História Maybe - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel
Tags Banda, Gajevy, Gale, Graylu, Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 145
Palavras 1.548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capitulo 1: Sorteio.


Fanfic / Fanfiction Maybe - Capítulo 1 - Capitulo 1: Sorteio.


- Lá estão, lá estão. - Olhei para wendy pulando em frente a televisão. Ela realmente ficava animada quando se tratava de sua banda favorita ''WFL'', eu não entendia oque eles tinham de tão incríveis assim. Na verdade nossos pais, religiosos como são, tinham medo de que a minha irmãzinha se convertesse em uma ninfomaníaca que largou a escola, pra lançar uma bandinha. igual eles. Mas eu não tenho medo de deixa-la ve-los enquanto eles estão fora. Eu sou considerada uma irmã perfeita, já que a deixo ver eles, e fico em paz.
- Ei, ei. - ela pulou na minha frente e sorriu. - Tenho uma surpresa pra você. - eu sorri imaginando que surpresa seria, um desenho talvez. ou algo do tipo.
- Ai, ai. - eu disse com um sorriso de canto e ela riu. A wendy deu uma volta na mesinha de centro e aumentou o volume ate o máximo.
- Então como muitas de vocês sabem, 5 fãs nossas, tem a chance de passar 1 mês conosco, na nossa casa. - Um rapaz de cabelo azul e bastante sorridente falava na televisão. Eu os ouvia sem prestar atenção quando a wendy tomou meu celular.
- E as sorteadas são.. Erza. - Eu tomei um susto quando ouvi esse nome. mas pensei que tem muita erza por aí. - Levy. - Eu me levantei do sofá querendo rir, das trouxas que iriam ficar com caras que nem conheciam.
- Juvia.. e.. - nessa hora eu estava olhando pra wendy com uma cara bem.. estranha. comecei a desconfiar e continuei nessa ate ouvir.
- Lucy. - Eu pulei assustada e wendy começou a comemorar.
- Wendy, oque isso significa?! - aumentei o tom de voz e ela parou assustada.
- Eu pensei que você gostasse deles.. e por isso te inscrevi.. - Percebi que ela iria chorar, então controlei minha raiva.
- Tudo bem.. você acetou eu gosto muito deles.. - coloquei a mão sobre a cabeça dela que sorriu. MENTIRA!! NEM OS CONHEÇO? QUEM E QUEM MESMO?!
Meu telefone começou a tocar oque me tirou dos meus pensamentos por um momento. Atendi e ouvi o choro da levy.
- Lucy.. eu estou condenada a 1 mês com 4 esquisitões por causa do meu irmão mais novo, oque eu faço? - levy perguntou e podia sentir o desespero dela.
- Fica calma.. você deve ter deixado seu irmão triste agora levy.. - eu disse olhando para a wendy que estava abrindo uma mala.
- Oque está fazendo? - perguntei colocando a mão no telefone para que a levy não ouvisse.
- Suas malas.. você tem que ir ainda hoje olha.. - ela apontou pra televisão e vi um aviso ''se as ganhadoras não chegarem em cerca de 5 horas ao aeroporto, nos iremos refazer o sorteio''. Eu iria ficar feliz se eles o refizessem, mas.. a wendy não, ela iria ficar magoar e emburrada.
- Como digo isso aos nosso pais? - perguntei com um sorriso torto e ela sorriu bem mais feliz que antes.
- Eu posso chamar a Lola, pra ficar aqui comigo, ela é boa também. - Lola isso, Lola aquilo, durante um tempo eu odiava a Wendy, mas depois que meus pais contrataram essa tal lola, eu comecei a sentir um ciume doentio pela Wendy, sim eu virei uma irmã possessiva, a responsável irmã mais velha, que todo mundo quer. Mas isso apenas com ela.
- Está bem.. vai ficar feliz se eu ir? é como se estivesse me expulsando. - eu fiz beicinho e ela riu com as mãos na boca.
- Não e não, E me traga um autografo do Yume. - Yume, o nome artístico daquele rapaz de cabelo rosa, seu nome verdadeiro? não faço ideia.
- Levy? - coloquei o telefone de volta no ouvido mas tudo estava em silencio.
- Minha mãe me mandou ir.. ela quer um autografo do D.. como é mesmo o nome? ai.. nem.. - ela estava tão triste eu ate a entendia. estávamos indo para um lugar assim tão de repente. E nem ao menos os conhecemos?
- Erza? Juvia? Oque irão acontecer com ela? - a levy perguntou.
- Não sei.. acho que elas não irão.. - eu disse e a levy suspirou com aquele ar triste.
- Então somos só nós? - ela perguntou e respondi com um ''uhum''
- Entendo.. ate.. - ela desligou e olhei pra wendy dobrando peça por peça, mas com pressa.
- Wendy.. porque me colocou nisso? - Eu me abaixei na altura dela que continuava colocando as roupas sem me olhar.
