História Maybe Friends - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 36
Palavras 4.716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁ MANAS! desculpem-me pelo atraso. Mas enfim, espero que gostem.

Capítulo 3 - The Beginning


Fanfic / Fanfiction Maybe Friends - Capítulo 3 - The Beginning

— Bem vinda a São Francisco! -li os lábios do meu pai enquanto me aproximava para um abraço.  

— Quanto tempo... -suspirei. 

— O tempo passou e você não cresceu, como assim? -ele passa a mão sobre minha cabeça me fazendo rodopiar e sorri. 

— Eu cresci sim, tá! 

— Alguns centímetros -ele ri. 

— Avá pai! -rio. 

Fomos até a esteira pegar as malas e logo em seguida fomos até uma Range Rover branca. 

— Tava com saudade de mim?  -ele diz enquanto fecha o porta malas. 

— Nem tava  -entro no carro. 

— Aham, claro que estava, dá pra ver nos seus olhos. -ele entra em seguida e liga o carro. — Você tá tão linda. -ele me olha. 

— A quem você acha que eu puxei? Exatamente, a minha mãe, porque o senhor é feião. 

— Já começou é? Olha que eu te mando de volta em dois tempos... 

— Você não me faria favor maior... -rio. 

— Que bom que você não mudou! -ele sorri. 

— A única coisa que mudou em mim foi a aparência. 

— Nem tanto viu? O tamanho continua o mesmo. 

— Ai que sem graça -rio e dou um tapa de leve no braço dele. 

Até agora tudo está agradável, AMÉM SHAWNSUS!  

Falar em Shawnsus, o Shawn, um amigo de infância que saiu do Canadá ano passado, está morando com o Cameron e com o infeliz do Nash em um apê no mesmo prédio que o meu pai mora, tô ansiosa pra ver aquele putão! 

— E o Shawn, pai? -abaixo o som.  

— O Shawn tá igualzinho, não mudou nada. Continua gay. 

— BERRO! -soltei um berro, literalmente. 

— É sério, agora ele tá mais ainda... Tá morando com o Nash, o Cameron e os Jack's. 

— Ele me falou nesses Jack's mesmo, mas não conheço... 

— Você vai gostar deles, e do filho da Kammy também, eu espero. 

— Eu tava vendo umas fotos dos amigos do filho dela, mó gatinhos... 

— Não quero a senhorita dando em cima de ninguém 

— iii, e por acaso eu dou em cima de alguém Sr.Bass? -debocho. 

— Ah, quem não te conhece Katherine? -ele resmunga e balança a cabeça negativamente. 

— Sou tão inocente quanto  

— Falar em inocência temos que ter uma conversa, ou você realmente acha que vai passar batido as suas 7 ocorrências policiais?  

— Ai pai, fala sério... 

— Tô falando! E muito sério... Sua vinda pra cá é pra ser um castigo, não uma diversão. 

— Reecontrar o Nash já é um castigo, acredite! -murmurrei. 

... 

POV Jack G. 

— OOO VIADO, EU TO MIJANDO MANO, PARA! -gritei suplicando para o Nash parar de filmar. Ele tá invocado com isso de vlog. 

— MANO ISSO VAI BOMBAR! -ele ri e desliga a camêra. 

— PARA DE SER ESCROTO NASH, SABE NEM RENDER NOS VIEWS! -diz o Cameron invadindo meu banheiro, mas que porra é essa? Virou cabaré pra esse bando de puta tá invadindo? 

— Saiam daqui mano, que porra! -ajeito a bermuda e vou até o espelho.  

— Falou o carinha que faz vídeo de ask -o Nash rebate. Sabe nem tretar, odó 

— Pelo menos eu tenho fãs!  

— VRÁ! -ouço o Johnson gritar. 

— Ah vão se foder -saio do banheiro. 

— Onde cê vai Gilinsky? Passou até perfume...  

— Vai pegar as mina -o Nash sai do banheiro, vai em direção a minha cama e se joga. 

— Ele não vai pegar ninguém, e respondendo a pergunta do Johnson, ele vai pra a casa do Kendall, a Kath vai chegar hoje... -o Cameron se encosta na porta do banheiro enquanto mexe em um... sei lá que porra era aquela. 

