História Massagem - Kaisoo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Exo, Jongin, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Lemon, Yaoi
Exibições 423
Palavras 1.148
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, capa ficou lixo, mas a shortfic, está boa (pelo menos, na minha opinião) boa leitura a todos.

Capítulo 1 - Massagem


Fanfic / Fanfiction Massagem - Kaisoo - Capítulo 1 - Massagem

Do KyungSoo, um Ômega, que a alguns dias sentia fortes dores em suas costas e nenhum remédio ajudava a passar aquilo, ele resolveu, contratar um massagista particular, pra ver se poderia finalmente viver em paz, sem aquelas dores.

Kim Jongin, um massagista particular, que atendia em casas seus clientes, em suas horas vagas costuma dançar, mas nunca perdeu o foco de ser um bom massagista e satisfazer seu pacientes, com ótimas massagens. Ele foi contratado por KyungSoo, ele não entendeu de primeira, como um garoto de dezoito anos, já sentia tantas dores em suas costas, mas aceitou, após ver o garoto de perto, não que ele tenha reparado nele, tá digamos, que ele chamou sua atenção, principal sua bunda, que era grande e redondinha.

Ele caminhava pelas ruas um pouco escuras, já que era final de tarde, olhando o papel em sua mão e vendo que estava na casa certa, logo batendo no porta e escutando um "já vai"

– boa tarde.

O garoto mais baixo, falou após abrir a porta e corar instantaneamente, pelo o olhar, que Jongin, direcionava a si.

– boa tarde, KyungSoo.

O timbre de sua voz era rouco, causando vibrações estranhas no pequeno, que ainda estava vergonhado.

– porfavor, entre.

Diz e logo da espaço, pra que o mais alto entre, segurando uma mochila, que tinha tudo que ele usava pra dar suas massagens.

– então, vamos começar pequeno?

Sorriu pro moreno, que lhe analisava, a sua pele bronzeada, diferente da de KyungSoo, que era mais clara e bem mais baixo.

– eu não sou, pequeno.

Sua voz saiu brava e em seus lábios tinha um bico, em formato de coração.

– é baixinho sim e se me permite dizer, muito gostosinho também.

Falou se aproximando de Do, segurando em sua mão e fazendo um carinho com seus dedos, a sua vontade de possui-lo aumentou, ao ver o garoto totalmente vermelho, segurar com a outra mão a barra de sua camisa.

– obrigada...

Falou devagar, quase gaguejando e ainda segurando a mão do mais alto, o puxando até seu quarto e ao entrarem, esperou o outro lhe, falar o que, era pra fazer.

– tire a camisa e baixe um pouco o cos da bermuda e deite na cama de bruços.

Se virando de costas, pra poder pegar o olho e estranhar, ter um frasco de lubrificante em sua mochila, mas sorriu ao pensar, que poderia usa-lo mais tarde.

– pronto.

Balançou a cabeça negativamente, tentando afastar os pensamentos, ao ouvir a voz de KyungSoo, mas pensou coisas piores, ao ver o bumbum empinado naturalmente.

– bom, me diga, quando começou essas dores?

Falou passando o óleo de massagem, nas costas do mesmo e espalhando, quando já tinha uma boa quantidade e começou a fazer a massagem, vendo os músculos aos poucos relaxarem.

– ahhh a mais ou menos, três semanas.

Soltou um gemido manhoso, ao sentir os dedos do Alfa, apertarem seus ombros e fazer movimentos circulares com os dedos, fazendo o maior sorrir safado ao escutar, tal som.

– isso aí, um pouco mais pra baixo Jongin.

Disse, enquanto as mãos desciam um pouco mais pra baixo, ficando perto das nádegas do pequeno, que soltava suspiros, sentindo sua dor ir embora, assim como a sanidade do Kim, ao escutar os gemidos e suspiros do mesmo. Suas mãos desceram mais, abaixando mais a bermuda, deixando metade das nádegas a mostra, espalhando mais óleo e apertando a área.

– Jongin...

Ele continuava apertando as nádegas, o mais novo, não queria que ele parasse, suas mãos eram macias e o óleo, ajudava a deslizar com facilidade.