- Você sabe, onee-san, você e o Yume são almas gêmeas, vocês gostam das mesmas coisas, tem o mesmo sendo de humor.. e até.. gostam de.. yaoi. - ela disse com a língua travando. Era ingenua, isso era algo, meio ruim, ou bom? nem sei ao certo. Mas ela é a mais nova então..
- Eu vou ligar para a sua adorada Lola. - disse com sarcasmo e ela riu. Era tudo tão.. esquisito, eu estaria saindo de tokyo, para os estados unidos, agora, desprevenida, e sem avisar meus amigos ou pais, mas a essa altura, todos já devem ter visto minha fotografia nessa televisão.
Não conseguia ficar tensa, e ansiosa como qualquer fã normal, e como não sabia nada sobre eles, pedi para que a levy levasse uma revista sobre eles ou algo do tipo.
Mas para nossa surpresa quando chegamos lá, nos vimos: Erza e Juvia.
Paradas e olhando para os lados.
- HEY!! - A levy gritou acenando. e elas olharam para nós sorrindo.
- Vocês também? - elas perguntaram. a levy assentiu bastante animada, mas eu, nem fiz questão disto.
- E vocês, porque vieram? - perguntei e a juvia ficou vermelha.
- Eu tenho interesse.. em um dos membros.. - ela ficou juntando as pontas dos dedos, como uma jovem apaixonada. Meu deus..
- Você tambem erza? - olhei pra ela assustada. impossível, essa brutamonte não tem um coração mole.
- Na verdade, não quis desperdiçar a chance de viajar. - Sabia.. ela so gosta de viajar.
- Alguém sabe o nome deles? - a levy perguntou enquanto entravamos no avião. Que há proposito era bem luxuoso.
- Yume, seu nome verdadeiro é natsu, ele é o mais infantil e bobalhão do grupo, sempre tratando todos com amor e inocência. - ela olhou discretamente pra mim.
- Ele gosta de espaguete e carne, Musica Gore. Ficar enfiado em um quarto, odeia pessoas que se acham mais que ele. tem um irmão mais novo do qual ela fala muito, e aparenta ter bastante ciumes.. - eu olhei pra ela aos poucos e vi ela sorrindo pra mim.
- Seu tipo preferido é.. LOIRAS!! - Levy e Juvia gritaram juntas e depois riram.
- Nossa.. - olhei para o outro lado enquanto elas continuavam rindo.
- Dank, seu nome verdadeiro é gray, é o mais novo dos 4, Ele e o Yume vivem brigando ou discutindo em publico, oque fez as fãs criarem o casal. Yank ou Gratsu, que merda.. - ouvi a levy sussurrar a ultima parte e ri fraco.
- Nunca se importa com a reclamação de ficar sempre sem roupa nos show's. Ele é considerado o mais descolado dos 4 pela revista Teen, desde o ano retrasado. - Eu estava quase dormindo.
- Seu tipo é.. Loiras também. - ela riu sozinha. e parei para olha-la. a Juvia estava triste. 
- Fica assim não, ninguém nunca olha pra mim Juvia. - eu disse e a vi sorri.
- Kei.. ui.. - ela disse e não entendi ate que a erza se aproximou dela.
- Ah esse eu já vi. Gajeel, não? - ela disse e a levy assentiu.
- Que inveja, desse cabelo.. - ela virou a revista pra mim e ri.
- O mais encrenqueiro e calado, nunca faz nada, e nem se esforçar pra isso. apesar disto, ele é considerado o namorado ideal... sendo misterioso sempre, então nem nós sabemos muito sobre ele. - ela disse e fiz uma cara de surpresa.
- Misterioso, isso não cheira a bomba levy? - eu disse com um sorriso e ela assentiu dando uma risadinha leve.
- E por ultimo, o mais feminino dos Quatro, Aki. - Eu franzi as sobrancelhas. Aki? Aki é nome de garota.
- É considerado o mais fofo e tímido dos 4, de acordo seus colegas, ele teve apenas duas namoradas na vida. - comecei a rir descontroladamente nessa hora.
- Imagina, um famoso que só teve duas namoradas? isso é mentira, ta bem obvio que é mentira, a Wendy, já teve uns 4, e ela só tem 13 anos. - eu disse e a levy virou a revista pra mim.
- Seus colegas classificaram ele como um Masoquista Extremo, e dificilmente ele acha uma garota maldosa o suficiente para doma-lo. Ainda duvida? - levantei as mãos em sinal de rendimento e me sentei de novo como estava.
- Eu quem não fico próxima desse.. - murmurei escorando a cabeça sobre a janela. Fechei os olhos um pouco, já que estava começando a sentir dor de cabeça. Em menos de 24 horas, eu estaria em um lugar completamente diferente do meu habitual, com pessoas que nunca vi, e que espero, sejam gentis.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...