – perguntou Cris.

- não essa é a primeira vez que eu tenho certeza de alguma coisa. – disse sorrindo e indo atender outra cliente.

A tarde passou consideravelmente rápida e eu marquei com meu advogado para acelerar o processo de divorcio e criar o contrato sobre o meu filho que claro se tornara um problema quando crescer e souber que eu fiz um acordo com o pai dele para tê-lo, mas sou capaz de tudo para não perder essa criança, o meu advogado disse que Eidrian não teria como me colocar para baixo já que ele me traiu primeiro e esta desfilando por ai com a amante e eu estou pagando de santa ou quase, disse que agora o juiz já estava ciente da situação e eu poderia me relacionar com alguém se eu desejasse afinal eu só queria o divorcio e mais nada que vinha de Eidrian.

Depois de muito debater com o advogado resolvi voltar para casa e pedi comida japonesa para não precisar cozinhar nada, após comer me joguei na cama e suspirei aliviada afinal finalmente estava me sentindo livre e relaxada, já tinha tomado um banho e eu simplesmente estava ali olhando televisão e comendo sorvete como se fosse uma daquelas sofredoras que não tem nada melhor para fazer, pois é eu não estava sofrendo mais estava muito entediada.

Meu celular começou a tocar e eu fui o pegar era uma mensagem de Edward e sem querer admitir mais aquilo me animou um pouco.

Mensagem

Ed: você já esta dormindo?

Keylla: não, por quê?

Ed: estava pensando você é uma mulher sem compromisso e eu também poderíamos sair essa noite e nos divertir.

Keylla: eu não sei amanha terei que trabalhar.

Ed: uma vez na vida não fara mal.

Keylla: quer saber você tem razão, para onde vamos?

Ed: vamos a uma boate que inaugurou há poucos dias o que acha?

Keylla: venha me pegar em minha casa em meia hora.

Ed: ok, só passar o endereço que já estou saindo daqui.

Mensagem off

Eu mandei o endereço e logo me levantei indo me arrumar, tomei mais um banho e coloquei uma lingerie sexy vai que minha noite terminasse como Ed na minha cama, nunca se sabe não é? Coloquei um vestido vermelho sensual com um decote em V mostrando o inicio do vale dos seios, um colar comprido para combinar, usei um brinco delicado e uma maquiagem da mesma forma, deixando meus cabelos presos para o lado, me olhei no espelho e me senti linda, pela primeira vez me sentia poderosa e desejada essa noite eu iria aproveitar e muito.

Assim que estive pronta esperei por longos minutos ate que Edward apertou a minha campainha e eu fui ao seu encontro com um enorme sorriso e abri a porta o vendo lindo usando uma calça jeans e uma camiseta polo, com um enorme sorriso no rosto.

- oi Keylla que gata você esta hoje. – disse Ed, sorri.

- você também, podemos ir? – perguntei.

- sim e depois lhe deixo sã e salva em casa. – disse ele.

- somente se terminar a noite aqui comigo. – disse maliciosa, acho que ele entendeu o recado já que circulou a minha cintura.

- é tudo o que eu mais desejo Keylla. – disse Ed sorri e o puxei pela gola da camisa para um beijo com tanto fervor e necessidade que me sentia entregue, me sentia desejada e Edward demonstrou isso nesse exato momento, terminamos o beijo e ele me conduziu ate o carro onde abriu a porta para mim entrar e depois se dirigiu para a porta do motorista entrando no carro e em seguida dando partida para a tal boate.

- Ed por que você se interessou por mim, não diga que foi por que agi daquela forma na noite em que nos conhecemos. – disse o vendo suspirar.

- eu não sei explicar, naquele dia você me pareceu uma mulher tão sensual e decidida que me encantou e depois da noite que tivemos você não surtou como as outras mulheres normalmente agem, você agiu como uma mulher adulta e madura por isso me interessei por você e desejo conhecer mais dessa mulher. – disse Ed sem me olhar.

- você é tão diferente do que eu tinha esperado de um homem. – disse desviando o olhar.

- e o que andou esperando de mim? – perguntou Ed.

- um garoto mimado da faculdade da minha melhor amiga que só desejava curtir a vida e esquecer o resto. – disse o vendo dar uma risada abafada. – olha ate hoje eu não conheci nenhum homem disposto a se comprometer de verdade, você é o primeiro e isso me assusta e muito, tenho medo que tudo isso que esta acontecendo termine como um sonho idiota ou uma ilusão que eu criei em minha cabeça. – disse sem olha-lo.

- não precisa se preocupar eu sempre vou deixar tudo bem claro entre a gente e nunca irei brincar com seus sentimentos assim como espero de você. – disse me dando um sorriso gentil.

- isso é bom e, por favor, não deixe eu exagerar na bebida quero me lembrar exatamente o que acontecera essa noite e poder me lembrar depois. – disse o vendo assentir.

- esta bem eu o farei desde que não fique acanhada e me diga o que gosta já que eu também não lembro de muita coisa do que aconteceu só sei que foi bom e de alguns gemidos seus mais nada. – disse Ed.

- esta bem, estou de acordo, agora vamos nos divertir. – disse assim que ele estacionou o carro, seguimos para dentro da boate e espero não ficar bêbada dessa vez para lembrar do que realmente aconteceu entre a gente.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...

Beijos e até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...