História Maybe - Joshler - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Twenty One Pilots
Personagens Josh Dun, Tyler Joseph
Tags Twenty One Pilots
Exibições 35
Palavras 1.247
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero q gostem ❤️❤️❤️

Capítulo 20 - We've Problems


Fanfic / Fanfiction Maybe - Joshler - Capítulo 20 - We've Problems

Josh estava dormindo, acordei mais cedo um pouco, estava na sala me olhando no espelho e pensando :
"Como você é feio"
Viro meu pescoço de lado e vejo que tinha marcas rochas, eram os chupões de Josh, falando nele, ele acordou com aqueles cabelos de algodão doce todo bagunçado, ele sorriu ao me ver, e me beijou
-bom dia
-bom dia Joshua
Ele sorri novamente
-Josh você me acha feio?
Ele ri ironicamente e diz
-se tem uma coisa que você não é, é feio
-para de mentir 
-é verdade Ty...
Ele me empurra fazendo eu cairo no sofá e ele por cima de mim, nós dois rimos, ele me beija e começa fazer cosquinhas em minha barriga, eu me rebatia muito, sem contar com os escândalos da risada, Josh ria com minha risada oque o deixava tão adorável, me jogo no chão assim me separando de Josh, me levanto e digo
-Idiota
Ele ri, ele se levanta, coloca as mãos em volta a minha cintura, eu coloco meus braços em volta a seu pescoço ele diz
-onde vai, assim todo arrumado?
-ué, na psicóloga
Ele sorri fraco e diz
-me desculpa Ty...você sabe que não foi culpa minha neh?
-sim Josh, mas falando nisso eu... não quero ir para casa...será que posso morar aqui com você?
-claro, meus pais estão viajando, quando eles voltarem eu explico tudo
Nos beijamos, tomamos café e Josh me levou até a psicóloga 
Chego lá, não encontro a Sra.Heathens , vou até a secretaria dela e pergunto onde ela está, e então recebo a pior notícia que alguém poderia ouvir...
-Tyler, a Sra.Heathens morreu...
-oque? Quando?
-ontem...
-como?
-bem, eles encontram o corpo dela em uma indústria quimica dentro de um...balde químico...
Coloquei a mão em minha boca
-nossa...me desculpa...meus pêsames...
Voltei para Josh abalado, e só uma coisa me veio em mente Blurryface, só podia, ele foi o responsável por tudo, na verdade foi tudo culpa minha, eu o apresentei a ela, meu deus... 

