História Maybe you could come back to me - Vhope - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais, V
Visualizações 22
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem ❤

Capítulo 1 - De volta a Coréia


Autora on

Jung Hoseok tinha 23 anos e mora atualmente em Portugal, seus pais moram na Coréia, Hoseok trabalha em uma das empresas de sua mãe que agora estava em seu nome, sua mãe estava com problemas de saúde e seu pai não se importava para a saúde de sua esposa. Hoseok era simpatia em pessoa, um pouco sério e sentia muita falta de sua mãe e da Coréia .

Hoseok havia ido para Portugal quando seu pai teve seu primeiro caso, a mãe de Hoseok já estava com alguns problemas de saúde e não queria que seu pai e nem a saúde da mesma o atrapalhasse em sua estudos. Hoseok tinha tudo um namorado que nunca esqueceu seu nome era Kim TaeHyung e tinha a mesma idade que a dele . Porém além de sua mãe e seu pai ter separado os dois Tae ainda pemsava em Hoseok e Hoseok também pensava em Tae.

Hoseok saiu da cama e foi para o banheiro e se olhou no espelho e viu como seu rosto estava vermelho e inchado por conta das lágrimas da noite passada, sua mãe infelizmente havia falecido. Hoseok tirou sua roupa e entrou na banheira e esperou a mesma encher.  Ele afundou várias e várias vezes  sua cabeça na água fria, talvez a culpa fosse dele ou do pai dele pensava Hoseok  porém agora já era tarde .

O mesmo saiu da banheira e enrolou uma toalha na cintura e foi para o quarto, sua assistente já estava escolhendo sua roupa e colocando em cima da poltrona e depois de muito tempo estava voltando a Coréia mesmo que fosse para uma coisa ruim. Priscila sua assistente já estava com suas roupas em mãos, Hoseok respirou fundo antes de pegar a roupa e se trocar, Pricila saiu para a cozinha deixando o mesmo sozinho, terminou de se vestir e foi para a cozinha .

Hoseok - Não quero comer, na verdade não sinto fome a um tempo

Priscila - Senhor, precisa comer ao menos uma torrada ou um copo de suco 

Hoseok - Pode ser, que horas é o vôo ?

Priscila - 10:40 senhor 

Hoseok - Ok, temos tempo 

Hoseok sentou na mesa e tomou um copo de suco de laranja, Pricila e ele saíram para o aeroporto e esperaram a hora do vôo. Hoseok não falava muito estava nervoso por está indo para a Coréia e nervoso pois o pensamento estava em TaeHyung.

- Na Coréia -

Hoseok desembarcou com Priscila e foram a caminho da casa de seu pai o caminho foi calmo, Hoseok parecia gostar de estar na Coréia outra vez. O carro parou na frente da antiga casa em que morou quando pequeno, respirou fundo e desceu do carro .

Priscila - Tudo bem senhor ?

Hoseok - Vai ficar, veja como mudou essa rua era bem colorida e movimentada e hoje é isso .

Hoseok olhou o lugar com delicadeza e viu o antigo apartamento que Tae morou. Ele voltou sua atenção a porta fechada, três batidas foram o suficiente para que o pai do mesmo abrisse. Parecia levemente abatido, deu um pequeno sorriso a Priscila é um abraço em Hoseok.

Sr.Jung - Eu sinto muito 

Hoseok - Não quero que sinta, não tem a leve impressão que a culpa pode ser sua ?

Sr.Jung- Não é minha culpa sabe disso, agora entre antes que eu deixe você aí fora .

Hoseok entrou e depois de algumas horas ele começaram a cerimônia, alguns familiares estavam bastantes abatidos, Hoseok não chegou afinal já tinha chorado de mais, terminada a cerimônia todos foram para suas casas, Hoseok não queria ficar mais nenhum minuto naquela casa .

Hoseok - Vamos para um hotel, não quero ficar aqui 

Pricila - Sem senhor .

Priscila ligou o carro e foram para um hotel que ficava um pouco longe da casa de seu pai . Hoseok olhava atento as ruas e as pessoas enquanto Pricila olhava o mesmo pelo retrovisor .

Hoseok - O que você acha de ... Hum morar na Coréia ?

Priscila - Minha cidade natal, onde o senhor achar melhor 

Hoseok - Você nunca me ajuda, vamos ficar .

Os dois deram apenas um sorriso e foram para o hotel .


Notas Finais


Me digam se gostaram e me desculpe qualquer erro ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...