— PELO MENOS ALGUÉM AQUI TEM CÉREBRO, AMÉM CAMERON! -asteio minhas mãos para o teto em forma de agradecimento. 

— Ah é... A filha do tio Chuck. -o Johnson faz uma cara pensante. 

— Kendall chamou vocês pra ir lá? -o Nash pergunta. 

— Obviamente -digo enquanto pego meu celular. 

— É, ele me chamou também -diz o Johnson. 

— E mesmo se ele não tivesse chamado eu iria, tô com saudade da escrota lá. -diz o Cam. 

— Ele nem me chamou, que viado! 

— Por quê será? Hein Nash... 

— Nossa Cameron, suas indiretas são tão diretas... 

— Boiei legal!  

— Eu também! -Johnson concorda comigo. 

— Olha eu já vou indo, combinei de bater um play com o Logan e ele tá me atormentando aqui. -digo. 

— Já já eu chego lá! -diz o Johnson e eu saio. 

— Eu também, aaaa Jack, pera aí! -o Cam vem atrás de mim. 

— Que? -me viro assim que abro a porta. 

— Vê se o Shawn já tá lá e me manda uma mensagem, falo? 

— Falô! -digo e fecho a porta do apê. 

... 

POV Logan 

— Tá nervoso por que? -o Kendall me olha. 

— Tô nervoso não, só tô quase indo buscar o Gilinsky, acho que ele correu do play. -disse e logo a campainha tocou. 

— Eu abro! -o Kendall saiu descendo as escadas como um louco. 

Que viado louco, tio. 

POV Jack G 

— O Logan tá quase te comendo vivo pelo pensamento! -o Kendall diz assim que abre a porta e eu rio. 

— Os manos lá me atrasaram, mas cadê ele?  

— Tá lá em cima. 

— O Shawn tá aqui? -vou em direção à escada. 

— Não, ele veio aqui mas foi comprar uma coisa no shopping.  

— Ah tá. -disse e logo subi. 

— Aee mano, até que enfim! -o Logan comemora. 

— Foi mal, os caras lá me atrapalharam fazendo interrogatório. -digo. 

— Ui, tá todo lindão assim por que?  

— Mano, para! Eu só tô de regata e bermuda, puta merda. 

— E boné novo, tênis novo, perfumado que só... -ele debocha. 

— Ah vai se ferrar. -digo e rio. 

— Tudo isso pra a tal nerd filha do tio Chuck que vai chegar? 

— Também. -pego o controle do X-box e sento. 

— Ela é bonita? O Kendall disse que ela era uma nerd que usava trança. 

— Olha se ela é nerd e usa trança eu não sei, mas ela é mó gostosa. Tenho ela no facebook! 

— Katherine, né? 

— Aham, Katherine Bass. Mas tipo, eu nunca chamei ela. 

— Vou deixar pra ver ao vivo, talvez é só efeito.  

— Tá, vamos jogar isso logo. Quero ganhar esses 50 dólares. 

... 

POV Katherine 

Não demorou muito e entramos em algo parecido com um condomínio. Logo meu pai estacionou o carro em um estacionamento e nós descemos. 

Era muito grande, se eu não contei errado ao todo tinham 4 prédios de no mínimo 20 andares. Assim que ele desceu ele pegou minhas malas e nós fomos em direção ao segundo prédio. Passamos pelo pequeno Hall de entrada onde havia um homem bem simpático. 

— É a famosa Katherine, Dr.Bass? -O simpático moço diz. 

— Sim, a herdeira das dívidas! -meu pai brinca e para no balcão. Faço o mesmo. 

— Famosa? Eu? Queria! -digo e sorrio. 

— Bem vinda ao condomínio Golden Gate. Me chamo Mário, qualquer problema com encanamento, entupimento... Tudo... Pode me chamar! -ele diz sorrindo.  

— Pode deixar! -sorrio.   

— Então, vamos subir? -meu pai me olha.  

— Vamos sim! -sorrio e vamos em direção ao elevador.  — Bem simpático ele. 

— Simpático e atencioso. -meu pai sorri e aperta um botão que eu não consegui identificar. 

Estávamos demorando muito para chegar até que percebi que estávamos indo para a cobertura. WHAT THE FUCK? É ISSO MESMO? Olha, quero. 

— Cobertura Dr.Bass? 

