História Maybe - Jikook - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Musica, Romance, Yaoi
Visualizações 84
Palavras 3.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei/chegay!

Com att dupla pra compensar!!

Alguém vivo depois daquele vídeo que o JK fez do Jimin? *-----*

Boa leitura galera!!!

Capítulo 11 - Cap. 10 - Jimin e Taehyung amigos?


Fanfic / Fanfiction Maybe - Jikook - Capítulo 11 - Cap. 10 - Jimin e Taehyung amigos?

Park

Já passaram duas semanas desde que Jungkook e eu trabalhamos em letras juntos. Poucos dias depois que Maggie foi pra casa, Jungkook acabou saindo por seis dias por causa de uma emergência familiar. Ele foi vago sobre qual foi a situação de emergência, mas me lembrei de quando eu ainda morava com Tori e ele esteve ausente de sua varanda por vários dias. A emergência de família era a sua desculpa também.

Com base em conversas que eu ouvi Yoongi tendo no telefone com Namjoon, eu sei que não tem nada a ver com Namjoon. Mas ele nunca mencionou ter família além de Namjoon. Quando Jungkook retornou há poucos dias, o perguntei se estava tudo bem e ele disse que as coisas estavam bem. Ele não pareceu querer compartilhar todos os detalhes, e eu estou tentando me lembrar que sua vida pessoal não é da minha conta.

Eu me afundei na faculdade, e de vez em quando, eu tento escrever letras por conta própria, mas não é o mesmo quando eu não tenho a música para usar junto com ela. Jungkook tem estado em casa faz alguns dias agora, mas ele passou a maior parte de seu tempo em seu quarto recuperando o atraso no trabalho, e eu não posso evitar, mas me pergunto se ele se manteve afastado por outras razões.
Tenho saído muito com Yoongi e aprendi mais sobre a sua relação com Taehyung. Eu não tive mais nenhuma interação com ele, então, tanto quanto eu sei, ele ainda assume que eu sou surdo.

Baseado no que Yoongi me disse, seu relacionamento não é nada típico. Yoongi não conhecia Taehyung antes de ele se mudar há seis meses atrás, mas ele é um amigo de longa data de Namjoon. Yoongi diz que ele e Taehyung não se dão nem um pouco bem, e durante o dia, eles vivem vidas separadas. Mas à noite, é uma história completamente diferente. Ele tentou entrar em mais detalhes do que eu gostaria de ouvir, então eu o forcei a calar a boca quando começou a compartilhar demais.

Eu realmente estou desejando que ele se calasse agora, porque ele está no meio de um de seus momentos de compartilhar mais do que devia. Eu tenho que sair para a aula em meia hora, e eu estou tentando terminar de ler um capítulo de última hora, mas ele está com a intenção de me contar tudo sobre a noite passada e como ele não o deixou tirar seu uniforme de Hooters, porque ele gosta de role-play, e oh, meu Deus, por que ele acha que eu gostaria de ouvir isso?

Felizmente, Taehyung sai de seu quarto, e é mais do que provável que é a primeira vez que eu já estive feliz em vê-lo.
- Bom dia, Tae - Yoongi diz, com os olhos o seguindo por toda a sala de estar. - Dormiu bem?

- Foda-se, Yoongi - diz ele em troca.

Estou começando a entender que esta é a sua saudação típica de manhã. Ele caminha até a cozinha e olha para mim, depois para Yoongi sentado ao meu lado no sofá. Ele estreita os olhos para ele e se volta para a geladeira. Jungkook está na mesa de jantar concentrando em seu laptop.

- Eu não gosto de como ele é colado na sua bunda o tempo todo - diz Taehyung, de costas para mim.

Yoongi olha para mim e ri. Aparentemente, Taehyung ainda assume que não posso ouvi-lo, mas eu não encontro muito humor no fato de que ele está falando merda sobre mim.

Ele gira ao redor e olha para Yoongi. 