– caralho KyungSoo, por que, você é tão gostoso?

O Alfa, não deu tempo dele responder e apertou com mais força, as nádegas, deixando a ponta de seus dedos tocarem a entrada, que liberava lubrificante natural. Se abaixou, terminando de tirar a bermuda e a boxe, deixando o bumbum branquinho exposto e depositando um tapa, o local ficou vermelho e ele sorriu, mordendo, chupando, deixando a bunda do garoto, cheia de marcas, enquanto o estocava com dois dedos, logo acrescentando o terceiro, ouvindo um gemido mais alto.

– deixa eu te chupar, Soo?

Mordeu seu ombro, vendo KyungSoo, concordar com a cabeça, não esperou muito e abriu as nádegas, vendo a entrada rósea molhada, pelo lubrificante e contraindo pelo tamanho do prazer, que o Ômega, sentia. Se abaixou e aproximou o rosto, umedecendo os lábios antes de tocar a entrada do menor com a língua e fazer um "Hmmm" como se estivesse aprovando seu gosto e voltou a penetrar sua língua, ouvindo gemidos mais altos, o incentivando a enfiar sua língua com mais força, aumentando a velocidade das estocadas.

– mais rápido... Jon-gin...

Gaguejou ao sentir mais tapas serem desferidos na lateral do seu quadril e apertou os lençóis da cama, sentindo seu baixo ventre, puxar e repuxar, anunciando que ele logo teria seu orgasmo. Jongin, percebeu e se afastou o preenchendo com três dedos de uma vez, usando toda sua força, e puxando os cabelos castanhos do Ômega, que tinha os lábios entre-abertos, com os olhos fechando, deixando sua gemidos saírem livremente por sua garganta e imaginou, receber um Boquete daquela boca maravilhosa, estocando mais algumas vezes e sentiu seus dedos, serem apertados pelas paredes internas, denunciando o orgasmo de Soo.

– acho que, vou precisar de mais massagens...

Falou com as bochechas coradas, ouvindo uma risada gostosa de Kai, que concordou e se aproximou, o puxando pra cima e ler abraçando pela cintura.

– sabe, o que cairia bem, agora?

O garoto negou e apertou a camisa do maior, ao ver seu sorriso malicioso, o admirando com seus grandes olhos.

– você me chupando.

Foi direto e o Ômega, desceu da cama, se ajoelhando timidamente e segurando no cós da calça, a desabotoando e descendo o zíper, a deixa na altura do joelho, engolindo em seco ao ver o tamanho do membro do Alfa. O pegou pela base e chupou a glande, deixando um beijo na fenda, sentindo o gosto agridoce, se espalhar pela sua boca, passando a língua pequena pela extensão, voltando a glande rosada e colocando o membro na sua cabeça, fazendo movimentos de sobe e desce, na parte que não conseguia colocar a boca, o masturbava, escutando os gemidos roucos e um tanto altos de Jongin.

– isso Soo...

Aumentou a velocidade das chupadas, o olhando nos olhos, vendo a expressão de prazer, o que proporcionava ao Alfa, sentindo as veias pulsares dentro de sua boca.

– tire da boca.

Parou de chupar seu falo e o Alfa, pegou seu membro o masturbando, chegando ao seu limite em pouco tempo, liberando seu gozo no rosto de KyungSoo. Sujando a boca e as bochechas, batendo com seu membro meia-bomba em seu rosto, ouvindo sua risada.

– Jongin...

– o que, Soo?

Perguntou acariciando seus cabelos castanhos, com o rosto corado falou:

– me fode?


Notas Finais


Um Kaisoo, de leves, meu shipper utt! Gente, que coisa linda eram eles dois juntos, já que agora o KyungSoo, só anda com o Sehun.
Brevemente, teremos fanfic Xiuchen, Sekai e Kaitao (amo o Kai) e talvez, um Chanbaek oh ChanSoo. Se gostaram, favoritem e comentem, me ajuda a saber se estão gostando e se devo continuar a postar novas shortfic e fanfic, até a próxima jujubas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...