— Medo de altura Dra.Bass? 

— EU? Medo de altura? Talvez... -rimos e o elevador se abriu. 

Confesso que senti um frio na barriga, mas tudo deu certo. Havia apenas uma porta no pequeno corredor, então fomos até a mesma, logo ele abriu e entrou com as malas, em seguida eu entrei e me deparei com uma sala enorme com seis meninos sentados espalhadamente, uma menina, muito linda por sinal e uma mulher loira a qual aparentava ter uns 40 anos. Provavelmente a Kammy.  

— Bem vinda! -um dos meninos grita e logo vem até mim. 

— Viado! -o abraço.  

SIM! ERA O SHAWN! Quanto tempo que eu não via esse idiota.  

— Wow! -ouvi alguém dizer suspirando fundo. 

— Bem vinda minha querida! Sou a Kammy. -SABIA que ela era a Kammy. A Kammy vem até mim e me abraça. TÁ, Ó, NÃO TE DEI ESSA OUSADIA NÃO FIA. 

— Obrigado! -sorrio e olho a sala em um olhar girando em 360 graus. 

— Aquela é a Bea! -meu pai diz e aponta para a garota, que estava sentada no braço do sofá. 

— Prazer! -ela acena sorrindo e eu retribuo o sorriso. 

— Aquele é o Jack Johnson. -ele aponta para o garoto loirinho ao lado da Bea. 

— Me chama só de Johnson, se não confunde! -ele ri e sorri simpaticamente. Não entendi o porquê disso, mas okay. 

— Aquele ali é o Carter. -meu pai aponta para o asiático que estava mexendo no celular. 

— Opa! -ele faz um "2" na mão e pisca um dos olhos. OPA DIGO EU. 

— Aquele feioso ali é o James! -ele aponta para um moreno que estava no chão. 

— EU MESMA, JAIMAS MELLO! -ele faz uma voz de gay e todos rimos. 

— Aquele ali você já conhece. safado, veio nem te dar um abraço. -Ele aponta para o Cameron, que estava ao lado do Carter. 

— Ela sabe que eu amo ela, o abraço fica pra depois! -ele joga um beijo no ar. 

— Quem é você mesmo? -disse e todos riram. 

— E por fim, aquele ali é o Kendall, filho da Kammy e seu mais novo irmãozinho. -meu pai diz e ri. 

— Prazer Kath, posso te chamar assim né? -ele sorri. AAAAA ELE TEM OLHOS VERDES, QUE FOFO. 

— Claro, pode sim! -sorrio. 

E EU QUERIA APROVEITAR ESSA VITÓRIA PRA JOGAR NA CARA DOS RECALCADOS QUE EU NASCI PARA LACRAR, NÃO GOSTÔ PODE CHOR... -um garoto moreno chega ao fim das escadas fazendo algo parecido com um rap e nos olha com vergonha. 

JÁ CHEGA CALA BOCÁÁ! -um outro moreno o acompanha e "termina" o rap.  

MANO SOCORRO, além de gatos e gostoso são palhaços, porque puta que pariu.  

Todos não aguentavam mais de tanto rir e o primeiro moreno estava morrendo de vergonha, coitado. 

— E para completar o circo, aquele é o Jack Gilinsky -meu pai apontou para o primeiro moreno, que havia se sentado no braço do sofá. AGORA EU ENTENDI O PORQUE DE CHAMAR O OUTRO SÓ DE JOHNSON. 

— Essa foi a forma mais constrangedora de ser apresentado a alguém em toda a minha vida. -ele disse e passou a mão no cabelo. 

— Ninguém mandou você chegar mostrando sua especialidade... -o Johnson diz. 

— Qual? Pagar micão? -o Shawn diz e todos rimos. 

— Vai se achar o fodão de novo vai arrombado! -o segundo moreno diz. 

— Gente mas que palavreado é esse? tenham mais respeito pelo amor de Deus! 

— Deixa eles começarem que eu expulso todo mundo. -meu pai concorda com a Kammy.  

— Porraan, quê isso tio? -o Carter diz. 

— Isso se chama bom senso. Bom Kath, voltando... Aquele ali é o Logan! -ele aponta para o segundo moreno, que logo me olha de cima a baixo e suspende as sobrancelhas e vem até mim.  