- Você acha isso engraçado? - ele diz a ele. - O garoto, obviamente, está louco por você, e você não pode sequer me respeitar o suficiente para ficar longe dele até que eu esteja fora de casa?

Ele se vira de costas para nós novamente.

- Primeiro ele conta a Jungkook alguma história triste pra que então ele deixasse ele se mudar pra cá, e agora ele está aproveitando o fato de que você sabe a língua de sinais para que ele possa flertar com você.

- Taehyung, pare. 

Yoongi não está mais rindo, porque ele pode ver como meus dedos estão brancos, entrelaçados em volta do meu livro. Acho que ele tem medo de Taehyung está prestes a ser atingido na cabeça por uma capa dura. Ele tem razão por ter medo.

- Você pare, Yoongi - diz ele, voltando-se para encará-lo. - Ou pare de rastejar para a cama comigo à noite ou pare de sacudir no sofá com ele durante o dia.

Eu largo meu livro do meu colo com um tapa forte, em seguida, chuto os pés para cima e para baixo contra o chão de frustração, raiva e claramente irritação. Eu não posso aguentar este garoto nem por mais um segundo.

- Taehyung, por favor! - Eu grito. - Cale a boca! Cale-se, cale-se, cale -se! Cristo! Eu não sei por que você acha que eu sou surdo, e eu definitivamente não sou um prostituto, e eu não estou usando a linguagem de sinais para flertar com Yoongi. Eu nem mesmo sei a língua de sinais. E a partir de agora, por favor pare de gritar quando você fala comigo!

Taehyung ergue sua linda cabecinha, e sua boca fica aberta em estado de choque. Ele me olha em silêncio durante vários segundos.

Ninguém na sala faz um movimento. Ele vira a sua atenção para Yoongi, e a raiva em seus olhos é substituída por dor. Ele imediatamente olha para longe uma vez que a dor toma conta, e vai direto de volta para seu quarto.

Olho para ver Jungkook olhando para mim, mais do que provavelmente se perguntando o que diabos aconteceu. Eu inclino a cabeça para trás contra o sofá e suspiro.

Eu estava esperando que iria me sentir bem, mas não me sentia bem sobre tudo. 

- Bem - diz Yoongi - lá se vai minha chance de atuar todas as cenas de role-playing que eu estive imaginação. Muito obrigado, Jimin.

- Foda-se, Yoongi - eu digo, entendendo um pouco de onde vem a atitude de Taehyung.

Deslizo meu livro do meu colo e me levanto, em seguida, caminho até a porta de Taehyung. Eu bato, mas ele não a abre. Eu bato novamente, giro a maçaneta e empurro a porta ligeiramente aberta para espreitar dentro.

- Taehyung?

Um travesseiro encontra a parte de trás da porta com um baque. 

- Saia do meu quarto!

Eu o ignoro e abro a porta um pouco mais até que eu possa vê-lo. Ele está sentado em sua cama, com os joelhos puxados até o peito.

Quando ele me vê entrando em seu quarto, ele limpa rapidamente os olhos, então se vira para o outro lado.

Ele está chorando, e agora eu realmente me sinto um merda. Eu ando para a cama e me sento na borda da mesma, mais longe de seu alcance possível. Talvez eu me sinta mal, mas eu ainda tenho medo até a morte dele.

- Sinto Muito - eu digo.

Ele revira os olhos e cai de costas na cama num acesso de raiva.

- Você não sente - diz ele. - Eu não culpo você. Eu merecia.

Eu inclino minha cabeça. Será que ele realmente acabou de admitir que ele merecia? 

- Eu não vou mentir, Taehyung. Você é tipo uma vadia.

Ele ri baixinho, em seguida, envolve os braços sobre os olhos. 

- Deus, eu sei. Eu só fico tão irritado com as pessoas, mas eu não posso fazer nada. Não é como se fosse o meu objetivo de vida ser uma vadia.

Eu deito de costas na cama com ele. 

- Então, não seja uma. É preciso muito mais esforço para ser uma vadia do que para não ser uma.