Josh me abraçava e me beijava, estávamos naquele penhasco, sentados nos mesmos lugares em que nos encontramos, Josh disse apontando para um rio que havia lá em baixo
-vamos dar um mergulho?
Sorrio mas me lembro do que aconteceu da ultima vez, mas afinal, acho que Blurryface está morto, caminhamos até lá em baixo, Josh tira sua blusa, ficando só de bermuda, e eu o mesmo, ele ri e diz
-acho melhor não corrermos não é?
-sim, é melhor 
Caminhamos devagar, chegando perto do rio ficamos encarando a água azul e nossos reflexos, Josh diz
-você não vai entrar?
-depois de você 
-não, você primeiro
Ele me empurra e eu caio naquela água fria, eu começo a xinga-lo de todas formas possíveis, ele ri
-sua vez de entrar!
-acho que não to muito a fim
-vem logo!
Digo reclamando e jogando água nele, ele ria e desviava das águas, eu grito quando sinto alguma coisa ardendo em minha perna, quando olho a água já estava toda vermelha, Josh percebeu, se ele pulasse aqui para me salvar ele também seria afetado por essa coisa que não sei, ele estendeu seu braço o máximo que pode para me alcançar, mas eu estava um pouco longe, eu gritava de dor, Josh pulou dentro daquela água avermelhada, e me puxou para terra, me deitei ao chão, minha perna esquerda sangrava, eu arcava minhas costas e gritava de dor, Josh chorava desesperado e dizia
-calma Ty, calma
Ele ligou para a ambulância, mas eu não me lembro de nada, eu acho que desmaiei 
(...)
Acordo e vejo um monte de enfermeiros, Josh estava sentado em uma cadeira com as mãos apoiadas na cara, se eu o conheço bem ele estava chorando, os enfermeiros o chamam, Josh caminha até mim e como eu sabia ele estava chorando, seus olhos estavam vermelhos e inchados, ele se aproxima pega em minha mão, os enfermeiros dizem
-Tyler, temos uma notícia para lhe dar... você está pronto?
Assenti, o enfermeiro tirou aquela mascara do rosto e disse
-vamos ter que amputar sua perna ...
Nessa hora Josh colocou as mãos na boca, eu pude ouvir ele chorando, ele saiu do quarto onde estava, a porta bateu, uma lágrima escorreu do meu rosto, o enfermeiro voltou a falar
-tudo bem para você?
Assenti, eles aplicaram anestesia, eu dormi, e quando acordei estava sem minha perna esquerda, Josh estava com a cabeça apoiada na cama, eu o chamo, ele sorri, me beija
-me desculpa Ty, me desculpa, me desculpa,me desculpa ,me desculpa , desculpa...
-Josh...
-me desculpa,me desculpa, desculpa 
-Josh...
-me desculpa, me desculpa,me desculpa 
-JOSH!!!
Ele finalmente calou a boca dele, tava me irritando 
-Josh...você não tem que se desculpar 
-tenho sim Ty...se eu não te jogasse na água você poderia voltar a andar, você poderia... me fala agora como que vamos transar? 
Eu comecei a rir
-calma Josh, eles disseram que o membro funciona normalmente, só q agora eu vou ter que ser o homem e você a mulher...
Ele sorri e diz
-okay, me desculpa
-Josh, você não tem culpa de nada
Ele me beijou e disse
-queria que voltássemos no tempo e ... nunca ter empurrado você na água, talvez...nunca ter a grande ideia de nadar em um rio que você nunca viu na vida...
-Josh...para
Ele assentiu, se levantou e disse
-bem...sua mãe quer te ver
Nessa hora eu gelei, eu estava morrendo de vontade de sair dali correndo mas me lembrei que não tenho pernas
-agora você tem culpa Josh
Ele ri, abre a porta para minha mãe entrar, ela encara Josh com nojo e me abraça, ela beija minha testa e começa a dizer que me ama e que sentiu saudades 
-mãe...vai embora...
Ela me ignora, ela senta na cadeira do lado da cama, e acaricia minha mão 
-mãe...
-Ty...senti tanta sua falta
-VAI EMBORA
Ela assenti, se levanta ela sai e fecha a porta com força causando um barulhão, Josh começa rir, ele me pega pelo pescoço e pela perna e me coloca na cadeira de rodas, eu estava me sentindo um louco, mas tudo bem, eu teria que me acostumar com aquilo, Josh riu, um sorriso apareceu em meu rosto
-oque foi Josh?
-está afim de correr um pouco?
Assenti
Ele levantou a cadeira de rodas com força, e começou a fazer barulho de motor de carro com a boca, ele começou a correr pelo hospital todo, eu e ele riamos um dos motivos de amar Josh era isso, mesmo nos momentos ruins ele sempre está ao meu lado me fazendo rir, ele me coloca em seu carro com um pouco de dificuldades, chegamos em casa, assistimos um filme qualquer, eu estava chateado e Josh percebeu mas não disse nada, bem, me deu vontade de fazer xixi
-Josh....
-oi Ty
-eu...eu...
Ele se levanta do sofá rapidamente preocupado comigo
-você está bem Ty?!
-sim-percebi que ele soltou sua tenção e sorriu- eu preciso fazer xixi Josh...
Ele riu e disse
-e agora?
-é e agora?
-eu já volto 
Ele se levantou, foi até a cozinha, pegou um balde e disse
-faz aqui
Comecei a rir, desabotoei minha calça, tirei minha cueca e comecei a mijar no balde, Josh encarava meu membro,e então meu xixi parou
-Josh...não olha, se não, não consigo mijar
Ele segurou o riso e olhou para outro lado, e então acabei de mijar, ele jogou fora na privada e deu descarga, eu não queria viver assim, mas há apenas um motivo para continuar vivo
Josh


Notas Finais


Oque acharam? ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...