Gente que porra é essa? vou ser estuprada em praça pública? Se bem que ser estuprada por ele não seria má ideia. OPA, MENTIRA, AI QUE NOJO KATHERINE! 

— Satisfação, srta.Bass... -ele asteia a minha mão e ajoelha beijando a mesma. 

— Que porra é essa Logan? -o Kendall o olha confuso. 

— Só tô sendo gentil amor, calma. -ele se levanta e sorri. MANO ELE TEM COVINHAS, CHAMA O BOMBEIRO. 

— Aprendam com o Logan como ser cavalheiro. -meu pai diz e logo ele e a Kammy riram. 

— Como você se sente Kath? -o Shawn me olha. 

— Estuprada né mongol -o Cameron diz. 

— Caralho vocês só falam merda. Tia posso ajudar a Katherine com as coisas dela? -a Bea se levanta e olha para a Kammy. 

— Se ela quiser, pode sim!  

— Olha mana, eu aceito! -olho para a Bea e sorrio. 

— Vou mostrar o quarto, venham comigo! -a Kammy vai em direção a escada, eu e Bea vamos com ela e logo meu pai vem trazendo as malas. 

Subimos e logo dei de cara com um corredor com 5 portas. Duas à esquerda, duas à direita e uma no "final reto". 

— Bom Kath, aqui é um banheiro. -a Kammy para e abre a primeira porta a esquerda. — Aqui é um quarto de hóspedes, onde os meninos dormem quando vem pra cá e onde eles bagunçam também. -ela ri e abre a primeira porta a direita. — Aqui é o quarto do Kendall, não vou abrir porque deve está só a bagunça. -ela ri e aponta para a  segunda porta a esquerda. — E por fim, aqui é o seu novo quarto. Espero que goste da decoração, seu pai disse que você gostaria de algo assim. -ela sorri e abre a segunda porta a direita.  

A decoração realmente estava ao meu gosto. Todas as paredes eram brancas, mas uma tinha umas listras pretas, o que dava um ar bem agradável. Havia uma janela com uma cortina azul turquesa. Na mesma "parede" da janela, havia um balcão branco embutido na parede, o que mais parecia uma penteadeira, mas como eu odeio esses mimimi já faria uma bancada para colocar meu skate e decorações do tipo. 

Havia também algumas parteleiras embutidas na parede que formavam a cabeceira da cama box, já estava vendo alguns porta-retratos ali. Amei? Amei. Na parede em frente a porta havia uma outra porta, a Kammy abriu e me explicou que era um banheiro, e ao lado um guarda-roupa embutido em uma "salinha". 

Meu pai teve que voltar para o trabalho e a Kammy também, afinal era sexta-feira, 13:00 da tarde. A Kammy tem uma Galeria de artes e o meu pai cuida das indústrias Bass. Eles saíram e eu apenas guardei as malas com a ajuda da Bea, ela parece ser bem legal. Assim que guardamos as malas descemos. 

— Então Katherine, por que você veio pra cá? -O Jack J pergunta enquanto me sento. 

— DEIXA EU ADVINHAR -o Shawn diz. 

— Vai, tenta... -digo. 

— O Shawn é mais burro que uma porta, fala logo  

— O único burro aqui é você, tá?... E o resto das pessoas mas isso não vem ao caso. Enfim, fala Kath. Perdi minha inspiração de advinhação. -o shawn rebateu a crítica do Johnson e nós rimos. 

— Sete ocorrências policiais. -sorri. 

— WHAT THE FUCK? -o Carter gritou. 

— CARALHO PARECE O NATE 

— MELHOR NEM FALAR DO NATE AQUI NÉ GILINSKY -o James diz e olha para o Logan. 

— De boa, o Nate é bandidão mesmo -o Logan diz e ri. 

— Caralho mano, você rouba?  

— Não, berro! -respondo a "pergunta" do Kendall. 

— É que tipo, lá no Canadá se você é menor de idade e comete alguma infração, tipo andar na rua de madrugada e tal... Você leva uma ocorrência.  

— E tipo, se você tiver mais de 10 ocorrências e tiver entre 15 e 17 anos você tem que pagar pena com serviço comunitário.  

— Saudades serviço comunitário. Foi lá que eu conheci o Nash. 

— ÉPICO, Shawn pagando pena com serviço comunitário? Menino rebelde ele -o Gilinsky se manifesta. 