Ele balança a cabeça. 

- Você pode dizer isso porque você não é uma vadia.

Eu suspiro. Ele pode até pensar que eu não sou uma vadia, mas tenho certeza que tenho me sentido como uma ultimamente. 

- Pelo que parece, eu sou mais mau do que você imagina. Eu posso não expressar meus sentimentos da mesma forma como você, mas eu definitivamente tenho maus pensamentos. E ultimamente, más intenções. Estou começando a pensar que eu não sou tão bom, como eu sempre pensei que eu fosse.

Taehyung não responde a minha admissão por alguns momentos de silêncio. Ele finalmente suspira pesadamente e senta-se na cama. 

- Posso te perguntar uma coisa? Agora que eu sei que você pode realmente me responder?

Sento-me, também, e aceno com a cabeça.

- Você e Yoongi... - ele faz uma pausa. - Vocês parecem se dar muito bem, e eu estava curioso se...

Eu sorrio, porque eu sei onde ele está indo com isso, e eu interrompo sua sequência de pensamento. 

- Yoongi e eu somos amigos, e nunca poderia ser mais do que amigos. Ele está meio que estranhamente apaixonado por este mal-intencionado garçom Hooters que ele conhece.

Taehyung sorri, mas então ele rapidamente para de sorrir e olha diretamente para mim.

- Quanto tempo Yoongi sabe que eu achei que você fosse surdo?

Meus pensamentos voltam nas últimas semanas. 

- Desde a manhã, depois que eu me mudei?

Eu estremeço, sabendo que Yoongi está prestes a experimentar o lado de Taehyung que todos nós conhecemos muito bem. 

- Mas por favor, vá com calma, Taehyung. Tão estranho o modo que vocês dois demonstram, ele realmente gosta de você. Ele pode até amar você, mas ele estava bêbado quando disse isso, então eu não sei com certeza.

Se é possível ouvir uma parada cardíaca, eu acabei de ouvir a dele chegar a um ponto insuportável. 

- Ele disse isso?

Concordo com a cabeça. 

- Um par de semanas atrás. Estávamos deixando um clube, e ele estava acabado, mas disse algo sobre como ele tem quase certeza que pode te amar. Embora eu provavelmente não deveria estar dizendo isso.

Ele deixa cair os olhos para o chão e está calma por alguns segundos, em seguida, olha de volta para mim. 

- Você sabe, a maioria das coisas que as pessoas dizem quando estão bêbados são mais precisas e honestas do que as coisas que eles dizem quando estão sóbrios.

Concordo com a cabeça, sem saber se isso é um fato verdadeiro ou apenas um fato. 

Taehyung se levanta e caminha rapidamente para a porta, em seguida, a abre.

Oh, não.

Ele está prestes a matar Yoongi, e é em parte culpa minha. Eu me levanto e corro para a porta, preparado para pegar a culpa por dizer a ele o que Yoongi disse. No entanto, uma vez que eu chego à sala de estar, ele está balançando a perna sobre a dele, deslizando para o seu colo. Os olhos de Yoongi se arregalam, e ele está olhando para ele com medo, o que me diz que isso não é um dos seus movimentos habituais. Taehyung leva o rosto de Yoongi em suas mãos, e ele hesitante traz suas mãos para a parte inferior das costas dele. Ele suspira, olhando-o com força nos olhos. 

- Eu não posso acreditar que estou me apaixonando por um estúpido, estúpido, idiota - ele diz a Yoongi.

Ele olha para Taehyung por alguns segundos, enquanto registra seu comentário e suas mãos voam até a parte de trás de sua cabeça e eles colidem seus lábios juntos. Ele vai para a frente e levanta com Taehyung envolta nele. Então, sem parar para buscar o ar, Yoongi leva Taehyung diretamente para seu quarto, onde a porta se fecha atrás deles.

Eu estou sorrindo, porque Taehyung é mais do que provável a único garoto em toda a minha existência que poderia chamar alguém de idiota e no mesmo fôlego confessar seu amor. E por incrível que pareça, Yoongi é provavelmente um dos poucos caras que acham isso atraente.

