História Matheus e a Lua - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 8
Palavras 466
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Ficção

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo único: Apenas eu e a Lua


Fanfic / Fanfiction Matheus e a Lua - Capítulo 1 - Capítulo único: Apenas eu e a Lua


    Tudo começou numa noite fria de inverno, um menino chamado Matheus, loiro escuro e olhos azuis. 
    Toda noite, Matheus passava horas olhando para a lua, havia contido em seu coração, uma enorme fascinação pela lua, ele não sabia explicar o motivo, apenas a sentia, como se fosse parte de si. Ele era conectado á lua.
   Em uma certa noite, Matheus reparou que a sua tão admirada lua não estava no céu, passou horas da noite se questionando o motivo, entretanto não tirou nenhuma conclusão, mas sabia que havia algo errado.
   Quando ele olhou para o lado, algumas horas antes de anoitecer, notou um brilho excessivamente intenso vindo de uma floresta densa, que se localizava em frente á sua casa. 
   Olhando para aquilo ele pensou a única coisa que poderia ser: sua amada lua. 
   Correu como se não houvesse amanhã, descalço e de pijama. Correu, mas correu, tropeçou, se machucou porém não desisitiu. Ele foi atrás do que achava ser o correto.
  Depois de três horas correndo e tropeçando, Matheus à viu. Olhou para com os seus olhos arregalados, sua pele refletia o brilho prateado da lua, o seu brilho era tão ofuscante, que Matheus precisava apertar seus olhos de vez em quando para não ficar cego.
  Ele se aproximou da lua, cada vez mais e mais, porém quando chegou á apenas dois centímetros, ele hesitou, não tocou seu bem mais precioso, pois notou que fazendo isso, poderia talvez machuca-lá.
   A lua era como se fosse um bebê com osteoporose, um copo do mais fino cristal, que quando tocado seria quebrado e nunca mais poderia ser concertado, mesmo a lua sendo grande, ela era pequena, mesmo sendo linda, era perigosa, não sabia-se ao certo o que ocorreria caso Matheus á tocasse.
  Ele mudou de ideia e acabou por toca-lá, ela liberou em suas mãos um pó branco, que quando iluminado pela lua, se tornava prateado, ele colocou esse pó no bolso do seu pijama.
  Não sabia mais como devolver á lua para o céu, então apertou seu olhos e começou a implorar para a lua:
"Por favor, vá para o céu novamente alegrar todas as minhas noites, todas as noites de todos que o amam, por favor, por favor..."
  Quando abriu seus olhos, notou que a única coisa que havia onde a lua estava era uma enorme cratera no chão toda cheia do mesmo pó que ele havia recebido da lua anteriormente.
  Correu para sua casa novamente e pegou um pote de vidro, pequeno, que por coincidência era em formato de uma lua, correu novamente para a cratera onde a lua estava e pegou um pouco do pó, colocou no pote e disse para sí mesmo: 
  "Um pouco de você estará guardado comigo, até mesmo depois de minha morte, para iluminar sempre os meus dias mais escuros."
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...