— Nossa mano -o Carter ri e logo o celular do James toca e o mesmo atende. 

— Oi? Ah fala sério Jacob... Não mano, eu tô na casa do Kendall... Tá, tá eu levo a merda do seu carro ai, tchau. -ele desliga. — Inútil egoísta do caralho. 

— Eita! -exclamo. 

— Que foi? -o Logan olha para o James. 

— O Jacob querendo o carro, aff mano. -o James responde. 

— Viixi! -A Bea diz. 

— Olha mano eu vou lá levar logo esse carro dele. Tô descendo, alguém quer uma carona? -ele se levanta e vai em direção a porta. 

— Me espera! -a Bea diz. 

— ME ESPERA TAMBÉM VIADO! -o Carter se levanta e vem até mim. — Foi um prazer te conhecer mana! -ele sorri.  

— O prazer foi meu! -sorrio e asteio a mão pra ele. 

— Me passa seu número? -ele aperta a minha mão. 

— Claro, anota aí... -disse meu número. 

— QUEM PERDOA É DEUS, NÃO CARTER! -o James grita e bate a porta. 

— QUEM TEM LIMITE É MUNICÍPIO, NÃO CARTER! -a Bea diz e ri. 

— Mas gente que porra é essa? -o Cam diz. 

— Ah vão se ferrar, falô galera! -o Carter sai. 

— Tchau mana! -a Bea me abraça. — Vou pegar seu número com o Carter beleza? 

— Beleza! tchau mana! -sorrio e logo ela sai. 

— Cuidado com o Carter, é uma naja aquilo ali -o Johnson diz. 

— Tô acostumada com najas, sou amiga do Shawn. 

— Ah é, então o Carter vai ser moleza! -ele diz e nós rimos juntos. 

— Quantos anos tu tem Katherine? -o Gilinsky pergunta. 

— 17! -digo. 

— Parece ter 14. -o Logan diz. OO MEU FILHO, TÁ ACHANDO RUIM? SE JOGA DA GOLDEM GATE. 

— Pequena ela né? -o Shawn diz. 

— Nem vou comentar nada sobre. -digo. 

— OLHA SÓ, A KATHERINE É MINHA TÁ? -o Cameron levanta e se senta do meu lado.  

— Vai começar as pataquadas -o Kendall diz e volta a mexer no celular. 

— SÓ LACRANDO OS CU, BIG HIT É O FLUXO CARALHO, CACETE! -o Johnson começa a gritar com fones no ouvido. 

— CARALHO JOHNSON EU JÁ FALEI PRA VOCÊ PARAR DE VER ESSAS PARÓDIA DE COREANO, ESSAS PORRA VAI TE DEIXAR DOENTE ME DÁ ESSE CARALHO AQUI... -O Gilinsky vai pra cima dele tentar pegar o celular. 

— CONCORDÂNCIAS VERBAIS E NOMINAIS MANDARAM LEMBRANÇAS! -o Logan exclama debochando.  

— ENFIA ELAS NO TEU CU - O Gilinsky diz. KKKKKKKKKKKKK TOMA OTÁRIO 

— MANO COMO ASSIM? -digo rindo. 

— Se acostuma, são sempre assim. -o Kendall diz rindo. 

— Ah vai se ferrar Gilinsky, me deixa em paz caralho! -o Johnson vai até a porta e sai. Coitado gente. 

— Pelo menos ele foi embora -o Gilinsky ri. 

— Coitado -o Logan diz 

— Quem mandou querer virar fã de coreano -o Shawn diz. 

— Tá, vamos ao que interessa... -o Cameron diz. 

— Tem namorado? -o Logan me olha. 

— Não é da sua conta. -respondo com um sorriso e os meninos fazem um "uuuh" em forma de vaia. Escrotos. 

— Não era isso mas já que o Logan entrou no assunto... A partir de agora eu e Katherine estamos namorando.  

— Ai cameron para de ser escroto 

— Shawn com ciúmes é tão awn 

— Kendall com ciúmes é tão eca -o Shawn rebate. 

— Shameron, shippo -digo 

— Todo mundo shippa. -o Logan diz. 

— Menos o Nash -o Gilinsky diz. 

— CASH EU SHIPPO -Kendall diz. 