Eles são perfeitos um para o outro.

Jungkook: Como diabos você fez isso acontecer? Eu estava esperando ele vir aqui e estrangulá-lo. Você passou dois minutos com ele, e ele está em cima dele.

Eu: Ele realmente não é tão ruim quanto parece.

Jungkook: Sério?

Eu: Bem, talvez ele seja. Mas eu acho que eu admiro isso nele. Ele é fiel a si mesmo.

Jungkook sorri, coloca o celular para baixo, e deixa os olhos voltarem para seu laptop. Há algo diferente nele agora. Eu não consigo identificar exatamente o que é, mas eu posso ver isso em seus olhos. Ele parece perturbado. Ou triste. Ou talvez apenas cansado?

Ele realmente parece um pouco com todos os três, e isso me faz sentir pena por ele.

Quando eu o conheci, ele parecia ter tudo certo. Agora que eu comecei a conhecê-lo melhor, estou começando a pensar que não é o caso. O cara de pé na minha frente agora parece como se a sua vida estivesse uma bagunça, e eu ainda nem comecei a arranhar a superfície.

Jungkook: Eu ainda estou um pouco atrasado com o trabalho, mas devem ser terminados esta noite. Se você se sentir na direção criar uma nova canção, você sabe onde me encontrar.

Eu: Parece bom. Eu tenho um grupo de estudo a tarde, mas eu vou estar de volta pelas sete.

Ele sorri sem entusiasmo e vai para seu quarto. Eu sei que eu estou começando a entender a maior parte de suas expressões. O que ele atirou em mim foi definitivamente um olhar de nervosismo.
 

♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡


JEON

Achei que ele não estava com vontade de escrever hoje à noite quando não apareceu, e disse a mim mesmo que estava bem com isso.

No entanto, é alguns minutos depois das oito, e minhas luzes acabaram de piscar. Eu não posso ignorar a onda de adrenalina através de mim. Digo a mim mesmo que o meu corpo está tendo esta reação, porque eu sou apaixonado em escrever música, mas se fosse esse o caso, por que não eu tenho essa animação quando eu escrevo sozinho? Ou com Nam?

Eu fecho meus olhos e gentilmente coloco meu violão ao meu lado, enquanto inalo uma respiração estável. Faz semanas desde que fizemos isso. Desde a noite em que ele me deixou ouvi-lo cantar e isso mudou completamente a dinâmica da nossa relação de trabalho.
Isso não é culpa dele, no entanto. Eu nem tenho certeza se a culpa é minha. A culpa é da natureza, porque a atração é uma besta feia, e eu serei amaldiçoado se eu não conquistar isso.

Eu posso fazer isso.

Eu abro a porta do meu quarto e me afasto enquanto ele entra com seu caderno e seu laptop. Ele caminha com confiança para a cama e cai sobre ela, em seguida, abre seu laptop.

Me sento de volta e abro o meu.

Jimin: Eu não conseguia prestar atenção na aula hoje, porque tudo o que eu queria fazer era escrever letras. Eu não iria me deixar escrever nenhuma, porém, porque ela vem muito melhor quando você toca. Eu sentia falta disso. Eu não acho que eu iria gostar disso em um primeiro momento, e isso me deixou nervoso, mas eu adoro escrever letras. Amo, amo, amo isso. Vamos lá, estou pronto.

Ele está sorrindo para mim e vertiginosamente batendo as palmas das mãos contra o colchão.

Eu sorrio de volta enquanto me inclino contra a cabeceira da cama e começo a tocar a introdução de uma nova canção que estava trabalhando. Eu não terminei ainda, mas estou esperando que, com sua ajuda, vamos fazer alguns progressos hoje à noite.

Eu toco a música várias vezes, e ele me olha por algum tempo, então escreve numa parte do tempo.

