História Masterpiece - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 121
Palavras 984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Notas finais.

Qualquer erro, conserto depois.

Capítulo 4 - Capítulo 4


Camila e Lauren deixaram o local e caminharam até um Park que havia ali perto, estavam em silêncio, apenas aproveitando a companhia uma da outra enquanto perdiam-se em seus pensamentos. Camila se perguntava se aquilo era certo, se daria certo. Suas vidas eram completamente diferentes, sem contar que a vida da latina era "pública", mas naquele momento tudo parecia tão certo, não faria mal algum em tentar, não é?

Sentaram-se em um banco perto do lago e encararam a bela paisagem. Lauren virou-se e admirou a latina ao seu lado. Linda. Não pensava que fosse vê-la novamente tão cedo e nem que fosse ter coragem de convidá-la para sair, mas a hispânica possuía esses momentos de confiança e não os desperdiçava.

— Gosta do que vê? — Lauren se assustou quando ouviu a voz da latina. Camila a encarou e sorriu.

— Me desculpe por encarar. — A hispânica murmurou sem graça.

— Está tudo bem, eu só não estou acostumada a receber olhares assim. 

 —  Assim como? 

 —  Como se eu fosse uma pessoa normal.

— E não é? — Lauren a interrompeu. 

— Sim! — A latina exclamou rapidamente. — Definitivamente normal....

— Você é, definitivamente.   —    Lauren concordou e as duas riram.

— Você é sempre galanteadora assim? — Perguntou e Lauren sorriu.

— Às vezes, já você... É um mistério.

— Eu sou um problema.

— Não parece.

— Você não me conhece, Lauren.

— Mas poderia.

Camila suspirou e recostou-se no banco. Ela ainda achava estranho Lauren não lhe reconhecer, mas ao mesmo tempo achava que isso era algo bom, pois se a hispânica estava ali era porque havia gostado da verdadeira Camila. Porém, se algo estava para acontecer entre elas, Lauren precisava saber de tudo, mas seria sábio falar agora? Talvez. Mas só talvez. A mais nova ainda tinha medo de se abrir para pessoas desconhecidas, não que Lauren fosse uma qualquer, ela apenas não queria assustar a morena e talvez, só talvez, Camila tinha, agora, a chance de ser ela mesma.

— Certo. Eu nem sei por onde começar, na verdade, não estou acostumada a me apresentar, as pessoas geralmente sabem tudo sobre mim. — Encarou a morena a sua frente e encontrou um intenso mar verde a olhando fixamente. — Eu sou apenas uma garota britânica, que deixou a faculdade pra correr atrás de um sonho. Alguns até me chamaram de louca por isso, mas quando estou fazendo o que amo, percebo que tudo valeu a pena. E acho que... Isso é tudo o que eu vou conseguir lhe dizer agora, o resto você descobrirá eventualmente.  E você?

 —    Uh, geralmente eu sou chamada de louca.   — Lauren riu. —  Sou como você, apenas uma garota normal. Faço faculdade e o estudo ocupa muito de meu tempo, mas sempre que tenho uma folga saio com minhas amigas. Por falar nisso, de onde conhece Dinah?

 —   Minha família foi sua host family quando ela fez intercâmbio para o Reino Unido. Nos tornamos muito amigas naquele ano e foi bem difícil quando ela teve que voltar. Procuramos manter contato e sempre que venho pra cá nos encontramos, ela é como se fosse  uma irmã...

E assim Camila contou toda sua "história" com Dinah, as palavras saíam de sua boca tão naturalmente que a latina se perguntava o que Lauren tinha que a fazia se abrir tão facilmente. Talvez fosse o fato de não era preciso esconder ou omitir algo, ali, naquele momento, ela era apenas Camila. A mais nova se empolgou tanto com o assunto que se esqueceu do verdadeiro motivo pelo qual estavam ali, mas Lauren não. A morena a encarava descaradamente enquanto ouvia sobre Dinah, porém, não prestava atenção alguma na história, apenas gostava de ver os lábios de Camila se movimentarem ao proferir certas palavras e, principalmente das vezes em que ela tinha que umedecê-los, um gesto que fazia Lauren se segurar para não beijar aqueles belos lábios pintados de vermelho. Lauren se perguntava como era possível uma pessoa ser tão sexy e tão adorável ao mesmo tempo.

 — Pare com isso, por favor... — Lauren sussurrou baixinho quando Camila passou a língua em seus lábios pela enésima vez.

— ...Então ela levou Normani e...  Espera, o que disse? — Lauren se assustou e só então percebeu que estavam próximas a ponto de Camila ouvir o que dissera.

— Eu disse que...

—  Estou falando demais não é? Me desculpe se perdi o foco, não tenho muitas pessoas com quem possa conversar e sempre que falo de algo que gosto começo a divagar. É como falar de música, por exemplo, você gosta de música? Tenho alguns gêneros no topo de minha lista ma-

E Lauren não aguentou, deixou-se guiar por suas vontades e tocou os lábios de Camila delicadamente, calando-a. Camila assustou-se com o ato repentino, mas sentir as mãos de Lauren em seu pescoço e nuca foi o suficiente para que a mais nova fechasse os olhos e deixasse um pequeno suspiro escapar de seus lábios. Ela se sentiu culpada por ter se empolgado demais ao contar um pouco de sua vida para Lauren, esquecendo do propósito pelo qual elas estavam ali. Lauren puxou seu cabelo com certa força fazendo com que a boca de Camila se abrisse o suficiente para que pudesse aprofundar o beijo. Camila suspirou mais uma vez e tombou a cabeça para melhor encaixar seus lábios. Ela é tão boa nisso, pensou. Lógico que já tinha beijado outras mulheres, mas Lauren era diferente, e ela se sentia culpada por estar gostando tanto de um simples beijo. Sabia que não seria fácil, mas não se atreveria a pensar nisso agora, além de que Lauren a beijava com tanta vontade que ficava difícil raciocinar.

Beijaram-se por incontáveis minutos, até que o ar se fez necessário e Lauren se viu obrigada a encerrar o contato, deixando um longo selinho nos lábios de Camila antes de se afastar para encarar a mais nova.

Morango. Era tudo o que Lauren pensava. Os lábios de Camila tinham gosto de morango. E daquele momento em diante, este seria seu sabor favorito.


Notas Finais


Este ano foi muito corrido pra mim. Tive muitos altos e baixos e isso afetou minha escrita, tanto que me privei de escrever durante um bom tempo. Não posso dizer que estou 100% agora, mas prometo-lhes que farei o meu melhor aqui.

Agradeço a quem ainda continua aqui, obrigada por tudo ♥

Prometo tentar postar com frequência.

Não esqueçam de divulgar a fic, okay? E ah, podem me dar sugestões nos comentários, ou o que vocês acham que vai acontecer!!

Vejo vocês em breve xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...