— DO CONTRA, SAI! -digo e rio. 

— Mano, eu vou dormir aqui hoje -o Shawn diz. 

— Nem vem, eu e Logan que vamos dormir aqui. Temos que terminar a segunda etapa da aposta. A QUAL SÓ PRA LEMBRAR, EU GANHEI A PRIMEIRA FASE.  

 — NASCEU PARA LACRAR -disse me lembrando do "rap" dele. 

— Nasci! -Gilinsky me olha e sorri. Cara, só o sorriso desse cara já me deixa molhada. 

— Ave maria -o Kendall diz. —Ó, quero ninguém aqui hoje não. 

— IIiii, você tem que querer meu filho? 

— Ó, então amanhã eu e Cameron dormimos aqui, falô Kath? -o Shawn me olha. 

— FALÔ -digo. 

— Vou dormir na cama da Katherine, fiquei sabendo que é nova, topa fazer o teste drive comigo? 

— CARALHO O CAMERON NÃO PERDE UMA. -diz o Gilinsky. 

— Escroto -o Kendall diz. 

— OLHA, SE VOCÊ CONTINUAR ASSIM O ÚNICO TESTE DRIVE QUE VOCÊ VAI FAZER VAI SER DE OUTRA COLUNA DEPOIS QUE VOCÊ DORMIR NO SOFÁ HOJE -o Shawn diz. 

 — Calma tá gente? -olhei para o Gilinsky, Kendall e Logan. — Eu e o Cameron sempre fazemos essas "brincadeiras" idiotas, não se assustem se eu disser que o pau dele é do tamanho do meu dedo. 

— Sofro -o Shawn diz. 

— MANO COMO ASSIM -o Gilinsky diz. 

— Dois escrotos -o Logan volta a mexer no celular. ESCROTO É VOCÊ, QUERIDO. 

— Tá incomodado? Pega a fila. -digo. 

— OPA, OPA! -o Kendall diz. 

— Olha, eu vou subir... Tentar descansar. -sorrio. 

— Vou lá em casa, quando você descansar me liga daí eu venho pra a gente conversar mais, okay? -Shawn diz, assento com a cabeça e logo eu subo. 

Subi para o quarto e logo tranquei a porta. Resolvi arrumar as malas, o que tomou muito o meu tempo. Logo olhei no relógio e já eram 16:00. O tempo aqui passa rápido. Resolvi tomar um banho, coloquei um short jeans escuro, uma camiseta branca e me deitei na cama. Peguei o celular e liguei para minha mãe. 

Ligação on. 

Mãe: Oi meu amor! 

Eu: Nem vem com esses papos, tá? 

Mãe: Pelo amor de Deus Katherine... Como foi a viagem? 

Eu: Péssima 

Mãe: Como tá aí? 

Eu: Péssimo. Mentira, tem uns gatinhos aqui. Obrigado por me mandar para o paraíso. 

Mãe: Como o seu pai tá? -ela ri e diz. 

Eu: Bem casado, agora eu vou descansar, beijo te amo! 

Mãe: KATHERINE PARKER! -Caralho, para de gritar mulher. 

Eu: BASS -a corrijo. 

Mãe: Não quero que fique com raiva de mim, poxa Katherine. Isso foi para o seu bem!  

Eu: Não tô com raiva 

Mãe: Hum... Já encontrou o Shawn? 

Eu: E o Cam também 

Mãe: Mande um beijo para os dois. 

Eu: Tá 

Mãe: Fique bem, te amo! Vá descansar. 

Eu: Tá, tchau -desligo. 

Ligação off. 

Vocês podem achar que eu"trato" a minha mãe mal, mas isso é só o reflexo de como ela me tratava logo que meu pai saiu de casa. 

Imessage on. 

(Número desconhecido): Iae 

Katherine Bass: Olár, quem é? 

(Número desconhecido): Jack G hahsuahsua 

Katherine Bass: Ah sim  

Gilinsky: Você é muito linda 

Katherine Bass: (lua negra) Thx 

Gilinsky: Nossa, isso foi ridículo KKKKKKKKKKKKKK 

Gilinsky: Não me leve a mal 

Katherine Bass: Imagina KKKKKKKKKKKKKK 

Gilinsky: Vou te colocar em um grupo, blz? 