Ele usa as mãos para me dizer para fazer uma pausa ou para voltar ou passar para o próximo refrão ou reiniciar a música completamente. Eu mantenho um olho nele enquanto eu toco, e nós continuamos esta dança por mais de uma hora.

Ele faz um monte de riscos e faz um monte de caretas que eu não tenho certeza se ele está tendo um pouco de diversão.

Ele finalmente se senta e rasga o papel para fora do caderno, então amassa e o joga na lata de lixo. Ele dá um tapa em seu caderno fechado e balança a cabeça.

Jimin: Sinto muito, Jungkook. Talvez eu esteja apenas exausto, mas não está funcionando no momento. Podemos tentar novamente amanhã à noite?

Concordo com a cabeça, fazendo o meu melhor para esconder a minha decepção. Eu não gosto de vê-lo frustrado. Ele pega seu laptop e caderno e começa a caminhar de volta para seu quarto. Ele se vira e fala: - Boa noite.

Assim que ele desaparece, estou fora da cama e procuro através da lata de lixo. Eu retiro a folha amassada e a levo de volta para minha cama e desdobro.
Assistindo-o daqui 
Tão longe
O Quero mais perto do que meu coração pode aguentar 
Eu quero ele aqui 
Eu quero
Talvez um dia desses 

Um dia

Há frases aleatórias, algumas marcadas, outras não. Eu li todas elas, na tentativa de trabalhar o meu caminho em torno delas.
Eu corro para ele, se eu pudesse ficar
Mas eu não posso fazer essa exigência
Eu não posso ser dele agora
Por que ele não pode me levar embora

Lendo suas palavras me sinto um invasor de sua privacidade. Mas será que sou?

Tecnicamente, estamos juntos nessa, então eu deveria poder ler o que está escrito, assim que ele escreve elas.

Mas há algo diferente sobre esta canção. É diferente porque esta música não soa como se tratasse de Hoseok.

Esta canção soa um pouco como se pudesse ser sobre mim.

Eu não deveria estar fazendo isso. Eu não deveria estar pegando meu celular agora, e eu definitivamente não deveria estar contemplando uma forma de convencê-lo a me ajudar a terminar esta canção hoje à noite.

Eu: Não fique brabo, mas eu estou lendo suas letras. Eu acho que sei de onde a sua frustração está vindo.

Jimin: Poderia vir do fato de que eu sou um merda em escrever letras e algumas músicas era tudo o que eu tinha em mim?

Eu pego meu violão e sigo para o quarto dele. Eu bato e abro a porta, supondo que ele ainda está decente desde que acabou de sair do meu quarto há dois minutos. Eu ando para a cama e me sento, em seguida, pego seu caderno e caneta e coloco suas letras em cima do caderno. Eu escrevo uma nota e entrego a ele.

Você tem que lembrar que a banda que você está escrevendo as letras são todos caras machões.

Eu sei que é difícil escrever a partir de um ponto de vista bad boy, já que, obviamente, você é um garoto delicado. Se você parar de escrever esta canção de seu próprio ponto de vista e tentar senti-la a partir de um ponto de vista diferente, a letra pode vir. Talvez seja difícil porque você saber que um alguém vai estar cantando, mas os sentimentos estão vindo de você.

Apenas faça ao contrário e veja o que acontece.

Ele lê a minha nota, em seguida, pega a caneta e muda de volta em sua cama. Ele olha para mim e aponta em direção ao meu violão, o que indica que ele vai dar uma tentativa. Eu saio para fora da cama e vou para o chão, em seguida, coloco a meu violão na posição vertical e a coloco contra o peito. Quando estou trabalhando em acordes para uma música nova, ajuda tocar desta forma, por vezes, para que eu possa sentir as vibrações de forma mais clara.

Eu fecho meus olhos, inclino minha cabeça contra o violão, e começo a tocar.
 


Notas Finais


Eita eita!!!
Tá se entregando nas letras da música né Jimin!! E Jungkook adorando...

~Correndo pra postar o próximo cap.
Até!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...