Katherine Bass: blz 

Imessage off.

Mano como assim? Que bosta cara! Sou muito linda, awn! 

Imessage on.

Grupo: LAPADA NO SHAWN 

Você foi adicionado 

Gilinsky: BEM VINDA! 

~Jacob Whitesides: WEL COME KATHERINE 

Shawnsus: Quem é Wel gente?  

~Jacob Whitesides: Era pra sair junto, mals 

Cam sz: GRITO 

~Jack J: ROLÁ 

~Jack J: Olá* 

Katherine Bass: Vei, que porra é lapada no shawn? 

Cam sz: O nome do grupo 

Katherine Bass: COMÉDIA ANDANTE VOCÊ 

Cam sz: aawn sou 

~Logan Henderson: Iae  

Cam sz: iae pvt doido 

Katherine Bass: Iae 

Gilinsky: Mano eu ainda tô morrendo de vergonha daquele rap KKKKKKKKKKK 

Shawnsus: ó o micão 

~Bea Miller: OI MEUZAMORES! 

~Jacob Whitesides: Iaee 

Cam sz: É só a Bea aparecer que ele volta 

~James Maslow enviou uma mensagem de voz. "Mano, acabei de chegar em casa, mortão. NUNCA MAIS PEGO O CARRO DO JACOB EMPRESTADO" 

Imessage Off.

Só vou voltar a falar no grupo quando eu pelo menos saber que diabos é Jacob. Guardei meu celular e ouvi alguém bater na porta, fui até a mesma e abri. 

Era o Logan, ele estava sem camisa e com uma toalha no ombro, CARALHO! 

— Ooi? -não pude evitar em olhar para aquele corpo. 

— Sou gostoso né? -ele diz com a mão encostada no "portal" da porta. 

— Eu diria convencido... -ele solta uma risadinha sarcástica e sorri de lado. 

— O Kendall tá te chamando -ele diz e logo entra no banheiro. 

Sai do meu quarto fechando a porta e fui no quarto do Kendall. 

— Me chamou? -bati na porta e abri a mesma. 

— Sim! Minha mãe ligou que vai chegar mais tarde e ela tá preocupada com você -ele riu. — Então, tá com fome? Poderíamos sair pra comer alguma coisa. 

— Olha eu tô, sério parece que eu não como há um século. -digo e ele ri. 

— O Logan foi tomar um banho, quando ele terminar nós vamos. Pode ser? 

— Claro. -fui até a porta mas logo me virei. — Você acha que vai esfriar? Tipo, fazer frio? 

— O tempo aqui sempre esfria a noite. -ele sorri. 

— Ah sim! Valeu. -saio. 

Eu tenho a leve impressão de que estou sendo muito amorzinho com as pessoas. Tenho que parar com isso. KATHERINE, VOLTE. 

... 

Já eram quase 17:00. Vesti uma calça preta, calcei um tênis, coloquei uma blusa de manga comprida com listras brancas e pretas, coloquei uma blusa xadrez na amarrada na cintura, peguei meu celular, dinheiro e desci. O Gilinsky e o Shawn estavam sentados em um sofá e Logan no outro mexendo no celular, não vi o Kendall. 

— Já descansou?  

— Nem consegui. -respondi a pergunta do Shawn enquanto me sentava no sofá. 

— Tem estilo, gostei. -o Gilinsky me elogia e sorri.  

— u a u! -disse letra por letra. 

— U A U! -o Shawn repetiu. 

— MENTIRA, NÃO PODE SER -o Logan grita. 

— Quê que foi? -o Gilinsky olha para o mesmo. 

— FIFTH HARMONY EM SAN FRANCISCO, NÃO POSSO PERDER 

— Caralho, quando?  

— Mês que vem, bora? -o Logan responde a pergunta do Shawn olhando para o mesmo. 

— Sério isso? -pergunto. 

— Se não fosse sério eu não estaria falando. -o Logan me responde. Esse garoto quer afronte? Pois bem. Ele terá. 

— Não sei vocês, mas eu vou. -o Gilinsky diz. 

— Também vou, com certeza o Cam vai querer ir 

— James também -o Logan complementa a frase do Shawn. 

— Vamo Kath? -o Shawn me olha. 

— Opa, vamos!  

— Já quero ver a Camila rebolando a raba em Work From Home. -Kendall surge de uma entrada onde suponho que seja a cozinha. 

— Molly sabe que cê quer ver a Camila rebolando a raba? -o Shawn diz. 

— Sabe que eu tô zoando, né? -Kendall diz pegando a jaqueta do sofá. 

— Quem é Molly? -pergunto. 

— Namorada do Kendall. -o Shawn responde e me abraça. — Ai eu tava com tanta saudade, vagabunda do meu coração. -ele começa a fazer cócegas em mim. Que filho da mãe.  

... 

— Que porra mano, o Kendall roubou meu toddynho, não confiem nele. -O Gilinsky senta na mesa. 

— Primeiramente não é porra, é esperma. Segundamente, foi o Logan que roubou e terceiramente vai tomar no seu ânus. 

— Por que não fala logo vai tomar no seu cu? -digo 

— Porque o certo é ânus, animal! 

Você vê o grau de intimidade quando a pessoa te chama de animal. 

— Não mano cu é cu, porra é porra! -digo. 

— Kendall não é do vale, vamos excluir ele. -o Shawn se intromete. 

— Eu só tô dizendo que se for pra falar palavrões pelo menos fale eles na forma culta. 

— FORMA CULTA! -o Logan diz enquanto ri junto com o Kendall. 

— Não tem graça. Parem de rir! -o Kendall diz e se levanta para ir fazer o pedido. 

— "Vai tomar no seu ânus" -o imito e todos rimos.  

— Se ele visse você imitando ele, ele te mandaria um "AI VEI, PARA COM ESSA ESPERMA" -o Gilinsky me acompanha na resenha. 

— Logan! -o Shawn o chama assim que ele se levanta. O mesmo olha com o Shawn com uma cara de "fala". — Faz meu pedido, tô com preguiça de levantar...  

— Fala aí o que você vai querer... 

— Vou querer um vegano. SEM TOMATE! E sem Kathcup.  

— Beleza! -o Logan e vai até o balcão. 

— Vou fazer meu pedido também... -digo e o Kendall se senta. 

Me levantei rapidamente e fui até o balcão. Tinha uma fila de mais ou menos 4 pessoas na minha frente, contando com o Logan. Eu fiquei atrás dele. 

Fiquei alguns minutos naquela fila, minutos que não passavam mais. Já estava desistindo de fazer meu pedido. Enfim chegou a minha vez e a do Logan.  

— Bom, eu quero dois veganos, um com bastante cheddar e um de 45cm também com cheddar, com bastante tomate e Katchup. -ele disse enquanto sorria para a atendente. É, estávamos no Subway. 

— Você é surdo? Ele pediu sem tomate e sem Katchup. Qualquer pessoa que conheça o Shawn sabe que ele não suporta tomate mano! -disse e logo ele me encarou por uns segundos. 

— É, acho que eu tô surdo mesmo... Não ouvi ninguém te chamando pra interferir no pedido alheio. 

— Cara o quão hipócrita você é?  

— É só uma brincadeira garota, você acabou de chegar na cidade, volta pro teu lugar!  

— Olha vá me desculpar mas brincadeira sem graça não cola comigo! E o meu lugar, é onde eu quiser. -o encaro. 

— Blá blá blá... -ele me encara e pega os sanduíches. — Para de mimimi, é só uma brincadeira boba!  

— Você não vai  fazer isso com o Shawn... 

— Vou, ah se vou. -ele sorri e vai em direção a mesa. 

Como ele pode ser tão idiota a esse ponto? Eu particularmente amo zoar com as pessoas mas PUTA QUE PARIU. O garoto tá com fome e o otário vai fazer essa merda. Porra mano!  

— Moça, tem mais pessoas na fila... -a moça do balcão me chama para o mundo real. 

— Ah, desculpe. -giro meu olhar em direção à ela. 

— Então, qual seu pedido? -ela sorri. 

— Eu... vou querer... -olho para a mesa e vejo o Shawn pegando o lanche. — Pensando bem, perdi a fome. -sorrio e saio em direção a mesa. 

— Agora esse filho da mãe me paga. -sussurrei para mim mesma enquanto ia em direção à mesa. 


Notas Finais


Então? gostaram? Opniões são sempre bem vindas, não se esqueçam disso.
Beijoz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...